Projeto ‘Comida de Verdade’ na Escola

by Pat Feldman on 16/02/2014 · 9 comments

in Aulas de Culinária, MAIS..., Projeto Crianças na Cozinha

Screen Shot 2014-02-16 at 20.08.06Esse ano eu comecei um projeto lindo na escola dos meus filhos. Um projeto que eu chamei de ‘Projeto Comida de Verdade’, porque a única regra para uma alimentação boa de verdade é evitarmos os industrializados e comermos comida de verdade, preparada do zero, com ingredientes frescos e da melhor procedência possível.

Qual o melhor jeito de saber que nossos filhos estão nos alimentando bem?

Quando conhecemos exatamente a composição daquilo que as crianças comem, fica muito mais fácil controlar a qualidade da alimentação delas, e o consumo daquilo que chamo de “comida de verdade” é a melhor forma de garantir qualidade.

E afinal, o que é “comida de verdade”? Existe “comida de mentira”?

O termo veio do inglês, “real food”, e na verdade é o que realmente poderíamos chamar apenas de COMIDA. Sim, porque o que vemos por aí em supermercados e mercearias, dentro de latas, caixas e pacotes não é exatamente comida de verdade, e sim um aglomerado de ingredientes e aditivos químicos que melhoram a cor e sabor do que aquilo que se quer que pareça com comida.

O principal objetivo da parceria entre o Colégio Ofélia Fonseca e a culinarista Pat Feldman é trazer para as crianças o que a alimentação pode oferecer de melhor: comida boa, caseira, sem industrializados e muito saborosa. A nova cozinha do Colégio Ofélia Fonseca vai usar e abusar de verduras frescas, ervas aromáticas, caldos caseiros, grãos integrais e novas receitas, que pretendem estimular e reeducar o paladar das crianças.

Estamos trabalhando não só com ingredientes, mas também com modos de preparo mais cuidadosos e menos agressivos, cozimento lento e outros cuidados que fazem toda a diferença na qualidade final do alimento.

As crianças aos poucos, e mais fácil do que eu imaginava, estão se adaptando e gostando das novidades mais caseiras e mais “comida de verdade”. Os mais velhos principalmente, vez por outra reclamam ou sentem falta das bobagens industrializadas – não dá pra agradar todo mundo de uma vez só, mas sem opção, a fome vence e eles vão cada vez mais aceitando e gostando do que se deve gostar!

No decorrer do ano as crianças de todas as faixas etárias participarão de oficinas culinárias e o plano é que todos produzam alguma opção que será oferecida na cantina. Já pensou, comida de verdade na cantina, preparada pelos próprios alunos? Eles não só aprendem a comer, como também aprenderão a preparar!!

Conforme as coisas forem acontecendo, publicarei aqui e principalmente fotos no meu Instagram. Fiquem de olho para saberem de todas as novidades!!

Conheça e CURTA a nossa página Crianças na Cozinha no Facebook!!!

Um beijo especial para a Marisa, a super diretora do Colégio Ofélia Fonseca, que fez esse projeto acontecer de verdade, nos apoia em tudo e se preocupa DE VERDADE com o bem estar dos seus alunos!!

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 9 comments }

Li February 26, 2014 at 15:27

Desse jeito vou voltar a estudar.

Dania February 28, 2014 at 11:41

Olá Pat…adoro seu blog, sempre leio tudo que vc publica! Adorei esta ideia da cantina da escola mais saudável. Meu filho tem 14 anos (adolescente) e é quase impossível convencer ele a levar lanches mais saudáveis para o Colégio. No colégio a cantina vende de tudo…então já viu…ele não compra lanche todo dia (até por causa do $) e nos dias que leva lanche, sempre acaba sendo salgadinho, bolachas…ui…Você teria alguma sugestão de “comida para adolescentes”…rs…sei que tem bastante dica no seu blog para as crianças menores….mas com o meu “grandinho” é mais dificil de controlar…
Obrigada!
Dania, moro em Itajai – SC, sou fã do seu blog e do livro do seu marido, me ajudou muito com a minha enxaqueca.

Pat Feldman March 1, 2014 at 15:22

Dania, com adolescente é sempre mais difícil, né… Tem que ter muita conversa, fazê-lo entender o quanto é importante ele comer melhor, pela saúde dele!
Estou pertinho de você hoje, aqui em Balneário!!

Lili March 2, 2014 at 7:37

Oi Pat, parabéns pela iniciativa! Voce poderia me dizer qual a marca do biscoito de polvilho? Eu nao consigo encontrar nenhum aqui com gordura de coco… obrigada

May Ishii March 7, 2014 at 11:09

O pão, ainda que integral (e eu considero o integral pior que o branco, porque o IG é mais alto) não é bem “comida de verdade” (assim como os frios). Mas frios (presunto e queijo) foram os único industrializados que não conseguimos cortar aqui em casa. Como você disse, ainda não está perfeito/ideal, mas já está MUITO melhor do que vemos por aí.

Uma esperança muito boa, bem boa. Ainda aguardo tu trocar umas ideias comigo sobre o projeto. Temos que expandir isso pro Brasil inteiro amada.

Grande beijo!
May

Pat Feldman March 8, 2014 at 8:45

May, me chama no face, e pode insistir!! Ando meio na correria!

Naomi March 17, 2014 at 23:18

Olá Pat! Sou leitora do seu blog, fui paciente do seu marido (e nunca havia notado o mesmo sobrenome…rs…) e agora fiquei sabendo que vc é responsável pelo cardápio da escola onde meu filho estuda! Adorei a novidade, principalmente porque ele fica no integral e a alimentação dele na escola sempre foi uma preocupação. Parabéns pelo seu trabalho! E obrigada por alimentar tão bem nossos filhotes! :-)
Beijos,
Naomi

Iana June 4, 2014 at 14:57

Hoje é bem importante fazer essa distinção de nomenclatura: comida de verdade e comida saudável ou natural, pois comerciantes, fabricantes e prestadores de serviço de todos os tipos se apropriaram do “lanche saudável e natural” para denominar uma pseudo comida industrializada, de pior tipo, só tirando refrigerantes e frituras. Uma enganação só! Torço muito pra esse seu projeto tomar conta do Brasil.

Kelly Pimentel February 25, 2016 at 14:43

Adorei!!! Quero saber tudo!!! Que benção!!!

Comments on this entry are closed.

Previous post:

Next post: