Papinha de Abóbora com Coco e algumas considerações

by Pat Feldman on 13/02/2011 · 10 comments

in Papinhas, Papinhas Salgadas, RECEITAS

Os bebês assim que começam a comer papinhas comem muito pouco, muito menos do que a maioria das mães gostaria. Quando meu filho mais velho começou a comer papinhas confesso que eu, mãe de primeira viagem, ficava meio preocupada, achando que ele não estava gostando, que sempre ía preferir o leite e coisas do tipo. Aí como eu sempre faço quando surgem dúvidas na minha cabeça, tento pesquisar um pouco sobre o assunto, sento e reflito bastante. O óbvio sempre aparece!

Ora, bebês são seres muito pequeninos, com estômagos pequenos e que, até começarem com papinhas só mamavam leite (materno ou fórmula, isso agora não importa). Seja no bico da mãe ou da mamadeira, a única forma de apresentação do seu alimento – um líquido – era um bico. Não dá pra esperar que de uma hora para outra o bebê passe a aceitar grandes quantidades de um alimento novo e numa forma de apresentação diferente – a colher.

O meu filho mais velho quando começou a comer papinhas comia uma porção que era  menos de uma colher de sopa, e foi assim por várias semanas. Com o bebê mais novo não tem sido diferente. Ele começou a comer papinhas pouco antes de completar 6 meses de vida e só agora, quase 1 mês depois, é que está chegando perto de comer uma colher de sopa cheia de papinha – o que dessa vez já não me preocupa tanto. Ele come com alegria, sem ser forçado e fecha bem a boquinha quando não quer mais. A sobremesa por enquanto é a mamadeira ou nada, caso ele se mostre completamente satisfeito.

Nos Estados Unidos aliás essa papinha poderia ser encarada como sobremesa. Lá eles usam a abóbora muito mais em preparações doces do que em salgados. Aqui saiu salgada quase por acidente, mas foi uma opção e tanto, o bebê adorou e pela primeira vez passou de uma colher de sopa de papinha, todo sorridente!

A receita não poderia ser mais fácil, e o purê simples de abóbora pode ser aproveitado pela família toda, como acompanhamento de pratos deliciosos – hoje aqui em casa acompanhou uma carne seca desfiada acebolada, que se vocês quiserem eu publico a receita depois.

Ingredientes:

1 colher de sopa de purê simples de abóbora

caldo de frango caipira (opcional)

1 colher de sopa de óleo de coco extra-virgem (caso você não encontre, cozinhe as abóboras em leite de coco caseiro, que em termos de sabor deve dar um efeito bem parecido)

1 colher de sopa de iogurte natural integral

Modo de Preparo:

É fácil demais, basta você misturar bem os 3 ingredientes e oferecer ao bebê, mas o grande segredo é como preparar o purê de abóboras.

Cozinhe uma boa quantidade de abóboras em cubos (use o tipo de abóbora que achar mais bonita e fresca na feira ou mercado) em caldo de frango caipira ou água e uma pitada de sal – o ideal é cozinhar no caldo de frango caseiro, que deixa o purê muito mais saboroso e nutritivo.

Cozinhe até a abóbora ficar bem molinha, se desmanchando, e a água ou caldo praticamente secar e o purê ficar cremoso e nada aguado.

Para cada xícara de purê de abóboras acrescente 2 colheres de sopa de manteiga. Para servir como acompanhamento, acerte o sal, acrescente um pouco de noz moscada e pimenta.

Para a papinha do bebê é só misturar com iogurte e óleo de coco nas quantidades citadas acima e servir, morninho.

A propósito, já foi conhecer o BRECHÓ DA PAT?

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 10 comments }

Aline February 14, 2011 at 9:00

Pat, tudo bom??? Meu bebe esta com 9 meses, ficou 7 meses exclusivo no peito e confesso q não estou sabendo lidar com as papinhas dessa vez… O mais velho eu fazia como a pediatra mandava e pronto… Agora, queria fazer com o mais novo de uma maneira q fosse melhor…
Ate agora só dei batata doce, abóbora, batatinha, cenoura e mandioquinha, tudo cozido no vapor e sem tempero nenhum… Achei q seria melhor pra ele conhecer o gosto dos alimentos!! Frutas, comecei depois e só foi banana e maca… Mamão ele come qdo misturo com a banana… Tentei outras, sem sucesso, manga, laranja, pêra, vou tentando aos poucos… Uva e abacaxi ele come meio na brincadeira… Nada de sucos, seguindo seus conselhos!!
Tava lendo esse artigo e vi q vc indica colocar uma pitada de sal, eu sempre evitei o mesmo, só comecei a colocar na comida do mais velho ele tinha quase 2 anos!! Gostaria de continuar evitando no mais novo, posso, se ele comer sem?? Quais temperos posso colocar na papinha dele?? Posso começar a cozinhar a papinha na manteiga ou melhor continuar no vapor?? Aqui em Salvador não tem óleo de coco e não da pra pedir o caldo com vc!!

Beijos e parabéns sempre!!!

To meio perdidinha, vc pode me ajudar???

Pat Feldman February 14, 2011 at 20:40

Aline, a pitada – minúscula – de sal foi aparecendo aos poucos nas papinhas, não se preocupe em colocar sal no começo, mas também não deixe a papinha ficar muito sem graça, porque senão qualquer bolacha ou outro “junk food” vai parecer muito mais gostoso e atraente. Quanto aos outros temperos, desde que seja natural, pode tudo: manjericão, salsinha, curry, gengibre, alho, cebola, alecrim, orégano, manjerona, etc…
No caldo vale a pena investir, tente fazer uma vez. É mais fácil do que parece!

silvia February 16, 2011 at 19:51

acho que sou uma mãe sortuda, pois a primeira vez que meu filho comeu papinha, raspou um potinho de sobremesa!!!

Aline February 16, 2011 at 20:24

Aí, Pat, eu trabalho o dia todo e confesso que não tenho jeito na cozinha, rss!! Li a receita do caldo e foi muito complicado pra mim, alem de nem conseguir todos os ingredientes aqui em Salvador. Vc deveria vir vender aqui tb, rs!!
Quanto ao sal, acho q vou deixar sem ate ele aceitar assim, mas quando eu o fizer, melhor que seja sal marinho, certo??
Ah, importante, posso esquentar a papinha na manteiga, acrescento na papinha depois ou continuo cozinhando no vapor e não coloco manteiga?? Se bem q pra cozinhar com tempero tem que ser na água, certo?? Rs!! Mas e a manteiga, evito ainda ou faço o que??
Ate hoje não dei carne a ele, nem colocava pra cozinhar junto, pois sempre fiz a papinh no vapor…
Outra parte importante!!! Como eu tenho muito leite e ele mama em livre demanda ate hoje, vc acha legal ou importante dar iogurte natural, misturado nas frutinhas ou mesmo puro ou espero mais… Ele ta com 9 meses!!
O que seria dos nossos bebes sem você??
Beijossss!!!
Aline

Pat Feldman February 17, 2011 at 20:55

Aline, eu não conheço Salvador, mas tem certeza que num bom açougue você não consegue os ossos para o caldo? Poxa vida, não pode ser assim tão difícil!! Mas se não der com ossos e tudo, faça um caldinho simples, com alguma carne gordurosa cozida com algumas ervas e legumes. Já fica melhor do que água!
quando u faço a papinha aqui, acrescento a manteiga no final, mas só porque é um hábito meu. A manteiga pode ser aquecida sem problemas. Já se usar azeite de oliva extra-virgem, não aqueça, acrescente no final.
Carne é importante, não deixe de oferecer!
Se você amamenta – que maravilha! – cuide para que VOCÊ consuma bastante iogurte natural! Mas já que teu filho já ocme frutinhas, não há porque não misturar um pouco de iogurte com elas, para el acostumar com o gosto.

Obrigada pelo carinho! Mais do que meus palpites, os bebês tem o carinho de mamães como você, e isso é insubstituível!!!

Lara February 1, 2012 at 22:15

Oi Pat, conheci seu site há poucos dias e já me confesso viciada. Sou mãe de primeira viagem de uma menina de 6 meses. Por não ter conseguido amamentar (adorei ler seu relato pessoal sobre isso, obrigada!) já comecei com as papinhas e fiquei muito aliviada em ler que no início eles não comem muito mesmo. Ufa, não estou fazendo nada errado! :) Por enquanto estava só com legumes no vapor liberados pela pediatra, mas agora vou feliz fazer as bases de caldo de carne, meu marido é chef e italiano, sempre fizemos esse caldo em casa, só não sabia que trazia tantos benefícios à saúde. Assim como tantas outras coisas que li aqui. Apesar de adorar minha pediatra, o assunto alimentação é algo muito pessoal, envolve tantas crenças e preconceitos… o importante é nos informarmos (aqui por exemplo) para fazer as melhores escolhas para nossos bebês. Quando grávida, meu médico tb não me liberou para correr, apesar de praticar o esporte há muitos anos. E foi me informando através de livros estrangeiros que eu pude sozinha, criar confiança para continuar praticando a corrida corretamente sem problemas até 3 dias antes do nascimento da minha filha. Nem preciso dizer que a gravidez foi maravilhosa, bem diferente do filme de horror que haviam colocado na minha cabeça. Então, já não perco tempo convencendo ninguém das minhas escolhas, e a maternidade só tem escolhas! Voltando à papinha, li que vc ralava fígado em cima, é isso mesmo? Comprei figado de galinha orgânico congelado (Korin), é só dar uma raladinha por cima pra turbinar as papinhas? Cru mesmo? Estou tendo dificuldade de achar o oleo de coco organico, vc indica algum fornecedor/site? Obrigada desde já e parabéns pelo site, já indiquei pra todas mães! Ah, e o livro “Nourishing Traditions…” , não há ainda traduzido? Não aguento mais ler em Inglês rsrs
Beijos a você e seus filhotes,
Lara e Lia

Pat Feldman February 1, 2012 at 23:21

Lara, o fígado vale um pouquinho cru ralado por cima, ou cozido junto com os legumes, daí você corta em pedacinhos ou deixa pastoso, conforme tua bebê aceitar.
A tradução do Nourishing Traditions?? Tem que cobrar do meu marido, lá no site dele: http://www.medicinadoestilodevida.com.br ou http://www.enxaqueca.com.br

O óleo de coco eu costumo comprar na Casa Santa Luzia aqui em SP.

RENATA DONIAK RIBEIRO January 11, 2013 at 12:16

Olá Pat! Amo seu site!!! Obrigada por dividir tanto conhecimento!!!
Tenho um filho de 1 ano e 3 meses e gostaria de saber se posso fazer essa papinha de abóbora para o lanche da tarde? Para ficar doce eu poderia apenas eliminar o caldo de carne e fazer o purê em água e sem sal? O que acha?
Obrigada!!!

Pat Feldman January 11, 2013 at 12:36

Renata, você pode sim substituir o caldo pela água, mas será que compensa? Será que lanchinho precisa ser doce? Porque o caldo de carne é tãããão nutritivo!!!!!

RENATA DONIAK RIBEIRO January 11, 2013 at 13:49

É verdade, Pat!!! Sempre tive costume de dar papinhas doces de frutas como lanche, mas de fato devo experimentar as salgadas também. Vou preparar essa papinha conforme sua receita! Obrigada!!!

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: