Como tingir cascas de ovos com ingredientes da sua cozinha

by Pat Feldman on 14/03/2016 · 4 comments

in Aulas de Culinária, Cozinhas típicas, Datas Comemorativas, MAIS..., Páscoa, Projeto Comida de Verdade na Escola, Projeto Crianças na Cozinha

Screen Shot 2016-03-14 at 2.49.44 PMEm tempos de ovos de Páscoa a preço de ouro, uma boa pedida é aproveitar as cascas dos ovos de galinha para uma grande brincadeira com as crianças. Além de ser mais saudável para o corpo, a brincadeira une a família e é mais saudável para o bolso!

No recheio podemos colocar amendoins caramelizados (eu confesso que detesto amendoim, mas sei que sou minoria) ou qualquer outra gostosura – de preferência caseira – que sua imaginação mandar.

Para o preparo da Receita – Recheio para os ovos de Páscoa

Para essa atividade é fundamental disponibilizar, pelo menos uma casca de ovo para cada criança e/ou adulto na turma, mas com algumas sobras para garantir substituição em possíveis situações de quebra. As cascas deverão ser lavadas e secas previamente, como explicado no vídeo no meu canal do YouTube:

O ideal é que os ovos sejam quebrados só no topo, para que sobre bastante espaço para a arte das crianças nas cascas.

Mães e Pais: Quando forem usar ovos não cozidos em receitas diversas, como bolos, tortas e omeletes, quebre o ovo só na extremidade e guarde a casca para o uso das crianças.

No dia de realizar essa atividade em casa, para que eles aprendam como fazer, basta mostrar com um ovo como exemplo ou mostrar o vídeo acima. Eu acho interessante mostrar ao vivo, certamente prenderá mais a atenção das crianças!

Os corantes naturais nem sempre produzirão cores tão vibrantes como corantes artificiais, mas a opção natural é sempre melhor para a saúde de todos e para a saúde do meio ambiente. Alguns alimentos  que podem colorir as cascas de ovos: cúrcuma ou açafrão da terra, casca de cebola, espinafre, mirtilos, beterraba, urucum, entre outros.

Inicie a atividade mostrando os corantes que você tem disponível em casa e que serão usados para colorir os ovos e assim criar uma tonalidade vibrante.

Veja algumas possibilidades de corantes naturais, dependendo da cor que desejarem:

  • Ovo amarelo – podem usar açafrão, água e vinagre branco;
  • Ovo azul – podem usar repolho roxo, água e vinagre branco;
  • Ovo roxo vibrante – podem usar oxicoco, suco de oxicoco e vinagre branco;
  • Ovo verde-limão vibrante – exigirá espinafre picado, água e vinagre branco;
  • Ovo vermelho ou rosa – será necessário beterraba e vinagre.

Às vezes, apenas embebê-los no corante durante vários minutos não é o suficiente para que o ovo adquira fortemente a cor, ficando apenas com um tom pastel. Para reforçar a cor e criar cores vibrantes para o ovo, deixe os ovos mergulhados em um copo cheio de qualquer corante caseiro durante a noite, na geladeira. Lembrar ainda que quanto maior a concentração de corante, mais forte a cor.

Quando os ovos secarem, poderão ser colados adesivos ou outros enfeites para personalizá-los.

Para preparar o recheio de amendoins, nozes, castanhas ou amêndoas caramelizadas, siga as orientações do vídeo acima. É importante que um adulto manuseie a panela no fogo, especialmente porque o caramelo atinge temperaturas bem altas e pode causar queimaduras graves. Lembre ainda que é preciso lavar muitos bem as mãos e antebraços antes do início da atividade com as crianças.

Ao final, quando as casquinhas já estiverem recheadas, recortar círculos de papel ou fita crepe ou micropore e colar ao redor da borda de cada casquinha. Para finalizar podem acomodar as mesmas conforme a figura a seguir:

Screen Shot 2016-03-14 at 2.48.04 PM

Conheça também as nossas redes sociais:

Instagram: @pfeldman

Facebook: Comida de Verdade, por Pat Feldman

Periscope: PatFeldman

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 3 comments }

Michélle March 24, 2016 at 16:14

Boa tarde, querida,

Já deves ter me visto por aqui rs, vivo comentando seus posts, amoooooo de paixão! E hj queria saber o que achas disso: a nutri disse que o ideal é comer alguma carne no almoço e dispensar na janta, disse que ingerimos a mais do que precisamos se comermos novamente no jantar…aí vi seu instagram e há muitos pratos lindos de salada com pinõlis, muitos dos quais vegetarianos, estes pratos são também para as crianças??
Abraços e aguardo com carinho!

Pat Feldman March 24, 2016 at 20:45

Michelle, os meninos as vezes comem o mesmo que nós no jantar, as vezes não. Eu não tenho regra rígida de com ou sem carne, há semanas em que temos carnes no almoço e no jantar, todos os dias, em outras épocas só em uma das refeições e não necessariamente todos os dias. Varia de acordo com a nossa vontade!

Michélle March 24, 2016 at 17:24

Só justificando, temos uma filha com hipercolesterolemia idiopática, e os médicos todos, sem exceção recomendam diminuição das carnes, queijos…e sugerem a horrível substituição de alimentos de verdade pelos light altamente processados em prol da redução dos níveis lipídicos. Nós absolutamente não seguimos essas recomendações, creio na manipulação, não caio no “engodo do colesterol”, mas meu bom-senso me manda moderar, equilibrar, alimentos de verdade sim, mas sem excessos. Por isso me interessei por seus pratos vegetarianos e saladas lindas, mas suas crianças aceitam? Ou para eles vc dá outra refeição? Não sei se os meus não ficariam com fome após uma salada como jantar….vc teria alguma sugestão pra mim? Estou cansada de médicos me sugerirem que estou errada dando comida, carne, ovo caipira, caldos caseiros, leite integral, nata, pra uma menina com colesterol de 200 – único caso na família, dizem ser algum erro genético mas ninguém averigua….estou cansada, desanimada, sem referência nessa situação que me amedronta quando lembro de que os médicos jamais viram uma criança com lipoproteína-a em 300. Não sei mesmo como proceder, sei que não és médica (este assunto nem tem a ver com este post) e já te “contei” este caso, mas não é fácil, viu….equilibrar e ir na contra-mão do que os médicos indicam….tanta responsabilidade, essa vida preciosa nas nossas mãos, confiando que estamos oferecendo o melhor…será? Bom, desculpa o tamanho do desabafo, espero que, com sua experiência, possas me dar alguma idéia. Abraços.

Comments on this entry are closed.

{ 1 trackback }

Previous post:

Next post: