O livro que toda grávida deveria ler

by Pat Feldman on 15/12/2009 · 18 comments

in ARTIGOS, Gravidez, Livros, RECOMENDO

Screen shot 2009-12-15 at 9.46.35 AMBem, pelo menos na minha opinião este é o livro – Childbirth Without Fear – que toda grávida que deseja realmente um parto normal deveria ler. Porém nem todas conseguirão fazê-lo, já que o livro atualmente não tem tradução para o português. Para comprar está muito mais fácil do que na época da minha gravidez, a edição revista está a venda na Livraria Cultura virtual.

Eu tenho aqui em casa a edição original, de 1943, que foi encontrada a duras penas no site da Amazon, entre livros usados. O livro levou várias semanas para chegar aqui em casa, mas quando chegou, foi devorado!

A edição original foi escrita pelo Dr. Grantly Dick-Read, já a edição revisada, encontrada à venda na Livraria Cultura virtual, é a original escrita pelo mesmo Dr. Grantly Dick-Read e revisada pelo também conhecido Dr. Michel Odent, grande nome do parto natural na atualidade.

O livro está escrito de forma leve e simples, é fácil de ler. Não vou contar tudo para não perder a graça, mas me lembro que o trecho que mais me marcou, falava da anestesia – todo mundo sabe que dá para ter parto normal com anestesia. O médico, de forma isenta, mostra os prós e contras do procedimento e faz um interessante alerta às mamães: você aguenta o parto normal sem anestesia, ATÉ VER O ANESTESISTA NA SUA FRENTE!!! E foi exatamente o que aconteceu comigo!!!! Morro de rir quando me lembro disso e confirmo o quanto ele tinha razão!!

Por que me lembrei de tudo isso hoje? Deveria ter me lembrado antes e recomendado Childbirth Without Fear aqui no site há tempos, esse é um livro e tanto! Mas agora a pouco tive a notícia de que um querido amigo e sua namorada estão “grávidos” e ele, como excelente médico que é, faz questão do parto normal.

Felicidades aos grávidos e grávidas!

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 14 comments }

Daiana Neumann December 16, 2009 at 14:58

Oi Pat!

Parabens pela dica. Eu tive parto normal e sem anestesia e confesso que foi tranquilo. Estou gravida novamente e vou ter o segundo da mesma forma. Eh uma pena no Brasil existirem tantas cesarias desnecessarias. Aqui na Rep. Tcheca quem decide o tipo de parto eh o medico, ou seja, o parto eh normal a menos que realmente exista necessidade de uma cesaria.

Pat Feldman December 16, 2009 at 15:42

Pois é Daiana, aqui no Brasil o pessoal anda meio maluco… Se faz cesária, a menos que a mulher tenha muita sorte e um médico realmente competente!

Catherine Crema December 18, 2009 at 10:49

Pat, vc já leu os livros da Janet Balaskas?
E os do Leboyer?

No blog tem algumas dicas de leitura e de outras coisas da gravidez.

Bjos!
Cath da Laura

Rosana Oshiro March 3, 2010 at 9:54

“Se faz cesária, a menos que a mulher tenha muita sorte e um médico realmente competente!”
???

é isso mesmo Pat?
não entendi?

Pat Feldman March 4, 2010 at 6:10

Rosana, é isso mesmo! O comum no Brasil é realizar partos cesáreos, porque simplesmente é muito mais fácil e rápido para os médicos!!! Tem que ter sorte e paciência para achar um médico que realmente tope um parto normal!!!

Triste realidade…

Rosana Oshiro March 4, 2010 at 7:58

Desculpe corrigi-la, mas na verdade não deveria ser: “Só não se faz cesária, a menos que a mulher tenha muita sorte e um médico realmente competente!”?
É que deu pra entender o contrario…rsss

beijo pra vc e felicidades na gravidez e no parto!
maternajapao.blogspot.com

Pat Feldman March 4, 2010 at 8:11

Pode ser, Rosana, mas o que eu quis dizer é “somente são feitas cesáreas (todos querem cesáreas), a não ser que que a mulher tenha sorte…. Ah, essa nossa língua portuguesa……

Carol Rodarte March 4, 2010 at 11:26

Infelizmente as txas de cesareas (nao parto cesarea, pq cesarea nao é parto, é sim uma cirurgia para extrair o bebe do utero) no Brasil beiram 90% nas redes particulares de 37, 40% nos hospitais publicos, quando a OMS recomenda no maximo 15%. Os medicos esqieceram que parir é um ato humano e nao medico. Esqueceram que parto é arte. Obrigada pela dica do livro. =***

Mariana Passaglia March 4, 2010 at 16:30

Esse livro é ótimo! Uma pena que a maioria das coisas boas e de qualidade não são traduzidas e nem encontradas com facilidade. Mas garimpando a gente acha! No meu parto o anestesista não estava na minha frente, mas por estar num hospital eu sabia que era só “estalar os dedos” e ele apareceria. Acabei estalando!

Simone January 27, 2013 at 8:42

Oi Pat,lendo seu texto,que realmente hoje em dia a moda é agendar o dia de bb nascer,as pessoas,os profissionais infelizmente perderam-se nesse meio as mulheres hoje tem medo do parir,de circular de cordao e por ai vai.Mas nessa nossa triste realidade temos serias complicaçoes por cesarias desnecessarias que sao esses casos que nao ha indicacao real pra uma cirurgia,pois cesaria nao é parto e muito menos parir.Mas graças a Deus ainda temos bons profissionais que prezam e acreditam na mulher e na mossa condiçao abençoada de poder gerar e parir um filho,falo isso por experiencia que tive minha bb de parto natural e humanizado acompanhado pelo meu esposo,minha doula querida que me deu tanto carinho naquele momento magico da minha vida,sem episio,sem enema sem anestesia.Dor?Sim suportavel,toleravel e com varias formas de amenizar e no final indescritivelmente sem palavras pela sensaçao de amor ao parir e ir logo pegando no colo e cheirando,entao a todas gravidinhas com muito carinho pense direitinho a forma que vc quer que seu filhotinho venha a esse mundo e avalie tudo busque bastante informaçao,doulas e se prepare para viver uma experiencia realmente dada por Deus pra todas nós.Bjos

Pat Feldman January 27, 2013 at 9:08

Simone, eu tive uma sorte tão grande nos meus dois partos normais, que a minha médica – Dra. Márcia Tabacow -, além de ser uma grande médica, fez um papel da melhor doula e amiga nessa hora tão especial.

Thatiana Bandeira June 16, 2013 at 21:58

Oi Pat,
Tudo bem? Conheci seu site hoje no google procurando informações sobre óleo de fígado de bacalhau… E depois de ler o artigo me lembrei que alguém já tinha me falado de você. Resolvi engravidar e estou escrevendo um blog, quando falei com as pessoas que estava escrevendo um blog foi unanime a pergunta: UM BLOG DE CULINÁRIA? Mas a resposta é não! um blog sobre gravidez e tudo que estiver envolvido nela… Claro que papinhas de neném no momento certo e quem sabe até lasanha que o filhote estiver grande!!!
Estou escrevendo para te pedir autorização para colocar no blog algumas coisas que você escreveu sobre o óleo de fígado de bacalhau e indicar o seu site?
Aguardo o seu retorno. Amei todos os artigos que li!!!
P.S. Eu, se puder escolher quero um parto normal e sem anestesia… Vou procurar o livro que você indicou!
Beijos e muito obrigada
Thatiana Bandeira
http://www.maisquenovemeses.blogspot.com.br

Pat Feldman June 17, 2013 at 9:46

Colocando a referência e o link para o meu site, sem problemas! Parabéns pela gravidez!!

livro sob demanda June 30, 2016 at 11:05

excelente, muito bom

Comments on this entry are closed.

{ 4 trackbacks }

Previous post:

Next post: