Dicas para preparar uma massa perfeita

by Pat Feldman on 18/06/2012 · 5 comments

in AMIGOS, Leitores do Crianças na Cozinha, Massas

Quem acompanha o site Crianças na Cozinha há algum tempo já deve ter notado que eu quase não publico receitas com massas por aqui. E isso reflete a rotina da minha casa, com quase nada de macarrão e outras massas nas refeições. Meu filho mais velho só foi se interessar por massa perto de completar 7 anos, mas não liga muito e come no máximo uma vez por mês. O pequeno, perto dos dois anos de idade, nem sabe o que é. O mais fanático aqui em casa é meu marido, mas como gosto muito dele, não o deixo exagerar (uma vez por semana é exagero??)

Não que eu não goste de macarrão, eu adoro e como ocasionalmente, mas em se tratando de alimentação para crianças, apesar de opções deliciosas, massas são totalmente dispensáveis quando se pensa em uma refeição verdadeiramente nutritiva. Se a idéia é consumir carboidratos, existem opções muito mais interessantes!

Mas a verdade é que saúde não está só no prato. Uma vida saudável e feliz deve ser equilibrada e se temos que cuidar da saúde do corpo, também não podemos deixar de lado a saúde da mente e do espírito. E para quem gosta, um prato de massa bem preparado é um grande prazer, que eu recomendo (com moderação!).

Eu tenho alguns truques para deixar a massa gostosa, mas nada muito profissional, apenas o resultado de muitas tentativas, alguns erros e outros acertos. Mas o chef Carlos Bertolazzi, dos restaurantes Zena Cafe e Spago aqui em São Paulo, especialista no assunto, me deu ótimas dicas, explicando os porquês de cada uma delas. Porque eu não como massa sempre, mas se for para comer, tem que ser a melhor possível, preparada como se deve!

  • Use muita água no cozimento das massas, só assim elas ficam soltinhas. Para cada 100g de massa, um litro de água fervendo.
  • A água para o cozimento das massas deve ter gosto de mar, BEM salgada. Uma pequena pitada de sal e nada não fazem diferença alguma!
  • A massa deve cozinhar até cerca de 1 ou 2 minutos antes do ponto certo, e depois de escorrida vai direto para o molho, onde deverá acabar de cozinhar.
  • Essa coisa de enxaguar a massa para interromper o cozimento é um procedimento totalmente desnecessário! Não faça mais!
  • Óleo na água para o spaghetti não grudar é pura lenda. Como dito acima, para a massa não grudar, cozinhe em muita água. Óleo na água só impede que a massa absorva o molho – massa na boca e molho no prato. Quer coisa mais sem graça?

Mas se o seu filho é fanático por massas, capriche no molho – ingredientes densos em nutrientes e muito saborosos. A minha principal sugestão é a Bolonhesa Tradicional, que tem muito mais coisa boa do que você imagina!

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 4 comments }

Cacilda June 19, 2012 at 8:25

Pat, olá!
Estou lendo o livro de memórias da Laura Ingalls Wilder (The Little House On The Prairie) e me lembro de você em várias páginas do livro. A forma como as comidas eram preparadas, conservadas e armazenadas são fantásticas, de dar água na boca. O que mais me encheu a boca foi a forma como eles defumavam as carnes naquela época. O sabor devia ser algo maravilhoso.
A vida familiar girava em torno da alimentação (plantar, caçar, preparar de diversas formas e armazenar).
O livro descreve o preparo de queijos, manteiga, melado de bordo, linguiça e muitas outras coisas deliciosas.
Se você tivesse vivido naquela época, acho que você seria uma mãe como a de Laura Ingalls, que fazia delícias para a família e se preocupava com a nutrição de todos.
Bj, Cacilda

Pat Feldman June 19, 2012 at 8:41

Cacilda, a tua descrição do livro me deixou com água na boca!!! Vou comprar já!!!! Com certeza vou aprender muito com ele!!! Obrigada pela dica e pelo carinho de sempre!

Cacilda June 19, 2012 at 14:15

Na verdade ainda estou lendo o primeiro livro da série, que se chama Little House in the Big Woods.

Katharine June 21, 2012 at 9:36

Bom dia Pat,
Aqui em casa, não vou mentir, amamos massas, a mais requisitada é o spaguete com molho rico de tomate natural, não uso temperos artificiais em minhas preparações, boa parte dessa determinação devo a você, esse molho de tomate leva cenoura,tomate fresco,beterraba,alho,cebola,azeite, e ervas frescas… meus filhos amam e o maridão também.

Comments on this entry are closed.

{ 1 trackback }

Previous post:

Next post: