Como tornar qualquer receita mais saudável

by Pat Feldman on 08/12/2013 · 32 comments

in Alimentação, ARTIGOS, MAIS...

Screen Shot 2013-12-08 at 22.28.01Aqui no site eu já publiquei inúmeras receitas, provavelmente o suficiente para você não repetir pratos na sua cozinha por um bom tempo, mas é claro que você pode gostar da receita nova de uma amiga, ou querer preparar aquela deliciosa receita de família, ou da última revista gastronômica das bancas. O problema é que atualmente muitas receitas pedem ingredientes não tão naturais, não tão recomendáveis e pra falar a verdade, nem tão saborosos.

Mas a boa notícia é que podemos fazer pequenas alterações na maioria das receitas de modo a mantê-las igualmente apetitosas, porém bastante mais saudáveis e saborosas, dando preferência à comida de verdade.

Aproveitem as 20 dicas a seguir!

  1. Açúcar Branco: não adianta, hoje em dia quase 100% das receitas de sobremesa pedem açúcar branco em suas receitas, e quando não é açúcar branco, é coisa bem pior, adoçantes artificiais… Aqui em casa, nas minhas receitas de sobremesa, quando necessário, eu uso rapadura ralada, mel ou melado. Comecei a ver açúcar de coco no mercado, que também é uma boa opção, mas ainda difícil de achar e bem caro. Para começar, eu substituo o açúcar branco pela mesma quantidade de mel, melado ou rapadura, mas nos preparos seguintes da mesma receita tento diminuir a quantidade – fica ainda mais saudável e eu particularmente nunca gostei de sobremesas doces demais.
  2. Agave: está na moda como uma opção mais saudável para adoçar sobremesas, mas além de caro, é muito mais refinado do que você imagina. Aqui também vale a troca por mel, melado ou rapadura, procurando sempre reeducar seu paladar para não precisar adoçar demais.
  3. Margarina: alguém ainda acredita que esse bloco sem gosto de gordura trans serve para consumo humano?? Mil vezes mais saudável e saboroso usar manteiga!!! Pode (e deve!) substituir a margarina da receita da revista pela mesma quantidade de manteiga ou gordura de coco.
  4. Óleos vegetais refinados: óleo de soja, óleo de milho, óleo de canola e outros altamente processados são um verdadeiro veneno para a saúde, fique longe! Em qualquer receita que peça por qualquer óleo refinado, substitua por óleo ou gordura de coco, ghee, manteiga de garrafa ou, no caso de saladas e outros preparados frios, um bom azeite de oliva extra-virgem.
  5. Sal refinado: substitua por sal bruto, o menos refinado possível. Já falei bastante sobre isso AQUI.
  6. Temperos prontos: o supermercado está cheio de potinhos e pozinhos que prometem tornar sua vida na cozinha rápida e prática, mas eles esquecem de dizer que essa química toda faz um mal danado para a saúde, daí você economiza tempo na cozinha para gastar cuidando da saúde, que não fica lá essas coisas com esse tipo de tempero. A saída? Se arrisque mais nas ervas e condimentos naturais, frescos ou desidratados. Você vai se surpreender! Aqui em casa eu tenho mil potinhos de ervas desidratadas e condimentos naturais que quebram o maior galoho na hora do aperto!
  7. Geléias: a enorme maioria delas contém açúcar em excesso e, pior ainda, algumas são preparadas com frutose, com a desculpa de que é o açúcar natural das frutas- mas que ninguém te conta que em excesso é ainda mais prejudicial que o açúcar branco. Essa frutose vem disfarçada nos ingredientes em geral como um “inocente” suco de uva… Para substituir as geleias industrializadas das receitas, opte por frutas cozidas por um período longo. Se você fizer muita questão de adoçar a sua geleia, faça com rapadura ralada. O sabor fica fabuloso!
  8. Vinagre: originalmente um alimento muito saudável e poderoso, hoje em dia a enorme maioria dos vinagres é altamente pasteurizado, e não passa de uma água muito azeda e fedorenta. Eu detesto vinagre desde criança e sempre substitui pela mesma quantidade de suco de limão. Se a ideia é um azedinho mais suave, você pode também usar a mesma quantidade de suco de laranja.
  9. Chocolate em pó ou achocolatados: substitua SEMPRE por cacau em pó, de preferência orgânico (porque já tem muito cacau transgenico por aí…). O cacau puro é bastante amargo, mas aí você adoça, à gosto, com mel, melado ou rapadura.
  10. Cubinhos ou potinhos de caldos prontos: esses produtos deveriam ser proibidos por lei!! Um verdadeiro veneno!!! Aqui em casa só uso caldos caseiros, que além de proporcionarem um sabor incrível a qualquer prato, são extremamente vitaminados e saudáveis! A substituição é fácil. Se a receita pede “x” cubinhos de caldo pronto diluidos em “y” litros de água, use o volume equivalente (os “y” litros) de caldo caseiro. Se você vai usar seu caldo caseiro diluído ou puro, fica a seu critério, de acordo com a receita que vai preparar e de acordo com o seu paladar.
  11. Gelatinas: substitua correndo por caldo de mocotó caseiro. Para quem nunca fez, pode parecer assustador, mas é fácil e muito mais nutritivo!
  12. Molhos prontos para salada: normalmente preparados com óleos refinados de péssima qualidade e aditivos químicos para realçar cor, sabor e aroma, esses molhos são facilmente substituíveis por versões caseiras, como as que eu ensino AQUI. Você pode preparar uma quantidade maior e deixá-los prontos na geladeira, prontinhos para quando der vontade.
  13. Molhos shoyu: nesse caso não precisa substituir, basta comprar o certo. Só compre molho shoyu naturalmente fermentado, e sem nenhum tipo de aditivo. o verdadeiro molho shoyu deve conter apenas soja fermentada e sal. Algumas marcas acrescentam também arroz. Qualquer coisa além disso é química desnecessária!
  14. Creme de leite em caixa ou lata: substitua pela versão fresca, refrigerada. Se puder ser orgânico e/ou cru, melhor ainda!
  15. Leites vegetais: a maioria dos leites vegetais prontos é processada demais e você corre o risco de consumir leites oxidados e nada saudáveis. Você pode fazer leite de coco caseiro ou você pode preparar seu próprio leite de castanhas ou amêndoas em casa. É fácil, rápido e muito mais saboroso e saudável!
  16. Laticínios desnatados: Não tenha medo das gorduras, nosso organismo precisa delas!!! Use sempre leites e iogurtes integrais. Leia mais sobre o MEDO DE GORDURA aqui.
  17. Leite condensado comercial: descobri uma receita de leite de coco condensado e naturalmente adoçado. Ainda não testei, mas quem quiser testar, CLIQUE AQUI (a receita está em inglês)
  18. Picles comerciais: substitua por conservas caseiras. Além de mais saudáveis, são probióticas, o que promove maravilhosamente a saúde intestinal. Para prepará-las em casa não leva tempo nem dá trabalho.
  19. Queijo ralado: os queijos que já vem em pacotinhos ralados costumam conter aditivos para que seu gosto não se altere. Mas você já tentou ralar seu próprio queijo? Super rápido e fácil, é só deixar a preguiça de lado!
  20. Maionese industrializada: normalmente preparadas com óleos altamente refinados e ovos em pó (!!!) não têm nada de bom para a nossa saúde! Faça maionese em casa, a minha receita está AQUI. Pode ser que você não acerte o ponto de primeira – eu custei pra acertar – mas insista e persista, porque depois que der certo, você nunca mais vai querer outra!

É isso aí pessoal! Pequenas mudanças, grandes resultados!!

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 32 comments… read them below or add one }

Mario December 9, 2013 at 7:16

Olá,
Com relação à margarina/manteiga, também prefiro mil vezes a última, além de ser a que consumimos aqui em casa (eu, mulher, filho e o cachorro, quando nos pega distraídos e engole então uma barra inteira).
Mas como acabei de ler este artigo (em inglês) de um site australiano universitário justamente a respeito dessa dupla, compartilho com vocês.

Reply

Mario December 9, 2013 at 7:36

ADENDO: Acabei de ler o artigo O Engodo do Colesterol , aqui no blog.
Muito interessante.
Relendo o artigo que indiquei no meu primeiro comentário, vejo que se insere na linha dos que acreditam no engodo.

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 10:08

Manteiga sempre, Mario!! Margarina não entra em casa por nada nesse mundo!!

Reply

renata December 9, 2013 at 10:09

Ola Pat!
Adoro o site e me inspiro para uma vida mais saudável com as minhas peuenas.. Uma dúvida: e o açúcar mascavo? não é recomendado? Normalmente usamos por aqui azeite para tudo, digo, no preparo dos alimentos refogados…. Há algum problema em esquentar o azeite?
obrigada!

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 11:26

Renata, o açúcar mascavo na verdade nada mais é do que rapadura ralada. O problema é uqe hoje em dia no mercado nem tudo é açúcar mascavo de verdade, mas sim açúcar branco com banho de melado – isso deixa o produto mai ao agrado do cliente, porque não empedra e nem estraga tão fácil.

Quanto ao azeite, jamais o use para aquecer, porque ele oxida muito fácil e de saudável, passa a ser péssimo para a saúde, como qualquer óleo refinado. Para cozinhar use manteiga ou óleo de coco.

Reply

Patricia December 9, 2013 at 16:12

Oi Pat, já faz tempo que desconfio do açúcar mascavo vendido nos supermercados. Lembro que antes o açúcar mascavo era mais grosso, mais empelotado, agora é fininho e mais claro… Eu fiquei achando que poderia ter a ver com o lance que fazem com o sal, de tirar o magnésio para deixá-lo mais sequinho e não absorver tanta umidade. Mas então é isso, açúcar refinado com banho de melado? Que belo truque, hein? E vc saberia dizer quais são as marcas confiáveis? Eu costumo comprar Mãe Terra ou Jasmine…

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 16:38

Patricia, o único que eu compro com tranquilidade é um da feira de orgânicos. Sabe que nunca nem reparei se tem uma marca específica?? heheh Mas só tem lá!

Reply

viviane December 9, 2013 at 10:48

Oi Pat,

Fico super confusa com essa história do sal. Qualquer sal grosso é melhor que o refinado?

bjs

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 11:24

Não Viviane, inclusive algumas marcas de sal grosso para churrasco adicionam glutamato monossódico, um veneno pra nossa saúde!!

Reply

Andrea December 9, 2013 at 12:09

Pat, e para fazer pipoca na panela? Você usa alguma gordura? Qual?

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 15:14

Manteiga e/ou óleo de coco Andrea.

Reply

Andrea December 9, 2013 at 20:21

Obrigada, Pat!
Adoro seu blog, já aprendi muito aqui ;)

Reply

Gabriela December 9, 2013 at 16:00

Seu texto é ótimo!!
Como nutricionista também penso muito parecido com vc, mas o que eu ando vendo por ai de nutricionista fazendo reducação alimentar com pacientes e colocando no cardápio “peito de peru” “requeijão light” e tudo light e diet como se fossem “alimentos” saudáveis é complicado viu?!
Adoro seu site!! Sempre tem informação de muita qualidade :)

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 16:38

Obrigada pelo carinho, Gabriela!

Reply

Dr. Alexandre Feldman December 9, 2013 at 20:24

É sempre confortante deparar com nutricionistas bem informados e conscientes como você.

Reply

Rodrigo Villela December 9, 2013 at 16:32

Oi Pat,
como sempre um excelente artigo, estou sempre compartilhando seus posts!!! Minha única dica é o Vinagre de Maçã Orgânico com fermentação Natural. Quase todos os dias eu consumo um vinagrete com: Cebola, Tomate, Pimentão, Coentro, Cebolinha, Vinagre de Maçã Orgânico, Azeite de Oliva Extra Virgem, Pimenta do Reino e Sal Rosa do Himalaia. Tudo orgânico e natural.
Abracos e tudo de bom!!!
Rodrigo

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 16:37

Rodrigo, esse vinagre de maçã eu já descobri e gostei, mas o trauma de infância com vinagre é tão terrível, que mesmo gostando, uso e recomendo menos do que deveria!!

Reply

Rodrigo Villela December 9, 2013 at 16:40

Entendo, eu tenho o mesmo problema com beterraba!!! Alguns meses atras fiz uma limpeza do intestino que levava muita beterraba. Foi difícil!!! mas não gosto de forma alguma, apesar de saber de todos os benefícios!!!

Reply

Ana Flavia December 9, 2013 at 20:53

Pat, to passada com a historia do açúcar branco com banho de melado! A indústria não tem mais nada do que inventar não né, fala sério!
O mais seguro então é continuar com a rapadurinha :)
Esses dias comprei açúcar de coco, mas ainda não usei, estou curiosa pra saber o sabor dele!
bjos

Reply

Pat Feldman December 9, 2013 at 21:29

O açúcar de coco é uma delícia Ana!!! Saudades de você!

Reply

Ana Flavia December 11, 2013 at 19:34

VAmos marcar alguma coisa pra janeiro, um almoço ou então aprender um prato novo :)

bjos

Reply

Pat Feldman December 11, 2013 at 19:45

Vamos sim Ana!! Saudades!!!!

Reply

Claudia December 9, 2013 at 22:09

Gostaria de saber se o açúcar mascavo também é bom, pois não foi mencionado, só a rapadura. Desde já agradeço a resposta.

Reply

Pat Feldman December 10, 2013 at 4:19

Oi Claudia, dá uma espiada nos comentários anteriores, que já falei dele.

Reply

Arthur December 13, 2013 at 7:57

Pat,
Eu adoro seu blog! Eu já mudei muito minha alimentação com a informação que você coloca aqui.
Teria como você corrigir os posts antigos? Eu digo isso porque a maioria não possui mais imagens e por algum motivo os comentários estão com caracteres estranhos, parecidos com erros em “encode” do texto (mas acho que é outro coisa).
Obrigado =).

Reply

Pat Feldman December 13, 2013 at 11:12

oi Arthur, na verdade esse problema ocorreu uma vez em que tive problemas com o site. Corrigi a enorme maioria dos posts manualmente, um a um, mas alguns posts escaparam e comentários idem. Sempre que pego um post ainda ruim, trato de corrigi-lo. Obrigada por avisar!

Reply

Arthur December 13, 2013 at 13:33

Gostei tanto do site que estou lendo ele inteiro (tenho essa mania de ler muito quando me interesso por um assunto) e todos os posts de 2007 estão sem imagens e/ou com outros problemas.
O site também apresenta alguns problemas com o servidor acho:
http://s30.postimg.org/d7xrx87xt/Capture.png
Vou dar uma dica de um site que faz a hospedagem de sites e a criação de uma maneira bem profissional: squarespace.com
Vai em” Get Started” e você vai ver como os templates são lindos, tem como até testar por um mês sem pagar e ele pode importar seu blog e comentários.
Abraços.

Reply

Anna December 26, 2013 at 16:27

Ola,
Gostaria de saber mais sobre o Agave. Tenho pesquisado sobre esse produto e não encontro nenhuma referencia de que é refinado como menciona nesse texto.
Agradeço colaborações!

Reply

Daniel S January 9, 2014 at 12:32

Pat.. e a gelatina de ágar-ágar? =)

Reply

Pat Feldman January 9, 2014 at 14:15

Acho uma ótima opção!!

Reply

C. Richter January 10, 2014 at 7:45

Olá, bom dia, encontrei seu site hj e já estou amando…comecei a fazer dieta low-carb e a incluir mais gordura na minha alimentação…mas surgiu uma dúvida: pra fazer biscoito e pão de queijo que óleo devo usar, sendo que os óleos vegetais são impróprios para o consumo??? Alguma sugestão? Desde já agradeço.

Reply

Pat Feldman January 10, 2014 at 19:05

Aqui em casa usamos basicamente manteiga e óleo de coco.

Reply

Leave a Comment

* IMPORTANTE: LEIA ANTES DE CLICAR EM "ENVIAR" * Ao enviar seu comentário, você fornece à Pat Feldman e ao Site CriancasNaCozinha.com.br 100% dos direitos autorais do seu texto, e fornece também uma licença PERPÉTUA (para toda a vida) e IRRETRATÁVEL (sem a possibilidade de voltar atrás) para a reprodução de suas palavras associadas ao seu nome, seja neste site, seja em outro site, seja em algum livro que venha a ser publicado, ou em qualquer mídia atual ou futura.

Previous post:

Next post: