Para as futuras mamães, enxaqueca e gravidez

by Pat Feldman on 16/09/2009 · 60 comments

in AMIGOS, Dr. Alexandre Feldman, Gravidez

Picture 1autor: Dr. Alexandre Feldman, médico

A gravidez é sempre um perí­odo muito especial na vida de uma mulher, e no caso da mulher que sofre de enxaqueca, a alegria pode ser ainda maior, já que normalmente durante o perí­odo de gestação a enxaqueca melhora significativamente.

Muitas mulheres se referem a este perí­odo da vida como o melhor de todos, em termos de alí­vio praticamente total dos seus sintomas de enxaqueca.

Existem alguns casos em que a enxaqueca piora durante o primeiro trimestre, mas melhora drasticamente dali para frente, até o termo. No perí­odo pós-parto, no entanto, é comum o ressurgimento dos sintomas. Existem até algumas pessoas cujas enxaquecas se iniciaram, pela primeira vez, no pós-parto.

Nas mamães que sofrem de enxaqueca existe sempre uma preocupação muito comum, que aproveito para desfazer agora: Apesar da enxaqueca ser intensa e provocar muito sofrimento, não existem quaisquer riscos ou perigos para o feto em desenvolvimento, com relação à dor da mãe.

Entretanto é preciso muita atenção na hora de medicar uma gestante com enxaqueca, já que muitas drogas normalmente utilizadas para o alí­vio dos sintomas, estas sim, podem trazer riscos tanto à mãe quanto ao feto. É importantí­ssimo procurar um médico que lhe indique a medicação mais adequada à crise, visando não prejudicar a saúde da mãe e do feto.

A primeira indicação para qualquer paciente da minha clí­nica, em caso de gravidez, é marcar uma consulta para discutir especificamente a sua enxaqueca e os métodos de alí­vio que se aplicam ao caso dela. Vocês podem fazer o mesmo com o seu médico! Mas procurem reservar esta consulta inteira para a sua enxaqueca, e não outros assuntos. A combinação enxaqueca e gravidez é importante demais e merece uma consulta completa e detalhada.

As estratégias de alí­vio que o seu médico vai apresentar, dependem da confirmação do diagnóstico, da avaliação da gravidade dos sintomas e dos hábitos e estilo de vida, especialmente no tocante à alimentação, sono e stress.

Quando for ao médico, lembre-se de discutir alguns tópicos importantes da importante combinação entre enxaqueca e gravidez:

  1. Descreva cuidadosamente os seus sintomas (dor, latejamento, sensação de peso na cabeça, enjôo, vômitos, aversão à claridade, etc.). Lembre-se que no iní­cio da gestação, muitas mulheres, mesmo as que não sofrem de enxaqueca, sofrem muito com enjôos.
  2. Descreva o impacto que esses sintomas possuem na sua qualidade de vida: quantos dias de trabalho ou de aula você perde por semana ou por mês; quais as demais atividades que ficam prejudicadas cada vez que você tem uma crise (por exemplo, trabalho de casa, atividades sociais).
  3. Procure observar o que desencadeia suas crises normalmente e se a freqüência e/ou intensidade delas piorou ou melhorou depois de iniciada a gravidez.
  4. Descreva tudo o que acontece quando surge uma crise de enxaqueca. Você precisa se trancar num quarto escuro? Entra em pânico com relação às crises? Entra em depressão? Perde a motivação?
  5. Conte ao seu médico caso existam outros membros de sua famí­lia que sofrem ou sofreram de enxaqueca.

Estas são as informações iniciais para que o seu médico possa trabalhar no sentido de desenvolver um plano de tratamento adequado para o seu caso. Cada plano de tratamento é diferente de paciente para paciente, e o seu plano deverá ir de encontro às suas necessidades individuais. Mas com certeza, qualquer plano de tratamento que seja eficaz, deverá incluir:

  • Diagnóstico adequado. Cada caso é um caso. Para quem nunca teve enxaqueca e começoou a apresentá-la na gravidez, é importante eliminar a possibilidade de outras doenças que podem ser perigosas, como por exemplo sangramentos dentro do cérebro, meningite (infecção nos tecidos que envolvem o cérebro) ou tumores. Uma boa conversa com seu médico é importante, e outros exames podem ser necessários, a fim de eliminar outras possí­veis causas.
  • Informação da paciente: É importante para quem sofre de enxaqueca, saber distinguir os seus sintomas daqueles de outros tipos de dor de cabeça. Esse tipo de conhecimento garante o uso adequado dos medicamentos. Afinal, qualquer pessoa nesse mundo, inclusive quem sofre de enxaqueca, pode vir a apresentar dores de cabeça causadas pelo surgimento de uma nova doença. E ninguém quer tratar alguma outra doença como se fosse enxaqueca. Uma boa dose de informação no sentido de como distingüir a enxaqueca de outras doenças, pode ser encontrada na primeira parte do meu novo livro.
  • Remédios: Existem diversos remédios que podem ser utilizados de acordo com as crises, seu horário de ocorrência, intensidade e freqüência. Existem, também, muitos remédios naturais que podem ser utilizados. De todo modo, remédios e drogas devem ser evitados ao máximo e escolhidos muito cuidadosamente pelo seu médico, uma vez que a maioria passa através da barreira placentária, atingindo o feto em desenvolvimento. Jamais tome remédios durante a gravidez sem orientação médica. Nem remédios naturais.
  • Mudanças de Estilo de Vida e Hábitos: Na minha opinião, esta é a iniciativa mais importante no sentido de se obter o controle da enxaqueca. Mudanças na alimentação e no sono, como as que descrevo no meu livro, são importantí­ssimas. Para ilustrar, gostaria de comentar o caso de duas pacientes. Uma delas já estava em tratamento na minha clí­nica há alguns meses e engravidou recentemente. Ela já vinha realizando importantes mudanças nos seus hábitos e estilo de vida e desde antes da gravidez, praticamente não apresentava mais crises e não tomava mais remédios. Esta paciente, agora grávida, se sente muito bem, muito disposta. A outra paciente chegou à minha clí­nica já grávida e com crises freqüentes de enxaqueca. Como eu disse anteriormente, crises de enxaqueca podem acontecer, principalmente no primeiro trimestre da gravidez, que também é o perí­odo mais delicado no que se refere à ingestão de medicamentos. Afinal, este é o momento mais crí­tico na formação do feto. Meu plano de tratamento, no caso desta paciente, foi a orientação de importantes mudanças de hábitos e estilo de vida, sem a prescrição de nenhum medicamento. Ela tem seguido à risca as minhas recomendações, e já apresentou grandes melhoras em seu quadro.

Por fim, quero deixar aqui meus parabéns para todas as novas e futuras mamães. Lembrem-se: um estilo de vida saudável é importante para a sua saúde em geral, para a melhora da enxaqueca e para a saúde do seu bebê. Os hábitos e estilo de vida da mãe serão os mesmos hábitos e estilo de vida do filho, e isso poderá definir se esta criança sofrerá ou não de enxaqueca um dia, na vida.

Mais informações no site www.enxaqueca.com.br

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 60 comments… read them below or add one }

Viviane Machado February 3, 2009 at 11:14

Estou com 4 mêses de gravides e muita enxaqueca,fiz o meu pré natal e está tudo ótimo!Minha médica me indicou Tilenol mas não dá resultado..não sei o que fazer,me alimento muito bem,não bebo nada alcoolico e nem refrigerantes,café,etc..O que pode estar causando isso?estou muito preocupada de ser algo grave,quais exames posso fazer?
grata
Viviane

Reply

Rejane Santos April 9, 2009 at 15:49

Estou com 4 meses de gravides e muita enxaqueca,faço o meu pré natal e está tudo ótimo!Minha médica me indicou Tilenol mas não dá resultado..não sei o que fazer,me alimento muito bem,não bebo nada alcoolico e nem refrigerantes,café,etc..O que pode estar causando isso?estou muito preocupada de ser algo grave,quais exames posso fazer?Está prejudicando no meu trabalho, não sei o que fazer, preciso de ajuda.

Reply

Pat Feldman April 9, 2009 at 22:47

Olá REjane, parabéns pelo bebê que vem chegando!! Você diz que se alimenta muito bem, mas como não sei detalhes, algumas dicas importantes: evite completamente os industrializados, principalmente aqueles temperos prontos cheios de glutamato monossódico – fazem mal para a sua enxaqueca e para o bebê. Evite produtos à base de soja ou derivados. Troque leite por iogurte natural integral. Procure dormir o mais cedo possível e com o quarto completamente escuro. Caminhe um pouco todos os dias, de preferência ao ar livre.

Tomar remédio, mesmo quando ajuda, não é das melhores opçõs nunca, em especial na gravidez. Você já tentou mastigar pedacinhos de gengibre cru? Normalmente eles são infalíveis para aliviar crises de enxaqueca! Já vi grávidas e não grávidas melhorando na minha frente! Coloque o chá de gengibre na sua rotinha (a receita: http://pat.feldman.com.br/?p=872)

Acupuntura também é uma boa opção, mas faça com um médico da sua confiança e que entenda de acupuntura E de enxaqueca.

Você já leu meu artigo com dicas para uma gravidez saudável? Lá você também encontrará dicas preciosas: http://pat.feldman.com.br/?p=879

No site http://www.enxaqueca.com.br você encontrará outras dicas interessantes. Passe por lá!

Qualquer coisa, escreva novamente!

Reply

Isis Lucas April 20, 2009 at 10:19

Gostei da pag e me ta ajudando pois tou com 3 meses e passo bastante mal com enxaqueca fortisima 24/24 ea me palpitações no coração ainda nao fui ao médico mas ja abri a ficha pré natal e esta semana vou procurar urgente médico! Mas preciso d ajuda!

Reply

claudia April 25, 2009 at 14:01

estou com 2 semanas de gravidez , estou preucupada , pois com uma crise daquelas de enxaqueca , tomei naramig , corro risco de perder o bebe?
obrigado !

Reply

Juliana Talita Polo July 6, 2009 at 14:38

Estou no quarto mes de gravidez, e minhas crises de enxaqueca tem piorado muito nesses ultimos dois meses, gostaria de orientações, pois meu médico prescreveu tramal, mas tenho receio de usar tal medicamento.Pode me ajudar indicando algo natural. Sou enfermeira e meu estilo de vida é muito estressante. Costumo dormiir e acordar tarde, e não me sobra tempo para fazer atvidades fisicas.Tirei o café, chocolate e refrigerantes, o que mais posso tirar??
Obrigada e aguardo resposta.
Juliana

Reply

joelma July 17, 2009 at 13:24

Olá, gostei muito deste artigo, tem coisas que a gente só fica sabendo qdo surge o problema né, eu tenho enxaqueca a algum tempo e já fazia algum tempo que não tinha crises, agora estou com 12 semanas de gravidez e desde a 10ªsemana que a enxaqueca não me deixa em paz, o meu médico me receitou paracetamol de 750mg pois sou alérgica a dipirona, porém sem efeito satisfatório, aliás sem efeito algum então o mesmo me encaminhou com o neuro, aguardo consulta, oque gostaria de saber é se há algum tipo de restrição em consumir o gengibre neste estágio da gestação. Obrigada, abraços

Reply

Pat Feldman July 17, 2009 at 18:46

Joelma, eu consumi gengibre e chá de gengibre a gravidez inteira e não tive problemas!! Ele também é ótimo para aliviar náuseas e enjoos típicos da gravidez!

Reply

michelle August 7, 2009 at 20:48

Olá estou com 11 semanas de gestação e com uma enxaqueca terrível, bom eu durmo com dor e acordo com dor, estou perdendo o sono a noite e tive q enterronper meu tratamento de depressão q estava fazendo, será q essa enxaqueca e decorrente da depressão. Minha médica me receitou tilenol e alternar com dipirona e a mesma coisa de não tomar nada, só da uma aliviada quando tomo remédio na aveia. Bom vcs poderiam me dar uma ajuda no q posso fazer pra dar uma aliviada…

Reply

Adriana August 31, 2009 at 13:47

Gostaria de saber quantas xicaras por dia de chá de gengibre a gestante pode consumir. Estou com 11 semanase tenho enxaqueca com aura estou sofrendo com essas crises.

Grata

Reply

Pat Feldman August 31, 2009 at 14:10

Adriana, até onde eu sei, não há limites. Você pode substituir a água que bebe por chá de gengibre, só não utilize, no seu caso, a canela, que é conhecida por propriedades abortivas. Se a dor apertar mesmo, mastigue um pedacinho de gengibre cru. Arde um pouco, mas a dor passa mais rápido!

Reply

Fernanda santos bandeira September 2, 2009 at 16:17

Gostei muito dessa materia pois me esclareceu bastante coisa estava assustada com outros sites que antes deste eu li fiquei mais calma. Estou com 7 meses de gravidez e agora que tive uma crise de enxaqueca e o estranho é que só durante o final da tarde ela piora. Porque será? É normal ter essas crises nessa fase sendo que não apresentei antes? Começou com uma dor no pescoço eu estava achando que era torcicolo mais com o passar das horas começou a doer todo o lado esquerdo da minha cabeça, latejava e só de mecher doia passei muito mal. Adorei a dica do gendibre e vou aderir desde já agradeço a atenção

Reply

Melissa Verli September 17, 2009 at 12:20

Durante minha gravidez inteira não tive nem uma dorzinha de cabeça. Ô saudade!!!

Reply

Fabrícia September 17, 2009 at 12:44

Sofro de enxaqueca desde os 8 anos de idade. Já fiz diversos tidpos de tratamento mas a enxaqueca ainda me perssegue. Estou grávida de 7 meses e realmente as crises melhoraram bastante. Ainda tenho enxaqueca mas com uma frequência bem menor do que antes … percebo que minhas crises são decorrentes de situações de stress … uma entrevista, um problema, uma preocupação …. Durante a gravidez me recuso à tomar medicamentos. Procuro ter uma alimentação saudável: a maioria dos legumes e frutas da estação, tudo preparado em casa com casa com muito carinho e dedicação, com muito carin, dormir cedo, caminhar …. enfim …. Adorei o post e parabéns pelo trabalho do casal. Continuem sempre.
Beijos, Fabricia.

Reply

Pat Feldman September 17, 2009 at 13:57

Parabéns pelo bebê!!! Eu ainda não sabia que você estava grávida!!

Reply

Adriana September 17, 2009 at 14:15

Pat muito obrigada pela informação. Vou aderir ao gengibre kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Estou tomando muito paracetomol pois começo a sentir dor de cabeça já me bate um pânico de ter a aura. Fazem 3 semanas que não tenho enxaqueca mas dor de cabeça tenho quase todos os dias.

Reply

Amanda Scapini September 17, 2009 at 15:52

Oi Pat!

Meu marido passou no consultório na hora do almoço, pra pegar o kefir, mas o porteiro informou que não tinha ninguém. Queria saber se depois das 15:00 já tem alguém lá com certeza, ou se tem um telefone pra confirmar… Peguei na itnernet o tel para marcar consultas, mas só cai na secretária eletrônica.

Obrigada!
Beijos!!!

Reply

Pat Feldman September 17, 2009 at 15:56

Amanda, eu estou indo para lá agora. Deu chá de sumiço na secretária!!!

Reply

Pat Feldman September 17, 2009 at 16:09

A secretária já está lá. Ele pode passar!

Reply

Roberta September 19, 2009 at 11:29

Quando engravidei tive crises apenas no inicio e não adiantava tomar tylenol. Para mim Tylenol é balinha! Mas depois do terceiro mês não tive mais nenhuma crise e hoje meu bebe tem 8 meses e raramente eu tenho enxaqueca. Antes as crises eram diárias.
Procurou seguir algumas dicas que encontro aqui, mas infelizmente ainda não consegui total desapego ao açúcar e outras coisinhas.
Adoro seu site! Parabéns pelo trabalho. beijos

Reply

andrea October 4, 2009 at 12:20

Estou com 4 meses de gestação e muita dor de cabeça. Realmente paracetamol não adianta para as crises intensas que tenho. Antes eu fazia tratamento a base de Summax, mas agora as crises têm sido todos os dias e atrapalha em tudo que em faço, principalmente no trabalho. E ainda por cima estou com uma pequena diarréia. Já fiz exames e estou a base de dieta alimentar apenas. Posso fazer uso do gengibre mesmo assim?

Reply

Pat Feldman October 4, 2009 at 15:05

Andréa, eu usei gengibre a gravidez inteira. Não pela enxaqueca, que não tenho, mas porque gosto e ajudava muito a aliviar mal estar. Não tive problemas!

Reply

sheila October 11, 2009 at 11:49

E normal ter dor de cabeça,colica e dor nascadeiras no 1 trimestre de gravides

Reply

Rafa October 19, 2009 at 9:59

Adorei seu site Pat, até então não conhecia…
Ai meninas essa enxaqueca é triste mesmo…estou de dezesete semanas, sofro com a tal da enxaqueca desde meus quinze anos de idade hoje tenho vinte e nove e na gravidez pelo menos uns dois dias da semana vem com tudo, minha médica receitou tylenol DC, e um bom chazinho de camomila…as vezes resolve, Pat vc tem alguma outra dica além do gengibre, pois este só de sentir o cheiro tenho náuseas…bjim a todas barrigudinhas!!!

Reply

Pat Feldman October 19, 2009 at 11:05

Nossa Rafa, que azarada!! Porque o gengibre é justamente ótimo não só para enxaqueca,cocmo também para náuseas e enjoos!!! Tenta o manjericão fresco. Só cheirar as folhas pode ajudar (aproveita para preparar um bom pesto) ou fazer o chá. Bem gostoso!

Reply

Rafa October 20, 2009 at 9:19

Muito obrigada pela dica Pat, vou tentar, quem sabe não é…bjim!!!

Reply

Débora Lemos Dal Corso October 26, 2009 at 10:27

Pat, estou fazendo tratamento para endometriose com o medicamento Zoladex e um dos efeitos colaterais é a dor de cabeça. É uma dor chata na testa que não tenho todos os dias mas quando tenho, fica meio que o dia todo me incomodando. Será que o chá de gengibre poderia me aliviar os sintomas? Ou teria alguma outra sugestão? Obrigada.

Reply

Fatima November 10, 2009 at 16:07

Débora eu tive um cisto de endometriose (ovário esquerdo) ano passado e fiz uma cirurgia. Era pra ter tomado essa Zoladex mas, ao ler a bula e os respectivos efeitos colateria, desisti. Faz exatamente 11 meses e hoje fiz uma ultrasson e meus ovários e útero estão perfeitos (tenho 34 anos e não tenho filhos ainda). Como vc ja tomou, tudo bem mas vc podeira conseguir Kefir e tomar diariamente pra ver se esses efeitos colaterias diminuem e até mesmo para outros problemas de saúde. Dê uma pesquisada na internet sobre o kefir de leite. Boa sorte

Reply

cih January 30, 2010 at 16:15

olá estou pensando em engravidar sofro de enxaqueca tomo topiramato(18mg) e flunarizina(2mg), e ouvi dizer q quem faz uso desse medicamento o feto pode nsacer com má formaçao. gostaria de saber qto tempo depois de parar de tomar o remedio posso estar engravidando?

Reply

Pat Feldman January 30, 2010 at 20:25

Cih, o ideal é conversar sobre esse assunto ocm o médico que lhe receitou o topiramato e com a sua obstetra. Acredito que como com qualquer outro medicamento forte, seja necessário um período de desintoxicação.

Reply

Andrea Vieira March 22, 2010 at 15:53

Ola meu nome e andrea desde meus 15 anos sofro de enxaqueca,fiz tratamento durante muito tempo onde tomava uma coquitel de remedios,ja parei faz 1 ano para poder desintoxicar pois decidi engravidar ja que tenho 36 anos nao parei de tomar meu anticoncepsional porque tenho medo de ficar gravida derrepente,pois tenho crises muito fortes e toda semana vou para o hospital tomar injecao na veia,o que eu faço,tenho medo de ter alguma crise estando gravida e prejudicar o bebe……obrigado

Reply

Pat Feldman March 22, 2010 at 18:10

Andrea, sugiro que você leia o livro ENXAQUECA SÓ TEM QUEM QUER, escrito pelo meu marido, o médico Alexandre Feldman. No livro você vai encontrar ótimas dicas para se desintoxicar e se livrar da enxaqueca de uma vez por todas, sem remédios. CLIQUE AQUI para acessar o link do livro!

Reply

Michele August 23, 2010 at 13:13

Boa tarde!
Eu tenho enxaqueca com aura desde os 12 anos. estou com 20 semanas de gestacao e de 20 dias pra cá venho tendo crises frequentes. Meu obstetra receitou o tilenol, percebi que na maioria dos casos eu chego a ter a aura sem dor de cabeça, é normal? sinto tambem dormencia nas maos e lingua. Estou desesperada e com medo de comer as coisas, com receio de passar mal….

Reply

Roberta September 19, 2010 at 17:23

Boa Tarde, estou na décima semana de gestaçao, mas descobri a apenas 2. Estou muito preocupada, pois desde criança sofro com crises de enxaqueca. Como descobri minha gravidez tarde, passei 2 meses tomando Naramig com frequencia, e estou com medo. O que posso tomar e quais os riscos que este medicamento pode trazer??? Obrigada.

Reply

Pat Feldman September 19, 2010 at 19:21

Roberta, em se tratando de remédos, principalmente na gravidez, o ideal é que você converse com seu médico de confiança ou consulte um especialista em enxaquecas.

Reply

Luciana Alves September 29, 2010 at 12:50

Ola tudo bem?
Tenho endometriose e gostaria de saber se tomando o Kefir tenho alguma chance de melhor ou engravidar?

OBRIGADA
Luciana de SÃO PAULO

Reply

Teiany Paiva December 9, 2010 at 18:14

Oi, estou grávida de 12 semanas, comecei a sentir um peso na cabeça, com dores no lado direito, que dói desde o pescoço, atrás do ouvido até a cabeça. Esse mal estar me deixa tão mal, que as vezes me dá pânico e me sinto muito triste por isso. Nuncas tive enxaqueca, não sei quais são os reais sintomas, mas são esses os que sinto. Estou tendo muita dificuldade de dormir, dificuldade de concentração e muito desanimo, vc poderia, por favor, me ajudar?

Reply

Pat Feldman December 9, 2010 at 18:39

Teiany, a gente sente muita coisa diferente na gravidez, não é mesmo? Ao menor sinal de sintomas desagradáveis, procure sua obstetra e converse com ela. Caso ache necessário, procure também um especialista em enxaquecas.

Reply

Marcela June 11, 2011 at 20:40

Pat Vc é um anjo que entrou no meu caminho, sofro de enxaquecas terríveis com aura, estou com a menstruação atrasada tem 10 dias e semana passada tiverepetidas crises de enxaquecas e tomei sonridor caf três vezes e tou desesperada porque vi que era proibido para gestantes, e estou desconfiada que estou grávida, ainda irei confirmar com o exame semana que vem, agora não irei deixar faltar mais gengibre na minha casa, sainda que vc me ajudou muito, continue com essa luz que leva para as pessoas parabéns.

Reply

Marcela June 16, 2011 at 21:00

Oi sou eu novamente, passando aqui para dizer que hj fiz meu beta e deu positivo estou grávida de meu primeiro filho, e estou tomando o chá de gengibre e novidade: nem dor de cabeça eu tenho muito menos a tal da enxaqueca! muito obrigada

Reply

Ina August 10, 2011 at 10:11

Puxa que bom saber que o gengibre não faz mal na gestação, pois ele alivia meu enjoo. Tenho enxaquecas terriveis e já fiquei até internada, pois nada era eficiente contra a dor. Minha go explicou que como minha enxaqueca é menstrual ela praticamente desapareceria durante a gravidez, mas estou com 13 semanas de uma gestação gemelar e já tive 3 crises fortissimas de ficar em observação no hospital. É muito sofrido… estava com medo de usar o gengibre, mas vou tentar… só queria saber se ele não interfere na tireóide, pois a minha esta muito baixa.
Bjs e obrigada.

Reply

LÍLIAN MARQUES ALVES January 5, 2012 at 6:39

Bom dia!
Por favor, tenho dores de cabeça constante, não tem um dia se quer que ela não doa. Faço uso constante de NARAMIG, os outros medicamentos já não fazem mais nenhum efeito. Estou no 3º mês de gestação. Com a gravidez as dores pioraram consideralmente. Será que vou passar toda minha gestação assim? E o medicamento posso mesmo utilizá-lo sem acarretar perigos e deformações para o feto? Bjus e obrigado!

Reply

Pat Feldman January 5, 2012 at 17:45

Lílian, é importantíssimo que você converse com seu médico de confiança a respeito dessas dores diárias para que juntos vocês possam encontrar um tratamento adequado para você durante o período da gravidez.

Reply

Leitora January 9, 2012 at 9:36

Olá PAt sempre acompanho seu site, eu já até comentei aqui que tomava na gravidez chá de gengibre, mas infelizmente perdi meu bebe, ma snão por isso, ele tinha anencefalia…agora descobri recentemente que estou grávida de novo graças a meu bom Deus, porém tomei duas vezes (sem saber) chá de canela bem fortinho e no ano novo bebi bastante, agora fui fazer o beta e surpresa um belo de um positivo, Pat de coração a canela pode causar alguma anomalia no meu bebe? beijoss

Reply

Pat Feldman January 9, 2012 at 10:26

Eu duvido que o chá de canela cause problemas sérios, mas evite, porque ele tem a fama (não confirmada cientificamente) de ser abortivo

Reply

Bruna Nascimento February 1, 2012 at 14:15

Olá! Muito bom o site e as informações….

Estou com 14 semanas e há 3 tenho tido muitas crises de dor de cabeça. A médica da maternidade orientou que quando estivesse doendo demais, que eu tomasse Tylenol DC… e quando não tivesse suportando, poderia tomar 2 de uma vez porque fico nervosa e minha pressão sobe. É ótimo pq em meia hora a dor vai embora. Porém, ontem, estive com minha fisioterapeuta para uma massagem pois não estava aguentando mais tantas dores. Ela me disse que essa dor de cabeça é totalmente tensional… meus músculos estavam completamente embolados e o ciático tbm…. liguei pra minha médica e ela disse que era pra eu tomar dorflex já que estava doendo tanto. Fiquei resistente porque já tomei tanto remédio pra dor de cabeça até agora que fico com medo de fazer mal pra minha filha. Mas ela é minha médica há 15 anos e confio nela. Tomei agora e espero, sinceramente, que resolva e essas dores de cabeça me deixem em paz pra eu conseguir curtir minha filha e sentir que está tudo bem. Estou muito nervosa com tudo isso e com muito medo… me ajudem, por favor….

Reply

Pat Feldman February 1, 2012 at 16:29

Bruna, talvez fosse o caso de você procurar um especialista em dores de caeça e enxaqueca.

Reply

Bruna Nascimento February 2, 2012 at 8:50

Sim… eu fui e fiz todos os exames… incluindo ressonância. O que médico disse é que eu tenho enxaqueca tensional, desencadeada basicamente pelo sistema nervoso… basta ficar nervosa, stressada, agitada… e pimba! Fiz massagem com uma fisioterapeuta há dois dias e foi ela quem me orientou. Depois que ela tirou os nós e pontos de tensão, a dor de cabeça sumiu. Aliás, ficou bem pouquinho que dumiu com o Dorflex que tomei com a orientação da minha gineco. Fiquei com medo de tomar pq já tinha tomado mt remédio para as dores de cabeça. Estou com 14 semanas e a TN da minha filha foi normal. Espero que esta dose de Dorflex não tenha afetado minha filha pq eu realmente precisava disto. Agora, depois de quase 3 semanas, me sinto bem.
Obrigada, beijos

Reply

Natalia April 16, 2012 at 12:56

Olá Pat, sofro de enxaqueca desde os 12 e tomei Pamelor e flunarizina por 6 anos. Agora decidi engravidar e parei com tudo, comprei o livro do seu marido e comecei a dieta, acupuntura, homeopatia, quiropraxia, tudo ao mesmo tempo, quem sabe juntando tudo eu não chego na minha cura? Só que estou encontrando problemas com a alimentação, é muito difícil não comer certas substâncias pois eu almoço no próprio restaurante da empresa onde trabalho, e não sei da onde vem o frango, a carne, quais temperos foram utilizados, etc. Alem disso sou muito magra e tenho receio de perder peso ao deixar de comer amido, massas, paes e doces. Também estou com dificuldade com as bebidas, pois de acordo com o livro eu só posso beber água, já que nem sucos naturais são recomendados. No cafe da manhã também tenho problemas pois só o iogurte natural, frutas e ovos não estão me suprindo! Eu procurei por cereais no supermercado porém quase todos são industrializados ou contém açucar. Está dificil!

Reply

Pat Feldman April 16, 2012 at 13:38

Natália, o melhor que posso te sugerir é passar a levar seu almoço de casa. A princípio pode parecer mais trabalhoso, mas o gnho que você terá com a tua saúde será imenso!

E num café da manhã com ovos, iogurte, queijos e frutas, o que te faz falta? Você ainda fica com fome??

Água sim!! O que nos mata a sede de verdade é água!! Se perto da tua casa ou do escritório você conseguir comprarágua de coco FRESCA, também pode ser uma opção. Se você sente falta de um gostinho na água, leia aqui no site sobre o “suco ao contrário” e sobre as “águas perfumadas”.

Ah, e confira todas as receitas que já publiquei como aprovadas para quem segue a Dieta Feldman Antienxaqueca: http://pat.feldman.com.br/category/receitas/dieta-feldman-antienxaqueca/

Reply

Adriana Gomes July 29, 2012 at 17:20

Boa tarde, vi as matérias das pessoas acima e senti alívio e tb muita dó deste sofrimento que é a enxaqueca. Tenho desde os 20 antes, hj estou com 41 mas percebo que a cada dia mais piora. Já fiz vários tratamentos com neurologistas e remédios controlados e fortes, mas sem resultados. Vou ao hospital direto. Não adianta mais eu tomar na veia Dipirona, Tilatil e Decadron, então tomo Tramal com dipirona e dramin, às vezes resolve , as vezes espero mais e ainda tomo mais medicações, já cheguei a tomar 2 vezes dois Tramal na veia e ainda sair com dor. Tive uma gravidez tardia aos 36 anos e foi a época mais feliz de toda a minha vida, quase não tinha dores de cabeça. Por favor me ajudem como posso fazer para melhorar, ontem fui aos hospital, mas hj percebo que a dor esta começando a ficar intensa novamente. Morro de medo. Me ajudem pelo amor de Deus.

Reply

Pat Feldman July 29, 2012 at 19:49

Adriana, você já conhece o http://www.enxaqueca.com.br?

Reply

eliege da silva July 31, 2012 at 16:32

ola estou muito preucupada tomei dipirona e nao sabia que estou gravida estou com diareia o que faser pois estava com fortes dores de cabeca

Reply

Ana Paula de Oliveira August 1, 2012 at 14:52

Dr. Feldman, boa tarde!
Tenho 33 anos e a 02 anos venho sofrendo com dores de cabeça (enxaqueca). Estou grávida de 03 meses e meio e as dores tem piorado muito.
Gostaria de saber quais são os conselhos que o Sr. dá com relação a alimentação para quem sofre desse mal.
Muito obrigada!

Reply

Railene January 31, 2013 at 9:37

Olá pat, tomei noragina por 2 anos e parei, preciso fazer algum tratamento para engravidar?

Reply

Pat Feldman January 31, 2013 at 12:37

Railene, a melhor pessoa para te responder essa pergunta é a tua médica de confiança!

Reply

neide March 12, 2013 at 17:45

Oi, estava tomando anticoncepcional, e o amato para enxaqueca, e nao sabia que o amato corta o efeito do anti, e fiquei gravida, e nao sabia que estava, e continuei tomando o amato, quando fiz o exame deu reagente, isso quer dizer nos primeiros meses tomei o amato, qual os riscos eu e meu bebe correm? ja tou com tres meses.

Reply

Pat Feldman March 12, 2013 at 18:04

Neide, converse com seu médico sobre isso!

Reply

victoria August 9, 2014 at 13:41

Olá estou com 10 semanas, e tomei um dorflex, poderá causar riscos ?

Reply

ANDREA VIEIRA August 12, 2014 at 12:22

ola paty meu nome e andrea tenho 40 anos meu ex marido nao podia ter filhos entao ja tinha me conformado em nao ser mae ,mais este sonho nunca saiu da minha cabeça hoje estou com uma pessoa maravilhosa louco pra ser pai ,estou super feliz fui na minha medica fiz varios exames estao todos ok,mais tenho crises todos os dias de enxaqueca tenho medo da gravidez por isso e pela minha idade,gostaria de algumas dicas ah tenho o livro do seu marido,mais nao consigo fazer as dietas… que faço…

Reply

Leave a Comment

* IMPORTANTE: LEIA ANTES DE CLICAR EM "ENVIAR" * Ao enviar seu comentário, você fornece à Pat Feldman e ao Site CriancasNaCozinha.com.br 100% dos direitos autorais do seu texto, e fornece também uma licença PERPÉTUA (para toda a vida) e IRRETRATÁVEL (sem a possibilidade de voltar atrás) para a reprodução de suas palavras associadas ao seu nome, seja neste site, seja em outro site, seja em algum livro que venha a ser publicado, ou em qualquer mídia atual ou futura.

Previous post:

Next post: