Intestino Preso, o drama

by Pat Feldman on 19/02/2010 · 79 comments

in Alimentação, ARTIGOS

Qual a primeira coisa que você pensa quando se fala em problemas digestivos? A maioria de nós pensa em intestino preso, e não sem razão, já que as queixas sobre esse problema são cada vez mais freqüentes e cada vez mais graves.

Falando tanto no site Crianças na Cozinha em alimentação saudável, é inevitável que o assunto apareça com frequência, afinal corpo funcionando direito com certeza é resultado de uma alimentação e estilo de vida saudáveis.     

Eu morro de tristeza a cada e-mail que recebo de mamães e papai preocupadíssimos porque vêem seus filhos ressecados, sofrendo a cada tentativa frustrada e dolorida de ir ao banheiro e com uma saúde geral precária por causa desse problema – precária sim, porque se não conseguimos eliminar adequadamente as toxinas do nosso organismo, a saúde geral com certeza é prejudicada. Sem contar o incômodo de sentir a barriga inchada, por vezes dolorida, mal humor, dores de cabeça, etc.

Eu fico muito querendo ajudar esses bebês, crianças, pais e mães, porque sei bem o incômodo que é um organismo constipado. Eu sofri com intestino preso por anos a fio, e o que era para ser um problema, virou uma coisa normal. Desagradável, mas normal. Eu me acostumei àquela situação desconfortável.

Mas me orgulho em dizer que hoje em dia meu organismo funciona maravilhosamente bem, em todos os sentidos. Sou um verdadeiro relógio! (a menstruação também já foi bagunçada e hoje é pontual, outro dia falo sobre isso, deve interessar a muitas mamães)

Meu filho já nasceu em meio a uma alimentação bastante balanceada e saudável, livre de industrializados e rica em nutrientes, probióticos e produtos orgânicos e naturais. Isso se reflete claramente na saúde intestinal dele: não passa um dia sem que ele funcione direitinho, no mínimo uma vez ao dia.

Será sorte dele? Será que de uma hora para outra eu fiquei sortuda e me livrei da “maldição do inestino preso”? Não foi sorte, mas sim mudanças importantíssimas nos meus hábitos alimentares e a principal delas eu resumo em pouquíssimas palavras: IOGURTE NATURAL INTEGRAL e GORDURAS DO BEM.

Eu não nasci comendo tudo saudável, se bem que meus pais sempre gostaram de preparar toda a comida em casa – o que já é um bom começo, mas não é tudo. Tive sorte em comer muito ovo caipira vindo da fazenda quando era criança, frutas frescas do pomar de lá, e quando dava, vinha até leite – congelado para aguentar a viagem. Mas um dia a mídia foi mais forte, a opinião dos coleguinhas da escola foi mais forte e o apelo pelos doces da minha avó foi irresistível. Passamos a achar linda a praticidade dos microondas, os congelados, enlatados, empacotados, flavorizados, desnaturados… Isso pode até parecer a maior maravilha do mundo, mas a verdade é ue acaba com a saúde e detona com a flora intestinal – fundamental para a regularidade do intestino.

Vocês já pararam para pensar em como essas embalagens de PRODUTOS ALIMENTÍCIOS são sedutoras?? Sim, são produtos alimentícios, jamais alimentos – aprendi essa diferenciação com meu querido amigo, Dr. Carlos Braghini. São todas cheias de cores, formatos cada dia mais chamativos, personagens carismáticos, cheias de vitaminas e sais minerais anunciados para quem quiser ouvir (só não lembram que essas vitaminas todas são artificiais, e nunca é a mesma coisa!).

E as embalagens dos ALIMENTOS, como é? Se você for a uma feira livre, ficará feliz em ver as frutas verduras, legumes e carnes organizados de maneira harmônica e limpa. Sacolas para cada alimentos comprado – ou você já leva sua sacola ecológica de casa. Mas as embalagens dos alimentos – quando existem – não têm nada demais, nem personagem, nem enfeite e nem uma lista interminável de vitaminas e sais minerais. Pois é justamente nesses alimentos sem atrativo algum, sem etiqueta ou grife, que se esconde o maior tesouro para a nossa saúde. Lá você encontrará tudo o que seu organismo precisa para ser saudável e funcionar perfeitamente.

fibraQual é a recomendação que mais se escuta diante de uma reclamação de intestino preso? Consuma fibras! E com tantos produtos alimentícios riquísimos em fibras (ricos até demais para o meu gosto…), com tanta gente sabendo disso, como é que tanta gente ainda sofre com o problema de intestino preso (e outros tantos problemas relacionados)?

Simples, porque fibras não são a solução! E eu sou prova viva disso, porque quando decidi que meu intestino preso era um problema para mim e para a minha saúde, essa foi a minha primeira tentativa: aumentar o consumo de fibras. E simplesmente NÃO FUNCIONOU, como não funciona para a maioria dos mortais! E olha que junto eu me entupia de água e outros líquidos, porque também já haviam me dito que fibras sem água não funcionava. Com água ou sem, não funciona!

Claro que numa dieta equilibrada e natural, as fibras estão presentes – elas estão em diversas frutas e verduras, principalmente. Elas não poderiam ser injustamente chamadas de venenos, porém da forma como são divulgadas e utilizadas nos dias de hoje, elas estão mais para veneno do que para remédio… Uma dieta saudáve e equilibrada contém gorduras naturais não processadas, contém proteínas da melhor qualidade, frutas, verduras, legumes, fermentados, etc, mas com certeza não deveria conter industrializados.

E os laxantes? O mercado oferece uma infinidade deles e quem já tomou (eu já tomei), sabe que faz efeito, e como! Mas quem insistiu em viver de laxantes sabe também que com o tempo eles vão perdendo o efeito e você precisa de doses cada vez maiores para que ele funcione como no início. Você não reconhece essa característica de algum outro lugar? Sim, drogas! E laxantes, sejam eles naturais, homeopáticos, alopáticos, ou qualquer outro “páticos”, não deixam de ser drogas, não deixam de ser algo que vem de fora para resolver um problema de dentro. Quem tem enxaqueca (e eu sei que muitos leitores do site Enxaqueca acompanham o Crianças na Cozinha) também conhece esse efeito: quem depende de analgésicos e outros remédios para suas crises, já notou que com o tempo são necessárias doses cada vez maiores para aliviar a dor, até que um dia, num caso extremo, o remédio perde completamente o efeito.

Bem, então laxantes também estão fora de questão, principalmente para seu bebê com intestino preso.

O livro ilustrado na figura acima e outros tantos livros que tenho em casa falam coisas surpreendentes a respeito de como melhorar a saúde da flora intestinal. eu vou resumir aqui o que tenho aplicado no meu dia a dia e que tem sido de grande ajuda.

Há algum tempo ja que eu excluí quase que toalmente todo e qualquer produto alimentício da minha dieta – eu não compro e não consumo produtos industrializados, e essa atitude por si só já fez uma diferença imensa.

Eu tratei de incluir iogurte natural integral e outros alimentos fermentados na minha dieta. Essa foi a parte mais difícil, porque eu nunca gostei do gosto azedo dos fermentados – é um gosto que me incomoda muitíssimo até hoje – tanto que iogurte puro, purinho, você dificilmente me verá consumir. Mas eu aprendi que iogurte é quase um alimento mágico, que OBRIGATORIAMENTE deve fazer parte de uma dieta saudável! Eu não gosto dele puro, por isso toda hora invento um jeito novo de utilizá-lo na minha cozinha e assim inseri-lo na minha dieta de forma agradável.

Além do iogurte natural integral, aqui no site eu já falei de outras opções fermentadas, fundmentais para manter uma flra intestinal saudável:

O nosso intestino é super povoado de bactérias de todo tipo, as “boazinhas” e as “malvadas”- elas estão lá o tempo todo, entram em nós através do que colocamos para dentro através da alimentação, da respiração, etc. Quando há um equilíbrio saudável entre bactérias do bem e bactérias do mal, as tais bactérias do mal não nos fazem nada, você não adoece. Mas ao menor desequilíbrio essas bactérias do mal se multiplicam mais do que deve e causam problemas desde uma simples dor de estômago até intoxicações sérias. Até memso doenças aparentemente não relacionadas ao sistema digestivo, como gripes, se manifestam muito mais facilmente quando as bactérias do bem estão enfraquecidas.

Essas bactérias do bem ajudam o organismo a digerir melhor os alimentos e ajudam a mandar para fora o que não é bom – FAZEM O INTESTINO FUNCIONAR. Capriche no consumo de iogurte natural integral e CLIQUE AQUI para conhecer receitas de conservas lactofermentadas, ricas em enzimas e bactérias do bem. E para saber um pouco mais sobre as bactérias do bem, ou lactobacillus, CLIQUE AQUI.

Tem um outro ponto importante no nosso organismo que faz toda a diferença na hora de fazer sair o que não está bom: lubrificação! Qualquer coisa que se movimenta em atrito com outras coisas precisa de uma boa lubrificação – precisa “escorregar gostoso” para passar macio (ai de mim, será que estou escrevendo direitinho?). Em qualquer máquina existe o óleo entre as peças para que elas trabalhem melhor, entre os nossos ossos existem juntas que “amaciam” os movimentos, e no nosso intestino não é diferente: precisamos de lubrificação. E por sorte os nossos lubrificantes são deliciosos e podemos comê-los todos os dias! São as gorduras que usamos para cozinhar!

Escolha gorduras boas, NESTE ARTIGO já falamos um pouco sobre gorduras em geral. Na minha casa eu uso muita manteiga, óleo de coco extra-virgem e eventualmente banha artesanal (não é tão fácil de achar, aquela que vende no supermercado é hidrogenada, péssima). Azeite de oliva extra-virgem eu uso eventualmente, para temperar saladas.

Use gorduras do bem, o quanto mais artesanais possíveis. O nosso organismo precisa delas para muitas coisas, entre elas, para se manter “lubrificado”.

Um outro ponto que vale para qualquer idade é movimento. Você escolhe o que gosta mais: caminhada ou corrida no parque, natação, academia, limpar a casa, dar cambalhotas, jogar futebol ou surfar. Escolha qualquer atividade que requeira movimento, movimente-se sempre e faça disso um enoooooooorme prazer. Eu não procurei por nenhum estudo que comprovasse a relação positiva entre atividades físicas e funcionamneto intestinal, mas desde que comecei a levar isso a sério, melhorei muito. Meu filho corre, nada, brinca e se mexe o dia todo. É um relógio!

Eu sei que falar sobre fazer atividades físicas é fácil, e que na prática você pode achar que não tem tempo ou disposição. Eu sei direitinho dessa história, porque antes de gostar de ginástica, eu era da turma que detestava e ficava cansada só de olhar. Quando comecei, sempre achava que não tinha tempo ou disposição. Cinco minutos na bicicleta ergometrica me deixavam exausta. Mas daquela vez eu estava decidida, e em poucas semanas comecei a ver melhoras no meu humor, no meu físico e, o mais inesperado, no funcionamento do meu intestino.

Nossa, esse texto está ficando enorme demais, já o estou escrevendo há dias, e olha que eu nem parei para ler e tentar resumir alguns trechos interessantíssimos de livros que eu tenho e já li sobre o assunto. Por enquanto estou basicamente contando como as coisas aconteceram comigo: eu não funcionava de jeito enhum, e hoje sou outra pessoa, tudo funciona bem por aqui!

Eu podia simplesmente ter organizado tabelas com o que se deve ou não comer, citando todo o tipo de estudos científicos que já li e estudei, mas acho que contar a minha experiência pessoal – baseada em tudo o que pesquisei e aprendi – acaba resutando num texto mais rico e mais fácil de compreender.

Mas vamos seguir com mais algumas coisinhas…

Eu falei rapidamente dos industrializados ali em cima, o que esqueci de ressaltar é o quanto eles podem prejudicar o funcionamento do nosso organismo! Nós precisamos de enimas, de lactobacillus e de muitos nutrientes para manter tudo funcionando direitinho, e – para resumir – os alimentos industrializados são tão processados, mas tão processdos, que é impossível chegar ate nós alguma coisa que valha a pena pôs para dentro! Nem gostosos esses produtos alimentícios ficam, oque torna necessário ainda mais química e processamento: a adição de corantes, flavorizantes e aromatizantes.

Acho que por hora já temos bastante informações. Qualquer hora eu escrevo mais um pouquinho sobre flora intestinal – a relação entre flora intestinal saudável e desenvolvimento ou não do autismo também dá um artigo e tanto!

Já conhecem o BRECHÓ DA PAT? Aparece por lá!





Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 67 comments… read them below or add one }

Vivian de Luca December 22, 2008 at 18:07

Oi Pat!
Muito bom o artigo de hoje!

Adorei te encontrar!

Beijinhos

Reply

Niquéli December 23, 2008 at 8:41

Pat, muito bom seu artigo.

Gostaria que quando voce tivesse tempo escrevesse sobre o que você acha sobre a intolerancia a lactose e a alergia a leite de vaca.

Obrigada

Reply

Clau October 30, 2014 at 13:18

oi Pat
Tbem gostaria de um ponto de vista seu a esse respeito – alergia e intolerância ao leite e tbem ao glúten.
bjss

Reply

Fausto December 23, 2008 at 14:49

Muito interessante os artigos deste site.

Mas infelizmente, com a vida que se leva hoje numa cidade grande, como o Rio de Janeiro, onde resido, fica quase impossível seguir a risca estas recomendações de alimentação natural. Não tem como você conseguir leite direto da vaca de um fornecedor confiável, no máximo o que se consegue é aqueles de saquinho, que mesmo assim você ainda precisa ferver, pois não sabe qual é a procedência do mesmo. Frutas e verduras orgânicas é outra complicação, pois não é em qualquer supermercado que você encontra esta opção.

Eu sei que parte disto é por causa da falta de conhecimento das pessoas, que não têm acesso a textos como esses por várias razões, inclusive por interesse da indústria. Mas se você apela pro bom senso, vai ver que realmente não faz sentido se alimentar com alimentos não orgânicos, alimentos esses que podem conter substâncias que seu organismo nem sabe como digerir e que pode até fazer mal a médio e longo prazo.

Estou esperando o artigo a respeito dos malefícios do microondas, que é outro aparelho muito utilizado atualmente pelas pessoas.

Bom Natal.

Reply

Naida December 30, 2008 at 14:48

Olá

Primeiro queria te dar os meus parabens pelo site, porque adorei as matérias, principamente este sobre intestino preso.
Só para teres uma ideia sinto-me como a menina da primeira imagem desta matéria, mas vou por em pratica tudo o que li aqui.
Obrigado.

Reply

Ana January 4, 2009 at 23:52

Oi!
Acompaho seu blog ha um tempinho mas ainda nao tinha comentado. Porem nao pude deixar de comentar hoje pois esse assunto eh algo q me incomodou por muito tempo (ainda me incomoda mas beeem menos ja).
Depois q casei e tive minha casa passei a cozinhar mais saudavel, utilizar tudo mais natural e hoje com meu filho eu tomo mais cuidado q posso com nossa alimentacao.
Adorei o seu artigo de hoje, muito valioso mesmo, cheio de dicas uteis e verdadeiras, pois yogurte, exercicio e gorduras boas sao realmente essenciais, eu tbem descobri isso!
O q eu sinto um pouco eh a dificuldade de fazer as pessoas, principalmente meus pais, entenderem e enxergarem o quanto a alimentacao eh importante para regular diversos fatores na vida da gente. Infelizmente sou criticada as vezes por tentar dar ao meu filho uma alimentacao saudavel. Meus pais ainda acham q crianca tem q comer porcaria, o q me deixa furiosa, principalmente quando eles entopem meu filho de tranqueiras quando vamos visita-los.
Pena q nem todos tenham consciencia de q uma vida saudavel comeca sim pela alimentacao.
Parabens pelo blog e obrigada por dividir sua experiencia conosco, eh de grande valia sem duvida alguma!
Ana

Reply

Josiane February 16, 2009 at 11:06

Apesar de ser adulta tenho o instestino muito preso, tem alguma sugetão de consumo de fibras para me dar? Ficarei muito grata.

Obrigado

Reply

Pat Feldman February 16, 2009 at 12:23

Josiane, as dicas deste artigo valem para qualquer idade!

Reply

Rachel May 18, 2009 at 19:27

Pat, maravilhoso este artigo que voce publicou, parabens! Acredito que o caminho seja por ai. Agora vç poderia aprimorar estas orientaçoes para o caso de meu filho que tambem e intolerante a lactose? Se souber mais informaçoes agradeço deste ja. Um abraço.

Reply

Pat Feldman May 18, 2009 at 19:33

Raquel, se a intolerância não for grave, ele pode perfeitamente bem consumir iogurte e outros produtos lacto-fermentados, já que o processo de fermentação do leite para transformá-lo em iogurte consome exatamente a lactose.

O óleo de coco em particular salvou a minha vida meu intestino!!

Reply

Rozalia Portugal Lima May 22, 2009 at 0:09

Olá tenho uma filha de 9 meses e ela esta com o intestino com dificuldades de funcionamento gostaria de saber qual o melhor metodo para fazer ele funcionar normalmente pois ela esta na fase de nascer os dentes então ela come papinha de legumes,chas,mamadeira de leite com aveia,come frutas amassadas ela come mamão e nada faz funcionar ate activia estou dando ela e não faz funcionar direito por isso quero a opinião desde já agradeço tchau…..

Reply

Graciele September 19, 2009 at 10:24

Essas dicas foram preciosas pra mim, já li este artigo por duas vezes e agora resolvi comentar.
Uma alimentação rica em frutas, legumes, iogurte natural e grãos deixados de molho antes do preparo da alimentação, tem feito milagres pelo meu intestino que está a cada dia melhor.
Graças a Deus tenho conseguido encontrar leite cru de uma unica vaca de um colega de meu pai, que vive solta por ai e posso fazer meu iogurte.
E em relação aos orgânicos tenho conseguido vários e o gosto é realmente diferente.
Aplicar essa pequenas dicas é uma questão de organização na minha opnião, pelo menos tem sido assim pra mim. Não demoro mais do que 15 min para deixar o que vou usar do dia seguinte de molho ou amassar e preparar um pão.
Obrigado .
Graça e Paz
Graciele

Reply

Carla September 28, 2009 at 5:46

Oi, Pat!
Meu filho de 3 anos e meio esta com prisao de ventre e ate chora quando vai ao banheiro.
Nos trocamos o leite de soja pelo leite de coco por recomendacao do pediatra dele, que e radicalmente contra ao leite de vaca.
Estaria o leite de coco prendendo o intestino dele?
Consumimos quefir em casa, porem ele dificilmente aceita, a nao ser na forma de coalhada seca e mesmo sim em pequena quantidade.
Preocupo-me, porem, com a questao do leite de coco e sugestoes que vc possa me dar.
Abracos!

Reply

Pat Feldman September 28, 2009 at 6:25

Carla, qual leite de coco você usa? Eu te sugiro usar um leite de coco feito em casa (tem uma receita aqui no site) e, se o teu filho o aceita bem, dê à vontade misturando sempre uma colherinha de kefir ou iogurte no copo dele.

Eu também sou totalmente contra o consumo de leite de vaca altamente processado, que é o que encontramos no mercado atualmente. Ele não só não acrescenta nada em termos nutricionais como é de difícil digestão. Mas em sua forma fermentada – kefir ou iogurte natural – não há problemas.

Além do leite, inclua o caldo de carne caseiro, óleo de coco e muuuuuuuita água na rotina do seu filho. Evite ao máximo, se possível completamente, os produtos industrializados. Tenho certeza de que vai ajudar!

Reply

Alexandre Nascimento October 2, 2009 at 7:59

Olá Pat! A minha filha de 2 anos tem dificuldade e medo para evacuar. A médica dela receitou óleo mineral para ajudar. Li aqui no site sobre o óleo de côco. Será que eu poderia trocar o óleo mineral pelo óleo de côco, além de incluir na dieta dela iogurtes naturais? Soube que o óleo mineral não é totalmente seguro quanto à saúde respiratória da criança…
Qual a sua sugestão quanto a este assunto? Agradeço antecipadamente.

Reply

Pat Feldman October 2, 2009 at 8:13

Alexandre, eu não sei muito sobre o óleo mineral, mas posso te aformar por experiência própria que o óleo de coco é excelente! Pode incluir sim, junto com iogurtes naturais!

Reply

daniella dias falcao November 27, 2009 at 13:53

quando o bebe está com o intestino solto de mais, qual o melhor remédio?

Reply

Pat Feldman November 27, 2009 at 17:43

Daniella, iogurte é o regulador ideal para o intestino. Para os presos ele solta, para os soltos ele prende. Se o seu bebê já ocme papinhas, cozinhe maçã ralada sem casca e ofereça com umas colherinhas de iogurte natural. Não precisa adoçar. Deve ajudar! E não se equeça de hidratá-lo muito!

Reply

margarida fonseca da silva November 30, 2009 at 21:17

eu queria uma lista de legumes frutas e verdura que prende e que solta, o intestino
para poder alternar na minha alimentação

Reply

Pat Feldman November 30, 2009 at 21:38

Margarida, as recomendações que dei no artigo são muito mais eficientes do que listas…

Reply

Lívia February 19, 2010 at 8:11

Oi, Pat!!! O funcionamento do meu intestino mudou radicalmente em uma semana, depois que comecei a consumir kefir, um ano atrás. Eu sempre fui presa, mas agora sou um relógio também. Minha filha de dois anos também adora o kefir e toma uma mamadeira de kefir e uma de iogurte natural caseiro por dia. Ela chorava, ficava vermelha, só fazia cocô a cada três dias, uma lástima. Depois dos fermentados, ela vai sozinha, tranquila e feliz ao banheiro, diariamente. E a imunidade melhorou muito também. Agora estou fermentando um leite purinho da fazenda que um amigo me traz do interior (congelado, claro). Carla, o kefir fica muito gostoso com um pouquinho de suco de uva integral. Vc fermenta apenas por 12 horas, coa, mistura com um pouco do suco e adoça, acho q seu bb pode gostar. Pat, conheci o kefir aqui e lhe serei eternamente grata. O que você acha do que dizem sobre o perigo da fermentação caseira do kefir? Lívia

Reply

Pat Feldman February 19, 2010 at 12:29

Parabéns, Lívia!!

Eu não acredito em perigos de nenhum tipo de fermentação caseira quando se tem cuidados mínimos com a higiene. A proliferação de bactérias boas do kefir ou iogurte normalmente impede ou dificulta a proliferação de bactérias “do mal”. Faço fermentados em casa há muitos anos e nunca tive problemas.

Quanto a adoçar o suco de uva, tente primeiro sem adoçar, é melhor para o paladar e para a saúde da criança!

Reply

Tatiane February 20, 2010 at 0:07

Oi Pat! Amei seu artigo. Aliás, nós aqui de casa nunca tivemos problemas com intestino e tenho certeza que a alimentação sempre fez toda a diferença! Minha ex-cunhada pegou uma “sementinha” do meu kefir e hoje toma pelo menos um copo por dia. Resultado: intestino relógio.
Eu gostaria de deixar uma sugestão quem sabe pra um novo artigo ou simplemente uma respostinha por aqui: Quando é que as “gorduras do bem” podem se tornar “do mal”? Eu sei (e me corrija se estiver errada!) que azeite quando aquecido se torna uma gordura ruim. E as outras? E em quais quantidades elas deixam de fazer bem?
Bjus

Reply

Pat Feldman February 20, 2010 at 7:04

Tati, ADOREI o título e com certea vai virar um artigo para o site ou até, quem sabe, um e-book!!

Reply

veronica February 20, 2010 at 2:48

adorei o artigo, estou decidida a mudar minha vida…tenho enxaquecas regulares e preciso me curar disso, agora depende de mim….eh muito difícil mudar os costumes alimentares…assim que der vou a são paulo me consultar com vcs. valeu!!

Reply

Tathy February 20, 2010 at 16:34

Muito bom o artigo, só faltou falar da questão emocional e como ela influencia o funcionamento do intestino. Principalmente para as pessoas que vivem na cidade grande, que além de se alimentarem mal vivem sobre sorte estresse.

Bjs

Reply

Pat Feldman February 20, 2010 at 19:17

Bem lembrado, Tathy Nunca pensei muito sob esse aspecto, mas o estresse pode contribuir muitíssimo para prender o intestino…

Reply

PatriciaUk February 20, 2010 at 17:17
Pat Feldman February 20, 2010 at 19:19

Patricia, eu li essa matéria sim, e até ocmentei por lá, mas ocmentei mais no meu twitter.

Reply

Raquel February 21, 2010 at 9:04

Pat, adorei este artigo,nao consigo ainda incluir muito bem o iogurte natural aqui em casa mas vou tentando, diminui o consumo de industrializados e estou caminhando,já vi melhora no meu intestino. quanto ao azeite consumo muito aqui em casa, na salada, o que acha?

Abraços

Reply

Andrea - Canada Toronto February 23, 2010 at 11:11

Oi, meu meu e Andrea eu tenho 3 filhas e tem um delas que nao consegue ir ao banheiro ela tem 9 anos, eu fico com do dela ja fiz de tudo mas nada, eu vou tentar fazer o yalut pra ela espero que de certo, bom em falar em filhos e tem uma outra com 4 anos e gostaria de mudar a alimentacao de todas minhas filhas, e queria saber se vc poderia me ajudar com comidas naturais por favor beijos.

Reply

Katia Moscon February 23, 2010 at 12:00

Muito legal esse artigo!
Eu não tenho esse problema, mas convivo com muitas pessoas que sofrem com intestino preso…
Na farmácia onde trabalho tem vários clientes que já não sabem mais o que fazer…
O consumo de laxantes também é enorme… desde os mais simples até os muito agressivos…
Não consigo nem imaginar como fica o intestino de uma pessoa que toma laxante todos os dias
Quando tenho mais proximidade com cliente, falo do iogurte natural. Eu consumo bastante, todos os dias e adoro.

Bjos

Reply

silene athayde March 3, 2010 at 17:53

Adorei seu artigo sobre intestino preso,vou usar suas dicas com meu filho que sofre bastante desse mal…Alias adorei seu sait e já adicionei aos meus favoritos,bjs e obrigadooo!!

Reply

Flávia March 10, 2010 at 22:19

Oi Pat,
Eu tenho sofrido com o intestino preso, hj mesmo de manhã tomei duas colheres de sopa de azeite em jejum, que dizem que é bom para o intestino e ainda ajuda a diminuir a barriga, mas agora já são mais de 22:00 hrs e nada de ir ao banheiro… gostaria de tentar esse oléo de coco e mais o iorgute natural, pq tentei tambem o activia e nada.. agora me diz a quantidade de oléo de coco que vc ingeri por dia? E onde achar esse kefir ou como fazer, é a primeira vez que ouço sobre ele.
Fica com Deus
Muito obrigada

Reply

Pat Feldman March 11, 2010 at 7:04

Flavia, eu tentava de tudo também e nada resolvia, e as coisas não mudaram de um dia para outro, como mágica. Eu fui implementando mudanças na minha rotina, como um pouco de atividade física, óleo de coco (uma colher de sopa antes de cada refeição ou misturado à cada refeição), iogurte ou kefir sempre que possível – pelo menos uma colher de sopa por dia, como remédio mesmo. Muita água também fez diferença!

Não comecei a fazer tudo isso de uma vez só, e nem os resultados apareceram de uma hora pra outra, mas hoje em dia, com esses hábitos implementados firmemente à minha rotina, meu intestino funciona muito bem!

Ah, e o mais incrível: isso tudo se deu depois que eu parei de me preocupar tanto em consumir montes de fibras!! Eu consumo o básico, em alimentos naturais como frutas e verduras. Só.

Reply

MARCELO March 16, 2010 at 0:59

O kefir vc consegue fazendo inscrição no “Yahoo Groups -Kefir”. Depois ele mandam uma lista de endereços dos doadores do Kefir.

Dúvidas:
massaharumarcelo@yahoo.com.br

Reply

lilian flavia vilela May 17, 2010 at 12:52

eu gostaria de saber mais receitas caseiras pra minha filinha de 9meses,pq eu troquei o leite dela,eu dava o nan2…agora estou dando o novo leite ninho da nestle so que o nan era era em po eo nimho e liquido tem alguma coisa a ver…

Reply

Pat Feldman May 17, 2010 at 14:17

Lilian,eu não sou a favor do consumo de nehum desses leites industrializados. Se não tivesse opção, daria iogurte natural integral, que inclusive é excelente para o bom funcionamento intestinal.

Reply

katia andrade alves June 11, 2010 at 18:47

OI MEU NOME É KATIA EU TENHO UM FILHO DE 4 ANOS E ELE TEM PROBLEMAS PARA EVACUAR PODE ME AJUDAR OQUE EU PODERIA DAR PARA ELE NA COMIDA
OBRIGADA!!!

Reply

LINA CARLA September 24, 2010 at 17:47

OI MEU NOME É LINA CARLAE TENHO UMA FILHA DE 5 MESES E ELA TEM PROBLEMAS PARA EVACUAR PODE ME AJUDAR O QUE EU PODERIA DAR PARA ELE NA COMIDA, OU NO SUCO PAPINHA NO QUE FOR BOM PRA ELA POIS A ISADORINHA SOFRE MUITO
OBRIGADA!!!

Reply

Jozemar October 17, 2010 at 13:42

Pat,sofro muito ao ver minha filhinha ir ao banheiro,. me passa uma receita e como dar à ela…..pq ela sofre des de quando nasceu…obrigado!

Reply

Pat Feldman October 17, 2010 at 15:12

Sugiro o consumo regular de iogurte e kefor, além de óleo de coco extra-virgem e muita água no decorrer do dia.

Reply

gustavo February 5, 2011 at 16:16

Amei tudo o que você escreveu; também me aconselhavam a comer fibras nunca fazia efeito em mim, tenho o mesmo problema que você tinha no passado. Continue escrevendo assim, e deixando as pessoas mais informados com suas experiências. Grande abraço.

Reply

MARCELA March 31, 2011 at 21:05

OIII QRIA SABE UM REMEDIO,PRO MEU BB Q TEM 1 MES E 26 DIAS…PRISAO DE VENTRE…ELE ESTA TOMANDO LEITE APTAMIL MAIS ELE ESTA COM 2 DIAS Q NAO FAZ COCO E NAO SEI MAIS OQ FAZER….

Reply

Pat Feldman March 31, 2011 at 21:26

Marcela, leites artificiais normalmente causam constipação…

Reply

andreia simionato romitto May 19, 2011 at 20:19

Ola Pat,eu tenho um filho com 5 anos e não aguento mais ver ele sofrer,o intestino dele não funciona ,mas a historia dele é um pouco diferente.meu filho tinha 1 ano e quatro meses sofreu um acidente de altomovel e ficou paraplegico.e depois disso nunca mais o intestino dele funcionol,e sempre tem que usar lachante, minilax e outros mais,não aguento mais velo sofrendo por conta disto.e ele não se alimenta direito ele não aceita comer fruta legumes e é péssimo pra comer as vezes acho que o int
estino não funcinando ele não tem fome.gostaria muito que vc me ajudasse….espero anciosa sua resposta!!!! desde ja obrigada……

Reply

PATRICIA August 18, 2011 at 9:55

EU ESTOU COM O INTESTINO PRESO E NÃO CONSIGO FAZER DE ALGUMA FORMA COM OQUE PARE DE SER UM INTESTINO PRESO PAT VOCÊ PODE ME DAR ALGUMA DICA PRA MEU INTESTINO BOM SAUDÁVEL DE VOLTA ?
TENHO 10 ANOS FICAREI MUITO GRATA SE ME DER ALGUMAS DICAS OBRIGADA TCHAL..

Reply

Janete Ayedo November 21, 2011 at 12:23

Boa tarde! Gostaria de saber se bebe de 06 meses pode utilizar o óleo de coco e que quantidade?
Obrigada

Reply

Pat Feldman November 21, 2011 at 13:02

Os meus filhos consomem óleo de coco extra-virgem desde os 2 meses de vida.

Reply

Mel Martins December 20, 2011 at 10:15

Olá! Primeiramente, gostaria de parabenizar pelo site! Especialmente as receitas, pelo o pouco que visitei já deu pra ficar com água na boca, hmm.
Bem, eu tenho 17 anos e tenho esse probleminha de intestino preso desde os 12, coincidentemente quando comecei a consumir cada vez mais produtos industrializados (principalmente as tais bolachas recheadas), pois creio que a rotina dos meus pais foi se tornando tão cansativa que não dava tempo pra preparar algo em casa, portanto sempre recorrendo aos enlatados, congelados, etc. Porém, esse ano acabei mudando um pouco minha alimentação, passei a consumir frutas no lugar das bolachas, por exemplo, e trocando os refinados por integrais sempre que possível. Resumindo, as minhas dificuldades em relação ao intestino preso diminuíram, porém apenas por um tempo. Meu intestino tem voltado a ficar bem preso nesse final de ano e eu não entendia o por que (até agora, claro). Passei até a consumir mais daquele iogurte Activia (é,sei, industrializado) só que não funciona mais, creio que meu organismo acostumou com isso. Enfim, sem mais delongas, estou decidida a consumir alimentos orgânicos, mas até eu aprender a cozinhar sem queimar a panela, gostaria de fazer uma pergunta (talvez até meio boba), mas como moro em Franca (interior SP) fica dificil achar variedades de lojas, padarias, com alimentos quase 100% orgânicos. O que temos aqui é a Oficinal Alimentos, que vende principalmente os produtos da Native. Eu sei que não são 100% orgânicos, mas gostaria de saber se você acha que esse tipo de alimentação ajudaria a diminuir esse tipo de problema, pelo menos até eu aprender a me virar melhor na cozinha. Segue aqui o site http://www.nativealimentos.com.br/

Bem, desculpe pelo texto e mais uma vez, parabéns pelo site, estou visitando quase todo dia.
Obrigada desde já

Reply

Pat Feldman December 20, 2011 at 12:50

Mel, mesmo orgânicos, os industrializados não fazem nada bem! Concentre-se em comer comida de verdade, fresca, de preferência feita em casa! Carnes, ovos, frutas, verduras, legumes… Nada processado, orgânico ou não!

Reply

Gizandra March 4, 2012 at 16:49

GOSTARIA DE SABER COMO UTILIZAR O KEFIR, E SE ELE SERVE TAMBÉM PARA O INTESTINO PRESO?

Reply

MARCIA APARECIDA ALVES March 12, 2012 at 15:48

Pat o que é kümmel ?

Reply

Pat Feldman March 12, 2012 at 15:50

É um temperinho desidratado. Você encontra em vários supermercados. Muito saboroso e comum na culinária européia.

Reply

MARCIA APARECIDA ALVES March 22, 2012 at 9:56

O MIGAAA OBRIGADA VIU… SABE COM É GENTE DO INTERIOR.rsrsrsrs

Reply

Mari AP. C.Franco April 17, 2012 at 15:47

Pat, gostaria de saber se o problema com (DIVERTÍCULOS ) está associado ao intestino preso.
Você conhece algum tratamento?
Poderia me ajudar?
Estou tomando o óleo de côco para melhorar o funcionamento do mesmo, será que vai resolver .

sem mais obrigada MARI

Reply

Michelle Mayumi May 14, 2012 at 18:43

Oii boa noite eu sou uma criança de 13 anos quase todo o mês eu sofro do intestino isso é bom?conversa com a minha mãe amanhã o e-mail é luzia@abinee.org.br

Reply

renata March 30, 2013 at 15:21

Oi Pat, descobri seu site quando estava procurando tratamentos para intestino preso, li que você tinha e que depois começou a comer bastante fibras e tomar água mas não resolveu; bem meu caso é o mesmo mas o problema é que só vou ao banheiro com laxantes e a dose só aumenta a cada mês, já tomo quase duas cartelas de lacto-purga.
Gostaria de saber se você conhece algum médico para indicar (pois todos em que vou dizem “coma fibras, bebe bastante água e faça exercícios; mas não dá resultados para mim); ou tratamentos naturais só que deem resultados.

Obrigada

Reply

Pat Feldman March 30, 2013 at 21:53

Renata, meu marido é clínico geral. Tratar intestino preso não é exatamente a especialidade dele, mas como ele mexe muito com alimentação e estilo de vida, creio que possa te ajudar! Quer tentar?

Reply

Andrea April 2, 2013 at 8:35

Oi Pat,
Comprei os ingredientes para começar a produzir o iogurte natural integral em casa mas tenho uma dúvida. Como consigo saber qdo atinjo os 84 e 46 graus centí­grados. Procurei na internet e não encontrei. Existe algum aparelho que nos ajude ou podemos fazer a medição de um modo caseiro???
Muito obrigada desde já!
Sou uma consumidora de fibras e leite na tentativa de melhorar o funcionamento do intestino e nada acontece.
Tenho necessidade, intuitivamente, de tirar os industrializados da minha vida.
Sou da área de história e ao estudar a Revolução Industrial, já pensava no qto passamos a piorar nossa saúde depois do advento dos “produtos alimentícios”, não são mais alimentos………………….
Um gde abraço!!!

Reply

Pat Feldman April 2, 2013 at 9:54

Qualquer termômetro faz direitinho o trabalho, Andrea! Com o tempo você fica craque e consegue usar o “dedômetro”!!!

Reply

Andrea April 2, 2013 at 9:58

Obrigada pelo retorno Pat… vou providenciar hj……………
Abçs!!!

Reply

Andrea May 14, 2013 at 16:18

Providência tomada e iogurte natural feito… vou começar agora…………. começando as mudanças…
Muito obrigada pela divulgação de uma vida REALMENTE saudável… …………..

Reply

Maria Edna Vicente September 9, 2013 at 14:39

Pat,Parabéns …gostária de saber como receber o kefir,pois não estou conseguindo.bjos e Obg!

Reply

Yuri mcilrath November 2, 2013 at 15:04

Util, mas preocupante(pra min) a questão do laxantes quando o corpo se acostuma com eles….

Reply

raquel February 20, 2014 at 22:42

tenho o intestino preso nao sei o que fazer. ja tomei laxante, agua em jejum… mas nao faz nenhuma diferença

Reply

Camila Genghini March 14, 2014 at 15:53

Olá querida.Sua página é simplesmente sensacional.
Quanta riqueza de informação.Estou encantada,admirada,agradecida.
Sério,nem acredito que achei alguém com base falando sobre intestino preso e outras mil coisas importantíssimas pra todos.Sofro a muito com isso,fiz o iogurte ontem,deu certinho,ele fica meio mole mesmo??Pode misturar com fruta picada pra comer,granola,essas coisas?E qual seria a quantidade ideal por dia??Muuito obrigada,achei seu artigos realmente sensacionais.

Reply

Leave a Comment

* IMPORTANTE: LEIA ANTES DE CLICAR EM "ENVIAR" * Ao enviar seu comentário, você fornece à Pat Feldman e ao Site CriancasNaCozinha.com.br 100% dos direitos autorais do seu texto, e fornece também uma licença PERPÉTUA (para toda a vida) e IRRETRATÁVEL (sem a possibilidade de voltar atrás) para a reprodução de suas palavras associadas ao seu nome, seja neste site, seja em outro site, seja em algum livro que venha a ser publicado, ou em qualquer mídia atual ou futura.

{ 12 trackbacks }

Previous post:

Next post: