Bolo de Maçãs

by Pat Feldman on 27/09/2013 · 15 comments

in Bolos, RECEITAS, Sobremesas

Screen Shot 2013-09-27 at 19.36.35O que você faz quando vê na sua fruteira três maçãs esquecidas, já meio molinhas e nada apetitosas? Algumas pessoas podem desistir de cara e jogá-las fora, mas como não estava estragadas, eu decidi que usaria em alguma receitinha.

Como a tarde foi de muita farra com meu filho mais novo, a gula me venceu e eu decidi por um bolo de maçã. Fuça daqui, fuça dali, gostei de algumas receitas e acabei criando a minha própria que, modéstia a parte, ficou espetacular.

A receita não é das mais difíceis, mas requer o uso de uma batedeira, o que significa mais louça pra lavar (detesto…)!

Vocês vão notar que, diferente da maioria das minhas receitas com farinha, essa foi feita com farinha branca. Explico: a farinha integral requer uma fermentação prolongada, como eu já expliquei aqui no site, e esse bolo eu decidi fazer meio “no susto”, e queria ele pronto logo.

Esse bolo é delicioso, e feito em casa, com ingredientes selecionados, é sempre muito mais saudável, mas ainda assim é doce, então olho vivo: essas gostosuras não precisam e não devem fazer parte da rotina diária de ninguém, nem de adultos e muito menos de crianças!

Agora chega de papo e vamos à receita!

Ingredientes:

1 xícara rasa de gordura de coco

2 xícaras de farinha de trigo branca

1 colher de sopa de canela em pó

1 colher de chá de fermento caseiro

1 xícara de rapadura ralada

2 ovos caipiras

3 maçãs pequenas, picadas em cubinhos

Modo de Preparo:

Pré aqueça o forno à temperatura média.

Unte uma assadeira de cerca de (15 x 20)cm – eu usei essa retangular que eu tinha em casa bem à mão, mas acho que esse bolo também fica lindo numa assadeira redonda pequena.

No recipiente da batedeira junte a gordura de coco, a rapadura ralada e os ovos.

Bata em velocidade máxima por um minuto.

Junte então a farinha, a canela e bata em velocidade média até que a mistura fique uniforme. Junte então o fermento. Bata mais um pouco em velocidade média.

Junte as maçãs picadas e mexa delicadamente com uma colher de pau.

Transfira a massa para a assadeira untada e asse por cerca de 30 minutos ou até espetar um palito e ele sair limpo da massa.

As vovós não recomendam, mas esse bolo quente é uma coisa de louco!!!!!!!!

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 15 comments }

thalitaribeiro02@gmail.com September 28, 2013 at 14:32

Olá Pati, já li seu texto sobre graos integrais. Concordo, mas como agir então em relação à farinha integral? Certamente nao será a farinha a ser deixada de molho, vc deixa o trigo em graos de molho e o moe para fazer a farinha em casa?
Obrigada! Thalita

Fatima Morais Mewes September 28, 2013 at 16:36

Pat,
Gostaria de saber mais sobre o uso de farinha integral. Como você a utiliza?
Como posso fermentar a farinha integral? Desde que conheci o livro “Enxaqueca só tem quem quer”, não mais utilizei a farinha branca, isso há 6 meses. Porém, pensei que agora já pudesse comer pão caseiro , desde que integral. Meu marido faz um pão com farinha integral, ovo caipira, iogurte e manteiga, que fica delicioso.
Agora estou em dúvida.
Obrigada
Fátima

Valéria September 29, 2013 at 14:38

Depois que li sobre os malefícios do trigo atualmente (transgênico) não consigo mais fazer nada que leve trigo para meus filhos, é mais assustador do que o açucar!

Pat Feldman September 29, 2013 at 17:18

Valéria, eu uso muito pouco, mas quando uso, é sempre orgânico.

mirella September 30, 2013 at 11:21

Oi Pat, adoro seu site! Como vc faz para fermentar a farinha integral, fiquei na dúvida.

Li September 30, 2013 at 12:30

Pat nessa receita se eu quiser fazer com farinha integral e deixa-la fermentando, deixo em quê, no óleo de coco? Mas como fazer com este tempinho frio que está em Sampa e que o óleo está durinho?
(estou lendo “A dor de cabeça morre pela boca” e estou adorando e ao mesmo me espantando como somos enganados pela indústria!)

Pat Feldman September 30, 2013 at 16:16

Respondendo para Li e Mirella: essa receita exatamente como está eu não consigo fermentar a farinha. Há uma saída, mas é complicada e trabalhosa: fermentar o grão inteiro, secar e moer. Eu prefiro pensar em outra receita que inclua iogurte, assim fica fácil.
No link a seguir, uma receita de massa multiuso que exemplifica como fermentar a farinha: http://pat.feldman.com.br/2007/12/11/massa-de-iogurte-multiuso/

Janice Kiss October 1, 2013 at 19:23

Olá, Pat
Sua receita parece ser deliciosa. Porém, a rapadura pode ser substituída por açúcar mascavo, por exemplo? Obrigada e parabéns.

Lara October 4, 2013 at 4:34

Pat, estou com uma dúvida bem leiga, posso preparar um ”suco verde” apenas com folhas de couve, 1 maça, salsa e coentro? Tenho dúvida se salsa e coentro podem ir na centrífuga, e se podem sem consumidas juntas. Aguardo resposta, adoro seu blog, e me perdoe pela pergunta não relacionada a receita do post.

Pat Feldman October 4, 2013 at 16:04

Lara, não vejo nenhum problema em consumir salsa e coentro juntos. Depois conta se ficou gostoso!

Paula October 9, 2013 at 22:33

Pat, me tira uma dúvida sobre a fermentação das farinhas?
Não posso usar iogurte por causa da minha alergia e meus grãozinhos de kefir ainda não chegaram. Então, ando usando água com gotinhas de vinagre ou limão. Só que eu coloco de molho por 24 horas, escorro, lavo e uso. Por isso, minhas massas têm ficado líquidas e muuuuito levinhas. Eu tô fazendo direito ou não precisa escorrer?

Pat Feldman October 10, 2013 at 8:09

Tá certinho, Paula!

Paula November 1, 2013 at 18:40

Adaptei essa receita, fiz com farinha de centeio integral (observando os cuidados de fermentação) e em menor quantidade, já que era teste. Acho que usei um pouco menos de rapadura também. Ficou óóótimo! Fiz pro povo daqui de casa comer uma guloseima mais saudável e até eu, que normalmente não gosto de bolo, gostei!
Bolo feito com ingredientes de verdade é outra coisa!

Camila Lazzari Trentini November 18, 2013 at 18:10

Olá Pat,
sempre uso farinha de trigo integral e fiquei chocada quando li teu post sobre a necessidade de deixar os grãos de molho, a fermentação e etc. Mas não entendi como fazer esse processo de hidratação com a farinha integral, e como fazer um bolo com a farinha hidratada? Desculpe a ignorância, estou super curiosa pra entender. Obrigada!

Pat Feldman November 20, 2013 at 8:00

Camila, nessa receita eu exemplifico como fermentar a farinha: http://pat.feldman.com.br/2007/12/11/massa-de-iogurte-multiuso/

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: