Papinha de couve-flor

by Pat Feldman on 25/11/2009 · 5 comments

in Papinhas Salgadas, RECEITAS

Screen shot 2009-11-25 at 9.57.19 AM

Cursos CRIANÇAS NA COZINHA
CLIQUE AQUI e saiba mais!

Eis um ingredientes bem versátil, que fica delicioso em comida de “gente grande” e comida de “gente pequena”. Eu ADORO couve-flor gratinada, sopa de couve-flor e até purê de couve flor, que é uma opção bem magrinha.

No fundo a couve flor não tem um sabor assim muito característico. O que pode ser visto como desvantagem para muitos, para mim é uma enorme vantagem: a gente molda o paladar do prato “ao gosto do freguês”! E hoje pensei nessa combinação, que dá uma ótima papinha para o seu bebê.

Ingredientes:

1/2 xícara de couve flor lvada e cortada em pedacinhos

1/4 de xícara de batata doce clara

1/4 de xícara de abobrinha

1 filé pequeno de peixe branco ou uma colher de sopa de bife de fígado

1 galho de tomilho fresco

1 pitada de sal

1 xícara de caldo de peixe caseiro ou de caldo de carne caseiro

1 colher de sopa de manteiga ou de óleo de coco extra-virgem

Modo de Preparo:

Cozinhe a couve-flor,  batata doce, a abobrinha e o peixe ou fígado no caldo caseiro. Use caldo de carne se optar por bife de fígado ou use caldo de peixe se optar pelo filé de peixe.

Alguns pediatras não recomendam o consumo de peixes antes de um ano de idade, já que para algumas crianças o peixe pode causar reações alérgicas. Se não houver histórico de alergias em sua família e você tiver acesso a peixes frescos, ofereça. Dê bem pouco das primeiras vezes e observe eventuais reações.

Deixe que todos os ingredientes fiquem bem molinhos.

Tempere com as folhas de tomilho, o sal e o óleo de coco ou manteiga.

Se o seu filho está experimentando a papinha pela primeira vez, não tenha medo de bater tudo no liquidificador. Não é que ele vai passar a vida comendo alimentos cremosos e sem pedaços, mas fazer isso por uma ou 2 semanas, como um processo de transição, do leite totalmente líquido, para outros sabores e novas conscistências pode facilitar a aceitação da novidade.

Se o seu filho já está nas papinhas há alum tempo, mas tem poucos dentinhos, amassar com o garfo, grosseiramente, é suficiente. Conforme ele for crescendo e tendo mais dentes, menos amassada e mais “pedaçuda” pode ser a papinha.

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 5 comments }

Marina Silva November 26, 2009 at 1:43

Este site é o maximo .Vxs wstão de parabens!!

Maria Christina de Sousa November 27, 2009 at 12:04

Nos primeiros minutos dessa madrugada tornei-me oficialmente avó. Há longínquos 22 anos que abandonei as fraldas e papinhas (pensei que para sempre…), mas sinto que terei que passar a ler as receitas postadas e começar tudo de novo.

Pat Feldman November 27, 2009 at 17:44

Parabéns!!!!! E boa sorte com o netinho, que só trará alegrias à família toda, com certeza!!!

thaty November 15, 2011 at 17:22

aprovada!!! acabei de fazer e a baixinha gostou! mais uma da Pat aprovada pela Valentina!

Pat Feldman November 15, 2011 at 19:07

Oba!!!!

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: