Mais cuidado ainda com o teflon!!

by Pat Feldman on 26/05/2007 · 37 comments

in MAIS..., Utensílios de cozinha

Picture 6Estava por aqui dando uma geral nas notí­cias e encontrei no site UOL um artigo falando sobre um produto quí­mico que anda cada vez mais presente na nossa rotina diária, mais especificamente na nossa cozinha, e fiquei absolutamente espantada com os resultados:

TEFLON!!

Antes que alguém venha dizer que estou sugerindo voltar ao tempo das pedras, cozinhar em folhas ou pesadí­ssimas panelas de pedra ou barro, já vou dizendo que não dá para ser radical e, como sempre gosto de frisar, não dá para viver numa bolha… O que dá sim, é a gente minimizar ao máximo o contato com o que a gente aprende que faz mal.

. Se for comprar panelas novas, você já sabe o que NÃO comprar. Se não dá para trocar todas as panelas da casa de uma vez só, troque uma por vez e evite cada dia mais aqueles utensílios que você sabem que fazem mal à sua saúde e de sua família.

Aqui em casa eu já troquei as panelas anti-aderentes por panelas de aço inóx que pelo que sei até agora são inócuas. Para eventuais omeletes (acompanhadas de uma sessão de musculação forçada) tenho uma linda frigideira de ferro. Para o feijão, a ainda mais pesada panela de pedra sabão é perfeita, dá um sabor inigualável!!

Mas como ninguém é perfeito, muito menos eu, no meu forno ainda restam algumas assadeiras anti-aderentes… Nem tanto pelo gosto, porque realmente deixei de gostar delas, mas porque as assadeiras de inóx que eu vi até agora estavam tão caras, que ainda não deu para comprar mesmo…

Outra boa opção, e que é bem bonito além de bom, são as panelas e assadeiras/travessas de vidro.

Mas, voltando ao artigo! Aí­ vai para vocês!!

Substância suspeita de ser carcinêgena agora está onipresente


Jeff Nesmith
Em Washington

Novos estudos realizados por cientistas e pesquisadores de universidades para os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) indicam que uma substância quí­mica apontada como um provável carcinógeno humano está presente no sangue de quase todo americano, incluindo recém-nascidos [carcinógeno é um agente que provoca o aparecimento de tumores malignos no organismo].

A substância quí­mica, o ácido perfluoroctanóico, está associada à fabricação e uso do Teflon e outros produtos impermeabilizantes. Ele é normalmente conhecido como PFOA.

Tim Begley, um quí­mico da Food and Drug Administration (FDA, a agência de controle de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos), informou em 2005 que o PFOA e substâncias semelhantes usadas em produtos de papel nos quais alimentos como pizza e pipoca são vendidos tendem a migrar para o alimento quando o papel é aquecido.

Os sacos de pipoca de microondas liberam centenas de vezes mais dessas substâncias que utensí­lios revestidos com substâncias como Teflon, informou Begley. Em um estudo posterior divulgado neste mês, Begley confirmou seus resultados anteriores e produziu dados que questiona se a FDA está subestimando a quantidade de substâncias quí­micas que contaminam os alimentos.

Deirdre Flynn, diretora executiva do Popcorn Institute, disse em uma entrevista por telefone que “a indústria da pipoca trabalha arduamente para produzir um produto seguro e de qualidade para os consumidores. A FDA e a indústria sempre trabalharam juntas para assegurar a segurança”, disse ela.

Dan Turner, um porta-voz da DuPont, que usa PFOA na produção do Teflon, disse que a empresa está convencida de que seus produtos não representam ameaça à saúde humana. “A DuPont acredita e mantém que os produtos vendidos ao consumidor com traços de PFOA são seguros para seu uso pretendido”, disse em uma entrevista por telefone. E acrescentou que está familiarizado com a pesquisa da Johns Hopkins. “Até o momento não há efeitos conhecidos à saúde humana causados por PFOA”, disse.

A evidência de presença de PFOA em 100% das amostras de sangue de cordões umbilicais analisadas pelos toxicologistas dos CDC e pela Universidade Johns Hopkins foi informada no mês passado.

As concentrações eram baixas, disseram os pesquisadores, e tanto a Agência de Proteção Ambiental (EPA) quanto a FDA disseram desconhecer qualquer evidência de que a população americana está sendo exposta a ní­veis perigosos.

Mas o toxicologista da Johns Hopkins que dirigiu o estudo disse que ele também revelou elos estatisticamente significativos entre os ní­veis de PFOA no sangue do cordão umbilical e o peso dos bebês no nascimento, circunferência da cabeça e outras medições comuns da saúde do recém-nascido.

O relatório está entre uma série de estudos que nos últimos meses aumentaram a preocupação com a presença de PFOA e várias substâncias quí­micas relacionadas em seres humanos, seu alimento e meio ambiente.

Um painel da EPA de consultores cientí­ficos disse ao administrador Stephen Johnson, no ano passado, que a maioria deles está convencida de que o PFOA deve ser considerado como um provável carcinógeno humano e regulado de acordo. Alguns sentiam que deveria ser designado como “possí­vel” carcinógeno.

O painel não ofereceu sugestão sobre os ní­veis de exposição capazes de causar câncer nos seres humanos, mas notou que em experiências com animais, a substância estava associada a cânceres de fí­gado e pâncreas.

O PFOA e seus primos quí­micos são substâncias feitas pelo homem que desde os anos 50 se tornaram ubí­quas no meio ambiente, do Oceano Ártico aos solos da rural Geórgia.

As substâncias foram encontradas no sangue de pandas gigantes da China, albatrozes no Atol de Midway, no meio do Oceano Pací­fico, em golfinhos em Indian River Lagoon, Flórida, e em ursos polares na Groenlândia.

John Washington, um quí­mico do laboratório da EPA em Athens, Geórgia, informou no mês passado que “traços” de PFOA foram extraí­dos de amostras de solo coletadas em Athens e perto de Watkinsville, Geórgia.

Em um estudo publicado no site da revista “Environmental Science and Technology” no mês passado, os pesquisadores da Johns Hopkins descreveram as análises de sangue de cordão umbilical extraí­das de 299 bebês nascidos em Baltimore, Maryland, em 2004 e 2005.

Quando as amostras de sangue foram analisadas pelos CDC, todas continham PFOA, disse a pediatra Lynn Goldman, principal autora do estudo, e 99% continham uma substância quí­mica relacionada, sulfonato perfluoroctano (PFOS).

Goldman não páde ser contatada para comentários. Mas, segundo um artigo publicado na edição atual de outra revista, a “Environmental Health Perspectives”, Goldman encontrou correlações entre as concentrações das substâncias quí­micas e indicadores comuns da saúde dos bebês.

A revista informou que Goldman disse em um recente encontro da Sociedade de Toxicologia que os indicadores incluí­am a circunferência da cabeça, peso de nascimento e uma medição da massa corporal conhecida como “í­ndice ponderal”.

“Quanto mais baixo o í­ndice ponderal, maior é a concentração de PFOS e PFOA”, Goldman disse à conferência segundo a revista.

Em outro estudo divulgado em março, Antonia Calafat, uma quí­mica do Centro Nacional de Saúde Ambiental dos CDC, disse que a análise de 1.562 amostras de sangue encontrou baixo ní­vel de PFOA, PFOS e várias substâncias relacionadas em todas as amostras. As amostras foram coletadas em 1999 e 2000 como parte de uma pesquisa nacional de saúde e nutrição.

Tradução: George El Khouri Andolfato

Para ler a matéria original no site UOL, clique AQUI.


Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 30 comments }

Ana de Bruxelas May 29, 2007 at 11:04

Oi Pat,
sou frequentadora do Mixirica e
vim te dizer que fiz o seu extrato de baunilha e coloquei o passo a passo assim como o crédito ao seu Blog lá na minha cozinha virtual,
merci pela receita!;-)

Sobre o artigo, já havia lido sobre o assunto e acho que deve-se mesmo divulgar.

Aqui a nova moda são as folhas de cozimento em teflon para usar em forno e até em frigideiras.

Uma opção barata que pode custar muito a nossa saúde.

Parabéns pelo alerta!

Bisous,

Alberto Costa May 30, 2007 at 10:08

Cara Pat,

o único senão de sua recomendação é que o site do UOL é restrito para assinantes. Assim, vou ficar mesmo com sua transcrição da notícia.

Além disso, sugiro que você converse com seu webmaster sobre a possibilidade de incluir, em seu site, a ferramenta de encaminhamento (em que o leitor encaminha para um amigo, via e-mail, o artigo lido). Quis muito enviar para minha esposa esse artigo, mas, para isso, precisei “copiar/colar” num editor de texto (perde-se qualquer configuração – o texto precisa ser re-editado.

Em todo o caso, obrigado pelas dicas.

Abraços.

Alberto

patblog May 30, 2007 at 13:46

Oi Alberto!

Eu imaginei ue o link do UOL poderia não abrir, masainda assim me senti na obrigação de citá-lo! Mas a matéria foi transcrita na íntegra, não se preocupe!

Na verdade owebmaster do meu site somos meu marido e eu!! Ele médico e eu culinarista… Mas você sempre pode enviar o link daqui para ela – melhor do que transcrever e reeditar tudo de novo!

A idéia da ferramenta deenviar o artigo para alguém é mesmo muito boa. Vou ver se descubro como se faz isso por aqui!

Fico contente que esteja gostando das dicas!!

Abraço,
Pat

Rita Padula June 12, 2007 at 18:05

Descobri seu site hoje, através do orkut e achei mto bom. Dou aulas de toxicologia no curso de farmácia e vivo falando sobre os perigos do teflon. Na verdade, não sabia em detalhes do que vc nos mostra, mas me preocupava o fato de que a maioria das pessoas nunca usa a colher de pau ou de plástico e sim as de metal. Logo, em pouxo tempo TODAS as panelas de teflon que conheço ficam arranhadas, o que sempre me incomodou (ficava imaginando os pedaçinhos de plástico ingeridos.Agora, então, nem pensar. Uso as panelas de inox.

patblog June 12, 2007 at 19:56

Seja muito bem vinda, Rita!!! Sua colaboração técnica aqui será maravilhosa!!!

Eu ico com as panelas de inóx e colheres de madeira – plástico também está fora da minha lista de compras!

Outra opção são panelas de barro, pedra sabão ou de vidro – masestas são verdadeiras “aulas de musculação” na cozinha, super pesadas!!!

Rita Padula June 16, 2007 at 19:33

Como boa mineira, as panelas de pedra e colheres de pau sempre fizeram parte da minha vida. E pra quem conhece do assunto, vamos combinar: é outro gostinho, né? Fico feliz de saber que lá na cidade grande (SP) tem gente que valoriza essas coisas do interior recheadas de sabedoria… Abraço grande, Rita.

Marina December 3, 2008 at 10:39

Pat, e o que vc acha das panelas francesas LE CREUSET? Elas são de ferro, mas com uma camada de esmalte pelo que vi e me preocupei… Aqui na Espanha elas são um febre… São Boas mesmo ou apenas mais uma moda?

E as formas e espátulas de silicone? O que me diz destas?

Everaldo April 16, 2009 at 9:37

Minha grande dúvida agora é: usava teflon porque não necessita de margarina, óleos, etc. Agora com essa notícia, qual o tipo de frigideira que devo utilizar sem que seja preciso colocar margarina, manteigas,etc para as frituras e que não grudem na frigideira?

Pat Feldman April 16, 2009 at 10:01

Everardo, use panelas e frigideiras de inóx e use sem medo a manteiga ou óleo de coco para cozinhar. Já a margarina e outros óleos refinados podem e devem ficar de fora da tua cozinha!

Viviane May 21, 2009 at 21:49

Pat, acabei de comprar panelas teflon tramontina.Essa questão da toxicidade é só qdo elas estão arranhadas ou não? Tenho panelas de aço inox porém elas ficam logo escuras e manchadas…

Diva Moraes Falcão May 23, 2009 at 1:15

Pat,

Excelente alerta à respeito das panelas TEFLON.
Li uma matéria à respeito das panelas de alumínio. Não posso informar onde li porquê não me lembro agora.
Havia uma informação extremamente preocupante: o alumínio seria um dos causadores do mal de ALZEIMER. Essa informação é verdadeira? Diva Falcão.

Pat Feldman May 23, 2009 at 6:03

Verdade, Diva!

VIVIANE FREITAS July 16, 2009 at 14:36

Pat,eu fui comprar panelas de inox,mas só achei panelas q a 1ªcamada é de inox,mas tem uma camada no meio de aluminio e a ultima de inox.Pode ser assim,por favor me responda para q eu possa trocar com urgencia.Estou seguindo(tentando)as recomendações do livro do seu marido e preciso trocar as minhas panelas.Um abraço obrigada

antonio December 11, 2009 at 0:34

cara pat.
gostaria que você ou seu marido fizesse algum comentário sobre o mito
aids/hiv, se tiverem conhecimento do assunto.parece que o dr gallo usou o mesmo achismo que o pessoal do colesterol para criar um virus que nunca foi isolado.voces sabem que fazem parte da dissidencia da aids/hiv vários phds e pesquisadores? dentre eles peter duesberg [biólogo molecular], kary mullis[pcr]premio nobel, dr roberto giraldo[trata imuno deficiencias desde antes da aids]e eleni eliopoulos[pesquisadora]?
já viram os artigos de celia farber?
um abraço.

Pat Feldman December 11, 2009 at 7:05

Antonio, há algum tempo eu vi um vídeo interessantíssimo exatamente sobre esse assunto. Um vídeo longo. No começo achei a maior maluquice, mas no decorrer do filme, muitas explicações lógicas foram dadas, me convenceram. Se eu achar o vídeo de novo, posto aqui!

Goreti March 17, 2011 at 10:43

Você, como sempre é 10! É muito bom ter alguém que pesquise e traduza para nós coisas que são do interesse de todos e que nem sempre conseguimos acessar!
Já mudei hábitos em minha casa, por conta do que aprendi com você, como trocar minhas panelas de teflon, deixar de usar óleo de soja…
Sempre que tenho tempo, leio, passeio pelo site e repasso para amigos.
Um abração,
Goreti.

LÉIA VARGAS April 19, 2011 at 18:27

QUAL EXAME, PODE CONSTATAR QUE TENHO OU NÃO PFOA NO SANGUE? POIS NÃO PRETENDO JAMAIS, DESFAZER DAS MINHAS UTILÍSSIMAS PANELAS DE TEFLON (VERDADEIRAS), INCLUSIVE DE PRESSÃO, TEM MUITAS INFERIORES NO MERCADO SE DIZENDO SER TEFLON E MUITA GENTE BOA ACHANDO QUE COMPROU A TAL. DURAM NADA, AS MINHAS, ESTÃO PERFEITAS ATÉ AGORA POR + DE 4 ANOS, SEM NENHUM RISCO, SÓ ELOGIOS. USO COLHERES DE BAMBÚ. FOGO SEMPRE BAIXO. NÃO GOSTEI, DIGO, ODIEI AS DE INOX, QUERO FAZER, ESSE EXAME LOGO E PODER DIZER A VCS EM QUE LADO VOU FICAR. PAT, DEPENDO DA SUA RESPOSTA E POR FAVOR, RESPONDA ACIMA, POIS TEM VÁRIAS PERGUNTAS INTERESSANTES, COMO DA MARINA, E AS VIVIANES POR EXEMPLO, DESDE JÁ, MUITO OBRIGADUUUUUU!!!

Pat Feldman April 19, 2011 at 18:39

Léia, eu nem sei se tem algum exame preciso o suficiente para acusar esse tipo de contaminação, mas posso te garantir que qualquer um que use teflon, não importa a marca, sofre com a contaminação…

Além das panelas e inóx existem outras opções, como as de ferro revestidas com liga de vidro (Staub) ou esmaltadas (Le Creseut), além de panelas de barro, de pedra-sabão ou de vidro.

Mude o que puder!

Carol Fonsêca February 21, 2014 at 20:29

Pat,
Você conhece essas panelas de alumínio com revestimento de cerâmica??
Tipo essas: http://www.brinox.com.br/?ir=produtos&id_categoria=42&id_subcategoria=249&id_produto=2230
Estou montando minha casa agora e pesquisando sobre os materiais para ver o que eu posso comprar, mas ainda não vi nenhuma informação quanto à segurança desse tipo!
Beijos!

Pat Feldman February 23, 2014 at 8:43

Carol, essa panela eu não conheço, mas confesso que de modo geral tenho um “pé atrás” com panelas de cerâmica, porque em muitos casos a sua tinta contém chumbo. Confira a informação!

Luzia pires da Silva May 27, 2014 at 11:25

PAT, GOSTARIA DE SABER SE A FOLHA ANTIADERENTE TAMBÉM É PREJUDICIAL? E O TAPETE DE SILICONE OU O SILPAT SÃO PREJUDICIAIS, RESPONDA-ME POR FAVOR POIS ESTOU PRESTES A FAZER UMA AQUISIÇÃO E ESTOU DEPENDENDO DA SUA RESPOSTAS. OBRIGA. LUZIA.

Pat Feldman June 1, 2014 at 15:54

Luzia, não conheço essa folha antiaderente. O silicone eu sei que é um material dito inócuo.

Priscila July 13, 2014 at 16:57

Olá Pat! Tudo bem? Estou modificando minhas panelas, conforme tenho lido aqui no seu blog. Descobri as panela bialetti (italiana)será que são boas? Poderia fazer a gentileza de olhar pra mim. Gostaria de comprar segura, uma amiga vai trazer de fora pra mim. Desde já obrigada!

Priscila July 13, 2014 at 17:00
Pat Feldman July 14, 2014 at 23:00

Priscila, pelo que mostra o link, me parecem boas panelas, mas a verdade é que eu sempre desconfio um pouco quando se fala com tanta ênfase na antiaderência do material. Inevitável não associar com a terrível química daquele antiaderente comum… Como nunca usei essas panelas, não posso dar um parecer mais preciso.

Priscila July 23, 2014 at 13:51

Obrigada e boa tarde!

Flávia June 22, 2015 at 14:05

Oi
Primeira vez aqui e amei
Com o que substituo as teflon pra fazer panqueca ovos e tspioca??

Pat Feldman June 22, 2015 at 16:42

Eu faço em frigideira lisa de ferro

Clara April 5, 2016 at 13:08

Com tantos indícios ainda permitem que essas panelas sejam fabricadas? Mesmo que evitemos o seu uso, isso mais dia menos dia irá para o meio ambiente. Deviam banir logo!
bjs.

Samantha October 21, 2016 at 6:13

Olá bom dia e as assadeira de silicone? E verdade q n soltam nada durante o cozimento? Estava pensando em trocar as formas de bolo por elas.

Comments on this entry are closed.

{ 7 trackbacks }

Previous post:

Next post: