Bolinho de Carne com Beterraba

by Pat Feldman on 20/02/2012 · 15 comments

in Carnes, Lancheira da escola e dos passeios, RECEITAS

Na frigideira, com a gordura de coco em fogo baixo, nada de cheiro ou fumaça!

Essa receita é super parecida com a receita de bolinho de carne assado que eu já publiquei faz tempo no site, mas um improviso aqui e ali, um colorido novo por conta da beterraba e rapidinho temos uma nova receita, perfeita para a “turma do não”, que não quer verduras, legumes ou qualquer outra coisa colorida demais no prato.

Na verdade a idéia de deixar muitos bolinhos de carne prontos (eles ficam gostoso mesmo depois de frios, e caso você prefira, pode reaquecê-lo rapidamente no forno), foi descobrir que meu bebê gosta mesmo é de comer com as mãos. Nada de colher, muito menos garfo e faca. O negócio dele é usar as mãos, e nesse caso bolinhos de carne, bolinhos de peixe ou bolinhos de ovas são opção infinitamente mais saudável do que bolachinhas, biscoitos ou pãezinhos.

Sabe o mais legal dessa receita? Ela serve até mesmo para a lancheira da escola! Mas não exagere, 4 ou 5 bolinhos são mais do que suficiente para um pequeno lanche entre as refeições. Mais do que isso tira a fome para as refeições principais.

Aqui em casa o bolinho vai até nas refeições principais, todos nós adoramos!!

Ingredientes:

1kg de carne moída (por sugestão do açougueiro, optei pela ponta do contra-filé, moída com gordura e tudo, e o bolinho ficou MUITO suculento)

1 xícara rasa de farinha de rosca (de preferência caseira)

1 xícara rasa de iogurte natural integral

1 ovo caipira

2 colheres de sopa de manteiga

1 cebola média finamente picada

1 talo de alho poró (parte branca e verde clara) finamente picado

1 beterraba grande descascada e finamente picada

1 cenoura média descascada e finamente picada

2 colheres de sopa de tomilho desidratado

sal e pimenta do reino à gosto (dessa vez eu peguei leve no sal e pimenta, porque meu marido gosta mesmo é de colocar a pimenta depois – ele usa o molho de pimenta lactofermentado que eu faço em casa)

cerca de 1/2 xícara de gordura de coco (é a versão um pouco mais refinada do óleo de coco, já sem gosto e sem cheiro, e bem mais barata, mas igualmente boa)

Modo de Preparo:

Junte a farinha de rosca com o iogurte num recipiente grande, misture bem e deixe descansar enquanto você pega os demais ingredientes, descasca e fatia.

Numa panela média, fogo médio, derreta a manteiga e vá adicionando nessa ordem, a cebola, alho poró, beterraba, cenoura, tomilho e uma pitada generosa de sal. Deixe refogar, mexendo ocasionalmente, até que estejam todos os ingredientes amolecidos.

No repiente onde está a mistura de farinha de rosca com iogurte junte a carne, o ovo e misture bem. Você pode usar uma colher de pau, uma batedeira planetária ou as próprias mãos para realizar essa tarefa. Os pais também podem pedir ajuda às crianças nessa hora!

Misture até homogeneizar todos os ingredientes e só então junte a mistura de beterraba que está na panela. Misture mais um pouco.

Forme bolinhas bem uniforme, pouco menores que uma bola de ping-pong.

Numa frigideira funda coloque a gordura de coco em quantidade suficiente para que ela fique com uma camada de pouco menos de 1cm.

Aqueça a gordura de coco, baixe o fog para a posição média e frite os bolinhos de carne, colocando vários por vez.

Transfira para um prato forrado com papel toalha para retirar o excesso de gordura – até gorduras boas, quando em excesso, podem fazer mal – e sirva imediatamente.

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 13 comments }

Ângela Souza February 20, 2012 at 23:31

Que delícia, e ótima opção para as crianças que não comem legumes!

Sempre faço essas mistura em casa e todos adoram.

Bjs

BIANCA February 21, 2012 at 9:32

Hum… já adorava os tradicionais bolinhos de carne assados! Estes agora devem ficar deliciosos!
Mas, onde acho a gordura de coco aqui em São Paulo?

Pat Feldman February 21, 2012 at 15:28

Casa Santa Luzia

Lilian February 22, 2012 at 15:36

Oi Pat! Esse bolinho deve ficar uma delícia, estou aprendendo a cozinhar melhor depois que descobri esse site tão legal e informativo que é o seu.
Vi que em várias receitas doces você usa o melaço de cana no lugar do mel, que não pode ser aquecido senão perde suas propriedades, certo? Moro fora do Brasil e por aqui encontrei só o melaço de beterraba, vale também no lugar do de cana?
Agradeço desde já!

Um beijo.

Pat Feldman February 22, 2012 at 16:42

Lilian, boa pergunta! Vou pesquisar e te falo. Dependendo de que parte do mmundo você está, o maple syrup pode ser uma opção.

Lilian February 22, 2012 at 17:12

Estou na Itália :)

Bruna February 28, 2012 at 17:53

Pat, amei a receita!

Fritura só mesmo com o óleo ou a gordura do coco!! Queria tanto que as pessoas soubessem o mal que o óleo vegetal causa!

Onde vc compra suas carnes? Tem algum açougue de confiança? Eu costumo comprar carne orgânica no supermercado, mas nem sempre acho todos os cortes que desejo.

Beijos

Pat Feldman February 28, 2012 at 19:17

Bruna, eu compro carne num açougue em Santa Cecília, perto da minha casa. Não gosto das carnes de supermercado, e mesmo ocm carnes orgânicas já tive más experiências…
Aqui no Brasil temos a enorme vantagem do gado ser quase que totalmente de pasto, criado solto. No máximo recebe ração no período final da engorda – aqui ainda é a opção mais barata – e mais saudável, para a nossa sorte!
Eu evito apenas as carnes “de grife”, das quais são esperadas uma super maciez. Essas com certeza vêm de gado confinado.
Você com certeza sabe que em produtos de origem animal é mais importante ter sido criado solto do que ser orgânico. Se puder ser as duas coisas, perfeito!

Shirley February 29, 2012 at 10:20

Oi Pat!

Descobri o seu blog recentemente e estou amando!!
Uma dúvida: fritura com óleo de coco também pode ser consumida por pessoas com dislipidemia? Minha filha, 14 anos, tem as taxas de colesterol e triglicérides muito elevadas, descobrimos quando ela tinha 6 anos de idade e desde então nunca mais fizemos fritura. Então seria uma opção interessante para variar os assados e grelhados…

Agradeço desde já!!

Bjs

Pat Feldman February 29, 2012 at 17:39

Shirley, pra falar a verdade nem sei ao certo o que é dislipidemia, mas posso te afirmar que, caso você queira fazer fritura, o óleo de coco é a opção ideal. Mas mesmo sendo um óleo saudável e que aguenta altas temperaturas, não deve ser consumido em excesso e fritura é excesso! Até coisas saudáveis podem fazer mal, não se esqueça!

Anna May 18, 2012 at 11:00

Pat, posso congelar estes bolinhos? Se for possivel, congelo antes ou depois de frita-los?
Na verdade, como nao tenho muito tempo para ficar na cozinha, eu gostaria de usar mais congelados, mas fico com medo de estragar as coisas. voce tem alguma referencia (um libro ou website) que explique bem como congelar alimentos, o que pode ser congelado e o que nao pode, e por quanto tempo os alimentos se conservam no freezer?
Muito obrigada!

Pat Feldman May 18, 2012 at 12:15

Pode sim. Faz um monte, congela e vai usando aos poucos. Bem pratico!

Fabi October 16, 2015 at 16:01

Pat, me chamo Fabiana! Queria saber mais sobre como obter a gordura de coco que você citou na receita, parece uma opção p usar para refogar se tiver menos sabor de coco ( seris a gordura que sobe do leite de coco caseiro fermentado 24h fora da geladeira)?
Um beijo!

Comments on this entry are closed.

{ 2 trackbacks }

Previous post:

Next post: