Alimentação MAIS...

O que você acha da atual alimentação oferecida nas escolas?

Respondam à enquete!

E se acharem interessante, contem no espaço destinado aos comentários, um pouco mais sobre a rotina alimentar de seus filhos na escola. A escola fornece lanches/almoço? O que é servido? Quem monta o cardápio? As sugestões/críticas dos pais são ouvidas?

Quem é a Pat FeldmanPat Feldman

Pat Feldman é culinarista, criadora do Projeto Crianças na Cozinha (www.criancasnacozinha.com.br), que visa difundir para o grande público receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas A Dor de Cabeça Morre Pela Boca, escrito em parceria com seu marido, o renomado médico Alexandre Feldman.

14 comentários

  1. Pat, na escola da minha filha, sei que a maioria das mães acha o lanche natureba até demais, mas para quem é um pouco mais bem informado sobre nutrição sabe que não é bem assim. Eu não interfiro muito, porque a minha filha é alérgica a várias coisas, então do lanche da escola ela só come as frutas e o suco que é natural e não adoçado, e o restante são coisas que eu mando. MAs para as outras crianças, embora tenha bastante coisa saudável (milho cozido, ovos, bolos integrais feitos lá, iogurte natural com mel, por ex), tem muitas coisas que eu não gostaria que minha filha consumisse (sucrilhos cheio de açúcar, barrinha de ceral com chocolate – falso saudável, porque no cardápio vem só barra de cereal – leite longa vida, requeijão, bisnaguinha, etc.).
    Não sei se reclamaria, porque como eu disse, tenho certeza que seria a única insatisfeita.
    beijos!
    ps: o que aconteceu com lanche da lumiar???

    1. O Lanche da Lumiar passou a ser decidido por uma nutricionista… Uma nutricionista que acha que pão francês é integral, natural, não industrializado e tem grande valor nutritivo… Preciso dizer mais???

  2. Pat, depois de nossa conversa assumo que me fez bem e fiquei satisfeita ao novamente analisar o cardápio da escola do meu Arthur! Quando o coloquei na escola estava contrariada com a possíbilidade dele ser entupido de industrializados e pelo que consta no cardápio atual, a nutricionista é bastante preocupada com os ingredientes, diversificados e o mais naturais e orgânicos possível! Espero que seja uma tendêcia no ambiente escolar! bjs

  3. Não sei se é pelo fato de ser uma waldorf mas a alimentação da minha filha não deixa nada a desejar. As professoras que preparam todas as refeições, até o lanche.
    São alimentos orgânicos e nada industrializado, acho que so o macarrão.
    Todo mês elas nos mandam o cardápio e apesar de ser um pouco vegetariano (as crianças só comem carne duas vezes por semana), o que falta, eu complemento em casa. Detalhe que lá não se toma suco, só chá e água, nadica de soja e pouco adoçante, tanto açucar quanto mel são mínimos.
    O cardápio é bem variado e cheio de temperos que são plantados no quintal da escola.

  4. Avante, Pat!!
    Aqui em BH a coisa tá feia e pra piorar, as escolas não são muito abertas para o quesito alimentação saudável. Quase todas têm um cardápio comprado, que é barato, estático e sem supervisão porque ninguém quer gastar dinheiro com isso. É uma luta, viu?!
    Dá dó das crianças que ficam comendo um pacotinho disso ou uma caixinha daquilo todo dia…
    Eu vou “cavucando” daqui e dali até achar alguém com o mínimo de consciência saudável dentro das escolas.
    Ano que vem Samuel vai pra escola e eu já estou de cabelos em pé. Estou tentando fechar um contrato com a escolinha onde pretendo matriculá-lo, pra ver se a gente consegue colocar comida de verdade pros baixinhos de lá. Samuel não é do tipo que gosta de um bolinho marca tal, suquinho de caixinha, refrigerante ele detesta, etc… No lanche da tarde, ele gosta mesmo é de milho cozido, de uma canjica bem preparada e quentinha, de uma caprichada vitamina de frutas com iogurte natural, de um mingau de milho verde…
    Agora, tem um outro problema, viu Pat… parece óbvio, mas as mamães nem sempre estão dispostas a “tratarem” da alimentação dos pequenos e preferem mesmo é que a criança coma qualquer coisa que seja bem prática e que já seja bem aceita por ela.
    O desafio é grande! Mas nós vamos AVANTE!!!
    bjs pra vc!!

  5. Oi Pat,
    Aqui em Curitiba, não fugimos muito do cenário que encontramos no resto do país não, infelizmente. Para matricularmos o Yohann visitamos TODAS as escolinhas disponíveis, muitas pareciam depósito de crianças…
    Na que ele está hoje o cardápio é bem variado, as comidinhas são naturais ( mesmo achando que se você analisa-se encontraria farinha demais para o seu paladar). Os pães são feitos lá mesmo e são beem variamos, linhaça, milho, cereais, aimpim entre outros. Sucos só naturais e as crianças tem aulas de culinária e as “campanhas de alimentação” conforme sua idade para elas seguirem em casa. Tem a Campanha do verdinho, que a criança tem qur ter verdinho no prato nas refeições ( e ótimo ve-lo pedir uma salada verde necessariamente..rsrs) mais tarde pros mais velhos tem o numero de cores no prato.. tudo isso e introduzido nas aulas de nutrição que as crianças tem.. e o Estimulo para a familia participar é bem grande… è muito bom ter esse movimento ao contrario tb ( escola- casa) já que como a Francine disse nem todas as mamaes estão realmente preocupadas com a qualidade do que as crianças comam desde que elas comam….
    Além disso eles tem uma horta e aprendem a usar os produtos nas refeições… Fazem saladas de frutas e sanduihes naturais nas aulas pra depois lancharemo que fizeram.. Queria ser uma mosquinha pra ver a bagunça…
    Bjs

  6. Fiz uma reclamação esses dias na escola da Nicole inclusive… eu pedi que fosse colocado açúcar mascavo (e bem pouco) no lugar do açucar convencional, nos sucos naturais que precisam ser adoçados (como é o caso do maracujá), ao menos no da Nicole se fosse o caso, me prontifiquei até a levar o açúcar. Mas a resposta de pronto foi não, que é impossível “não dá pra ser 10 em tudo” foi a resposta que tive :(((

  7. [color=black][/color] Bom pessoal , a não existe escola melhor em Carapicuíba ,todas são péssimas , eu já estudei no Victório Fornasaro vou dizer só tem um problema eles encrencam com alunos novos minha vida foi inferno naquela escola e também no Alberto mas e assim , já estudei em varias escolas a unica que depois de um ano pararam de me zoar foi o Alberto porque eu não dava bola quando aconteceu isso eu estava na 6° serie no Alberto agora eu eu estou na 7° serie e não sou zoada , tambem estudei no sardinha e vou falar lá e uma porcaria !

  8. Bom e verdade anne , mas as de Barueri são todas boas minha filha estuda na Júlio Gomes Camisão , o Único problema e que as crianças de lá tem hábitos de bater em outras todo dia e dentro da escola , mas o resto e tudo bom o ensino fora os hábitos , se eu tivesse condições eu colocava minha filha em uma escola particular mas a mensalidade e muito alta 180 ou mais , minha filha estava sendo machucada na escola no começo do ano , mas já resolvi agora eu fico com ela o recreio inteiro a diretoria autorizou

Comentários estão encerrado.

%d