Cosméticos na Gravidez

by Pat Feldman on 13/05/2010 · 38 comments

in ARTIGOS, Gravidez, MAIS...

Imagem: www.fornewmoms.com

Você é vaidosa(o)?

Eu sou vaidosa, confesso, e acho que com moderação a vaidade é tudo de bom. A gente se cuida, se embeleza e a auto estima vai nas alturas. Mas apesar de vaidosa – sem excessos – não sou ligada em marcas e produtos caríssimos e uso menos cosméticos ecológicos do que gostaria. Sim, já existem cosméticos ecológicos disponíveis no mercado. Não são fáceis de achar, muitas vezes não são baratos, mas eles existem!

O meu critério de escolha para cosméticos não é lá grande coisa. Eu olho a embalagem bonita, escolho aqueles que tem um cheirinho suave e aqueles que não sejam muito caros. Eu também não sou uma usuária compulsiva de cosméticos. Tenho um hidratante básico, algum creme para o rosto e um bom shampoo e condicionador para os cabelos. Nada muito difícil ou mirabolante.

Mas desde que comecei a prestar atenção nos tantos aditivos contidos nos produtos alimentícios industrializados foi inevitável pensar na quantidade absurda de química contida nos cosméticos industrializados também. É muita química mesmo!! E não importa se você optou por um cosmético baratinho ou muito caro, são todos muito carregados de química e com quase nada de ingredientes naturais.

A gravidez é um período onde normalmente nos preocupamos mais com aquilo que colocamos para dentro do nosso organismo. Fumantes param de fumar, as bebidas alcoólicas ficam limitadíssimas (a maioria das grávidas corta completamente, eu acho que um gole, em ocasiões muito especiais, não chega a fazer mal), quem sempre comeu fast-food, se esforça para se alimentar melhor, quem nunca comprou orgânicos, passa a comprar, e por aí vai.

Na alimentação, como vocês já sabem, grávida ou não, sou muito cuidadosa. Desde o ingrediente, até o modo de preparo e conservação. A minha comida é toda comprada em feiras livres, açougues e peixarias. Se eu fosse fazendeira, provavelmente seria plenamente capaz de produzir tudo aquilo que consumo na minha rotina alimentar.

A minha gravidez me fez parar para pensar um pouco mais sobre os cosméticos que utilizo. A pele é o nosso maior órgão, e tudo o que passamos nela penetra em maior ou menor quantidade no nosso organismo. É química que colocamos para dentro! Reslvi fazer alguns testes, com produtos novos e mais naturais, e ver o que dava certo na minha pele e cabelos. Eu fiz alguns testes, mudei alguns produtos, acabei mantendo outros.

A tecnologia nos proporcionou uma pele de seda, cabelos super sedosos e eu confesso que gosto de tudo isso e ainda não estou pronta para nada que não dê resultados similares. Mas também gostaria de minimizar ao máximo a química indesejável no meu dia a dia.

Depois de uns testes bem sucedidos que meu marido fez no cabelo dele, resovi testar o sabão de coco para lavar os cabelos. Para ele, com cabelos curtinhos, pode ter sido muito bom, mas para mim, com cabelos longos, finos e super encaracolados foi um verdadeiro desastre. Desisti na primeira!

Uma amiga carioca me contou que o óleo de coco é um excelente hidratante para os cabelos. Ela passava e deixava na touca térmica por uns 30 minutos ou passava a chapinha. Depois enxaguava bem. Eu ainda não tive coragem de colocar óleo de coco assim direto no cabelo. Mesmo com todas as recomendações da amiga, eu fico sempre achando que o cabelo vai ficar melado e grudento…

No cabelo eu não passei o óleo de coco, mas na pele eu uso direto! Adoro! Tenho passado o óleo de coco principalmente na barriga grávida quase diariamente. Ainda alterno com outros cremes industrializados, mas estou cada dia mais fã do óleo de coco, que NÃO deixa aspecto melado ou brilhante na pele, nem no rosto. Meu marido usa como pós barba e adora.

A melhor descoberta da gravidez entretanto foi um creminho à base de própolis, que eu já conhecia e usava há algum tempo no rosto, mas nunca com muita regularidade – eu sou vaidosa, mas como disse, nada exagerado, vivo esquecendo de passar os cremes que compro ou ganho. Pois resolvi desenterrar esse creminho da minha gaveta, mostrei ao marido, que conferiu que o creme é bem livre de aditivos químicos, é bem natural mesmo.

Minha pele não é de manchar muito, mas durante a gravidez uns mínimos pontinhos mais escuros no meu rosto andavam me incomodando. Ainda assim, enrolei para visitar a minha querida amiga e grande dermatologista, Dra. Denise Steiner. Enrolei tanto, que ainda não fui lá, mas inclui o creme de própolis na minha rotina diária por sugestão de uma amiga, que me lembrou que própolis é conhecida por ajudar a clarear manchas de pele (eu nem sabia disso, pra falar a verdade). Bem, eu não sei quanta ciência tem nessa informação sobre própolis, mas sei que é um alimento cheio de propriedades maravilhosas, e a verdade é que de uma semana pra cá, notei (e outros notaram) que as manchas no meu rosto SUMIRAM!

Entraram para a minha listinha de cosmésticos naturebas indispensáveis: óleo de coco e creme de própolis – eu já falei com o fabricante do creme de própolis e logo vou disponibiliza-lo para venda aqui no site. Quem tiver interesse, CLIQUE AQUI e me mande um e-mail avisando.

Hipoglós é outro creminho super em conta que está sempre na minha gaveta. De vez em quando (beeeeeem de vez em quando), me fantasio de fantasma e meleco a cara toda com Hipoglós. Deixo várias horas, de preferência num dia em que esteja sozinha em casa (se bem que meu marido, esportista que é, acha mais engraçado do que feio!). Pra tirar depois dá um pouquinho de trabalho, o creme gruda na cara! Sabão neutro, algodão, água morna e muita paciência. demora, mas sai, e depois a pele fica lisa que nem pele de bebê!

Para quem tem acne (eu já tive muita), um algodão embebido em iogurte natural integral faz milagres e é totalmente natural!

Meu marido, muito mais vaidoso do que eu, também tem suas invenções domésticas. A última novidade foi um perfume totalmente natural. Gente, ele pesquisou muito, muito mesmo, e descobriu dados interessantíssimos sobre perfumes tradicionais. Os novos (mais baratos) em geral são pura química, imitando aromas naturais. Essências naturais, fixadores naturais são artigos raros e caríssimos. Ele descobriu que o melhor fixador de perfumes é uma secreção de uma baleia específica (ecológico, não precisa matar nem maltratar a tal baleia para obter a secreção), cujo aroma natural é medonho, mas quando usado em quantidades mínimas, não apresenta cheiro algum. Explicação detalhada é com ele. Comprar essa tal secreção é absolutamente impensável, mas fizemos alguns testes aqui em casa e chegamos num perfuminho bem gostoso e refrescante, e que dura o dia todo na pele, discretamente, sem aditivos e fixadores artificiais.

Eu não larguei de vez os cosméticos industrializados, pinto as unhas ocasionalmente e tudo, mas com certeza minimizo a absorção de químicas indesejáveis em qualquer etapa da vida, mas especialmente na gravidez.

Para os cosméticos vale o mesmo que sempre falo para a alimentação. Nem sempre, seja pela razão que for, nos conseguimos eliminar totalmente aquilo que sabemos que é maléfico para nossa saúde. Ninguém deve ficar obcecado e neurótico com isso, porque também não é bom pra saúde, mas temos que ter consciência doque tem a nossa volta e tentar melhorar ao máximo, temos que tentar nos aproximar ao máximo do ideal.

E você? O que usa/usou durante a sua gravidez para tratar pele e cabelos?

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 35 comments }

Camila May 13, 2010 at 19:40

Pat, eu que tb tô grávida não consigo mudar muito minha rotina de cosméticos. Como eu viajo muito acabo comprando mais lá fora, estocando etc. Mas também nada mto caro.

Eu uso bastante a linha de Vitamina C da Body Shop no rosto (www.bodyshop.com), disponiveis nos Estados Unidos e em vários países na Europa.

No corpo eu uso o creme para peles extra-secas da Vichy. Minha pele é tipo lagarto de tão seca, descama e faz estria muito fácil (vende na Onofre ou em qualquer farmácia pelo mundo. Os ultimos comprei mto baratos na Itália)

Na barriga e seios estou usando toda noite um óleo seco de lavanda. Lavanda é meu cheirinho favorito. Uso demais em qualquer coisa, me acalma (sabonetes, sabão liquido, perfume, água de passar, perfume de ambiente etc.) A marca é super desconhecida, Erbario Toscano, comprei em Florença e também vende nos Estados Unidos. http://www.erbariotoscanousa.com/Collections.html

Eu não sou nada natureba na minha escolha de cosméticos, mas ainda não atingi este estágio evolutivo. Beijo

Renata May 13, 2010 at 20:24

Oi Pat, fiquei super interessada no creme de Propolis. O unico porem é que minha pele é oleosa, com tendencia a acne – se o creme for oleoso acho que não seria uma boa pra mim. Depois vc me fala?
Beijo
Re

Pat Feldman May 13, 2010 at 20:28

Re, o creme não é nada oleoso, por isso que adorei! Apesar da minha pele do rosto não ser mais oleosa – está mais para normal ou ressecada – ainda tenho total resistência a cremes oleosos.

Renata May 13, 2010 at 20:29

Então reserva um pra mim, Pat! Por favor :-)
beijo!

Tatiane May 13, 2010 at 22:32

Nossa… eu preciso confessar que fui abençoada! Durante minha gravidez eu tive a pele o o cabelo mais lindos de toda a minha vida – sem fazer nada!
Pura sorte. Confesso que os cheiros dos produtos me causavam enjoo, e sabão de coco que eu também já testei foi e é algo fora de cogitação, mas usei bastante oleo de amendoa (de verade!) e sabonetes que uma amiga minha naturopata faz com essencias naturais. Shampoo num deu para abondanar: cabelos finos e encaracolados realmente dão muito trabalho!
Bjus
P.S.: To com saudade de te encontrar na feira!!!

Pat Feldman May 13, 2010 at 22:34

Tati, eu estou indo todo sábado, mas como ando mais preguiçosa, vou mais tarde e bem rapidinho!

Sandra May 14, 2010 at 7:39

Pat, se você vai usar óleo como hidratante, então prefira o de macadâmia. A relação dos ômegas 7 e 9 é muito boa e ajuda a repor o manto cutâneo. Existe alguns muito bons no mercado, prensados a frio, de carater alimentar. Especialmente depois do sabão de coco, que apesar de “gentil” é ainda irritante e modifica o pH da pele.
Ah, deixe te dizer que nem sempre o que é natural é seguro. A Natureza é cheia de venenos também. Pode-se até morrer “naturalmente”. O que é mais importante é ter bom senso, seriedade e curiosidade quando se vai às compras. Seja a de alimentos ou de qualquer outra coisa. Beijão!

Priscila May 14, 2010 at 11:34

Olá Pat.

O que eu “descobri” esses dias é que o extrato de própolis é bom para as espinhas. Eu parei de tomar a pípula e minha testa estava cheia de bolinhas, ai me deu na cabeça de passar o propólis. Ajudou bastante, mas o cheiro é muito forte e meu marido fica reclamando, rs. Talvez esse creme que você falou seja mais ameno.

Beijos.

maria cristina May 14, 2010 at 12:41

Olá Pat

Eu comprei um creminho de propolis do meu fornecedor de mel organico na feria, ele diz ser antimicrobiano, então tenho usado ele nas perninhas da minha filha, nas picadas de mosquito, ele e indicado em acne e feridas, mais não sabia que pode usar como cosmetico, sera o mesmo?Ou o teu e propio para uso cosmetico?
Se for, vou começar a usar…tenho uma cicatriz no rosto, que fico pretinha, tal vez ajude a clarear…

Taina May 14, 2010 at 17:01

Voce vai amar a Weleda! (www.weleda.com.br)
Medicamentos, cosmeticos e alimentos totalmente naturais para todas as idades e todos os gostos.
Beijos!

Pat Feldman May 14, 2010 at 17:21

Eu já gosto muito da Weleda! Uso a pasta de dentes deles há anos!

Daniela Nunes May 14, 2010 at 18:18

Oi Pat!
Eu também sou super vaidosa e adoro estar bonita, mas sou adepta dos produtos naturais e hoje posso dizer que não uso quase nada de química na minha pele e cabelos. Ainda mais agora, grávida. Resultado: minha pele e cabelos estão melhores do que nunca! Estou usando na barriga óleo de gergelin e adoro, mas valeu a dica do óleo de coco. Nos cabelos uso shampoo e condicionador da Weleda. Abandonei luzes e uso raramente esmaltes, acetonas e perfumes.Esse creminho de própolis me interessou, pois no rosto tbém tenho receio de óleos. Nossa saúde e do nosso bebê valem o esforço. O resultado é beleza de verdade.

Marco May 16, 2010 at 12:04

Pat, minha mae usa oleo de coco diariamente e a pele dela melhorou muito.
O Oleo de coco é riquissimo em vitamina E o que regenera a pele escamada, seca ou desidratada facilmente.
Outro produto interessante para se levar em consideração, sao produtos a base de babosa, ou aloe vera, que também sao otimos para cabelos, queimaduras e manutenção de uma pele saudável.

Minha esposa está gravida de 10 semanas e usa oleo de coco na pele.

Ótimo Blog.

Karen May 16, 2010 at 20:01

Pat, não sei o que vc acha do óleo mineral, mas como vc comentou que é dificil tirar o hipoglos do rosto o que mais uso pra tirar hipoglos do bumbum do nenem é este oleo… o que acho que tbem dá pra ser feito com oleo de coco, nao sei , tem de testar…nos informe pelo twitter qdo vender o creme de propolis..interessei. Bjim Deus abençoe

Vanessa May 17, 2010 at 11:21

Oi Pat, comigo aconteceu o contrário: o interesse em diminuir a química nos cosméticos me levou à comida.

O óleo de coco é o melhor para os cabelos junto com o azeite de oliva. Os outros óleos não penetram no “córtex” do cabelo:

http://thebeautybrains.com/2007/05/14/two-natural-oils-that-make-your-hair-shiny-and-strong/

Pode ser um pouco difícil de lavar o cabelo depois de pasar o óleo, uma dica é passar o xampu em seco mesmo em todo o cabelo antes e depois molhar, aí fica mais fácil de retirar. O cabelo fica beeem suave. Tb se usa uma quantidade mínima antes da chapinha e nas pontas como “serum”, no lugar do silicone.

Cuidado com alguns cremes da Weleda q tem muito álcool (ler sempre a lista de ingredientes antes de comprar). O álcool é um conservante barato muito usado em cosmética natural, mas muito oxidante tb. Procuremos evitar!

Eu comprei o creme dental salino da Weleda e não consigo usar, tem um gosto horrível, hehehe. Tb tem creme dental de própolis aqui na Europa e muitos outros produtos de higiene e beleza. Dizem que tem propriedades anti-sépticas e é recomendado para pele com acne tb.

Deu pra notar que esse tema me encanta! :-D

Pat Feldman May 17, 2010 at 12:00

Vanessa, o creme dental da Weleda eu uso o infantil, de erva doce. Nenhum natural dá aquele “hálito super refrescante” dos industrializados, mas esse é o mais gostoso. Sabe quando que eu apelo para os cremes dentais comuns? Naqueles dias super calorentos, porque aí aquela refrescância na boca parece que ajuda a aliviar o calor!!!! (risos)

Denise May 18, 2010 at 11:56

Pat também estou interessada no creme de própolis!

Confesso que ainda estou mal acostumada com os cosméticos tradicionais.
Sabão de coco no meu cabelo não dá. Fica duro e muuuito ressecado.
Você usa o sabão de coco no corpo?

Bjs

Pat Feldman May 18, 2010 at 12:05

Denise, uso de vez em quando, mas sempre que vou comprar sabonetes, procuro aqueles mais naturais, mesmo que sejam mais caros. Saúde não tem preço, né!

Denise May 18, 2010 at 12:49

Pat, obrigada pela resposta!

Só mais uma dúvida… E desodorante? Qual usar?
Me falaram sobre aquele leite de rosas. Você indica o uso?

Bjs

Pat Feldman May 18, 2010 at 13:10

Eu uso o leite de magnésia, aquele da garrafinha azul, que é super eficiente! Leia mais sobre ele aqui: http://www.enxaqueca.com.br/blog/?p=953

Priscila May 20, 2010 at 8:32

Olá Pat.

Você falou que usa o Hipoglós no rosto. Ele pode ser considerado produto natural ou sua composição acaba tendo muita química?

Eu estava pensando se não vale a pena colocar um pouco de própolis no Hipoglós e fazer um “creminho de própolis”, assim ajuda nas manchas, espinhas e ainda deixa a pele lisinha. Acho que vou tentar, só queria saber se a fórmula do Hipoglós não é nociva.

Até mais.
Beijos.

Pat Feldman May 20, 2010 at 9:25

Priscila, hipoglós é industrializado, mas é dos mais “inocentes”, pelo menos se o que diz o rótulo for verdade!

Aine July 18, 2010 at 11:14

Oleo de coco no cabelo é milagroso, eu faço assim, passo a noite e deixo de um dia para o outro.No dia seguinte lavo com produtos comuns(shampoo e condicionador), desses que vendem em supermercados e te digo que fica ultra hidratados e sedosos.

Priscila July 22, 2010 at 15:16

Olá Pat.

Eu ando procurando cosméticos naturais, mas acho difícil. Achei esse link (http://www.dr-organico.com.br/produtos/cosmeticos-naturais-aubrey-organics/) num site de produtos orgânicos. Achei bem bacana, principalmente as 10 DICAS sobre ingredientes sintéticos que devemos evitar.

Hoje eu fui no consultório do Dr. Alexandre e fiquei sabendo que o bebê está para nascer. Boa sorte para vocês, que ele venha com muita saúde!!

Beijos.

gostaria muito de um creme que tira manchas do rosto e que seja livre de quimicas,pois estou gravida de2 meses,obrigado! August 20, 2010 at 15:22

achei interessante esses cremes,sera que posso usar?

Luciana August 24, 2010 at 14:33

Olá Pat,

Queria mais informações sobre esse creme de própolis.

Obrigada,

Jussara November 18, 2010 at 17:42

Oi, Pat. Fiquei interessada no creme de própolis, mas não o encontrei pra vender no seu site (parece que o link que direciona para a loja está quebrado). Vc poderia dizer o nome do fabricante ou então dizer se vai mesmo vendê-lo?
Obrigada.

Pat Feldman November 18, 2010 at 20:25

Jussara, preciso falar novamente com o fabricant, porque até o meu acabou!

manchas no rosto December 2, 2010 at 18:40

Você ressaltou diversos pontos importantes no uso dos cosméticos em qualquer pessoa, não somente nas gestantes.
Realmente está de parabéns, e o Logo do blog é uma lindeza! rs

Bjs.

Aline January 19, 2011 at 21:43

Olá Pat, eu gostaria muito de saber como conseguir o creme de própolis, pois estou gestante e meu rosto está bem manchado. Será que este creme ajudaria a amenizar as manchas? Você disse que ele estaria disponível no site mas não estou conseguindo acessar no link.
Aguardo notícias do creme, obrigada.

Pat Feldman January 19, 2011 at 22:02

Aline, estou sem no momento, mas assim que conseguir, aviso!

Jussara February 24, 2011 at 14:55

Oi, Pat,

Tb tenho interesse na pomada de propólis, se vc for vender (já comentei aqui sobre isso, mas não custa reforçar. rs).
Vc fala sobre o iogurte embebido em algodão ser bom para a acne. Quantas vezes por dia devo passar? E deixar por quanto tempo?
Já dei uma busca no site e não vi mais nada relacionado à acne. Vc teria mais alguma dica natural ou mesmo indicaria algum alimento? Como vc conseguiu curar a sua? Faço tratamento há vários anos, mas nada dá jeito ( e já passei da idade de ter espinhas).
Obrigada.

Paula Richelly January 4, 2012 at 17:22

Eu estou gravida de 19 semanas (iniciada hoje) e também não sou muito fã de cosméticos. Melhor dizendo uso bem menos produtos que você Pat.
Como eu tenho o couro cabeludo bem oleoso uso um shampoo para cabelos normais (aquele com nome parecido com frutas), não uso ou eventualmente uso esmaltes hipoalergênicos (pois tenho dermatite de contato – alergia a esmaltes); eventualmente também uso um creme hidratante esfoliante para os pés ; uso uma colonia refrescante e um desodorante sem perfume e no banho sabonete (tudo industrializado).Para lavar roupa uso sabão de coco.
Agora na minha gravidez (1ª) uso óleo de amêndoas dessa empresa que lembra natureza. No mais, quando lembro uso protetor solar (pois não tenho costume de usar), boné/chapéu e/ou sombrinha.
Bom, como se pode ver, é difícil se livrar TOTALmente dos produtos industrializados. Mas, valeu as dicas.
Adorei o toque do iogurte natural integral para pele com acnes essa dica eu vou passar para o meu irmão; e o uso do sabão de coco para lavar os cabelos.
Parabéns pelas matérias são mais que interessantes.

Priscila June 14, 2016 at 20:21

Oi Pat! Onde posso conseguir esse creme de própolis? Ainda existe? Hehe. Obrigada.

Pat Feldman June 16, 2016 at 14:09

Nunca mais vi….

Comments on this entry are closed.

{ 3 trackbacks }

Previous post:

Next post: