ARTIGOS MAIS...

Entretendo as crianças sem gastar e sem usar televisão

Picture 2Incrí­vel como hoje em dia as crianças andam tão apaixonadas por TV, video games e computador. Apaixonadas de tal forma, que perdem as melhores e mais simples brincadeiras da infância!! E o pior de tudo é que esse ví­cio todo oferece no mí­nimo (estou sendo otimista) uns 15 efeitos colaterais bem desagradáveis, tais como obesidade, câncer, diabetes, comportamento agressivo, etc.

Televisão

Não há nenhuma razão para que crianças assistam cerca de duas horas ou mais de TV por dia – como fazem 83% das crianças americanas com menos de 6 anos. Cerca de 90% das crianças com menos de 2 anos já assistem TV, mesmo que isso interfira no seu acelerado desenvolvimento cerebral, que precisa de muito estí­mulo de qualidade nessa fase da vida. Televisão não é estí­mulo para crianças saudáveis!!
Apesar de ser muito prático e muito cômodo simplesmente ligar a TV e deixar as crianças lá calmas e distraí­das com a programação, existem muitas outras opções simples que podem ser ainda mais divertidas e muito mais saudáveis e instrutivas!!

Idéias para entreter as crianças

  • Uma boa caminhada, que pode ser num bonito parque ou pelo bairro onde você mora. Hoje estou na praia e caminhei um montão com meu pequeno, olhando cada detalhe, cada onda, cada folha se mexendo com o vento. Foi bom demais, muito relaxante!
  • Leiam livros – não interessa o assunto, deixe a criança escolher e nunca subestime o seu interesse. Um mapa mundi, com desenhos de todos os continentes pode ser mais interessante e divertido do que parece. Por aqui os títulos da National Geografic Kids fazem o maior sucesso
  • Picture 3Preparem um refeição juntos. Numa cozinha uma criança pode aprender muito mais do que se imagina!!! E a criança ficará orgulhosa por saber que é capaz de contribuir de alguma forma no andamento da casa. Pesquise a origem da receita, o porquê de cada ingrediente e o que acontece durante seu preparo. Só com isso já se tem uma bela lição de história, geografia, fí­sica e quí­mica. Caso você não goste, ou não tenha tempo de cozinhar, mande seu filho para uma AULA DE CULINÁRIA, será diversão e aprendizado na certa!!
  • Monte um quebra-cabeça. É um jogo de inteligência e concentração e no mercado existem quebra-cabeças para todas as idades!
  • Escolha um jogo de tabuleiro e reúna a turma. É uma delí­cia e estimula a inteligência! O mercado oferece opções para todas as idades! Um dos favoritos aqui é o Rumminkub, que super estimula o raciocínio.
  • Conversem, conversem, conversem!! Sobre qualquer assunto, tagarelar é uma delí­cia!
  • Pratique algum esporte, qualquer um que seu filho goste, que você goste
  • Desenhe, pinte e borde! Colocar a imaginação num papel, com cores e texturas é uma delí­cia em qualquer idade!
  • Brinque ao ar livre. Se você não tem jardim em casa ou no prédio, procure uma praça ou parque próximo da sua casa
  • Convide amigos para sua casa
  • Tenha sempre música por perto, e dance muito, “solte a franga”!!! Relaxa, esfria a cabeça, mexe o corpo e a mente!
  • Invente uma caça ao tesouro pelo prédio, pela casa ou pela vizinhança (o que a sua realidade permitir). É muito divertido!
  • Faça guerra de almofadas e travesseiros. Já viu gargalhada mais gostosa do que a gente dá nessa brincadeira?
  • Ande de bicicleta, patinete ou carrinho de rolimã, sempre cuidando para o tráfego de carros – a preferência nesse caso deverá ser por parques e praças
  • Escreva cartas e ensine seu filho a fazê-las – ainda que no começo sejam desenhos ou garranchos incompreensí­veis. Depois não deixem de ir juntos ao correio enviá-la
  • Faça palavras cruzadas. Eu adoro passar o tempo com elas, desde muito pequena!
  • Escrevam histórias, inventem e dramatizem. Brinquem de teatro com toda a criatividade!
  • Aposte corridas
  • Conte muitas piadas e charadas
  • Com caixas de papelão de diversos tamanhos e formas vocês constroem castelos, casas e verdadeiras fortalezas para brincar
  • Plante alguma coisa no seu jardim, mas se você não possui um, use um vaso bem bonito
  • Construa e brinque com aviões de papel

Risos, alegria e família

E como dessa vida nada se leva, riam de tudo, levem tudo na esportiva, sejam saudáveis, mas sem neuroses, sejam felizes e façam seus filhos, parentes e amigos felizes!!

Quando der preguiça de tudo, deitem juntos na cama e tirem uma soneca, façam nada ou até sim, por que não, assistam a um filme! A tela não é proibida, ela só não deve tomar conta do nosso tempo.

Quem é a Pat FeldmanPat Feldman

Pat Feldman é culinarista, criadora do Projeto Crianças na Cozinha (www.criancasnacozinha.com.br), que visa difundir para o grande público receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas A Dor de Cabeça Morre Pela Boca, escrito em parceria com seu marido, o renomado médico Alexandre Feldman.

17 comentários

  1. É realmente concordo plenamente com essa matária, além de dar alegria a criança pela nossa presenças(dos pais) com eles, que é fundamental para eles, pelo que percebo no meu filho, nós tb ficamos mais alegres, mais soltos, mais aliviados, mais desestressados.
    No domingo a tarde, chegamos cedo do passeio que fomos fazer na casa dos avós, e meu filho tinha improvisado, uma cesta de basquete, e pediu mto para jogarmos com ele, nossa foram horas de descontração mto gostosas, tanto para nós pais, como para ele, que agora esta esperando ansiosamente o final de semana, para repetir.
    E assim, tb é dançar, ler, ou até mesmo a gente assistir um filme legal com eles, e acompanha-los sempre no que estão fazendo, e não deixa-los sozinhos nas suas brincadeiras.
    Qdo for que querem mesmo jogar no computador, ou ver alguma coisa no computador, acompanha-los, jogar com eles, explicando, fazendo eles verem o lado bom e o lado ruim, ensinando a eles, serem criticos o suficiente para mais tarde, saberem o que vai ser bom ou ruim para eles, ensinarem a eles a dosarem tudo na nossa vida.
    Essa é a minha opinião, e essa materia, muitos pais deveriam ler e colocar a mão na consciencia.
    Abraços Pat, estou sempre acompanhando seu blog, apesar de não deixar mtos comentarios, sempre olho, todos os dias, qualquer que seja a materia, ou a receita, adoro seu site.

  2. Quantos adultos seriam poupados de tanto sofrimento emocional e psicológico e se tornariam seres capacitados a contribuir para uma sociedade mais justa, solidária e humana, se tivessem tido na infância e adolescência a real e amorosa presença de seus pais! O impacto da presença ou ausência dos pais junto às suas crianças é muito maior do que imaginamos.Parabéns pelo blog, Pat, os artigos tem sido muito esclarecedores.

  3. Pat, adorei as dicas de brincadeiras sem TV. Vou tentar achar tempo pra fazer algumas com meu filhote. Vou até anotar… Depois venho aqui contar como foi.

    Um beijo.

  4. Muito legal! A ideia de escrever cartas veio bem a calhar. Por incrivel que parece nao escrevemos quase nunca cartas para a familia e amigos no Brasil. Acho que por causa da internet (email/msn) mas a ideia me despertou e vou colocar Johann para escrever uma cartinha para os avos hoje mesmo. Aposto que ele vai adorar!

  5. Posso comentar aqui um pedacinho do texto???
    “Não há nenhuma razão para que crianças assistam cerca de duas horas ou mais de TV por dia – como fazem 83% das crianças americanas com menos de 6 anos. ”

    Tem razao sim, eu nao moro nos USA mas moro na Europa aonde o sistema é bem semelhante, aqui nao tem empregados, muitas crianças nao vao pra creche e nem escola antes dos tres anos e nao podemos contar com ajuda de avos e familiares, como assegurar os alfazeres domesticos com uma criança o dia todo colado na sua perna? Eu falo sem vergonha nenhuma que desde um ano colocava filmes musicais pro Mathieu sim, so tinha ajuda do Chris mas ele as vezes passa um mês fora de casa, por mais que deixemos as coisas pra fazer depois, nao posso negligenciar limpeza pois isso é tao importante como a alimentaçao, outro ponto…como fazer comida com bébés ao lado? Depois de mais velho ok, vale uma hora de distraçao com tapewares no chao mas nem sempre é isso que ele quer.
    Eu tenho uma amiga que é terminantemente contra a TV, ela tem razao sim mas esta pagando um preço altissimo, ela sempre fez atelier com a filha mais velha, passava a tarde desenvolvendo atividades ludicas e a filha ama, o problema é que ela ja esta com 4 anos e nao deixa a mae fazer nada, ela vai faxinar a casa depois das nove, quando a menina esta na cama…mas ela mora em casa, pode se dar esse luxo, aqui no meu ape, barulho de aspirador é tolerado ate as sete horas no maximo….
    Enfim, esses pais tem sim consciencia mas nao tem outra saida, voce deixou dicas maravilhosas no seu texto mas todas tem que ser feitas junto com as crianças e isso é impossivel.
    Eu fico aliviada em ver que Mathieu NUNCA troca uma brincadeira ou saida para ver TV, se eu passar o dia brincando com ele, ele adora, fica um anjo e nem liga a TV, mas infelizmente eu nao posso, sou sozinha com Chris pra gerenciar casa, cozinha, compras e etc …se eu tivesse a grana da Madona, ai realmente a TV seria carta fora do baralho na vida dos meus filhos! beijao

  6. concordo c juliana beaup
    e olha q mesmo pagando uma empregada o meu teteu ainda quer brincar c a empregada, c avo etc etc etc e atrapalha muito o serviço da moça por que quer ajudar tbm e meu sogro tem q sair ou fazer as coisas na casa dele
    tds tem seus afazeres e responsabilidades!
    eu toh gravida, naum posso fazer coisas q ele quer, brincar muuuito!!! qd eu toh doente, eh pior ainda, naum posso nem ajudar e nem orientar muito a moça no seu serviço

    entao eu faço diferente, ao invez de nos entrarmos na brincadeira dele, ele que entra nas nossas brincadeiras(serviços de casa) e ele adora ajudar mesmo e faz c muito prazer e naum tem preguiça
    qd toh tirando os lençois da cama, ajuda a levar os lençois e coloca na maquina ou no cesto de roupa suja
    qd faço suco de laranja eu deixo ele usar o expremedor de frutas e teteu expreme tudinho!!
    qd toh cozinhando ele tah brincando de lavar a louça q ele adoooooora! e haja agua!!!
    qd toh varrendo e passando o pano no chao, ele cata os brinquedos ou pega os sapatos e guarda td!!!
    e assim vai!!!
    qd tah td certinho, aeh sim, eu brinco c ele
    agora eu brinco c o meu filho assim fazendo os serviços de casa junto : eu e ele!!!

  7. obrigada, pat!
    eu adorei as dicas!!!
    pena q naum dah p fazer muita coisa, eh muito bom p ele aprender brincando!

    mas qd posso faço alguma delas como ler historinhas, brincar c um jogo de montar, caminhar na praia, brincar no quintal de carrinho e de bola, cantar, dançar e tocar intrumentos (violao, flauta e tambor, q ele adooooora!) c as musicas do tio Tatá (CD) etc etc etc

    geralmente quem faz a maioria desssas coisas sao o pai e o avô, pq eu mesma naum consigo acompanhar o ritmo eleeeetrico do teteu, a barriga estah cada vez mais pesado hehe….

  8. Tambem concordo com a juliana, realmente quem nao tem ajudante ou ama a coisa tem que ser bem diferente, é ter que trabalhar chegar a casa ter um montao de roupa para passar entre outras coisas, fazer o jantar e dar atencao ao pequeno(o meu nao se cala um segundo,hehehe)é claro que o meu filhote gosta de ajudar, mas nem sempre esta para ai virado.
    bjs

  9. Pat,

    Maravilhoso este seu texto sôbre o problema de crianças que são colocadas frente à TV.

    Vc me autorizaria à escrever para a TV GLOBO, sugerindo um quadro fixo no programa “FANTÁSTICO”, onde vc daria aulas não só de culinária para crianças, como sugestões, às mães, avós, tias e acompanhantes de crianças, alertando sôbre os malefícios de se trocar brincadeiras
    infantis por programação de TV?
    Pat, esta matéria é de utilidade pública. Por isto sugeri o programa da TV GLOBO.

    Pat, acho importantíssimo, o “alerta” para que os pais não se esqueçam, como é importante respeitar o “tempo” infantil: tendo como prioridade as brincadeiras, as gargalhadas, o sorriso sempre presente, a ternura e o bem-querer. Uma criança assim amada, será com toda a certeza, adultos equilibrados e felizes.

    Diva Falcão.

    Sugiro que vc faça um programa “piloto” e envie para a TV GLOBO.

    1. Diva, me sinto absolutamente honrada com a sua sugestão, porém me pergunto se a rede Globo ou qualquer outra emissora se interessaria por algo do tipo, simplesmente porque as minhas sugestões tiram as crianças da TV – diminuem a audiência deles – e as minhas sugestões não incluem os patrocinadores deles – eventual prejuízo financeiro.

      Mas escreva a sugestão sim, claro! Imagina, se eles me chama eu vou me sentir importante demais!!!!!! (risos)

      Obrigada pelo carinho!!

      1. Pat ad adorei as sugestões, sou babá há 10 anos mais ou menos, já trabalhei em creche, sou formada em psicomotricidade e pedagogia gestao empresarial, mas, não consegui ‘largar’ sair do meu trabalho, acabamos criando um vinculo muito longo, esta é outra estória. Bem, nas férias normalmente as primas desta menina também vem passar férias nesta cidade as quais tambem conheço desde nascimento, bem hj contam idades 12,11,10,9 anos, é muito dificil arrumar coisas pra se fazer o dia todo sem que fiquem em frente a tv, mas, invento mil e umas, por exemplo: cabaninha, teatrinho com roupas velhas ou pedaços panos, pique esconde, caça ao tesouro, escorregar de barriga na garagem (isto em dia de sol=molha-se um pouco o chão, jogo detergente liquido, elas ficam de biquini edeitam de barriga e se divertem) como se fosse piscina de lama, levo as a praia enfim haja criatividade, em dias de chuva vamos pra cozinha e fazemos sequilhos, pao de queijo…. Bem se presivam de algumas ideias ai estão. beijos a todos e boa sorte e muiiiiiiiiiiiiiiita paciência, porque criança em grupo briga mesmo, é só ficar mais que dois dias juntas!!!! risos….

  10. Concordo com seu artigo, também sou contra assistir tv o tempo todo. Mas não podemos ser hipócritas e radicais porque, nós, as pobres mães mortais, precisam de uma horinha de “sossego”, seja para fazer o jantar, dar aquela disfarçada na bagunça da casa, ou qualquer outra função que nos fica acumulada. Bom seria se conseguíssemos ficar 100% do tempo disponíveis, exercendo somente a função de mãe…

    Leio sempre seu blog, apesar de te achar um pouco radical demais e muito fora da nossa realidade, sempre dá pra aproveitar uma dica ou outra… Agora… assistir TV provoca câncer??? Pat, esse tipo de informação (ou desinformação)é sensacionalista demais e prejudica a sua “credibilidade”. Acho que o seu radicalismo não precisava dessa apelação…

Comentários estão encerrado.

%d