Crianças na Cozinha apóia a amamentação!

by Pat Feldman on 12/05/2011 · 8 comments

in Amamentação, ARTIGOS

Coisa muito chata aconteceu outro dia desses aqui em São Paulo, mais especificamente no Espaço Cultural Itaú. Uma mãe amamentava seu bebê quando foi surpreendida por uma monitora da instituição “convidando-a” a se dirigir a um local reservado para a amamentação. A monitora disse que só era permitido
amamentar na enfermaria dos bombeiros, que fica alguns lances de escada acima, a sala estava fechada, foi uma confusão.

Até aí tudo bem, se o Espaço Cultural Itaú tivesse um local destinado especialmente a bebês e mamães, já uqe um pouco de privacidade e silêncio tornam o momento da amamentação ainda mais especial. Mas o problema é que a instituição não possui tal local, e encaminhou a mãe, atônita, a uma salinha vários andares acima, que ainda por cima se encontrava trancada!

Bem, vai explicar para um bebê recém nascido que a mãe dele não pode lhe oferecer o seio, seu principal (e até certo momento da vida único) alimento, porque a tal sala, que não tem nada a ver com a história, está trancada e ninguém sabe por onde anda a chave.

Você deixaria seu filho chorar de fome quando a comida está facilmente ao alcance da boca dele? De jeito nenhum!

Concordo que museus e centros culturais não são lugares para se comer, deixar cair migalhas e papel de comida, essa mãe não estava oferecendo um sanduíche que deixa migalhas pelo chão, ou bolachas que espalham farelos, nem muito menos balas ou chocolates que só alguém muito mal educado jogaria no chão. Nem frutas estavam sendo oferecidas. Sim, frutas podem melecar as mãos e isso não é adequado a um local dedicado à arte. Essa mãe estava oferecendo o seio, que não tem embalagem nem muito menos faz sujeira!

Pois é, a “desculpa esfarrapada” dada pelo Itaú foi exatamente essa: é proibido comer no Centro Cultural, mas o Itaú apóia a amamentação! Pensem o que quiserem, mas amamentar é muito mais que dar de comer, não faz sujeira nenhuma, e se o Itaú apoiasse a amamentação tanto assim, teria se lembrado de incluir um fraldário com poltronas para amamentação em suas instalações. Coisa que aiás, deveria ser obrigatória por lei, em qualquer espaço público!

Meu jeito de ser: se eu amamentasse, não me vejo espetando o seio pra fora sem mais nem menos e toda descoberta. Isso não é vergonha e nem é errado, eu só não me sentiria bem. Gosto da calma e da tranquilidade, da privacidade que fará o momento da amamentação muito mais mágico. Se eu amamentasse, me vejo procurando um cantinho mais calmo (sem achar que preciso me esconder!), procuraria cobrir levemente o rosto do bebê.

Nem preciso dizer que muitas mamães que amamentam (e as que, como eu, não amamentam), se incomodaram muitíssimo com a situação e resolveram protestar. Um protesto pacífico é claro, que além de tudo pretende conscientizar e promover a amamentação.

O evento vai acontecer justamente no Centro Cultural Itaú, e quanto mais mães comparecerem, maior a força do protesto e a conscientização.

Data e horário: 5a. feira, 12 de maio · 14:30 – 17:00

Local: Itaú Cultural (Av. Paulista 149 – Estação Brigadeiro do Metrô)

Confira mais detalhes na página de eventos do Facebook!

E já que está no Facebook, aproveite para curtir a Página Crianças na Cozinha por lá!

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 6 comments }

Elis Gonçalves May 12, 2011 at 0:43

Acredito que um dia ainda teremos pessoas civilizadas, e com bom senso acima de qualquer regra.
A sensibilidade do ser humano esta deixando de existir, infelizmente, pois quem tem o minimo deste sentimento, se encanta quando vê uma mãe amamentando seu filho da forma mais natural e saudavel… existente na natureza.
Espero que o lugar onde acontecerá esta manifestação, esteja lotado de mulheres amamentando tranquilamente seus filhos, em defesa desta mãe.
Muitissimo Boa Sorte pra vcs.

luciana May 12, 2011 at 13:57

pelo que eu entendi o itaú se desculpou promovendo esse evento e não as mães que organizaram…

Pat Feldman May 12, 2011 at 18:33

Luciana, sou bem amiga de uma das organizadoras e ela não tem relação com o Itaú.

hilda da pastoral da criança May 12, 2011 at 17:44

Pat fiquei decepcionada com este caso sobre a mãe que ñ pode dar o peito p/ seu filhinho, fiquei triste ñ poder ter ido a este protesto recebi o e-meil já tarde, pois trabalho na pastoral da criança a mais de dez anos, e o nosso maior empenho é insentivar as mães em amamentar seus filhos.Mas é bom saber deste abuso c/ a nossas mães que querem dar o que a de melhor p/ os filhos que é o leite materno.
Obrigado pelo recado.
Bjs

Pat Feldman May 12, 2011 at 18:32

Hilda, ocorre que eu também fiquei sabendo do protesto na última hora, mas ainda assim achei válido divulgar!

Cláudia May 24, 2011 at 17:10

Pat, acho que, no fundo, a questão é uma mulher colocando o seio pra fora da blusa em um lugar público. E, sinceramente, me pergunto que sociedade é esta em que vivemos, onde vemos, diariamente, mulheres seminuas e em posturas nada dignas aparecendo a qualquer horário na TV, mas uma mãe amamentando um bebê se torna algo inconveniente em um lugar público.
Quando meu filho era bebê, eu amamentava ele sempre que ele queria, seja lá onde fosse! Apesar de eu ser tímida e não gostar de me expor, arrumava um jeitinho dele mamar e ainda manter contato com meus olhos (fundamental, alimento afetivo) Talvez pelo fato dele ter nascido prematuro, eu sempre coloquei a alimentação dele acima de qualquer situação.
Enfim… Lamentável mesmo…
E parabéns por divulgar o fato e apoiar a amamentação.
beijo

Comments on this entry are closed.

{ 2 trackbacks }

Previous post:

Next post: