Orgânicos x Convencionais

by Pat Feldman on 04/09/2012 · 9 comments

in Alimentação, ARTIGOS

Essa semana saiu na mídia o resultado de uma pesquisa que afirma que alimentos orgânicos NÃO SÃO mais nutritivos do que alimentos produzidos de maneira convencional, ou seja, cheios de pesticidas.

Eu não li detalhes sobre essa pesquisa, e por isso não faço idéia de como o estudo foi feito, não sei quais nutrientes foram mensurados e nem se a pesquisa fala de comida de verdade ou de produtos alimentícios industrializados, mas ainda assim, mesmo sem ter nenhum desses dados, acho que tenho comentários interessantes sobre o assunto.

O primeiro ponto é: se a pesquisa estudou produtos alimentícios processados, possivelmente seus dados são verdadeiros. Alimentos processados, orgânicos ou não, perdem muito dos seus nutrientes. Consumir um produto alimentício orgânico, na minha opinião, é dinheiro posto fora, já que todo processamento empobrece o alimento. Orgânico ou não, melhor evitar o consumo dos industrializados!

Agora vamos falar de comida de verdade, orgânica ou não. Vamos supor, apenas supor, que alimentos produzidos por métodos orgânicos e métodos convencionais, cheios de pesticidas, tenham as mesmas quantidades de nutrientes. Quando você consome alimentos orgânicos, você consome apenas comida. Já quando você consome alimentos produzidos da maneira convencional, cheios de pesticidas, além da comida, você está consumindo um monte de química.

No momento em que, junto com o alimento, você consome um monte de química, seu organismo possivelmente precisará gastar nutrientes para livrar seu corpo de toda a química ingerida – isso é um pensamento bem simplificado, de uma pessoa leiga que sou, mas uma pessoa leiga que PENSA!

Então você consome “x” nutrientes do alimento orgânico, e seu organismo, por não precisar se livrar de nenhuma química indesejável, pode aproveitar todo o “x” de nutrientes para justamente nutrir seu corpo, te mantes saudável. Já quando você consome “x” nutrientes de um alimento contaminado por pesticidas, seu corpo já não poderá aproveitar tudo, já que tem que usar uma parte desses nutrientes para se livrar da química ingerida junto com o alimento. Deu para entender a matemática?

Sem contar o fato de muitos desses pesticidas serem comprovadamente a causa de doenças como câncer, alergias e outros males modernos, que desejamos ardorosamente evitar.

Sem contar também o fato de a produção convencional contaminar não só seu organismo, como o planeta todo!

De qualquer forma, como falei no início, não li o estudo, mas mesmo sem ler os detalhes, essa conclusão me parece óbvia. O que você acha disso?

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 9 comments }

Joseli September 4, 2012 at 22:19

Pra mim, o resultado dessa pesquisa é no mínimo tendencioso. Quem será que está por trás dela?

Dani September 19, 2012 at 17:50

Pensei a mesma coisa, Joseli.
Pat, outra coisa ruim dos alimentos não orgânicos é que não tem gosto de nada, vc come uma maçã e parece que está comendo Isopor! Mas, parece que o povo não está muito preocupado com isso…

Janete Palma September 4, 2012 at 23:03

Olá, Patty

Também, não li a reportagem. Mas só pelos comentários, eu me lembrei que uma pessoa me disse que, na prática, tanto os alimentos orgânicos como os não orgânicos, podem ser nutritivos da mesma forma mas, um não orgânico tem veneno (o pesticida) e o orgânico não. Significa que o pesticida não tira os nutrientes dos alimentos, mas os deixam envenenados.
Os alimentos processados (tanto os orgânicos como os não orgânicos), a meu ver, perdem muitos dos nutrientes.
Então, para mim, não adianta comer um alimento com os nutrientes totais, mas cheios de pesticidas.

Ludmila September 5, 2012 at 0:05

Concordo e penso como você, e assim como no comentário acima também me parece um resultado tendencioso, como vários similares!

LEANDRO DA SILVA PEREIRA September 5, 2012 at 4:42

OI, PAT, TUDO BEM?
PAT, ACHO Q A ROSELI TEM RAZÃO.
BOM, QTO À QTIDADE DE NUTRIENTES DOS ORGÂNICOS, EM COMPARAÇÃO C OS NÃO ORGÂNICOS, ACHO Q A QUESTÃO N É C OS PESTICIDAS, MAS C OS INSUMOS, N Q ESTES TIREM OS NUTRIENTES (COMO SE SUPÔS Q OS PESTICIDAS FIZESSEM), MAS Q “ENGORDAM” OS PRODUTOS AGRÍCOLAS. ACHO Q N É MUITO DIFERENTE DO Q OS HORMÔNIOS FAZEM C UM FRANGO DE GRANJA, POR EX, EM COMPARAÇÃO C UMA LARANJA “DE GRANJA”. UMA LARANJA ORGÂNICA TEM MUITO MAIS ACIDEZ, TEM MUITO MAIS VITAMINA C, POIS N ESTÁ “GORDA” COMO A LARANJA “DE GRANJA”.
QTO AO PREÇO DOS ORGÂNICOS, REALMENTE É BEM MAIS ALTO, POIS O CUSTO DE PRODUÇÃO É, POR EQTO, MAIOR DO Q O DOS N ORGÂNICOS. É UMA QUESTÃO DE OFERTA-PROCURA, OU SEJA, À MEDIDA Q FOR AUMENTANDO A PROCURA, O PREÇO VAI DIMINUINDO E ASSIM VAI SE TORNANDO CADA VEZ MAIS ACESSÍVEL ÀS PESSOAS DE RENDA MAIS BAIXA. E A QUESTÃO DA CONTAMINAÇÃO DOS PESTICIDAS É UMA COISA MUITO SÉRIA, POIS ELES ENTRAM NA CADEIA ALIMENTAR E, PIOR Q APENAS ENTRAR, ELES N SAEM FÁCIL, MITOS N SAEM NUCA MESMO DO ORGANISMO DE PLANTAS E ANIMAIS.
-PENSO Q, ASSIM COMO ACONTECE C A ÁGUA, AQUELE ARGUMENTO, AQUELA DESCULPA DO PASSADO (DE Q É INVIÁVEL LIMPAR OS RIOS, PROIBINDO Q REJEITOS DE QQUER ESPÉCIE SEJAM JOGADOS NELES, POIS ISSO AUMENTARIA MUITO O CUSTO DOS PRODUTOS, E AÍ O NÚMERO DE CONSUMIDORES DIMINUIRIA, ETC ETC ETC) JÁ DEVERIA ESTAR TOTALMENTE EXTINTO, ANTES Q AS ESPÉCIES SEJAM EXTINTAS, ANTES Q A NOSSA PRÓPRIA ESPÉCIE SEJA EXTINTA.

Davison Lampert September 5, 2012 at 11:03

Uma coisa que a gente deve sempre lembrar quando lê essas pesquisas estrangeiras, é que elas são feitas levando-se em conta a realidade desses países. O Brasil era até bem pouco tempo (não sei se ainda é) o maior consumidor mundial de defensívos agrícolas e a população, em média, consumia mais de cinco quilos de agrotóxicos por ano.

Aqui se usa todo tipo de veneno e muitas vezes até venenos proibidos, contrabandeados dos países vizinhos. Além disso, é muito comum o produtor não respeitar a dose correta e/ou o tempo mínimo entre a aplicação e a colheita, de forma que a carga tóxica nos alimentos com frequência excede em muito o limite permitido.

Li em outro lugar que o produto orgânico é mais propenso a contaminação com microrganismos, devido ao estilo de produção. Mas acho que para resolver isso, basta escolher produtos com bom aspecto (sem cortes, machucados furos, etc) e higienizá-los bem antes do consumo.

Sempre deixo frutas verduras e legumes de banho em solução de hipoclorito de sódio antes de prepará-los. Esse tipo de produto é facilmente encontrado em qualquer supermercado e, mesmo que ocorra o lapso de não se enxaguar direito, esse vegetal é infinitamente mais seguro para saúde do que um cheio de defensivo agrícola até miolo.

Enfim, consumir produtos não orgânicos é mais uma questão de confiança (cega, talvez), embora me pareça bastante sábio comprar determinados produtos que se sabe que são problemáticos, como tomates, morangos, cenouras, pepinos, batatas, mamões, pimentões, etc. Sabendo como são as coisas nesse país, eu, sinceramente, prefiro não arriscar.

Abraços.

Observador de Tudo September 14, 2012 at 17:01

Parabens pelo seu blog. Se é mais saudável ou não é muito dificil de afirmar mas concordo com a sua lógica: a sobregarga de toxinas a serem eliminadas no convencional é maior. Porém, a favor do Organico, uma coisa é certa e nenhuma pesquisa poderá contestar a verdade: Os organicos são muito mais, mas muito mais , saborosos que os convencionais

Vanessa Ary September 25, 2012 at 10:50

Olá! Li a reportagem indicada….não o estudo original. Sou nutricioista e pelo que tenho estudado e provado (sim, no gosto!) os organicos têm sim mais nutrientes do que os convencionais. realmente nao sei o que esta por tras deste estudo, mas me parece óbvio que se um alimento é retirado antes do tempo e fora de sua época de colheita (plantado fora da época também) e num solo completamente contamidado/ morto e pobre em nutrientes, não absorverá a mesma quantidade de nutrientes. Isso se prova por si só, na cara deles, nas cores, nos tamanhos e no sabor doce da cenoura ou da maça, e do tomate! Na alface com gosto! Enfim, nenhuma pesquisa precisa comprovar isso ao meu ver, para que as pessoas escolham pelos organicos, ainda mais pelo motivo ja vitado ai por você e comentários…junto com o alimento “convencional” vêm toxinas…e com elas vão embora (quando vão) nutrientes preciosos que o corpo precisaria pra exercer suas funçoes essenciais! Abraço! (Meu blog esta parado ha mais de 2 anos, mas coloquei o endereço mesmo assim, tem textos interessantes!!!!)

Marilia T. September 26, 2012 at 23:18

Oi Pat, sou sua fanzaça! Soh queria deixar aqui registrado que acho fantastico o que faz pela disseminação de uma alimentação mais saudavel! Nem sempre eh simples ou gostoso para o paladar acostumado abrir mão das comidas industrializadas, mas acredito que valha muito a pena pela nossa saude e bem estar! Estou me preparando para ficar grávida nos proximos meses, e cada vez mais estou procurando livrar o meu dia a dia de conservantes, corantes, etc etc, e seus conselhos sao preciosissimos! Enfim, soh queria mesmo te dar os parabens! Admiro demais o que vc faz! Uma duvida: quero ler algum livro sobre alimentacao saudavel, livre de industrializados, o que vc me indica para quem estah começando neste “mundo”? Um beijo!

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: