Alternativa ao macarrão instantâneo

by Pat Feldman on 16/05/2011 · 8 comments

in Massas, RECEITAS

Numa noite fria ou num almoço apressado, o macarrão é sempre uma opção gostosa, mas convenhamos, não muito nutritiva. Se você optar pelo macarrão instantâneo, pior ainda (leia AQUI e AQUI o que eu já falei sobre os malefícios do macarrão instantâneo) – além de não conter nutriente algum, o macarrão instantâneo é pré frioto em gordura vegetal da pior espécie e vem acompanhado de um envelopinho de ‘tempero’, lotado de corantes, favorizantes e glutamato monossódico.

Aqui em casa o fã de macarrão é meu marido. Eu gosto normal, nem demais, nem de menos. Meu filho mais velho não gosta, não pede, não se interessa, e eu não insisto porque definitivamente acho que macarrão, apesar de gostoso, não faz falta. Mas a maioria das crianças gosta, e como é prático, não custa tentar melhorar o macarrão nosso de cada dia, para nutrirmos nossas crianças e deixá-las felizes comendo o que gostam.

A receita de hoje é bastante simples e quase tão rápida quanto o tal macarrão instantâneo, – desde que você tenha caldos caseiros prontos no seu freezer -, mas muito mais saudável e com gosto de comida de verdade. Os caldos caseiros podem parecer difíceis de preparar à primeira vista. Eu fiquei horrorizada quando li a receita de caldo de carne caseiro pela primeira vez! Mas depois de 2 ou 3 vezes preparando, você tira de letra e nunca mais vai querer ficar longe dessa gostosura. Mas (minha propaganda!! risos), se você mora em São Paulo e não quer fazer de jeito nenhum, ME ESCREVA e encomende da minha cozinha.

Eu costumo usar o caldo de frango caipira nessa receita ultra simples, simplesmente porque nos meus tempos de macarrão instantâneo (já comi muito disso…) era o meu sabor favorito! Mas você pode usar caldo de carne, caldo de peixe, caldo de pato, caldo de legumes e até caldo de alho. É só escolher seu sabor favorito!

O segredo da rapidez é a massa: eu uso aquele macarrão que as vovós chamavam de “cabelo de anjo”, mas que também é conhecido por aletria ou capellini.

Ingredientes para 2 porções:

200g de cabelo de anjo (também conhecido por aletria ou capellini)

500mL de caldo de frango caipira (mas se preferir, use qualquer outro caldo caseiro)

1 a 2 colheres de sopa de manteiga

sal e pimenta do reino à gosto

Modo de Preparo:

Leve o caldo à fervura e cozinhe o macarrão no caldo, como de costume, até que ele esteja al dente (ou mais molinho, se você preferir).

A escolha por esse macarrão fininho é justamente pela rapidez com que ele cozinha, que compete com os famigerados instantâneos.

Se você gosta do macarrão bem molhadinho, nem escorra o caldo quando o macarrão ficar pronto. Apenas acrescente a manteiga e se delicie.

Se você prefere o macarrão menos molhado, escorra um pouco o caldo (mas não jogue fora, guarde para uma sopa ou risoto), acrescente a manteiga e sirva-se!

Essa é a receita mais básica possível, pra quem não tem disposição ou tempo para maiores caprichos, mas você pode – e deve – acrescentar gostosurinhas que turbinam o paladar e o valor nutritivo desse jantarzinho simples:

  • cebolinhas bem picadinhas ficam um show;
  • gengibre e óleo de coco dão um ar oriental
  • verduras e legumes dão um colorido especial ao prato
  • carnes picadinhas fornecem as proteínas para uma refeiçõ mais completa
  • ervas frescas são capazes de mudar completamente a cara de um prato bem simples e dão um perfume incrível
  • queijo parmesão ralado na hora finaliza com chave de ouro!
Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 3 comments }

Celina Galletti May 16, 2011 at 22:15

estou criando coragem em fazer os caldos, eu moro no abc, mas amo cozinhar por isso não peço o seu. Só estou esperando um tempinho.
Mas a dica é maravilhosa, infelizmente aqui eles gostam muito de macarrão e de kinojo tb, mas é de vez em nunca que comem.
Bjoks

Vanessa May 17, 2011 at 7:39

Oi Pat, eu te entendo, aqui em casa foi a mesma coisa com o caldo. Meu marido achava complicadíssimo (é ele quem cozinha aqui), muito trabalho e energia. Preferia comprar de caixinha pronto (eca), dizia que era um dos alimentos artificiais mais parecidos ao tradicional. Agora não trocamos o caldo feito em casa por nada!

Bruna Mota May 17, 2011 at 17:13

Oi veja esse artigo que interessante

Comments on this entry are closed.

{ 5 trackbacks }

Previous post:

Next post: