Ovos são deliciosos e fazem bem à saúde!

by Pat Feldman on 14/07/2010 · 49 comments

in Alimentação, ARTIGOS, Ovos

ovosTaxado como o grande inimigo da saúde coronária durante décadas, os ovos começam e ser redescobertos agora como um dos alimentos mais completos e saudáveis que se tem à disposição. Os ovos são reconhecidamente ricos em proteínas e vitaminas lipossolúveis, importantíssimas para o bom funcionamento dos nossos hormônios e do organismo como um todo.

Ovos obtidos à moda antiga, a partir de galinhas criadas soltas, ciscando, contém praticamente todos os nutrientes de quem se tem conhecimento científico nos dias de hoje, mas são especialmente ricos em vitaminas A e D (vitaminas lipossolúveis).

Os ovos caipiras também são ricos em uma proteína específica, necessária para a integridade das membranas celulares. Eles também são uma excelente fonte de ácidos graxos de cadeia longa, conhecidos como EPA e DHA, que são de importância vital no desenvolvimento do sistema nervoso dos bebês e a manutenção da acuidade mental nos adultos – não é de se espantar que os asiáticos tradicionais considerem o ovo como sendo o “alimento do cérebro”.

A gema do ovo é a fonte mais concentrada de que se tem notícia de colina, uma vitamina do complexo B encontrada na lecitina que é necessária para manter o colesterol se movendo na corrente sanguínea.

O “ovo ideal” não é artigo dos mais baratos e nem muito fácil de se encontrar  -  ovos de galinhas alimentadas com semente de linhaça, restos de peixe ou, melhor ainda, galinhas que ciscam aqui e ali e se alimentam de insetos e gramíneas. O valor nutricional dos ovos destas galinhas é de longe muito melhor do que os ovos de galinhas criadas em confinamento, à base de ração artificial, sem luz do sol natural, sem se mover. Elas são melhores, em particular, na quantidade e proporção de gordura ômega 3 e ômega 6 (que neste caso é de 1:1 e no caso de galinhas confinadas alimentadas por grãos pode chegar a 1:19. Outros ácidos graxos de cadeia longa e muito insaturados estão presentes nos ovos caipiras, e são necessários para o desenvlvimento do cérebro, porém estes çidos graxos são praticamente inexistentes em ovos de galinhas confinadas.

Os ovos caipiras podem ser encontrados se você procurar, e quanto mais você exigir, quanto maior for a necessidade do mercado, mais irá se produzir. Exija!

Quando quebrado, o ovo deverá apresentar uma gema amarela escuro, quase avermelhada. A clara apresenta duas partes definidas bem evidentemente: uma bem viscosa em torno da gema e uma mais líquida no perímetro.

Nunca consuma ovos em pó (muito mais comum nos Estados Unidos, e pouco visto no Brasil , a não ser em produtos alimentícios industrializados – eu pelo menos nunca vi à venda o ovo em pó somente). Eles são uma fonte poderosa de colesterol oxidado, isso sim altamente prejudicial à saúde.

E o que falar sobre o eterno medo da salmonella? Bem, o problema existe, porém é muito relacionado aos métodos de produção, condições de higiene e o extenso uso de antibóticos que ocorre nas “produções em série” das granjas. Em geral os ovos de galinhas caipiras produzidos e armazenados em boas condições, em espaços saudáveis, oferecem pouca ou nenhuma chance de transmitir salmonella. Eu canso de consumir gemas cruas na minha casa, inclusive durante a gravidez, meus filhos comeram gema mole desde os 4,5 meses de vida, e nunca tivemos o menor problema com qualquer tipo de doença relacionada a ovos crus. O fornecedor é da minha absoluta confiança, e se eu conseguir achar um no meio de uma cidade como São Paulo, você pode pesquisar e achar o seu fornecedor de confiança. Pesquise, pelo bem da sua saúde!

Você pode e deve consumir gemas cruas, mas as claras cruas devem ser consumidas apenas ocasionalmente, e cozidas, já que contém uma substância chamada avidina, que interfere na absorção da biotina, uma vitamina do complexo B. As claras cruas também contém inibidores de tripsina, que interfere com a digestão de proteínas. Estes antinutrientes são facilmente neutralizados durante o cozimento.

Ovos caipiras de qualidade são ricos em metionina, um aminoácido importante e quase inexistente na base alimentar atual, de grãos. Também são boas fontes de caroteno e vitamina A, tiamina (vitamina B1) e niacina. Os ovos também são uma das poucas fontes direta de vitamina D. No que diz respeito a minerais, os ovos são ricos em ferro “heme”, a forma de ferro mais aproveitável pelo organismo humano, mais cálcio e fósforo.

E o medo do colesterol?

Bem, eu já falei sobre os mitos do colesterol em outra ocasião, AQUI, mas há aqui o relato de um estudo em que os voluntários consmiam 18 ovos por dia (sim, dezoito ovos por dia!!!) e ainda assim apresentaram níveis reduzidos de colesterol. Isso porque provavelmente quando você está absolutamente satisfeito com tantos ovos, não sobre espaço para doces e “junk foods”, estes sim promotores de taxas perigosas de colesterol e total inimigos do coração.

O prestigioso New England Journal of Medicine publicou um estudo relacionando ovos e colesterol. Um grupo de nativos de Nova Guiné, cuja dieta era baixíssima em colesterol, foi alimentado com ovos durante um período de tempo, durante e após o qual se fez um controle nas taxas de colesterol de cada participante. Observou-se que os ovos não tiveram qualquer efeito significativos em suas taxas de colesterol, que permaneceram praticamente inalteradas.

Um outro estudo realizados pela American Cancer Society revelou que indivíduos que não consumiam ovos morriam mais de infarto e ataques cardíacos do que os consumidores rotineiros de ovos. Este foi um estudo grande e convincente, que envolveu mais 800 mil pessoas.

Os ovos são um dos alimentos mais saudáveis e completos de que se tem notícia no planeta. Não deixe faltar esta preciosidade no cardápio dos seus filhos, desde a mais tenra idade! Ofereça ovos na forma de ovos cozidos, ovo quente (de gema mole), omeletes, ovos mexidos, suflês, fritadas, quiches, etc.

Além de muito saudáveis, os ovos são extremamente versáteis e práticos de se preparar. Aqui em casa, em dias de tempo curto, os ovos mexidos ficam prontos mais rapido do que um macarrão instantâneo e com certea serão uma refeição muito mais saborosa e nutritiva!

Aqui em causa nunca falta ovo. Tem ovo na salada, em eventuais omeletes ou ovos mexidos no café da manhã, gemas no chocolate quente, ovo cozido, ovos frito, patê de ovos e qualquer outra coisa que minha imaginação mandar!

Poderia escrever um livro inteiro sobre o assunto!! Quem sabe um dia?!?

Minutos depois…

Marido chega em casa, abre meu site e dá de cara com esse texto enorme sobre ovos. Pediu patê de ovos, que ele ama de paixão e se deixasse comia um pratão por dia!! Ainda bem que é fácil de fazer, e tenho que concordar que é mesmo uma delícia!!


Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 44 comments… read them below or add one }

mariare July 21, 2008 at 21:51

Pode dividir com a gente esse fornecedor de SP?

E queria saber o que você acha dos ovos e do frango Korin.

Obrigada!

Reply

Pat Feldman July 21, 2008 at 22:41

Mariare, eu compro meus ovos na feira de orgânicos do Parque Água Branca, na minha opinião são os melhores e eu confio plenamente! Mas tem que chegar cedo, porque as bancas que vendem o ovo bom de verdade ficam sem estoque rapidinho, tipo lá pelas 8 da manhã não se encontram mais ovos…

Os ovos e frangos Korin, até onde eu sei, realmente não recebem os remédios normalmente ministrados aos frangos de granja, mas ainda assim são criados em confinamento, com pouca ou nenhuma luz natural. São menos ruins que os frangos de granjas convencionais, mas ainda assim estão longe do ideal.

Reply

Katia July 22, 2008 at 4:34

Aqui em Uk eh mais facil achar ovos organicos e free range no supermercado, e nas fazendas locais, porem eu vivo desconfiada, pq a gema nao eh assim tao alaranjada. Os melhores ovos que ja comi foram em POrtugal na casa da minha prima, ela mesmo cria as galinhas, e ai sim as gemas eram de uma cor laranja vibrante e um sabor incomparavel. Me pergunto se eh a falta de sol nesse pais que faz com que os ovos nao sejam taooo alaranjados, nao sei.
E olha so que coincidencia: hj na UOL uma materia falando bem dos ovos tb:
http://boaforma.abril.uol.com.br/edicoes/243/fechado/Dieta/conteudo_653.shtml
{}s

Reply

Fabrícia July 22, 2008 at 15:21

Aqui na provincia do Quebec encontro facilmente …são mais caros mas vale a pena.
Bjs.

Reply

Glaucia July 22, 2008 at 16:25

olá pat! parabéns pelo artigo, muito esclarecedor e apetitoso. no entanto, fiquei com uma dúvida. minha bebê de 10 meses tem alergia à albumina, portanto a clara está banida do seu cardápio, porém gema ela come 1 tres vezes por semana. bebês pequenos podem comer mais que isso? o que ela está perdendo em não comer a clara? todos esses nutrientes que vc falou estão na clara ou gema, ou em ambos? muito obrigada! =)

Reply

Pat Feldman July 22, 2008 at 16:49

Glaucia, a clara de ovo contém alguns dos nutrientes do ovo sim, mas o “ouro”, o que realmente faz diferença, está na gema bem amarela dos ovos caipiras. Meu filho mesmo só começou a comer clara após completar um ano de idade e ainda assim come muito de vez em quando, eu dou total prioridade para as gemas – tanto que ele nem gosta muito da clara.

Os bebês poderiam e deveriam comer uma gema de ovo caipira TODOS OS DIAS. Isso garante uma boa dose dos nutrientes que o corpo necessita diariamente.

O meu filho come uma gema todos os dias desde que completou 5 meses. Em dias de alguma inapetência, eu incluo uma gema a mais além da ususal – 2 gemas – e assim garanto que mesmo comendo muito pouco ele se mantém perfeitamente bem nutrido.

Ele começou comendo gemas moles, aquelas de ovo quente (onde o ovo é cozido apenas o suficiente para a clara endurecer e a gema continuar mole). Eu separava a clara e dava só a gema, com uma pitadinha de sal não refinado. Como ele era tão peqeuno, eu oferecia em colheres de cafezinho, aquela menorzinha de todas.

Com o tempo ele foi enjoando de comer assim e hoje come na forma de ovos mexidos, batidas no liquidificador em vitaminas junto com iogurte e frutas ou misturadas na comida normal.

Se ficou mais alguma dúvida, é só chamar!!

Reply

Paula Mattos July 23, 2008 at 3:05

Pat,
aqui na China está dificil conseguir ovo caipira, na China não né – aqui aonda moro (é um país muito grande). Mas já encontrei um cujas galinhas n comem nada artificial mas acho que ficam confinadas e a gema tb n é amarelinha. Ai que saudades como comia ovos caipiras no Brasil, mas ainda vou encontrar aqui.
A Maria Victória desde os 8 meses comeu ovos, inteirinhos, a própria pediatra no Brasil incluiu na dieta (lembrando: a Dr. estuda há anos Medicina Tradicional Chinesa, por isso confio no que fala e recomenda com relação a nossa alimentação), mas não todos os dias, mas agora estou incluindo sempre, das mais variadas formas, mas sempre cozidos pq por enquanto n tenho coragem, não tenho um fornecedor confiável, se fosse não teria dúvida em comê-los.
Agora vou rapidinho para a receita do Patê!!!
Em tempo: e a grande maioria das pessoas desprezam a gema e comem as claras!!!!
Bjs

Reply

Angela July 23, 2008 at 8:23

Mariare, eu moro em SP e compro ovos Yamaguishi, que recebo através do Sítio A Boa Terra, que faz entregas.
Esses ovos, além de serem de galinhas criadas soltas, são fertilizados. Aqui em casa a gente diz que são ovos de galinhas felizes. :)

Reply

Luciane July 23, 2008 at 20:38

Angela, esses ovos Yamaguishi são vendidos na Liberdade e em Lojinhas Orientais… mas só está escrito que são fertilizados…
Eles realmente são de confiança?

Pat, vc conhece ou tem alguma informação desses ovos fertilizados Yamaguishi?

Luciane

Reply

PatriciaUk August 1, 2008 at 11:26

A inglaterra esta em guerra total contra ovos de granja (e consequentemente contra o frando de granja), com programas na TV e tudo – alguns supermercados nem estocam mais ovos de granja e a maionese da Helmans agora tbem eh feita com ovos caipiras. x

Reply

Tati August 6, 2008 at 14:17

Comprei uma dúzia de ovos caipiras na cidade de Piracanjuba em Goiás.

Se arrependimento matasse….

Devia ter comprado três dúzias!!! Eles são deliciosos, pequenos, com pouca clara e a gema grande e alaranjada, super saboroso!!!

Fico com gosto de quero mais pois não sei quando passarei por aqueles lados novamente….

Reply

Pat Feldman August 6, 2008 at 17:31

Tati, dá uma choradinha pra Rita, que te entrega meus produtos, que ela talvez te consiga arrumar um desses ovos de vez em quando.

Ovo caipira é tudo de bom!!!!!

Reply

Tati August 7, 2008 at 15:56

Pat!!

Eu encontrei uma pessoa aqui da cidade pra fornecer ovos caipiras. Eles tem um terreno ao lado da casa deles e criam para consumo próprio e o que sobra vende. Eu já comprava deles, mas fazia uns quatro meses que as galinhas não botavam mais, já tinha perdido a esperança, mas agora voltaram a botar… obaaa.

Aqui em casa não ficamos sem e aqueles de supermercado são péssimos, mas se não tenho outra opção compro desse mesmo.

Mas mesmo assim o ovo de piranjuba é diferente srsrsrsr

Beijus

Reply

Paula Mattos August 8, 2008 at 3:38

Gente!!! Vi pela globo internacional que tem uma cidade, nordeste do país que estão incentivando a criação de galinha caipira, é um Projeto p aumentar a renda de famílias carentes e tem dado super certo. Muito provavelmente a reportagem foi transmitidada por aí. Então seria fazer uma busca nas reportagens recentes dos telejornais pela net para obter mais informação.
E com isso cresce a esperância dessa iniciativa esta sendo realinzada em várias cidades. Se não, que tal entar em contato c os autores do projeto e implantá-los nas suas cidades.
Estarão ajudando na saúde e no ganha pão de muita gente!!!!
Bjs

Reply

Paula Mattos August 9, 2008 at 3:05

Pat,
como conservar os ovos? Fora da geladeira, qd compramos não refrigerados? E na geladeira, deixar na porta, já ouvi dizer que não é muito bom poruqe é o local da geladeira que mais sente a variação da temperatura com o abre e fecha?
Bjs

Reply

Leila August 21, 2008 at 16:20

Olá meninas,

Compro os ovos Yamaguishi, meu fornecedor também é o Sítio A Boa Terra. Além da caixinha de 1 dz, eles vendem tb de 1/2 dz.
Adoro esses ovos.

Bjss

Reply

Renata October 1, 2008 at 22:21

gostaria de saber se existe algum tipo de conservante para manter os ovos com um prazo de validade maior.

Reply

Pat Feldman October 1, 2008 at 22:24

Renata, meus ovos eu compro fresquinho na feira da Água Branca. O pessoal tira os ovos entre 5a. e 6a. feira, e leva sábado para a feira. Eu os conservo na porta da geladeira e eles chegam a durar duas semanas!
(passada uma semana da compra, eu os testo sempre antes de usar, por via das dúvidas – nesses anos todos de feirinha, acho que tive um ou 2 ovos estragados ao todo)

Reply

Cris Bergamo January 16, 2009 at 9:38

Oi pessoal,

Também sou consumidora desses ovos!

Tem uma reportagem muito interessante que saiu no Estadão sobre esses ovos. Segue link:

http://www.estadao.com.br/suplementos/not_sup138723,0.htm

Reply

Pat Feldman January 17, 2009 at 7:54

Cris, adorei a matéria! Se bem que lá no finalzinho ela ficou com cara de release enviado pela Yamaguishi, a qual eu ainda pretendo evitar, graças à ração à base de soja…

Mas foi super informativa de qualquer forma!!!

Reply

Claudia January 27, 2009 at 17:36

Por favor Pat, tem como informar o nome certinho box ou número onde vc compra os ovos orgânicos no Parque Água Branca?? eu nunca fui neste parque, por isso, gostaria, se possível da sua gentil indicação.

Muito obrigada

Reply

Pat Feldman January 27, 2009 at 18:12

Claudia, eu compro com o pessoal do Sítio Jatobá, logo na entrada do galpão à direita.

Reply

Claudia January 27, 2009 at 20:04

Obrigadão Pat !!! Sábado cedinho to indo lá :)
Só de ler essa reportagem me deu vontade…

beijokas e tudo de bom!!!

Reply

Marcio October 19, 2009 at 23:36

Olá.

Moro em um sítio , onde produzimos ovos caipira com galinhas soltas em um cercado onde ficam só galinhas e grama, além do milho que é tratado.

Porém vejo vizinhos criarem galinhas soltas (sem cercado) estas galinhas comem cocô de cachorro, animais mortos (carniça) , entram em chiqueiros de porcos e ciscam as fezes, para consumirem restos de ração, então fica a dúvida, será que TODOS os ovos caipiras são saudáveis ??

Reply

Pat Feldman October 20, 2009 at 6:57

Marcio, a questão, na minha opinião, é muito mais complexa do que comer “isso” ou “aquilo”. Sabe quemilho nem e o grão ideal para a galinha, apesar da tradição em oferece-lo. Se é uma criancão peqeuna, para consumo próprio e você realmente quer ivestir pra ter saúde, troque o milho por sementes de linhaça. As galinhas aceitam super bem e isso torna seus ovos e sua carne bem mais nutritivos!

Naturalmente as galinhas ciscam o que lhes aparece pela frente, seja lá o que for. Se o ambiente todo está saudável, se os animais em volta estão saudáveis, não vejo problema algum apesar de culturalmente algumas coisas parecerem nojentas para nós (para mim também!). As galinhas saudáveis digerem tudo muito bem!

O problma é a garantia de que tudo em volta esteja bem, e isso nem sempre é possível conformar, por isso os teus cuidados, de deixá-las livres porém presas, para ciscar um espaço mais controlado, me parece ser um bom cuidado. Parabéns!

A propósito, eu não confio em qualquer um que me venda ovos caipiras, tanto que não compro ovos caipiras no supermercado. Gosto de conhecer o produtor, conversar com ele, etc. Eu já conheci donos de granja que não comem seus próprios ovos e muito menos a carne de seus animais. Não por amor a eles, mas por nojo. Conheço também um produtor de leite industrializado, que não toma seu leite. É para se pensar, não?

Reply

Silvia July 14, 2010 at 16:23

Pat, você falou sobre ovos fritos e eu fiquei curiosa. Porque aboli os ovos fritos aqui em casa porque fritura não é legal. Só que as meninas adoram! O ovo frito também pode ser saudável?

Eu gosto demais daquele omelete de forno que você ensinou a fazer, e as meninas gostaram por um tempo. Depois passaram a reclamar sempre que eu fazia. Se eu fizer, elas comem, mas reclamam.

Reply

Pat Feldman July 14, 2010 at 16:41

Silvia, não é exatamente a versão mais saudável para os ovos, mas está longe de ser a pior, DESDE QUE sejam fritos na manteiga e fiquem com gema ainda mole. Huummmmmm, deu água na boca!!!!!

Reply

Maria August 16, 2010 at 10:35

Viva a todos

Pat, concordo com você que ovo caipira e leite cru e derivados dele são tudo de bom. Agora tenho uma dúvida: eu tenho intolerância a ovos (a clara é o que me faz pior), a gluten de certos cereais (felizmente que não é tão sério como a doença celíaca), a gergelim, a cacau, a leite de vaca e a caseína. Descobri isso porque sentia um grande desconforto no estômago, dores abdominais e abdómen um pouco inchado, o cabelo caia bastante, tinha corrimentos vaginais, enfim, um sem número de problemas que me levaram a achar que tinha candidíase. O exame de sangue veio a provar que há alimentos aos quais eu sou intolerante e que retirando-os do meu prato eu fico bem. Já fiz essa experiência.

O que posso fazer para driblar esse problema? Só evitando esses alimentos certo?

É que gostaria de começar a preparar o meu corpo para uma gravidez no futuro (primeiro queria ser mais saudável por mim e só um bom tempo depois de ter a nutrição correcta é que quero pensar em engravidar). Adoraria fazer a dieta da Nina Planck mas com as intolerâncias que tenho é difícil. Tenho comigo umas pastilhas de lactase mas não sei se compensa tomá-las quando quero comer iogurte ou manteiga ou queijo. Me sinto como fazendo uma asneira e tomando um antídoto junto… tanto mais que tenho sintomas quando as tomo.
O que você sugere Pat?

Será que quando quiser engravidar os meus filhos poderão nascer com os problemas que eu tenho? Aí não poderei dar a eles nada de bom nutricionalmente falando…
Pergunto tudo isso para quem sabe muito como é o seu caso mas também para que outras futuras mães como eu quero ser um dia tenham acesso a essa informação…

Obrigada viu :)

Reply

Pat Feldman August 16, 2010 at 19:25

Maria, assim de longe e não sendo médica, não posso “diagnosticar” nada, mas palpiteira que sou, me sinto com liberdade de te dar um palpite… (risos) Pelo que você fala, tuas intolerâncias são leves, o que me faz pensar se é realmnte uma intolerância ou se você apenas está preparando os grãos e sementes de maneira inadequada. Grãos sem fermentação apropriada podem ser extremamente indigestos para pessoa mais sensíveis. Leite pasteurizado pode ser um veneno para pessoas sensíveis, enquanto o leite cru (de boa procedência, é lógico) pode não fazer mal algum.

Você tentou só leite ou o problema ocorre também com os derivados? Porque o iogurte por exemplo, que nada mais é do que o letie em sua forma fermentada, contém muito pouco ou quase nada de lactose – a fermentação “come” a lactose. Então ou você não tentou essa opção, ou o teu problema pode não estar na lactose.

São tantas as sutilezas que fazem a diferença!!! Comece a observar masi cuidadosamente o que exatamente te causa a sensibilidade. Pode ser meio caminho andado para que você possa omer comida de verdade sem qualquer indisposição!

Reply

Maria August 17, 2010 at 8:55

Pat, o que sei e o que sinto é o seguinte:

Trigo: fico meio desarranjada e me sinto mal pouco tempo depois de ingeri-lo (sintomas de indigestão, enfartamento – parece que tenho pedras no estômago – , dores de estômago, diarreia alternada com fezes duras, perda de cabelo, descargas vaginais e descargas nasais frequentes). Meses antes de saber que tinha isto, eu fazia o meu pão com farinha de trigo branca e farinha de trigo integral. Agora nem pensar em usar farinhas de trigo. Você sugere que eu comece a deixar as farinhas de molho como faço com os grãos (feijão, grão de bico?)? Ou deixo os grãos de molho e depois reduzo a farinha? É muito difícil encontrar esses grãos no mercado aqui mas posso tentar. E faço como com as sementes de gergelim?

Ovos: Fico enfartada rapidamente mesmo com pouca comida no estômago. Sensação estranha ao defecar (parece que não saiu tudo).

Leite de vaca: Ainda estou à procura de leite cru. Já nem consigo comer queijo (só sinto o gosto de gordura na boca e rejeito-o logo). Não sinto tantos sintomas com o iogurte mas como ele é industrializado não sei não… só quando encontrar o verdadeiro leite cru é que poderei fazer iogurte caseiro, manteiga e queijo caseiros…

Desculpa a descrição dos sintomas, não são agradáveis mas a vida também tem disso né?
Aguardo uma resposta iluminada sua Pat…
Muito obrigada pelas dicas, mande as que quiser que assim só aprendo :)

Reply

Maria August 17, 2010 at 8:58

Esqueci de dizer outra coisa: ao ingerir esses alimentos que me fazem mal (e sinto muito mais com o trigo), vejo, nas fezes, que não absorvo bem o que como. Desculpa uma vez mais mas só descrevendo essas coisas é que consigo alguma ajuda…

Reply

Pat Feldman August 18, 2010 at 14:29

Maria, para preparar pães, use as receitas naturalmente fermentadas aqui do site. Pode ser que dê certo! Se os ovos realmente te fazem mal, evite!

O iogurte, mesmo industrializado, é excelente para a saúde digestiva, então enquanto não encontra o leite cru para preparar em casa, use o industrializado mesmo se ele não te faz mal.

Reply

Sebastião August 25, 2010 at 16:29

gostei muito das informações deste site falando sobre ovos caipiras, pois a 6 meses comecei a criar galinhas caipiras no meu quintal. E todas as manhãs vou no ninho e pego 2 a 3 ovos. Cosinho os mesmo, (a clara dura e a gema bem molinha)Realmente é uma delicia, pois as minhas galinhas são criada soltas e com muito milho e couve.Parabens por este site.

Reply

Francisco Bento da Silva May 25, 2012 at 11:37

Pat, suas informações sobre ovos, foi a melhor coisa que já ouví alguem falar. Moro na zona rural e produzimos bastante ovos. e apesar de gostar muito de ovos, como muito pouco por pensar que elevava a taxa de colesterol. depois de ler suas informações e saber das qualidades e o quanto é saudável, vou comer muiiiiiito ovos. se eu morasse perto de você, te presentearia com muitos ovos fresquinhos. Acessei a internet para saber qual e a validade de ovos caipiras e por felicidade acabei vendo suas informações de grande utilidade. obrigado por estas informações tão valiosas que vou recomendar para os amigos e parentes. Valeu!!!

Reply

Marcela August 22, 2012 at 7:29

Pat, você é uma querida!
Minha experiência com ovos caipiras aconteceu em uma viagem que fiz com as minhas irmãs pra Colômbia. No café da manhã do hotel, todo dia tinha um esquema de café da manhã onde mudava o cardápio todo dia, menos os 3 ovos de galinha caipira fritinhos para cada uma em uma espécie de “panelinha”. Fiquei apaixonada pelo sabor e cor dos ovos, e eles colocavam uma pitada de pimenta preta por cima que ficava uma delícia! Uma das minhas irmãs é formada em nutrição e me explicou na viagem sobre os ovos caipiras. Achei digno de entrar na minha dieta diária (moro sozinha e sempre quis manter a rotina saudável que eu tinha em casa – na casa dos meus pais), aí todo dia eu consumo muitos ovos (entre 3 á 4) dos caipiras. Já vi resultados visíveis na minha pele, cabelos… E creio mesmo que tenha sido muito por conta dos ovos caipiras! São um pouco mais caros do que os tradicionais, mas vale cada centavo gasto por eles, em todos os quesitos!

Vou começar a entrar mais no seu blog, além de fofa tens conteúdos bem interessantes por aqui! Beijos pra ti!

Reply

Luiz Sérgio da Silva Filho September 8, 2012 at 18:57

Olá! Por acaso você tem a referência do estudo em que os voluntários consmiam 18 ovos por dia assim como do estudo publicado pelo New England Journal of Medicine, que avaliou um grupo de nativos de Nova Guiné?

Me será muito útil para mostrar aos meus clientes (sou nutricionista).

Agora, um ponto me chamou atenção: se no ovo crú, a avidina diminui/impede a absorção da Biotina (vitamina H), assim como a biodisponibilidade dos nutrientes não é boa, como você estimulou a ingestão sendo que o organismo não aproveitará os benefícios?

Se puderes me responder, agradeço desde já…

Reply

sebastião October 28, 2012 at 11:14

é uma lenda que ovo aumenta o colesterol, crio galinhas caipiras a 3 anos no meu quintal. a 3 anos eu pesava 89 kilos, e comecei a comer ovos caipira todos os dia
já logo que levanto coloco 3 ovos na caneca e deixo uns 5 minutos, só pra endurecer um pouco a clara, pois é mais saboroso a gema molinha, Bom hoje eu peso 58 kilos e no inicio deste ano fiz um chekaup geral, pois tenho 55 anos, e no exame de sangue constou que estou com um colesterol normal . falei para a médica que comia uma média de 3 ou mais ovos por dia, e ela pois a mão na cabeça não acreditou pois na cabeça de muitos médicos o ovo aumenta o colesterol.
as minhas galinhas são alimentadas com milho, folhas de couve que pego no fim da feira, tomates etc. também o fato é que elas ciscam o dia inteiro comendo bichinhos da terra.
Eu li uma reportagem, que os alimentos mais saudaveis e completo do mundo é primeiro lugar o leite materno, o segundo ovo caipira, e o terceiro agua de côco.
Um abraço a todos.

Reply

Renata February 5, 2014 at 17:41

Oi Pati, eu moro aqui em Miami e está difícil encontrar os ovos com a gema dessa cor alaranjada. Eu compro ovos orgânico e que falam que são de galinhas criadas soltas. Amei seus artigos sobre o explicando que a gema é bem nutritiva e que pode colocar no leite para garantir uma boa nutrição mas tem que ser ovos caipiras de verdade e falou sobre a cor, eu fiquei preocupada, mas fico com receio por causa da cor. Eu comecei a fazer uma gemada quente para os meus filhos, e com medo da salmonela eu comecei dissolver a 2 gemas com 200 ml de leite e depois ferver, e depois bato com mais 200 ml e adiciono chocolate. Eles nem percebem e fica cremoso. Eles adoram!! Então. Tenho 2 dúvidas, a primeira pela cor apesar de comprar orgânico e cage free e a segunda se está certo a maneira de preparar gemada quente. A gema que você coloca no leite do seu filho como você explicou no artigo é crua?

Reply

Arlete Martini March 24, 2014 at 14:45

Gostaria de saber a diferença entre o ovo caipira, o orgânico e se existe ovo caipira orgânico. Achava que o orgânico era melhor por estar livre de remédios, mas me parece que aqui neste site o caipira é considerado melhor que o orgânico. Por que?

Grata,
Arlete

Reply

Adriane September 2, 2014 at 1:10

Pergunta meio besta, mas lá vai: quando vc fala em chocolate quente com gema, como vc faz? Tipo faz o chocolate e coloca gemada ou existe alguma forma pra quem não toma chocolate quente açucarado?

Reply

Pat Feldman September 2, 2014 at 8:32

Adriane, eu sou a rainha do liquidificador!!! Aqueço o leite e bato no liquidificador com os demais ingredientes, inclusive a gema. Fica super cremoso, uma delícia!

Reply

Adriane September 6, 2014 at 19:57

Adorei Pat! Obrigada pela explicação. Vou fazer assim também agora.

Reply

Milena Mello September 20, 2014 at 0:58

Oi Pat… Eu sempre acompanho seu blog e adoro! Parabéns..!

Desde criança eu fui acostumada a comer conservas em vinagre.. minha mãe sempre faz conserva de ovo de galinha caipira que ela mesma cria.. parecido com os de codorna… Mas é muito saboroso… O que você acha sobre isso? Será que o ovo em conserva é saudável? E outras conservas, como a de cebola… pepino…couve-flor?
Ela faz com vinagre de álcool que não tem muito nutrientes e sal, mas será que com o vinagre de vinho seria melhor? Obrigada.

Grande abraço!

Reply

Pat Feldman September 20, 2014 at 7:09

Milena, o ideal seria fazer com algum vinagre não pasteurizado, rico em lactobacilos vivos.

Reply

Leave a Comment

* IMPORTANTE: LEIA ANTES DE CLICAR EM "ENVIAR" * Ao enviar seu comentário, você fornece à Pat Feldman e ao Site CriancasNaCozinha.com.br 100% dos direitos autorais do seu texto, e fornece também uma licença PERPÉTUA (para toda a vida) e IRRETRATÁVEL (sem a possibilidade de voltar atrás) para a reprodução de suas palavras associadas ao seu nome, seja neste site, seja em outro site, seja em algum livro que venha a ser publicado, ou em qualquer mídia atual ou futura.

{ 5 trackbacks }

Previous post:

Next post: