Água na Lancheira!! #águanalancheira

by Pat Feldman on 26/01/2017 · 20 comments

in Alimentação, ARTIGOS, Lancheira da escola e dos passeios, Projeto Crianças na Cozinha

Screen Shot 2013-08-25 at 20.18.03(essa campanha foi criada em 2014, mas se mantém atual e precisa ser divulgada e colocada em prática, pelo bem das nossas crianças!!)

Neste último sábado tivemos um delicioso programa cultural na escola do meu filho. Música, fotografia, contação de histórias, malabarismos e muita diversão!!!

Eis que no meio dessa folia toda, eu engatei um papo super agradável com a Marisa, a diretora da escola, que não se limita a ser uma simples diretora, mas é uma pessoa que ama o seu trabalho e está sempre lá, de olho em tudo, conversando com todos e melhorando o já maravilhoso ambiente da escola a cada dia!

Conversamos sobre um assunto sempre complicado: a lancheira das crianças. A Marisa está sempre muito atenta ao que é oferecido na cantina da escola e procura sempre conversar com os pais e propor opções saudáveis para a lancheira. Para o ano que vem estamos programando um ciclo de palestras minhas para conscientizar os pais, dar ideias de opções realmente saudáveis e trocas de experiências.

Ela me contou que o que mais espanta é ver o que a maioria dos pais manda para as crianças beberem na hora do lanche. Caixinhas das mais variadas e, em caso mais extremos, até refrigerante aparece… Uma tristeza!

E nós duas ao mesmo tempo nos perguntamos: qual é a dificuldade que a maioria dos pais tem em oferecer ÁGUA aos seus filhos?? Sim minha gente, água, pura e simplesmente água, que é o que hidrata de verdade, é o que refresca de verdade, é super saudável, não engorda, limpa o corpo e a mente.

Mas os pais – com certeza não por mal, mas sim por falta de informação – acostumaram seus filhos a sucos, chás açucarados, achocolatados e outras caixinhas em geral, e até refrigerantes e aí, por falta de informação ou por falta de firmeza ou por uma falsa sensação de praticidade, se sentem obrigados a mandar caixinhas ou latinhas nas lancheiras dos seus pequenos.

Mas pessoal, vamos para e pensar um pouquinho!!! A “matemática” aqui é bastante simples: como eu já mostrei nesse texto aqui do site, produtos industrializados costumam ser infinitamente mais caros que comida e bebida de verdade, apesar de parecerem o contrário. E além deles serem caros por si só, a nossa saúde também paga um preço alto pelo seu consumo: pessoas – crianças e adultos – que consomem muitos industrializados têm mais facilidade em pegar doenças e desenvolver alergias e intolerâncias e isso custa médicos, remédios, exames, dias de trabalho e dias de diversão perdidos…

Enquanto beber água é pura saúde!!!!!!!

Olha gente, eu acho que vai ter muita gente pensando que se mandar água o filho não bebe, que vai voltar tudo, etc. Mas vamos pensar mais um pouquinho: água tem no filtro de casa, é barato e não estraga. Se o seu filho esta mega acostumado às caixinhas e latinhas açucaradas, pode ser que ele resista a água por alguns dias, mas sede é um sentimento primitivo, e ninguém morre de sede tendo água disponível!! Então se seu filho fizer birra nos primeiros dias, não se preocupe, insista!!!

Screen Shot 2013-08-25 at 20.18.38Se você quer fazer uma mudança gradual, invista em águas aromatizadas com ervas e/ou frutas – eu uso esse artifício direto quando tenho convidados em casa (no dia a dia ficamos felizes da vida com água purinha) ou quando faço eventos. Além de muito saborosas, são lindas, refrescantes, e ninguém sente falta de sucos ou refrigerantes!!

Se o coleguinha do seu filho é do tipo que só toma caixinhas ou latinhas na hora do lanche, converse com a mãe dele, converse com a diretora da escola, convoque uma reunião, crie a campanha #águanalancheira – aliás, acabei de criá-la, vou divulgar, e peço a ajuda de vocês para isso. A nossa saúde e a saúde das nossas crianças pode melhorar imensamente com essa mudança tão simples, tão pequena, mas tão importante!!

Vamos lá?? #águanalancheira

Conheça também as nossas redes sociais:

Instagram: @pfeldman

Facebook: Comida de Verdade, por Pat Feldman

Periscope: PatFeldman

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 17 comments }

vanja August 26, 2013 at 10:55

O mesmo acontece na escola da minha filha. Quando tem aniversário de um coleguinha, a direção pede que os pais, ao invés de refrigerante, leve suco, acreditando que é a opção mais saudável. Os pais, é claro, pela praticidade, acabam levando suco de caixinha. Eu nunca ofereço, mas de tanta festinha, a minha filha passou a pedir suco (que continuo não oferecendo). Quando teve o aniversário dela, levei chá e limonada e as crianças não gostaram nem um pouco, como era de se esperar. Já pensei diversas vezes em abordar o assunto, mas como fazê-lo sem parecer antipática ou neurótica?

Pei August 26, 2013 at 10:57

Olá, Pat, leio sempre seus artigos e aprecio imensamente.
A minha filha leva água para a escola. Todos os dias e bebe tranquilamente. A minha mãe também colocava água na minha lancheira e na do meu irmão, quando éramos crianças.
É verdade que em certo momento ela também quer beber de “uma caixinha” e em alguma vez eu permito. Mas também quer levar junto a água na garrafinha. Ela gosta de água. Desde bebê, ela era conhecida por preferir água a sucos e água de côco.
Viva a água!

Nilma August 26, 2013 at 13:08

Muitos pais se preocupam com a ingestão de líquidos e para estimular seu consumo mandam achocolatados, refrigerantes, sucos de caixinha… E nessa preocupação não avaliam a qualidade do que está sendo ofertado.
Qual o receio de educar para bons hábitos?
Provavelmente a criança passará uns dias desejando o líquido anterior à boa e velha água, mas logo logo se habituará.

Carolina August 26, 2013 at 14:47

Mas vc é uma sortuda, a maioria das escolas não dá a mínima pra isso e as diretoras são a maior dificuldade de diálogo… em varios relatos que vejo, fazer alguma coisa mudar na escola é uma luta desgastante demais… principalmente com o argumento de ah, mas vc pode não gostar mas a maioria das outras mães adoram, quer fazer desse jeito… só vc não.

pelo menos a questão da água na escola até que é simples, lá na escola do meu filho cada um tem uma garrafa própria que fica na sala de aula e eles podem beber a vontade.

mas mudar o que oferecem na cantina por exemplo… é uma luta que só vejo mudando com leis e multas.

Valéria Vieira Beirouth August 26, 2013 at 14:59

Oi, Pat.
Fiquei super feliz ao ver este post compartilhado no Facebook por minha irmã. Eu não podia deixar de comentar!
Já faz alguns meses que meus filhos estão levando “apenas” água como acompanhamento do lanche na escola. Pra mim, não foi tão difícil fazer essa mudança porque mesmo quando eles ainda levavam os sucos de caixinha, eu sempre mandava a garrafinha de água junto, para evitar que eles usassem os bebedouros da escola.
À medida que fui procurando me informar mais e adotar uma alimentação mais saudável para todos aqui em casa, fui tomando consciência do verdadeiro “veneno” que são esses sucos…
Chamei minha família e comuniquei que a partir daquele dia, eu não compraria mais as caixinhas de achocolatados e de sucos.
Para a escola, o acompanhamento do lanche seria mesmo a água, que eles já levavam todos os dias.
Eu sou mãe de um casal, de 10 e 8 anos de idade, respectivamente. Eles chiaram um pouco no início, mas nada de escândalo, choro ou revolta… rsrs… Agora nem falam mais no assunto.
Quanto ao achocolatado, que era tomado à noite, antes de dormir, nós agora usamos o leite longa vida e misturamos o chocolate em pó. Acho que é menos prejudicial que a bebida de caixinha.
Antes disso, já havia cortado o macarrão instantâneo. E agora recente, passei a restringir o McDonald’s, que ficou para ocasiões eventuais, e o refrigerante, que só permito em aniversários e finais de semana.
Vocês são responsáveis pela minha mudança de mentalidade e atitude. Obrigada pelas dicas sempre!!!

Iana August 26, 2013 at 17:31

Oi, Pat! Ainda não consegui fazer meus filhos gostarem de danoninho caseiro e de algumas outras receitas de biscoitos e pães do seu site, mas, ao menos, eles se acostumaram a só tomar água no lanche e após as refeições. Quem vê, fica com pena, acha que estou sendo malvada, mas eles é que pedem água, hoje em dia. Vitória!!! :)

Verônica Bochio August 26, 2013 at 17:31

Fico muito feliz porque a nutricionista da escola da minha filha faz uma super campanha a favor das crianças levarem água no squeeze ao invés de suco na lancheira…não é uma imposição mas é algo muito incentivado na escola. No começo do ano acabava mandando sucos mais “saudáveis”..sem conservantes e sem açúcar e orgânicos..só que percebi que minha filha (três anos) estava ficando viciada e deixando de beber água. Por isso, cortei os sucos “saudáveis” em caixinha nas férias e combinei com ela que ela só vai levar o squeeze e beber água durante o lanche na escola (Na verdade, deixo ela levar um suquinho uma vez por semana…para mostrar que é uma exceção e não uma regra). Fiquei me sentindo meio mal mas quando perguntei para a professora se a Alice estava demonstrando vontade de beber o suco dos colegas, ela me disse que não, que nem dava bola. Detox total! ;-) Em casa raramente bebemos suco..bebemos muita água e comemos as frutas em pedaços. Estou super feliz com esta nossa nova conquista (apesar de algumas pessoas me acharem radical demais) e muito feliz também com o trabalho da nutri da nossa escola.

Kelly Pimentel February 15, 2016 at 19:24

Muito simples explicar o que acontece: os pais Tbm não bebem água! Preferem os sucos de caixinhas na hora de fazer um lanche. Então, nada mais lógico do que reproduzir isso com os filhos!
Se vc come um pão de queijo com água, vc manda água pro seu filho… Mas se vc come pão de queijo com achocolatado … Aí vc manda o achocolatado! É isso!
Morando na França, percebi que as famílias bebem água nas refeições, no máximo acompanham com vinho (os adultos)… Então é mais simples passar isso para as crianças. Estou nessa vibe Tbm!

Isabella February 16, 2016 at 21:03

O meu filho de 5 anos só bebe água, não aceita nenhum tipo de suco e nos acostumamos a sempre carregar uma garrinha de agua pra ele quando saímos. Por outro lado as pessoas acham isso muito estranho e sempre escutamos: “Ah coitadinho só bebe água, vocês não ficam com dó?”. Como se houvesse motivo pra ter dó. Ninguém lembra de água, quando vamos em churrascos por exemplo ou não tem ou tem pouquíssima água. Se os pais não têm o hábito de beber água difilcilmente os filhos terão.

Joyce February 16, 2016 at 22:47

Adorei! Minha filha só leva água na lancheira. Sempre foi assim. Não entende porque os colegas gostam desse “sucos”…

Rosana Caires February 17, 2016 at 14:24

Adorei ! Muito edificante…Meu filho de 3 anos toma bastante agua, já o de onze é dificil…estarei mudando os hábitos …

Thais February 18, 2016 at 13:45

Bom, penso que hoje em dia está cada vez mais difícil ser simples e este é um bom exemplo. Para gerações não tão anteriores consumir industrializados era um símbolo de status, tinha sabor de raridade e privilégio. O que vejo é que mesmo inconscientemente os pais tem sempre a “boa” intenção de proporcionar aos filhos aquilo que cresceram acreditando ser bom, no entanto, vivemos cercados de informações que desabonam estas crenças, porém é complexo romper esta barreira cultural. No meu caso particular, vejo que minha pequena tem interesse mesmo pelo que nós pais consumimos, então ela gosta de algumas coisas da indústria: chá, água de côco e água com gás. A minha política de redução de danos faz com que eu mesma ingira estes em ocasiões bem raras: aniversários, churrascos e passeios a shopping. E assim caminha a humanidade por aqui, não tão ideal, mas buscando estar o mais próximo possível…

Carla March 27, 2016 at 11:07

Tenho uma dúvida com relação aos squeezes. Qual é o mais indicado, uma vez que a maioria está contaminado com bfa. Muito obrigada!

Pat Feldman March 27, 2016 at 19:25

Inox é uma boa opção!

patrícia April 11, 2016 at 17:20

Conheci há pouco esse espaço e gostei muito.
Infelizmente, na escola da minha filha, o problema também parte da escola, que apesar de ter um cardápio acompanhado por nutricionista, deixa muito a desejar, com itens como achocolatado, pão com geleia e leite fermentado… Isso para uma turminha de crianças com 2 anos de idade.
Assim eu levo o lanche dela separadamente. Costumo enviar água de coco, quando pedem alguma bebida que eu julgo inapropriada. Essa ideia da água saborisada achei excelente.
Tenho uma dúvida: Quando tentei fazer a água aromatizada com laranja e/ou limão, ela ficou amarga. O que pode ser feito para não ficar com esse amargor?

Adriane January 28, 2017 at 10:45

A escola do meu filho se considera super saudável e até é mais do que a maioria mas no quesito sucos eles pecam. Oferecem suco de polpa em todos os lanches. Eu mando lanche de casa para o meu filho, pois acho que apesar de o lanche deles ser todo feito na escola ainda há um excesso de pães e bolos, mas sei que se eu mandar água para o meu filho vai ser escândalo na certa. Não consigo fazer ele tomar água nem em casa, estou pensando na possibilidade de cortar o suco integral de uva que é o que ele toma o dia inteiro, mas o problema é que quando ele vê os sucos em outros lugares, em especial na casa da Vó, ele fica desesperado. E dai todos ficam com aquela cara de “viu o que acontece não dar”. É assim vai com a alimentação tb, estou ficando bem angustiada pois realmente não sei mais o que fazer.

Adriane January 28, 2017 at 10:49

Ah é só complementando eu nunca tomo líquidos durante as refeições nem água e também não costumo tomar suco, apenas o verde pela manhã. O único lugar aonde existe suco na refeição é na casa da minha mãe.

Comments on this entry are closed.

{ 3 trackbacks }

Previous post:

Next post: