Aperitivos e entradas Aves DIETA FELDMAN ANTIENXAQUECA RECEITAS

Patê de fígado de galinha e/ou pato

Quem leu as delí­cias que eu comi nas refeições do congresso, mês passado, talvez se lembre que no último dia uma das iguarias servidas era um patê de fí­gado. Lá tinha de fí­gado de galinha e de pato. Aqui eu só consegui o de galinha, e hoje resolvi me aventurar no preparo.

Esse aperitivo é super gourmet e suuuuuuuuper nutritivo. Você vai fazer sucesso ao servi-lo em qualquer ocasião.

Mas me lembrei de um detalhe importante: além de muito nutritivo, é uma comidinha pastosa que pode também pode ser oferecida a bebês muito novinhos, ainda sem dentinhos na boca. Pura saúde com um toque de sofisticação para os pequenos!!

Antes de contar o resultado final, deixem-me falar um pouco do preparo todo.

O fí­gado de galinha (eu comprei Korin, que não é a minha opção favorita, mas foi o que deu para achar assim rapidinho) é muito mais bonitinho que o de boi, não me pareceu tão “gosmento”…

Quando eu comecei a colocar os ingredientes na panela, uma mágica foi acontecendo na minha casa, tudo parou! Gente, vocês não imaginam que perfume fantástico se espalhou por tudo!!! Hoje, mais do que nunca, eu descobri que boa parte da gostosura de uma comida é o perfume que ela exala durante o preparo. Talvez por isso muitos restaurantes estejam perdendo a graça para mim…

Então o fí­gado ficou pronto, esperando apenas para ser processado. Mas aquela panela ficou tão apetitosa, que na próxima eu sirvo assim, como um prato principal mesmo, sem transformar em patê. Na hora das fotos do patê é que nos lembramos que a panela, com os fí­gados inteiros, deveria e merecia ter sido fotografada (a foto do patê pronto vem amanhã cedo!).

Foi lindo!

Para acompanhar a delí­cia, a mesa contava com pão de iogurte, queijos variados, uma boa manteiga e um bate papo muito agradável.

Nosso pequeno já dormia quando tudo ficou pronto, mas amanhã vai comer o pão no café da manhã. Esse pão ele come!

Ingredientes:

3 colheres de sopa de manteiga

450 g de fí­gado de galinha e/ou pato (você pode misturar os dois)

225 g de cogumelos, lavados, secos e picados

1 maço pequeno de cebolinha picada

2/3 de xí­cara de vinho branco seco (mas se você já tiver um vinho tinto aberto na geladeira, pode usar – o resultado também é muito bom)

1 dente de alho amassado ou finamente picado

1/2 colher de chá de mostarda em pó

1/4 de colher de chá de dill desidratado

1/4 de colher de chá de alecrim desidratado

1 colher de sopa de suco de limão

100 g de manteiga amolecida

sal à gosto

Modo de Preparo:

Derreta a manteiga numa frigideira (eu gosto de usar a de ferro).

Acrescente os fí­gados, cebola e cogumelos, mexendo ocasionalmente, por cerca de 10 minutos, até que o fí­gado ganhe uma coloração marrom.

Adicione o vinho, alho, mostarda, suco de limão e as ervas.

Leve à fervura e deixe cozinhar com a panela destampada até que todo o lí­quido tenha secado.

Deixe esfriar e passe para um processador junto com a manteiga amolecida.

Tempere à gosto e transfira para uma forma. Coloque na geladeira até esfriar muito bem.

Sirva com pães ou torradas integrais.

Aprenda mais

Quer mais receitas para o dia a dia? Não deixe de conhecer o meu livro 30 Dias de Comida de Verdade, disponível em versão impressae-book Kindle ou em PDF.

Quem é a Pat FeldmanPat Feldman

Pat Feldman é culinarista, criadora do Projeto Crianças na Cozinha (www.criancasnacozinha.com.br), que visa difundir para o grande público receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas A Dor de Cabeça Morre Pela Boca, escrito em parceria com seu marido, o renomado médico Alexandre Feldman.

13 comentários

  1. Puxa, Pat, isso me lembra minha infância…

    Minha avó era húngara e usava bastante fígado de galinha na cozinha. Uma receita clássica é um patê feito com o fígado cozido batido com creme de leite e bastante páprica. Não lembro dos detalhes da receita, acho que vou pedir pra minha mãe!

  2. Olá Pat
    Gostaria de saber porque voce diz que o figado de galinha da Korin não é o seu preferido. sempre procuro comprar o frango da Korin , pois sei que os frangos são criados sem hormonios e sem antibioticos.
    Voce tem algo contra ou indica alguma outra marca melhor?
    Como faço para fazer o pão de mandioca que voce disse , na receita da massa de iogurte voce não cita a mandioca.
    Obrigado desde já
    Um abraço
    Cida

  3. Gostei muito da receita patê de figado galinha. É bem natural e só vai fazer bem aquem provar.

  4. Olá, adoro fígado, mas estou com uma dúvida: não é um alimento com muito colesterol? Se puder me responder, ficarei mais tranquilo e poderei consumí-lo sem preocupação. Grato.

  5. Pat, da primeira vez que fiz não tinha a mostarda e não achei tão bom… Acabei de fazer de novo e ficou ótimo! Que sabor, comi uma colherada ainda morno rs Delícia!

  6. Pat, essa receita é uma delícia! Mas fiquei com uma dúvida: como se conserva o patê, depois de feito? Tem que ficar na geladeira? Deixei o meu na geladeira, mas tem o inconveniente de ficar durinho, como manteiga que fica na geladeira, e fica difícil de passar no pão… Vc tem alguma sugestão?

  7. Maravilhosooo!! Nao consigo parar de comer! Obrigada Pat por compartilhar essa delicia! A proxima tentativa sera o pao de iogurte. Porcionei em potes pequenos de vidro na geladeira. Ate quantos dias posso armazena-lo assim? Monica

  8. Obrigada Pat pelo retorno! Legal a idea de congelar. Estou comendo agora o meu :-) delicia!

Comentários estão encerrado.

%d blogueiros gostam disto: