Leite – Verdades e Mentiras

by Pat Feldman on 26/08/2008 · 471 comments

in Alimentação, AMIGOS, ARTIGOS, Dr. Alexandre Feldman

Picture 31 Imagem: www.goinghometoroost.com

Instagram

Existem “leites” e “leites”, e para desmistificar um pouco este assunto, um texto bastante esclarecedor  e completo do Dr. Alexandre Feldman, um dos colaboradores do site Crianças na Cozinha.

Este artigo é parte integrante do livro de minha autoria (o Dr. Alexandre Feldman é o co-autor – uma participação muito especial!) A DOR DE CABEÇA MORRE PELA BOCA. Lá tem muito mais sobre leite e outras informações interessantíssimas a respeito de alimentos!

CLIQUE AQUI e conheça nossa página sobre ‘Comida de Verdade’ no Facebook. É um ótimo canal para ficar por dentro das novidades e interagir com mais rapidez e facilidade!

Boa leitura!

O leite do supermercado é rotulado, por muitos (inclusive a maioria dos médicos e nutricionistas), como um alimento quase perfeito, muito necessário para o desenvolvimento dos ossos e dentes; tudo isso por conta do cálcio na sua composição.

Quem já não ouviu que a criança precisa tomar bastante leite para evitar o raquitismo, enquanto que o adulto e o idoso devem ingerir muito leite para evitar a osteoporose? E que a proteína do leite é boa para o crescimento saudável?

Tomar leite de supermercado não previne osteoporose. Está provado. Em um estudo científico enorme realizado pela universidade de Harvard, nos anos 90, e que recebeu o nome de Harvard Nurses Study, foram estudadas mais de 70 mil mulheres, e a conclusão foi estarrecedora: aquelas que tomavam pelo menos dois copos de leite ao dia, tinham significativamente mais osteoporose que o grupo que tomava um copo por semana.

Como pode ser?

Terá a ciência modificado seu conceito sobre o leite?

Ou terá o leite se modificado?

Pois é… foi o leite que mudou!

Em muitas das minhas palestras, quando começo a falar sobre os malefícios do leite de supermercado, alguém, normalmente mais velho, na platéia, se levanta e pergunta: “- Mas doutor, como é possível? Eu e meus irmãos fomos criados na fazenda, tomando leite puro, quentinho, direto da vaca, e tivemos uma infância e adolescência muito saudável, nos tornamos adultos altos e fortes… Como pode o leite não ser bom?”

E eu respondo: Aquele leite era ótimo!

www.pat.feldman.com.br

? Grab this Headline Animator

Existe uma grande, imensa diferença entre o leite tomado puro, recém-saído da vaca (ou da cabra, cavalo etc) e o leite de supermercado..

O leite de supermercado é pasteurizado. Homogeneizado. Centrifugado. Clarificado. Filtrado. Bactofugado. Tratado à vácuo. Aquecido e reaquecido várias vezes. Só então ele alcança as gôndolas do mercado. Isso quando ele não é desnatado. Ou desidratado (em pó). Ou ambos.

Como veremos, a indústria do leite está interessada apenas nos cifrões, na quantidade. Não na saúde. Para eles, todo esse processamento do leite é sinônimo de qualidade. Mas infelizmente, esse leite não possui mais nenhum parentesco com o leite cru, in natura. Ambos são brancos. Mas a semelhança para por aí. Em termos bioquímicos, enzimáticos e nutricionais, eles são completamente diferentes.

A importância das enzimas presentes nos alimentos está começando a ser estudada só agora, pela ciência de ponta. A pasteurização do leite destrói as suas enzimas. Uma delas, a fostatase, é essencial para a absorção do cálcio. Agora, me responda: de que adianta o leite conter cálcio, se a sua absorção está prejudicada? Na prática, tudo se passa como se esse leite fosse pobre em cálcio! Você já reparou que a osteoporose está atacando pessoas cada vez mais jovens?

Outra enzima presente no leite, a lipase, é útil para a absorção dos ácidos graxos (gorduras). Porém, é destruída pela pasteurização. A enzima galactase, importante para a digestão do açúcar do leite (que recebe o nome de galactose), é perdida. A catalase, peroxidase, diastase… todas as enzimas que facilitam e propiciam a utilização dos nutrientes desaparecem. Os próprios nutrientes do leite se alteram ou são destruídos com a pasteurização e o processamento industrial. Por exemplo: Você, que sempre acreditou nos benefícios do leite, rico em cálcio, aos dentes, precisa levar em conta que a destruição e alteração de outros de seus nutrientes, pelo processamento industrial, acaba causando um efeito radicalmente inesperado.

Instagram

O Dr. Ralph Steinman, professor emérito da faculdade de odontologia da Universidade Loma Linda na Califórnia, realizou num estudo científico em ratos, dividindo-os em 3 grupos: o primeiro, alimentado com ração normal, teve menos de uma cárie, em média, ao longo da vida. O segundo grupo recebeu uma alimentação recebeu numa dieta repleta de açúcar, e apresentou uma média de 5,6 cáries por rato, ao longo da vida. Mas o terceiro grupo foi alimentado com leite pasteurizado homogeneizado, e apresentou 9,4 cáries por rato, em média. A propósito, o processo de formação de cáries é idêntico em ratos e seres humanos. Se o leite industrializado faz isso com os dentes, imagine então os ossos!

Agora, imagine as crianças, que além de leite industrializado, consomem avidamente chocolate, brigadeiro, leite condensado, bolacha, batata frita, macarrão e outras fontes de açúcar!!! O pior é que esse péssimo hábito é reforçado pelos pais, pela escola, pelos buffets infantis, pelos avós, enfim, por todo mundo! A saúde dos dentes reflete a saúde do organismo como um todo. Dentes ruins são sinal de saúde ruim. Hoje em dia, os cardiologistas já comprovaram que a aterosclerose e as cáries andam de mãos dadas. Ambos os processos fazem parte de um mesmo estado degenerativo. A única diferença é que as cáries aparecem primeiro.

Você percebe?

Não basta apenas o cálcio.

O leite cru possui uma série de nutrientes, alguns dos quais ainda não foram nem sequer isolados e identificados pela ciência, mas cujos efeitos podem, sim, ser observados após a perda ou alteração desses nutrientes pelo processamento industrial. O leite contém um açúcar chamado lactose. Por sinal, em grandes quantidades. Se o leite for cru, essa lactose não possui o efeito destrutivo do açúcar comum (sacarose), pois é absorvido bem mais lentamente e, assim, não sobrecarrega o pâncreas na produção de quantidades excessivas de insulina.

Por outro lado, se o leite for pasteurizado, a coisa muda: o aquecimento a altas temperaturas transforma a lactose em beta-lactose, que é um açúcar muito mais rapidamente absorvido pelo organismo, resultando em picos excessivos de insulina e sobrecarga do pâncreas. Quando essa insulina acaba de cumprir o papel de livrar o sangue do excesso de açúcar, ela permanece na circulação por mais um tempo, desta vez retirando açúcar necessário ao bom funcionamento do cérebro e do organismo. O organismo reage imediatamente a essa baixa anormal de açúcar, provocando uma sensação de fome. Fome por alguma coisa que reponha rapidamente esse açúcar, como por exemplo, um doce, ou quem sabe, mais leite. A coisa vira um ciclo, uma espiral, uma bola de neve. Um dos resultados é a obesidade, que por sinal, está se tornando uma epidemia.

Outro resultado é a enxaqueca, depressão, ansiedade, crises de pânico e desequilíbrio hormonal (e suas conseqüências). O processo de homogeneização do leite consiste em filtrá-lo sob alta pressão, de modo a reduzir ao máximo o tamanho dos glóbulos de gordura que nele contém, de modo que o leite não separe, ou seja, não forme nata. Fique sempre homogêneo. Esses glóbulos de gordura possuem uma membrana externa, microscópica, constituída por uma certa proporção de proteínas e gorduras. Com a homogeneização, ocorre um aumento brutal na área de superfície desses glóbulos de gordura, a perda da estrutura original das membranas desses glóbulos e sua substituição por uma proporção bem maior de proteínas que no leite cru. Este fator pode ser um dos responsáveis pela tendência do leite industrializado a provocar alergias.

As proteínas do leite, como a caseína, lactoalbumina e lactoglobulina, são estruturas químicas complexas que, quando aquecidas além de 46 graus, começam a sofrer um processo chamado desnaturação. Esse nome é ótimo, porque diz tudo. Com a pasteurização, Elas perdem (des) o seu estado natural (naturação) e se tornam substâncias estranhas ao organismo de quem as ingere. Quando entramos em contato com elas, nosso sistema imunológico as reconhece – em maior ou menor grau – como se fossem corpos  estranhos! Quando é em maior grau, o indivíduo tem sorte, pois já sabe que, se tomar o leite do supermercado, sofrerá uma série de reações intensas (digestivas e outras). Quando esse reconhecimento é em menor grau, como no caso da maioria das pessoas, as reações não são visíveis, nem óbvias, mas acontecem. Um sistema imunológico voltado, ainda que em baixo grau, para uma reação inútil contra estruturas do leite de supermercado, está passando por uma sobrecarga desnecessária. E constante, naqueles indivíduos que fazem uso quotidiano desse leite. O sistema imunológico é quem comanda a regeneração e cura das doenças. Um sistema imunológico sobrecarregado não combina com nenhum tipo de melhora!

Crianças e adultos, no meu consultório, com gripes e resfriados, infecções de ouvido freqüentes, dores de cabeça, enxaquecas… param o leite de supermercado, e em 3 meses, nunca mais querem ver esse leite pela frente, pois sentem-se melhor!

Tente você também.

E tem mais: essa reação do sistema imunológico, por menor que seja, é uma reação denominada inflamatória. Acompanhe o raciocínio: Qualquer dor, inclusive a dor de cabeça, compreende, entre outras coisas, no seu mecanismo, uma inflamação. Se você, além de sofrer de dores de cabeça, consome, sistematicamente, algum ingrediente que pode causar uma resposta inflamatória do corpo, estará criando um estado pró-inflamatório no seu organismo. Fica muito mais fácil ter dor!

O leite de supermercado pode predispor a doenças auto-imunes, pois os anticorpos voltados contra as estruturas do leite podem, “sem querer”, reconhecer estruturas do nosso próprio corpo (articulações, pâncreas e outros órgãos e tecidos) como se fossem as estruturas do leite. Nessa hora, você começa a ser atacado pelos seus próprios anticorpos. São as assim chamadas doenças auto-imunes.

Bebês que, nos primeiros 6 meses, se alimentam com leite pasteurizado em detrimento do materno, têm maior incidência de infecções respiratórias, diarréia, pneumonia, infecções de ouvidos, e outras doenças bacterianas e virais. Há até cientistas correlacionando a ingestão de leite pasteurizado no primeiro semestre de vida, com o aparecimento maior de doenças do sistema imune, por exemplo, diabetes, colite ulcerativa, doença celíaca e outras, em comparação aos não-consumidores de leite de vaca.

Por que, então, consumimos leite pasteurizado?

A resposta é simples: Propaganda, propaganda e propaganda.

A última moda, agora, é o leite ultrapasteurizado. Dê uma olhada em muitas caixinhas de leite de supermercado, e você poderá ver as letras UHT impressas no rótulo. UHT nada mais é que a abreviatura de Ultra HighTemperature – temperatura ultra alta. Pelo que você já leu até aqui, já dá para entender que isso não é uma coisa nada boa. Pesquisadores da Universidade de Washington, em 1960, ficaram interessados em resultados de estudos mostrando uma incidência maior de infarto em portadores de úlcera do estômago, e levantaram a suspeita de que o leite pasteurizado, utilizado na época pelos pacientes para aliviar seus sintomas de queimação, pudesse estar exercendo um papel nesse processo. Fizeram, então, um estudo estatístico ligando o consumo do leite à incidência de infarto, e que foi publicado na revista Circulation, volume 21, página 438. O estudo comparou a incidência de ataques cardíacos em consumidores quotidianos de leite pasteurizado versus não consumidores.

Instagram

O resultado? Três vezes mais consumidores de leite tiveram ataques cardíacos, nos Estados Unidos. Na Inglaterra, seis vezes mais.

Quem levou a culpa? A gordura do leite. E assim, desnataram o leite. O mundo inteiro passou a consumir leite desnatado e alimentos com baixos teores de gordura.

Será que essa atitude levou a uma diminuição das doenças coronarianas? As estatísticas dizem que não.

Atenção, leitora: apesar do que você lê ou ouve, saiba que qualquer recomendação para diminuir o consumo de gordura animal não possui fundamento científico. As gorduras animais são substâncias biológicas estáveis, não se oxidam facilmente, não dão origem a radicais livres facilmente e, sobretudo, contêm nutrientes fundamentais, essenciais, vitais para a sua saúde e da sua família. As crianças, em particular, necessitam de um ótimo suprimento de gordura animal de boa qualidade, a fim de garantir o seu perfeito desenvolvimento físico e neurológico.

A que interesses atende o consumo de leite industrializado? Aos interesses de uma indústria multibilionária.

A megaindústria investe bilhões para romancear o seu produto, associá-lo a bichinhos, a cenas da infância e musiquinhas, em propagandas espalhadas por todos os lugares, que absorvemos através dos nossos cinco sentidos, todos os dias, repetidas vezes. Uma verdadeira lavagem cerebral.

E não descuidando de influenciar inteligentemente as áreas de conhecimento formadoras de opinião – nutrição e medicina – no sentido de convencer os profissionais dessas áreas (e assim, toda a população) de que o leite é a única fonte realmente boa de cálcio, e que sem o leite, o castigo será maligno, nossos ossos vão se desintegrar.

Além disso, a grande mídia, a grande imprensa, se recusa a questionar os trabalhos que seguem os mandamentos ditatoriais da indústria multibilionária de alimentos. Pelo contrário, encoraja a todos que bebam bastante leite de vaca industrializado, e consumam seus derivados. Leite de soja também.

Vamos supor que uma matéria é publicada numa revista de grande circulação e muito conhecida, falando bem sobre o leite, ou então algum novo remédio ou tratamento para dor de cabeça. Se nas próximas, 3 ou 4 edições não aparecer nenhuma contestação ou ressalva, isso significa, para todos os leitores, que a questão está fechada. O assunto está encerrado. Não há contestação. Pois caso houvesse, a revista publicaria, uma vez que a imprensa é livre. Mas veja bem: a imprensa também é livre para publicar ou não publicar, de modo que a revista, ou o jornal/rádio/TV, só vai publicar aquilo que estiver de acordo com os seus interesses. E os seus interesses coincidem com aqueles de seus anunciantes e patrocinadores, entre eles, quase sempre, a poderosa indústria de alimentos e de remédios. É claro que eles entrevistam médicos, nutricionistas, professores universitários e pessoas revestidas de autoridade em saúde. Eles entrevistam aquela parcela de profissionais que, honestamente, acredita que a natureza não foi capaz de criar alimentos suficientemente saudáveis, e que o homem pode melhorá-los através de processos industriais e engenharia genética. Eles entrevistam a parcela que acredita, honestamente, que as doenças nada mais são que um estado de deficiência de remédios.

Toda essa filosofia foi criada por uma indústria visando um mercado multibilionário de alimentação e saúde. Os entrevistados típicos são profissionais altamente inteligentes, graduados e capacitados, que algum dia se envolveram em um trabalho científico de pesquisa que levou ao patrocínio de alguma indústria alimentícia e/ou farmacêutica, ou indiretamente, através de algum órgão governamental (no Brasil ou fora dele) controlado, financeiramente, pela indústria. Se alguma pesquisa destes cientistas apontar para um efeito negativo do remédio ou alimento em questão, este resultado é simplesmente omitido. Deixado de lado. E caso outro pesquisador qualquer tenha apontado para o mesmo problema, a solução típica é ignorar essa informação e, de quebra, o pesquisador. Assim, ninguém fica de consciência pesada.

É claro que existem inúmeras pesquisas, patrocinadas pela indústria, sobre alimentos e remédios, realizadas por grandes cientistas, e todas estas pesquisas são de enorme importância – desde que seus resultados venham de encontro com os interesses maiores da indústria, e dêem a ela suporte de modo a evitar qualquer conflito de opiniões.

Dica: Troque o Leite Pelo Iogurte

Recebi uma pergunta, através do formulário que disponibilizo no meu site para esse propósito, de uma internauta de São José dos Campos (SP). Eis aqui a questão:

O site é bem organizado e muito esclarecedor para quem sofre de enxaqueca. Sofro deste mal, há muitos anos. Vi que o leite é um dos alimentos que é recomendado evitar, mas os seus derivados como o iogurte não. Por quê? Tudo que estava no leite está no iogurte, principalmente o caseiro. Entrei na menopausa (e a enxaqueca continua), mas não faço nenhum tipo de reposição hormonal, e acho o leite importante p/ evitar a osteoporose, sendo a fonte com grande quantidade de cálcio. É um dilema: tomar ou não tomar leite para evitar a enxaqueca.

Esta pergunta é muito importante, e é com muita alegria que recebo esta oportunidade de tocar no assunto leite versus iogurte.

O leite, em seu estado original (ou seja, recém-saído de uma vaquinha saudável, criada solta e não em confinamento, que não recebe hormônios e se alimenta não de ração mas sim de pasto – sem agrotóxicos – em suma, uma vaquinha feliz!), é um alimento muito saudável, denso em nutrientes importantíssimos, que nutriu nossos antepassados das mais variadas partes do planeta, em toda a sua jornada ao longo da História.

Com o adensamento das cidades e a Revolução Industrial, a criação das vacas deixou de ser atributo de indivíduos que valorizavam os animais, passando a pessoas pagas para tal função, não necessariamente fazendo isso por vocação ou amor. As vacas se transformaram, de companheiras do homem, em fábricas de leite. O leite era ordenhado por pessoas mal-pagas, sem nenhuma noção de higiene. As vacas foram transferidas do campo para lotes de confinamento, e alimentadas com grãos cereais e uma série de alimentos inapropriados.

As epidemias, nessa época, foram uma conseqüência natural. Tuberculose, brucelose, cólera e tantas outras, ceifaram muitas vidas.

De repente, os cientistas da segunda metade do Século 19 descobriram os micróbios. Concluiu-se, com razão, que eram eles os responsáveis pelas doenças que causavam epidemias. Em seguida, descobriu-se que a fervura matava os micróbios. Nasce a pasteurização.

Dentro desse contexto de falta absoluta de higiene, infecções, doenças, epidemias e alta mortalidade no Século 19, a pasteurização mudou drasticamente o cenário. Bastava submeter o leite sujo e contaminado a uma alta temperatura… e matavam-se os micróbios!

Cuidados de higiene nos estábulos, na ordenha, nos funcionários, no armazenamento do leite? Para que?? A pasteurização mata tudo!

De fato, mata. Inclusive o próprio leite.

O que, naquela época, não se sabia, é que existem componentes do leite cuja estrutura química sofre modificações com a pasteurização. E essas modificações tornam tais componentes prejudiciais à nossa saúde, facilitando inclusive o surgimento de reações inflamatórias de toda espécie. E onde há inflamação, há dor.

O mais sensato, face à potencial contaminação por micróbios nocivos, seria tirar o leite de vacas saudáveis, que se nutrem de capim e pasto (alimentos que a natureza lhes reservou para se manterem saudáveis); e comercializar esse leite como um produto altamente perecível. Isso é impossível numa mentalidade industrial cujo principal objetivo é o lucro, não a saúde. Afinal, o leite de verdade (não pasteurizado, portanto cru) pode facilmente azedar ou coalhar – e como explicar isso para o consumidor?

A propósito, leite cru azedo ou coalhado é tão ou mais saudável que a versão original. Essa transformação (na verdade, em uma forma de iogurte) é levada a cabo pelas bactérias benéficas que habitam o leite (lactobacilos vivos). Essas mesmas bactérias fazem um bem imenso ao nosso organismo e protegem o leite cru de contaminações por micróbios nocivos. Os lactobacilos, habitantes naturais do leite, morrem todos com a pasteurização, tornando-o vulnerável à contaminação pelo primeiro micróbio nocivo que aparecer. Esse sim é um produto perigoso!

Se a estrutura química do leite é modificada pela pasteurização a ponto de se tornar estranha ao nosso sistema imunológico, a transformação desse leite – mesmo pasteurizado – em iogurte, modifica novamente a estrutura molecular do leite de modo a neutralizar o potencial malefício.

Por isso, minha dica desta semana é: substitua o leite pelo iogurte em sua vida.

Cuide apenas para que o iogurte seja integral e não desnatado. Quanto menos processamento, melhor.

Instagram

Lembre-se que não estou me referindo aos iogurtes que já vêm com sabor de frutas, repletos de corantes, conservantes e outras substâncias químicas. Prefira o iogurte natural, que você pode bater no liqüidificador com a fruta da sua preferência.

ATENÇÃO:

The Whole Soy Story, livro imperdível!! The Whole Soy Story, livro imperdível!!

SE VOCÊ LEU O ARTIGO, ACHOU INTERESSANTE, FICOU COM MEDO DO LEITE DE VACA COMERCIAL E PENSA EM TROCÁ-LO PELO LEITE DE SOJA, LEIA ANTES O QUE JÁ FOI PUBLICADO SOBRE O ASSUNTO AQUI NO SITE CRIANÇAS NA COZINHA:

Soja, a história não é bem assim: http://pat.feldman.com.br/?p=5

Você ainda vai dar leite de soja para os seus filhos?: http://pat.feldman.com.br/?p=859

Israel contra o leite de soja: http://pat.feldman.com.br/?p=1507

E SE TIVER OPORTUNIDADE LEIA O LIVRO: The Whole Soy Story

Conheça também as nossas redes sociais:

Instagram: @pfeldman

Facebook: Comida de Verdade, por Pat Feldman

Periscope: PatFeldman

Instagram

Envie para um amigo Envie para um amigo Versão para impressão Versão para impressão

{ 437 comments… read them below or add one }

Melissa Verl August 26, 2008 at 19:22

Amei o texto! Vou compartilhar com vários amigos.

Um dia desses Pat, vi um intervalo no Discovery Kids, que o meu filho ama, e o Doki, o mascote do canal, dizia que a caixinha de leite dele estava vazia, mas que se ele tivesse uma vaquinha, a caixinha ficaria sempre cheia.
Aí alguem aparece e diz que não é bem assim. Que o leite não pode ser consumido dessa maneira, até o bezerrinho fala e diz qe só ele pode tomar leite assim.
A vaca entra em cena e diz que o leite, para ser consumido deve passar por todos os processos e explica com é.

Eu fiquei de cara com aquilo! Claro que era totalmente comercial e não evidenciava a saúde e sim a importancia de se tomar leite de caixinha e de preferência TetraPack.

Eles querem atingir ate as crianas com esse consumismo. A saúde que se dane!

Ah… perdi meu fornecedor de leite, tô perdida, arrasada, não consigo achar outro por aqui! Sniff…

Obrigada por compartilhar conosco tanta coisa boa e esclarecedora. A nossa saúde e a de nossos filhotes agradecem. Bjs.

Reply

Genevieve July 20, 2016 at 13:38

E quem está interessado no que seu filho ama? Maldito ser humano egoísta.

Reply

Pat Feldman August 26, 2008 at 20:06

Melissa, eu vi essa “propaganda disfarçada” de leite de caixinha no Discovery Kids e fiquei absolutamente revoltada!!!!!!!! Nossa, me subiu o sangue, e fiquei mais brava ainda quando vi meu filho (ele só tem 3 aninhos), inocentemente, repetindo as falas da propaganda… Totalmente o contrário do que eu prego e pratico aqui em casa!

Daí eu sentei com ele no sofá e expliquei com bastante calma que o Doki é apenas um cachorrinho e não sabe direito como funcionam as coisas, que alguém contou coisa errada para ele, mas que é claro que a gente pode e deve tomar o leitinho do jeito que sai da vaca. Temos só que tomar cuidado para ser uma vaquinha bem tratada, sem doenças e muito bem alimentada. Vaquinha feliz como a gente é feliz quando come bem, dorme bem, brinca bastante e fica pertinho do papai e da mamãe.

Ele parece que entendeu e não tocou mais no assunto!

Da minha parte, apesar de gostar da programação do Discovery Kids e deixá-lo assistir de vez em quando, resolvi que quando for para assistir televisão, que sejam DVDs de filmes infantis excelentes e de preferência sem mensagens de marketing no meio da história. Mesmo gostando da programação, eu já não gostava das propagandas. Você já notou que é só porcariada e consumismo descarado? Depois da vinheta do Doki apoiando TetraPak, pegou pesado mesmo!!!

Aqui no site eu sugiro alguns DVDs bem legais e posso sugerir outros se você quiser!

Ah, e enquanto você não achar novo fornecedor de leite, use iogurte, leite de coco ou leite de castanhas ou amêndoas.

Reply

franciele mayer August 26, 2008 at 20:27

muito..muito..muito bom esse texto parabens….gostaria muito de poder memorizar tdas as informaçoes aqui contidas papa quanto certas pessoas m questionam o pq de ainda(1 ano e 6 meses)amamentar minha filha…e acharem q estou fazendo mal(ve se pode) a minha filha quando nao dou a ela essas “porcarias(bala,coca-cola,salgadinho,bolacha recheada)eu nao sou casada…a familia do pai dela me acha um monstro..nao deixo ela ir sozinha com eles pq sei q vao dar a ela essas coisas e muito mais…confesso q

Reply

franciele mayer August 26, 2008 at 20:30

continuando….
…confesso q quando estou me sentindo mal com tantas coisas venho aqui leio e releio o site..para nao me acabarem as argumentaçoes na hora da discuçao…hehe….

Reply

franciele mayer August 26, 2008 at 20:38

falando em propagandas ….a q me da mais raiva..passa na tv aberta da coca-cola….q termina a coca em todos os lugares …ai aparece tdas as pessoas corrend atras de uma garrafa..parecendo q vao morre…ai o rapaz acorda do sonho com a mae abrindo uma garrafa de coca…HORRIVEL..

Reply

maria August 26, 2008 at 21:40

sempre que leio sobre o leite me revolto de morar numa cidade grande, moro no Rio e é quase impossível encontrar um leite puro, já tentei até em cidades pr´ximas que tem fazenda mas não consegui. Compro os de saquinho, será que são tão ruins quanto os de caixa?

Reply

Valéria August 27, 2008 at 8:10

Muito bom esse texto parabéns!!!! Meu filho ama leite. Como mudar esse hábito sem q ele sinta tanto???? Bjssss…

Reply

Ivette August 27, 2008 at 10:10

Eu tb fiquei triste quando o DK começou a passar propagandas consumistas, como essa ahi do leite, e de alimentos do tipo “junk”. Atualmente teno limitado bastante a tv, e optado pela opção da Pat, que é pegar um bom filminho, e uma que outra vez vai acompanhado até de uma pipoquinha. O melhor é que o meu filhote nem tem sentido falta desse canal de tv. Mas já tem perguntado do bendito Mc Donalds, e pq que ele não pode comer aquilo … ah que raiva! Odeio essa marca, eles tentam pegar as crianças pra garatir clientes no futuro e usam de tudo para conseguir! Se um adulto quer comer esa porcaria tudo bem, é a sua vida, mas odeio qdo tentam fazer isso com crianças! … Mas como todo tem solução, neste final de semana eu fiz um delicioso hamburguer caseiro, com molinho de iogurte, uma carninha moida fresquinha e temperada em casa, e verdurinhas + as batatas fritas da Pat … todo mundo adorou! Ahi aproveitei para explicar as diferenças do junk com o que eu tinha preparado, e acho que ficou satisfeito … temos que continuar na luta, né?

Iv.

Reply

Tânia August 27, 2008 at 11:07

Olá Pat!
Por favor,esclareça minha dúvida: quando vc fala em leite cru, é porque devo usá-lo direto da vaca, sem ferver?
Obrigada grande abraço.

Reply

thais saito August 27, 2008 at 11:52

Pat, posso colocar o link desse post lá no Vida Verde?
Adorei demais o texto.

Beijo,

Reply

Cacau August 27, 2008 at 14:12

Pat, encontrei um forncedor de leite de vaquinha feliz (eeeeeeeee) mas só um dia por semana tem fresquinho, depois eles congelam e tem validade de 3 meses. Tudo bem se o leite for congelado?
Super obrigada pela consultoria rsrsr
Beijao!

Reply

Pat Feldman August 27, 2008 at 15:43

Cacau, o meu leite eu compro uma vez por semana só, daí trago para casa sempre uns 10 ou 12 litros, assim tenho para tomar à vontade e ainda sobra pra fazer iogurte.

Eu não congelo o leite. Mal não faz, mas para o meu paladar, o gosto muda um pouco e eu não gosto.

Eu guardo meu leite fresco no fundo da geladeira, onde é mais frio, e deixo a geladeira ligada um pouquinho mais forte que o usual. Na porta da geladeira fica só a garrafa que está em uso.

Nunca tive problemas do leite azedar!

Reply

Ariane August 27, 2008 at 16:06

Pat, te perguntar, eu tbm frequentava o pq da água branca – a feira dos orgânicos, mas como fica longe de casa nem sempre dava, daí comecei a pedir pela internet, queria saber se os leites tipo de garrafa – Da fazenda ou Xandô – são apropriados ou não e os de saquinho onde encontro tipo A???

Bjos

Reply

Marcia H August 27, 2008 at 17:18

eu parei de comprar leite nao-organico, tive muita dificuldade para conseguir leite fresco em Salvador, só na Perini ou direto do fornecedor, mas este só entrega para cadastrados. Minha mae está me visitando e toma leite fresco, orgânico aqui todos os dias. Ela ontem me disse que nao sentiu dor de cabeca enquanto estava aqui – eu ri e lhe disse que ela deveria parar de consumir leite em pó ou de caixinha.
Se o leite azedar, faz doce de leite caseiro rsrsrs
@Franciele: minha filha tem 13 meses e muita gente me pergunta até quando eu vou amamentá-la. Eu sempre digo que quando ela entrar na universidade estará “desmamada”.

Reply

Luciana August 27, 2008 at 17:22

E o leite cru pode ser fervido? Ele perde as propriedades se o for?
Pergunto porque estou pensando em passar a comsumir o cru, mas na realidade tenho um pouco de receio de contaminações, e acho que fervendo não teria esse problema, não?
Obrigada, Luciana

Reply

Pat Feldman August 27, 2008 at 18:02

Ariane, uma vez eu ouvi de um produtor que a diferença entre o leite de caixinha e o leite refrigerado que vem em garrafas é só a embalagem. O pessoal mais abastado (olha o absurdo!) acha que leite de caixinha é “leite de pobre”, preferem a garrafa, daí a razão para embalagens diferentes e preços diferentes.

Eu nunca tive como confirmar essa informação, mas de uma forma ou de outra, se for para comprar no supermercado, não compre nenhum dos dois, prefira iogurte!

Marcia, o duro e que tem algumas pessoas que são tão cabeça dura, que mesmo se sentindo melhor com um produto fresco e natural, não dão o braço a torcer e voltando para casa voltam ao antigo “leite”… Meus pais aliás são um belo exemplo disso! Adoram o leite fresco que eu levo para eles, mas é só eu atrasar um dia para levar, que encontro caixinha de leite aberta na geladeira…

Eu fico pra morrer, mas dizem que “casa de ferreiro, espeto é de pau”, né?!?!

Luciane, mesmo a fervura doméstica prejudica muito das propriedades do leite, apesar dela ser bem menos agressiva que o processo industrial. O ideal é que você tenha mesmo um fornecedor de confiança – eu sei que não é fácil achar, mas vale a pena o esforço de procurar.

Reply

mari August 27, 2008 at 19:14

olá,
Gostaria apenas de dizer que não podemos generalizar tanto assim a influencia do leite cru, pasteurizado ou UHT na nossa saúde, pois tenho em minha família um exemplo bem interessante:minha avó, minha mãe e minhas tias foram criadas em fazenda até à adolescência(minha avó morou lá a vida toda) e TODAS tiveram osteoporose na menopausa, enqto que a minha sogra que sempre tomou leite de pacotinho e ainda por cima FERVE-O até hj não tem nenhuma deficiência de absorção de cálcio nos ossos, e olha que ela já tem 68 anos!!!!Então, acho que existe mais coisas envolvidas aí!

Reply

Pat Feldman August 27, 2008 at 19:40

Mari, com certeza existem muitas outras coisas envolvidas nessa doença e em tantas outras!!! Culpar o cálcio, ou a falta dele por essa ou aquela doença é uma atitude simplista e na minha opinião bastante irresponsável.

É que como este texto fala especificamente do leite, suas propriedades, vantagens e desvantagens, pode ter ficado parecendo que as osteoporose depende SOMENTE disso, o que não é o caso!!!

Aliás, não só osteoporose, como qualquer outra doença ou saúde depende de inúmeros fatores, alimentares ou não.

Reply

Luciane August 28, 2008 at 8:01

Olá… E o leite em po ? Ninho normal , Ninho fases …. Tbm fazem nao sao indicados para as crianças?

Reply

ANA PAULA August 28, 2008 at 8:42

Pat, mais uma dúvida minha:

P/ fazer o iogurte em casa, na falta de um fornecedor de confiança para o leite cru, é melhor usar o leite de saquinho tipo A, B ou C?

E o iogurte, é melhor comprar um pote do iogurte natural ou Activia – o original, sem sabor? Ou tanto faz?

Reply

Daiani Vallin August 28, 2008 at 8:55

Bom dia!

O leite, tanto de caixinha, quanto o de saquinho ou de sítio, “ataca” ‘minha’ enxaqueca…
Existe alguma coisa que posso substituir pra me ajudar com o cálcio?
O leite de soja serve?

obrigada!
Adoro o site!

Reply

Pat Feldman August 28, 2008 at 9:04

Daiani, leia novamente o texto com bastante atenção e você verá que o leite definitivamente nõ é das melhores opções de cálcio. O leite de soja então, é pior ainda!!! Existem diversos artigos à respeito aqui no site:

http://pat.feldman.com.br/?p=5

http://pat.feldman.com.br/?p=859

http://pat.feldman.com.br/?p=1507

Ana Paula, quando viajo para a praia com meus pais e não tenho acesso a leite cru, uso leite de saquinho, e pra falar a verdade não me atenho muito à marca ou ao tipo. Sou mais cuidadosa, principalmente nesse caso, com a data de validade.

Como eu acho que qualquer desses leites comerciais é muit mais ralo que o leite fresco cru, algumas vezes eu acrescento um pouco de creme de leite fresco no preparo do iogurte.

Luciane, leite em pó, qualquer tipo, qualqier marca, qualquer um, é um grande veneno!! Eu nunca uso!!

Reply

Angela August 28, 2008 at 9:30

Tenho consumido só o leite orgânico Nata da Serra.
Minha mãe também teve a impressão de que os outros leites são “mais ralos”, mas na verdade o que faz a diferença é o processo de homogeneização. No leite orgânico, que não é homogeneizado, a gordura separa e, desse modo, parece que ele é mais engordurado.
Como leite puro me faz mal (por causa da lactose), tenho feito kefir para poder tomar. E de fato, o kefir do leite orgânico é 10 vezes mais gostoso que o feito com leite de saquinho (mesmo o tipo A).
Nunca fui atrás de leite cru, acho muito perigoso – além do comércio desse tipo de leite ser proibido (e eu não gostaria de ser uma fora-da-lei, hehehe).

Luciana: a pasteurização industrial é mais branda que a fervura caseira, ela chega em 75 graus apenas, o leite não chega a ferver. Já o processo de esterilização (UHT – tetrapak) é que é pior que a fervura caseira.

Reply

Pat Feldman August 28, 2008 at 9:40

Angela, detesto a idéia de ser uma “fora de lei”, mas detesto mais ainda a idéia de não ser saudável!!

Reply

Daniela Pascon August 28, 2008 at 10:34

olá!
Adorei esse texto, achei bastante esclarecedor mesmo diante o “bombardeio” de questionamentos q me vieram qdo comentei aqui na empresa rsrs mudança de hábito não é fácil, imagina convencer alguém rsrs
No entanto, quero falar mais sobre isso. Sofro de enxaqueca e noto que a cada crise, a dor aumenta. Da ultima fiquei 10 dias com dores e nada de passar… Não é sempre q tenho, ja que fico de olho no que como mas sei q falta muito para mudar hábitos (olha aí de novo rs) que sei q desencadeiam uma crise ou mesmo uma “dorzinha”.
O leite no meu caso, embora eu goste muito, eu não tomo com frequencia pq não consigo tomar leite puro, e com achocolatado, claro, da dor de cabeça. Mas queijos, ahhhh… .AMO loucamente queijos: lanchinho, sopa, macarronada….
Tenho tentado arduamente mudar isso tb, e tenho comprado queijo fresco (o famoso “minas frescal”) e esse não me faz mal, ao menos pra enxaqueca, e quanto a yogurte, bem… ja tive dores de cabeça depois de um yogurte, agora, seria por não ser o “natural”?
Só sei que as vezes penso que se eu não comer nada eu passo melhor, ja que eu ainda não consegui entrar de vez nos habitos 100% naturais.
Uma coisa eu vou fazer, riam, mas é serio. Vou comprar uma vaca!

Reply

Daniela August 28, 2008 at 11:07

Pat, uma dúvida: Pode ferver o leite cru?

Reply

Karla Patrícia A de Sá Roriz Lopes August 28, 2008 at 11:08

Drº Feldman adorei essa matéria sobre o leite de supermercado, aqui em casa eu tomava leite de caixa agora vou abolir xô sai p lá não uero mais saber desse leite vou seguir os seu ensinamentos muito obrigada bom dia

Reply

Gaby August 28, 2008 at 13:03

Adorei, nunca gostei de leite mas adoro seus derivados, principalmente o iogurte. Sofro de enxaqueca e sabia que leite não era bom mas não tinha jeito pra eu deixar de tomar iogurte. Agora vou tomar com a consciência tranqüila!!!

Reply

Liana August 28, 2008 at 15:48

Ótimo texto. Infelizmente não tem nenhum fornecedor de leite puro aqui pelo RJ. Quando meu irmão morava na região dos lagos eu conseguia comprar num sítio vizinho ao dele. Mas agora… Minha filha Lais tem intolerância(branda) a lactose. Dou iogurte caseiro a e ela não sente cólicas.
Como faço muito cream chesse e sobra muito soro eu resolvi colocar um pouco do soro no leite com cacau(bebe às vezes) e em uma receita que levava queijo. Não é que ela e a minha ajudante que tem intolerância não sentiram nada? Acredito que o soro ajudou na digestão

Reply

Karla Patrícia A de Sá Roriz Lopes August 28, 2008 at 16:24

Drº Feldman queria saber se o leite em pó também faz mal à saúde que nem o leite UHT? Os teores de cálcio e vitaminas que ele contém são suficientes para uma alimentação saudável em crianças e adultos?

Reply

adelina August 28, 2008 at 21:04

Dr. Feldman,gostei mt do artigo sobre o “leite”,eu costumo tomar o leite de soja,agora vou deixar de tomar este leite,onde moro não tem este “leite in-natura” só tomo qd eu vou para o Tocantins.Alias eu já tomo iorgute natural já faz algum tempo. abrç.

Reply

cida August 29, 2008 at 11:02

Dr. Alexandre
Depois de conhecer seu site e o das crianças na cozinha, procurei não usar mais o leite longa vida . Gostaria de saber se o leite que se encontra no supermercado mas que fica na geladeira e tem a validade menor (5 dias) da marca Da Fazenda pode ser consumido cru , ou se ainda assim é prejudicial? Aqui em Saõ Paulo é dificil conseguir o leite puro da vaquinha como o senhor sugere.

Reply

Luciana August 29, 2008 at 15:57

Pat, como podemos saber se o leite cru é de um produtor confiável? vc vai lá na fazenda ver se as vaquinhas são “felizes”?
Obrigada.

Reply

Monica August 29, 2008 at 20:39

Moro na capital do Rio de Janeiro e nem imagino como fazer para achar leite cru de um produtor confiável. Será que alguém poderia me ajudar?

Reply

Ana Elisa August 30, 2008 at 14:53

Pat,
caí aqui por acaso, uma vez que não tenho filhos. Que sensacional esse texto! Está de acordo com tudo aquilo que acredito: que, no quesito comida e ritmo de vida, certos estavam nossos avós. Minha sogra me contou que costumava ir até um mercadinho de esquina quando criança levando uma jarrinha de 1 litro para ser preenchida de leite fresco, pois mais do que isso, azedaria na cozinha. Fico maluca no supermercado. Adoraria comprar leite orgânico, mas custa muito caro e meu marido é um bezerro. Agora onde diabos eu encontraria leite cru aqui em São Paulo?? O jeito é ficar mesmo no iogurte integral caseiro e comprar queijos franceses e italianos, feitos com leite cru.
Parabéns pelo site!
Abraços!

Reply

Cristina August 31, 2008 at 14:09

Olá,

Pat e Dr. Feldman, gostaria de saber suas opiniões sobre os demais derivados do leite, principalmente queijos(lanche, prato, minas, ricota,requijão ,etc.)Tem algum que é mais saudável ou menos prejudicial?

Também sofro de enxaqueca e o único alimento que deixei de comer e que realmente melhorou, e muito, as minhas crises(tanto intensidade quanto frequência) foi a carne vermelha, além das frutas cítricas que notadamente provocavam as crises. Acho que esta questão de alimentos é bem individual, não é mesmo?
Obrigada pela atenção…

Reply

francis September 1, 2008 at 11:06

ola! gostei muito do artigo sobre o leite,não uso leite de vaca a algum tempo so iogurte semidesnatado de frutas com corante natural de urucum pois meu filho e alergico a cornante e leite desde que nasceu.Qdo nenem tomou leite de soja em po, depois passei para leite de soja em caixinha e atualmente usa esse iogurte que falei no inicio nao sei se e o correto. Eu tenho enxaqueca faço uso de leite de soja em caixinha,e comemos muito queijo branco so que no artigo vcs falam que tambem nao e saudavel gostaria de esclarecimentos .Agradecida pela atenção!.

Reply

Vivian Pongo September 2, 2008 at 15:07

Pat, gostei muito desse artigo, mesmo porque estou com uma grande dúvida. Tenho um bebê de 8 meses, que apresenta quadro alérgico (rinite) desde os 3 meses. O nariz está constantemente congestionado, muito catarro e tosse forte. Ele toma o leite Aptamil desde os 4 meses. Tenho dúvida se o leite não contribui para que esse quadro se agrave. Estou pensando em aos poucos, trocar o leite atual pelo extrato de soja. Qual sua opinião sobre?

Obrigada! Vivian

Reply

ROSANGELA June 20, 2016 at 16:00

Vivian , Não sou medica ,mas eu já assisti muito a palestra do Dr Lair Ribeiro que o leite de soja não é bom .E não deve dar leite de soja para criança principalmente para o menino ,porque o leite de soja é uma bomba de hormônios femininos e prejudica a sexualidade do menino.procure na internet sobre os videos de Dr Lair Ribeiro.

Reply

Pat Feldman September 2, 2008 at 15:34

Para Vivian e quem mais tiver pensado em leite de soja como opção aos leites de vaca comerciais:

Ao final deste artigo sugeri algumas leituras aqui do site e um livro inteiro sobre soja, que com certeza irá tirr todas as dúvidas. Sugiro a leitura atenta de cada um deles!

Reply

Christine A. Ahlgrimm September 9, 2008 at 15:52

Descobri recentemente que tenho intolerância à varios alimentos, dentre eles o carboidrato e o leite de vaca.

Como nao tenho intolerancia ao leite de CABRA, tenho comprado agora, mesmo de caixinha, ou seja, UHT.
Gostaria de saber se ele tambem é nocivo como o de vaca, por ser UHT, ou se no caso dele é dieferente..!
Obrigada!!!

Ps: esse site de voces é MTO bom… adoro as materias! Sao muito uteis pra mim pois tenho enxaqueca e toda informação a respeito é valida!

Reply

Pat Feldman September 9, 2008 at 16:02

Olá Christine,

Qualquer leite que passe por processos de pasteurização ou ultrapasteurização têm suas propriedades alteradas da forma que o texto cita. Eu não recomendo!

Reply

Marcelo Bernardes Batista September 10, 2008 at 17:04

Drª Pat, li o artigo ao qual fui remetido. Não obstante, continuo em dúvida, minha pergunta não foi respondida. Por favor, por que devemos tomar leite (cru de vaca) após a nossa fase de lactação?
O leite adequado ao ser humano é o leite humano e não o de vaca, isso na minha humilde opinião (sou advogado).
O leite de vaca não é exclusivo para o bezerro? O único mamífero que toma leite de outra espécie é o homem, isso não vai contra a natureza humana???
Por favor responda. Desculpe-me a insistência. Obrigado e parabéns pelo seu lindo trabalho de conscientizar as pessoas.

Reply

Bel Allaman September 15, 2008 at 12:02

Pat, também quero saber o que alguém acima perguntou. Pode ferver o leite cru?

Reply

cida September 15, 2008 at 13:14

Pat , como voce não respondeu a minha pergunta vou perguntar novamente .
O leite da marca Da Fazenda que vende no supermercado e tem validade de 5 dias é melhor do que o de caixinha longa vida ou ainda assim é prejudicial?
Descuple pela insistência , sei que com tanta gente mandando comentários fica dificil para voce responder a todos , mas se der por favor , estou aguardando.

Reply

Pat Feldman September 15, 2008 at 13:32

Cida, eu realmente ando atrapalhada e sem conseguir responder a todos os comentários e e-mails… Peço desculpas a você e a todos os leitores do site!!!

Os leites UHT – que significa ultra pasteurizados – são os piores da lista, mas os leites de garrafinha, não importa a marca, ambém são pasteurizados e homogeneizados. Esses, apenas em caso de emergência, eu uso para preparar iogure. In natura eu evito consumi-los!

Bel, o leite cru pode ser fervido sim, mas não é aconselhável, já que a fervura desrói vários nutrientes e enzimas importanes para sua digestão.
Se você não tem um fornecedor de leite cru de confiança, melhor não consumir!

Pessoal, não levem a mal minha eventual falta de respostas aos comentários. Não é má vontade, mas sim pura falta de tempo!!! Me cobrem, tenham paciência, que uma hora a resposta chega!!!

Reply

Juliana Rodrigues September 19, 2008 at 21:12

Olá Pat!

Gostaria de saber se o uso de microondas é de alguma forma prejudicial para a saúde, se modificam alguma coisa no alimento.

Obrigada!

Reply

Juliana Rodrigues September 19, 2008 at 21:18

Olá Pat!

Gostaria de saber se o forno de microondas prejudica de alguma forma os alimentos.

Obrigada!
Juliana

Reply

Maíra September 29, 2008 at 12:07

Eu gostaria de saber sobre queijos, enfim, todos esses produtos que contêm leite! Também não deveriam ser consumidos? Consigo ficar sem beber leite, mas não consigo imaginar minha vida sem queijo!

Desde já agradeço a resposta.

Reply

Cristhine September 29, 2008 at 20:06

Pat,

Conheci agora o site e me apavorei com este artigo do leite. Meu filho foi amamentado por mim durante um ano, depois passou para o Leite de caixinha. Hoje ele tem 9 anos e sempre adorou leite, quando pequeno tomava cinco mamadeiras por dia e hoje toma leite como água, tem dias que toma até sete copos. Porém, tem uma saúde de ferro, não fica doente com freqüência, inclusive é o mais alto e forte da turma da escola, sempre achei que fosse pelo leite (desculpa a ignorância). Bom, a pergunta é: Ele pode ter a saúde afetada por todos esses anos ingerindo bastante leite de caixinha? Desde já obrigada.

Reply

diovana October 24, 2008 at 10:31

dr. gostaria de saber se bolacha recheada da dor de cabeça em quem tem renite?

Reply

Arev November 28, 2008 at 16:19

Tudo bem que os alimentos em conserva não são tão nutritivos como os naturais, é uma questão lógica, até concordo com a matéria que por sinal achei formidável, mas daí a tomar leite de cavalo?????? Vc quis dizer égua.

Reply

Arev November 28, 2008 at 16:21

E o leite em pó tb é maléfico à saúde?????? Na falta do leite natural a qual recurso devemos recorrer além do iogurte natural?

Reply

myrna November 30, 2008 at 21:59

Ola onde posso encontrar leite de saquinho tipo B no rio de janeiro?

Reply

Marcelo Bernardes Batista December 1, 2008 at 11:56

sou o marcelo bernardes batista
minha pergunta continua sem resposta, infelizmente.
vou continuar aguardando que achem uma resposta convincente e fundamentada para a minha pergunta, se é que vão conseguir…
thanks…

Reply

Pat Feldman December 1, 2008 at 16:54

Marcelo, do que a gente realmente precisa em temos alimentares para ser saudável? E do que não precisamos? Não cabe a mim convencer ninguém a nada. O objetivo deste site é publicar o resultado das minhas pesquisas e algumas receitas (modéstia à parte) bem gostosas.

Cálcio é o “carro chefe” do leite, porém o texto mostra que apesar de ser rico em cálcio, o leite não tem um cálcio que é bem aproveitado pelo organismo.

Eu vou ser sincera e humilde em lhe dizer que não sei de onde surgiu o hábito do ser humano tomar leite de vaca (ou de cabra, ou de égua ou de outros animais), mas o hábito para muita gente virou uma gostosura – eu particularmente adoro leite, leite de verdade e tomo pelo prazer de tomar.

O leite cru, de vacas criadas em pasto, possui algumas enzimas, gordura e nutrientes importantes para a nossa saúde, mas vários desses nutrientes podem ser supridos por outras fontes.

Eu tomo leite pelo prazer de tomar. Tomo porque tenho acesso a leite cru de altísima qualidade. Tomo porque esse leite de altíssima qualidade me fornece nutrientes importantes. Uno o útil ao agradável. Se você tem acesso a esse tipo de leite, se você gosta e quer, beba. Caso contrário, você pode compensar com outros alimentos sim.

Quanto ao fato dos humanos serem os únicos a tomar leite de outro mamífero, repense isso. Toda hora aparece na mídia notícias de cachorros amamentando gatos, éguas e bezerros, etc. Vou pesquisar no google alguns links e coloco aqui para você!

Reply

tatiana December 15, 2008 at 14:11

oi boa tarde, gostaria de uma dica o que devo fazer,eu não gosto de leite pois quando eu tento beber sinto enjoo e as veses sinto muitas dores em meus ossos dizem que é falta de leite,mais não me sinto muito bem em coisas derivados a ele.

Reply

Pat Feldman December 15, 2008 at 14:55

Tatiana, como você deve ter lido no texto, o leite, apesar de rico em cálcio, não é a melhor fonte para nosso organsmo. Se você não gosta e/ou não se sente bem tomando leite, NÃO BEBA!!

Uma excelente fonte de cálcio se você suspeita que seus ossos estejam fracos, é o caldo de carne caseiro, cuja receita está pub;icada aqui no site ou você pode comprar pronto de mim (caso more em São Paulo).

Reply

Ronaldo December 16, 2008 at 22:29

Olá eu tenho 2 perguntas para fazer, uma delas é sobre o leite cru, aquele que vem de uma vaca alimentada com capim e livre no pasto, esse leite pode ser tomado assim mesmo cru sem ferver, não será perigoso a saúde, o que eu li em alguns sites, que o leite crú deve ser fervido para matar bactérias maléficas. Se tiver que ferver, ele será praticamente como o leite de supermercado, pois teve que passar por uma alta temperatura. Já não será mais saudável.

E a outra pergunta é qual a diferença entre os leites Tipo A,B e C?
alguns dizem que a diferença é na gordura, outros é na adição de água, e tem tbm os que dizem que é na higiene, na realidade qual é a diferença, e qual é “o mais saudável” tipo A,B ou C?

aguardo ansioso a resposta, e parabéns pelo site.

Reply

Aline Walkoff February 6, 2009 at 0:17

Perguntas rápidas:
1) O iogurte natural pode ser o mais baratinho que tiver no supermercado mesmo, serve? Os com sabor não prestam?
2) Os leites de saquinhos são bons? Podem ser tomados sem ferver? (nem sei onde acho isso pra comprar…)

Legal vcs colocarem tantas coisas que sabem nesse site!

Reply

Pat Feldman February 6, 2009 at 6:59

Suas respostas Aline:

1) Eu já precisei usar iogurtes de supermercado algumas vezes como isca para preparar um novo iogurte quando viajei para a praia. Foi então que descobri que nem todos devem possuir lactobacillus vivos o suficiente, já que repetidamente eu não conseguia fazer novo iogurte com eles. Não sei te indicar exatamente quais marcas são as melhores, já que nunca mais usei marcas de supermercado – tenho feito sempre em casa. Procure as marcas que citem a presença de lactobacillus vivos. Eu não recomendo iogurtes com sabor, nem com mel, nem com nada. Se você quer variar o sabor do iogurte, bata com frutas e/ou mel em casa mesmo, usando frutas frescas e de preferência orgânicas.

2) Os leites de saquinho são menos processados que os leites de caixinha, mas ainda assim são muito processados. Você pode usá-los para preparar seu iogurte em casa, mas aconselho ferver sempre.

Reply

Jorge Cruz February 14, 2009 at 13:46

Achei a matéria muito importante. Mas a maneira que é colocada a questão do leite é tremendamente assustador. Se isso é um fato, porque as Autoridades da Saúde e mesmo o governo não proíbe definitivamene a venda do Leite. Minha filha não foi amamentada com leite materno, teve que tomar o NAN 1, 2. Agora, com 4 anos de idade é viciada no leite de supermercado, toma tres mamadeiras a noite, duas na manhã. Então o que devo fazer. Ela ja tem problemas para ir ao benheiro desde que era bebe e ainda continua tendo.

Abraços.

Reply

Pat Feldman February 14, 2009 at 16:10

Jorge, a solução não é tão simples, mas o que você pode fazer para melhorar o leite da sua filha é acrescentar em cada copo/mamadeira uma colher de sopa de iogurte, uma colher de sopa de óleo de fígado de bacalhau e uma colher de chá de óleo de fígado de bacalhau.

Trocar o leite em pó totalmente por iogurte também pode ser de grande ajuda, principalmente se sua filha sofre com intestino preso. Já leu a matéria sobre o assunto?? Está aqui: http://pat.feldman.com.br/?p=3366

Reply

Ronaldo Morriesen February 16, 2009 at 20:07

Olá eu tenho 2 perguntas para fazer, uma delas é sobre o leite cru, aquele que vem de uma vaca alimentada com capim e livre no pasto, esse leite pode ser tomado assim mesmo cru sem ferver, não será perigoso a saúde, o que eu li em alguns sites, que o leite crú deve ser fervido para matar bactérias maléficas. Se tiver que ferver, ele será praticamente como o leite de supermercado, pois teve que passar por uma alta temperatura. Já não será mais saudável.

E a outra pergunta é qual a diferença entre os leites Tipo A,B e C?
alguns dizem que a diferença é na gordura, outros é na adição de água, e tem tbm os que dizem que é na higiene, na realidade qual é a diferença, e qual é “o mais saudável” tipo A,B ou C?

aguardo ansioso a resposta, e parabéns pelo site.

Reply

Pat Feldman February 16, 2009 at 20:46

Ronaldo, até hoje eu também não consegui descobrir ao certo a diferença entre os leites A, B e C. Na escola, com a melhor professora de ciências que uma criança e adolecente pode ter, eu aprendi que a classificação era feita de acordo com o grau de automatização da ordenha. Será que ela estava correta?

Quanto ao leite cru… Seria irresponsabilidade minha dizer para alguém tomar um leite qualquer cru simplesmente. Você tem razão, até mesmo a fervura doméstica é capaz de oxidar as boas gorduras do leite e é capaz de eliminar enzimas importantíssimas para a sua digestão, porém há que se confiar muito num fornecedor para tomar o leite cru. A vaca deve ser criada solta ao pasto, as condições de saúde do animal devem ser excelentes, as condições de higiene da ordenha devem ser perfeitas, os funcionários que manuseam a vaca e a ordenha devem estar em perfeito estado de saúde e muito bem limpos, a armazenagem do leite deve ser impecável e mil outros detalhes que fazem toda a diferença.

Tomar leite cru é seguro? Pode ser muito seguro sim, desde que observados pelo menos estes requisitos que eu citei acima e eventualmente alguns outros que eu posso não estar me lembrando agora. Mas conheça muito bem os seus fornecedores. Eu conheço gente que não tomaria o leite das suas próprias vacas cru… Por que será?? Quer saber? Leite de vacas assim eu me recuso a tomar cru, cozido, fervido ou esterilizado…

Reply

Wison February 20, 2009 at 14:15

Olá
Fiquei muito preocupado ao ler essa matéria, assim é mais saudável não tomar leite industrializado do que tomá-lo?
Quanto ao queijo, ele também perde suas propriedades, ou é como o iogurte, mantém as propriedades nutritivas? e o requeijão?
Como moro na cidade, é difícil conhecer algum criador de vacas de quem eu possa comprar leite de boa qualidade, por isso tenho que buscar alternativas saudáveis.
Um abraço.

Reply

Silvana March 17, 2009 at 23:20

Oi Pat…é bem assustador para mim essa história do leite…imagina, eu que tomo leite todos os dias, tenho uma bebê de 2 anos que estou tentando substituir o tal pedia sure -que nem dá para ler os dezenas de ingredientes que tem(que a pediatra recomendou por leite de galão(Grade A – Vitamin D3 added – Homogenized – Pasteurized – …Aqui (USA), nem sei onde posso (se posso) encontrar leite cru de qualidade…e meu marido coitado que tomava o leite a 2% (de leite) pura água, crendo que estava fazendo o máximo para a saúde….sinceramente tenho até vontade de chorar….o que fazer agora…o que dou a bebê…durante à noite ela pede mamadeira pelo menos 2 vezes…mas sempre só toma 4 onças de cada vez )aproximadamente 126 ml – Durante o dia é fácil trocar pelo iogurte, mas e à noite?
Também outra pergunta. Para fazer o iogurte (finalmente encontrei integral…aqui é sempre low fat..low fat)..estava a meses procurando integral….só encontro esse tipo de leite por aqui. Posso fazer o iogurte com esse tipo de leite mesmo?
Aproveitando meu longo texto: Minha bebê fará 2 anos em abril, já posso dar-lhe mel e ovo? Li que mel para bebês até 1 ano é veneno…mas ainda tenho receio, apesar dela ter quase 2 anos!
Muito obrigada pela grande ajuda que nos tem proporcionado, e me desculpe pelo kilométrico texto!!!

Reply

Pat Feldman March 18, 2009 at 0:12

Silvana, em que part dos EUA você está? Fica mais fácil de passar contatos. Quanto ao mel, por mais saudável que seja, é doce, portanto dispensável. Ovo é super necessário!!! Arrange um bom fornecedor de ovos caipira orgânicos (grass-fed) e comece o quanto antes!!

Reply

Silvana March 20, 2009 at 3:11

Oi Pat, obrigada pela sua atenção. Vivo em Miami.

Reply

Pat Feldman March 29, 2009 at 8:01

oi Silvana! Acabei de passar por Miami. O cacau, e diversas outras gostosuras orgânicas você provavelmente encontrará no Whole Foods. A loja de Miami Beach (que eu não conheço): http://www.wholefoodsmarket.com/stores/southbeach/

Você pode também tentar o contato com o “chapter leader” da Weston Price aí em Miami, que ocm certeza te dará excelentes dicas de excelentes pontos de venda de alimentos realmente saudáveis: Justine Raphael (305) 668-8237, justineraphael@gmail.com

Reply

Leite. March 25, 2009 at 10:43

oi meu nome é Leandro.

Tenho uma filha de 3 meses devido a volta da minha esposa ao trabalho estamos tentando tirar ela do peito, porém, ela não se deu com nenhum tipo de leite industrial o que devemos fazer?

Reply

Leite. March 25, 2009 at 10:45

oi meu nome e leandro! tenho um filha de 30 meses e ela não se adaptou com nenhum tipo de leite industrial o que devo fazer?

Reply

Silvana April 2, 2009 at 14:37

Oi Pat, ah! então estavam passeando por aqui…que legal..pena que não tenha sabido antes…rsrs…VAleu pelos dados, eu até tinha procurado na net o whole foods market, e encontrei em Miami Beach aqui em Miami acho que só uma e bem longe…ou seja, todas bem fora de mão…mas não impossivel de conseguir algo…vou contactar essa pessoa que vc me passou …tem lugares que fazem delivery…
Valeu pela atenção!!!
Silvana

Reply

luciana berlese May 12, 2009 at 9:46

gostaria de saber qual a diferença de qualidade do leite de cabra em caixinha e o de saquinho pasteurizado . Tenho um sobrinho que toma o da caixinha e acho que não esta sustentando ele pois mama a noite toda .

Reply

Pat Feldman May 12, 2009 at 14:00

Luciana, de caixinha ou não, os leites comrciais são todos pasteurizados. Se o teu sobrinho acorda com fome durante a noite, talvez seja uma boa idéia reforçar a mamadeira/copo dele com uma gema de ovo e/ou óleo de coco e/ou óleo de fígado de bacalhau. São alimentos que realmente nutrem e não simplesmente “enchem barriga”. Vale a pena tentar!

Ah, e eu trocaria o leite pelo iogurte!

Reply

natália zorzetto oliveira May 18, 2009 at 17:58

Meu filho odeia leite de vaca, não toma de jeito nenhum, então o que posso dar para suprir a necessidade de cálcio. Geralmente dou ADES, mas estou preocupada com essa marca.

obrigada
Natália

Reply

Pat Feldman May 18, 2009 at 18:01

Natália, o caldo de carne caseiro é uma das melhores fontes de cálcio que você pode encontrar.

Reply

maria conceição lima da silva May 24, 2009 at 10:31

Oi, bom dia. Gostaria da saber até onde está a verdade sobre o leite de égua para tratamento de asma ou bronquite?

Reply

Ariele July 11, 2009 at 19:33

Muito bom, eu nunca imaginaria que o leite que tomo todo dia de manha nao e bom como eu pensei, Pat entao a melhor opcao seria o leite cru direto da vaca? Mas nao ha risco de contaminacao nesse leite ou so a fervura ja o deixa seguro pra consumo?

E na dificuldade de encontra-lo e leite de saquinho seria o mais indicado? Tipo A, B, C qual desses e o mais indicado?

Reply

Pat Feldman July 11, 2009 at 19:57

Ariele, por isso é que a questão é complexa! Não basta ser leite cru, tem que ser leite cru de uma vaca saudável, bem cuidada, limpa, com um “cuidador” saudável e limpo também. As condições de armazenamento e tranporte desse leite também devem ser cuidadosas, etc.

O meu leite cru é tomado cru mesmo. No máximo ligeiramente aquecido em dias frios. Eu jamais o fervo!

Na dificuldade de encontrá-lo – e u sei que a dificuldade é enorme – eu prefiro apelar para o iogurte ou kefir.

Reply

Patricia Cianelli July 20, 2009 at 2:54

Olá, amei essa matéria. Realmente a gente não imagina quanto dinheiro e interesses “rolam” por trás da fábrica da saúde, e a saúde que é bom mesmo…….
Minha filha tem 2 anos e 6 meses e toma leite de cabra desde os 10 meses. A cabra da qual eu compro o leite é de raça, super bem cuidada (como se fosse uma filha) e a dona só tem ela, que fica no quintal da casa dela, mesmo assim eu fervo o leite. Quanto ao iogurte eu uso de soja industrializado e às vezes também o leite. O homeopata dela recomendou que eu adotasse, não só para ela mas para a família toda, a dieta do tipo sanguíneo (Tipo O), onde eu teria que tirar totalmente os laticínios, inclusive de cabra e usar somente o leite de soja (que ele recomenda somente o extrato em pó e não o de caixinha). Eu gostaria muito de saber por que a grande maioria dos médicos recomenda agora o leite de soja para as crianças? Ele é realmente melhor? E quanto ao leite desnatado? Pelo que entendi é melhor tomar o leite que não foi industrializado, mesmo que fervido? E onde encontro esse iogurte natural ou como faço? A propósito, minha filha é uma criança super saudável, quase nunca fica doente, Graças à Deus!

Reply

Pat Feldman July 20, 2009 at 6:58

Patricia, o texto acima deixa bem claro: quanto menos processado o leite, melhor! Quanto à soja, artigo é o que não falta aqui no site: http://pat.feldman.com.br/?p=5

Reply

Cris July 27, 2009 at 1:49

Existe uma forma de ferver o leite crú em casa de forma a matar algumas das bactérias que possam estar presentes sem que o leite perca suas caracteristicas nutricionais?

Reply

Patricia Cianelli July 27, 2009 at 23:09

Oi Pat, estou ansiosa pela sua resposta para o comentário da Cris logo acima, pois eu dou leie de cabra para a minha filha e também tenho essa preocupação. A propósito, eu não moro em São Paulo, moro no interior do estado do RJ, como conseguirei comprar seus produtos?
Bjs!

Reply

Syl September 28, 2009 at 4:15

Faz tempo que estou pra perguntar para os produtores e acabo sempre esquecendo…sera que os queijos, iogurte, creme de leite, etc da feirinha de organicos sao feitos com leite cru tambem?

Reply

Pat Feldman September 28, 2009 at 6:27

Syl, por lei parece que eles são obrigados a pasteurizar, mas os queijos curados por mais tempo parece que podem ser feitos com leite cru. Na dúvida, eu encomendo os meus para “entrega espeial”, tudo preparado com leite cru!

Reply

Helcio Ortega October 4, 2009 at 17:30

è verdade que o leite de égua é bom para evitar ou amenizar a osteoporose

Reply

Pat Feldman October 4, 2009 at 17:36

Nunca ouvi falar sobre isso. Por enquanto, a melhor e mais fácil opção, segundo o que pesquisei, é o caldo de carne caseiro.

Reply

Débora October 11, 2009 at 13:34

Pat
Estou seguindo os seus conselhos e do Alexandre tbém, comprei os dois livros de vcs pois sofro de enxaqueca. Gostaria que vc comentasse sobre o “leite orgãnico integral longa vida”, é melhor utilizá-lo para fazer iogurte. Prá tomá-lo cru é tão ruim qto os outros leites??? Grata Débora

Reply

Pat Feldman October 11, 2009 at 20:01

Débora, leite de caixinha é leite de caixinha, seja ele orgânico ou não. É um produto sem salvação!

Reply

Pat Feldman October 13, 2009 at 10:04

Oi Débora, tudo bem? O problema do leite “longa vida”, seja ele orgânico ou não, é que ele passou por um tipo de processamento chamado ultrapasteurização, o qual danifica as frágeis moléculas das proteínas e gorduras do leite, tornando-as prejudiciais à nossa saúde. Espero que esteja gostando dos livros!

Reply

Syl October 13, 2009 at 14:36

Oi Pat! vc encomenda os queijinhos crús de qual banca?

Reply

Débora October 17, 2009 at 16:14

Estou amando os livros e fazendo muita propaganda…rsrsr… estou muito melhor das crises de enxaqueca, obrigada pela resposta sobre o leite…um forte abraço a vc e ao Dr. Alexandre!

Reply

Diva Moraes Falcão October 25, 2009 at 18:34

Pat e Dr. Alexandre.

Excelente artigo. Considero estes esclarecimentos sôbre o leite pasteurizado, de utilidade pública.
Vou divulgá-lo para toda a família e amigos.

Grata. Diva Falcão.

Reply

Carolina G. November 5, 2009 at 22:10

Diva, notei aqui nos comentários que vocÊ é de BH.
Você compra leite cru e saudável por aqui?
Se puder me mande um email
lokarolzinha@yahoo.com.br
Obrigada!

Reply

Carolina G. November 5, 2009 at 22:25

Pat, desculpe te incomodar com meus pedidos mais uma vez, mas como faço para conseguir esse artigo sobre os ratos mencionados no texto. Se tiver algum artigo científico sobre destruição das enzimas mencionadas também quero. Eu acredito plenamente, mas quero ter armas reais para conversar com os que discordam, sou estudante de biologia, agradeço imensamente.

Reply

Pat Feldman November 5, 2009 at 22:42

Carolina, esse texto foi escrito pelo meu marido, pesquisado de diversas fontesdiferentes, mas existem 2 livros em particular que podem ajudar: The Untold Story Of Milk (na Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura/resenha/resenha.asp?nitem=2597748&sid=01837112311915703428349560&k5=29C45CBE&uid= e também o The Milk Book , disponível no Amazon (http://www.amazon.com/Milk-Book-Human-Kindness-Pasteurized/dp/996263654X/ref=sr_1_1?ie=UTF8&s=books&qid=1257471717&sr=8-1 )

Reply

Andréia December 17, 2009 at 11:01

Por isso que eu vivo sempre cansada e morrendo, pq quando sinto sono ao invéns de eu tomar aguá eu tomo leite. então por dia tomo uns 3 litros de leite rsrsrs muito bom

Reply

Carla January 27, 2010 at 1:43

Oi Pat!
Tenho passado muitas madrugadas insones porque o bebê tem acordado várias vezes para mamar. Acho que meu leite está diminuindo olhos vistos e queria introduzir uma mamadeira à noite p/ ver se ele dorme melhor. Estava aqui procurando, pesquisando e dei de cara com este artigo. Excelente que possa ser o iogurte no lugar do leite, mas uma coisa ainda tenho que resolver: como o iogurte deve ser guardado na geladeira acho que o bebê pode acordar ou rejeitar esta mamadeira gelada já que o leite materno é quentinho. Ele toma iogurte batido com fruta de dia frio e adora, mas acho que isso à noite no aconchego da cama não vai ser legal, né? Será que posso tirar o iogurte da geladeira e deixar “esquentar” uma ou duas horas antes de fazer a mamadeira?

Reply

Pat Feldman January 27, 2010 at 10:44

Carla, o iogurte nada mais é do que uma forma que os antigos acharam deconservar o leite por mais tempo, então você pode sim servir a mamadeira e deixá-la à temperatura ambiente por várias horas, sem medo! Eu fiz isso muitas vezes!

Reply

Tiana February 11, 2010 at 20:35

Oi Pat querida!
Vêm cá, tenho uma amiga que mora em sítio, ela têm uma vaquinha lá, criada no pasto, que só come mato, verdura, legumes. O marido dela que retira o leite.Ou seja, confio bastante, mas como vc sempre bate na tecla, de que têm q ser suuuuuuuuuuuuper, absolutamnete, confiável, em relação a higiene, saúde de quem retira etc…fico com uma pulguinah atrás da orelha em ter 100% de certeza em consumi-lo cru ou dar pro meu nenem um iogutre do leite etc..queria saber, se com estas condições, fervendo, poderia consumir traqnuila e fazer iogurte dele pro meu filho…a fervura, é o bastante pra matar bactérias, germes etc?
obrigada minha querida!
bj enorme pra ti

Reply

Pat Feldman February 11, 2010 at 20:52

A fervura não mata tudo, mas acaba com enzimas essenciais para sua melhor digestão. Seu amigo tomaria o leite da vaca dele cru? Você pode ir lá conhecer a “dona vaca”?

Reply

Tiana February 11, 2010 at 21:03

1Pat, brigadao por me responder!
Olha, eles produzem legumes e verduras lá tbm.Td orgânico.Inclusive, é aberto pra visitação sim!!! O leite da vaquinha, é justamente, pra consumo próprio.Deles e das crianças.Nem vender vendem, eu que pedi.
Eles me disseram, que fervem pra tomar. Mas sabes melhor q ninguém, às vezes, a gente acha q tá procedendo da melhor forma, da forma correta(no caso deles ferverem) e não estamos…eu posso ir conhecer a vaquinha sim!
bj Pat!brigada

Reply

Pat Feldman February 11, 2010 at 21:09

Vai lá, observa a higienização do animal, a higiene da pessoa que tira o leite como ele é armazenado, enfim, todos os detalhes e cuidados ocm higiene que você pensaria em tomar. Sábado na feira vou perguntar alguns detalhes para o meu fornecedor. Recebeu meu e-mail? Leu sobre o curso?

Reply

Fernando Albuquerque April 16, 2010 at 11:22

Bom dia Pat! Estava lendo seu artigo e achei interessantíssimo, muito bom!!
Gostaria de te pedir uma orientação:
Eu fiz a opção por deixar de consumir o leite de vaca. Você acredita que eu poderia substitui-lo pelo extrato de soja (leite de soja em pó) ou até mesmo o leite de soja é prejuducial à saúde? Pergunto isso porque você menciona o leite de soja também neste seu artigo, como também sendo um produto propagado pela midia.

Te agradeço, Fernando

Reply

Pat Feldman April 16, 2010 at 13:05

Fernando, eu evitaria o leite de soja ou qualquer produto semelhante até mais do que a soja!

Reply

Fernando Albuquerque April 16, 2010 at 13:28

Desculpe-me sair um pouco do ponto principal do artigo (leite), mas você acredita que o consumo de soja texturizada, por exemplo, depois de hidratá-la, é saudável à saúde ou não? Sabe, eu vejo tanto se falar nos benefícios da soja pra saúde, como muitos dizem que assim acontece na cultura japonesa, que agora fiquei confuso, quando você me orientou a evitar o leite de soja. Desculpe o meu desconhecimento no assunto, mas ficarei muito grato se você puder me orientar.
Obrigado e abraços, Fernando

Reply

Pat Feldman April 16, 2010 at 18:44

Fernando, busque o termo “leite de soja” no mecanismo de busca aqui do site e você encontrará artigos completíssimos e surpreendentes sobre o assunto soja. Definitivamente eu não recomendo seu consumo!!

Reply

Andrea April 25, 2010 at 10:04

So para complementar,a amostra que ficar para fazer o proximo iogurte tem que estar conservada em filme de pvc e liga num recipiente na geladeira ate o momento de fazer o proximo iogurte ,nunca deixar rasgar e entrar ar…Quando for passar o iogurte no liquidificador peque apenas uma amostra de iogurte misturando a parte coada posteriormente, com colher ,nao passe todo o iogurte no liquidificador ,assim fica mais cremoso e o efeito probiotico e melhor…O de ameixa fica otimo nao precisa coar apenas misturar e mexer.Quanto mais horas o iogurte passa na geladeira fica mais cremoso.

Reply

Pat Feldman April 25, 2010 at 10:09

Ótimas dicas andrea!! Obrigada!!

Reply

Andrea April 25, 2010 at 10:09

Oi Pat,eu li o que voce divulgou sobre colesterol,gostei muito ,to seguindo os conselhos de nao desnatar o leite ,olha faz algum tempo que faço iogurte em grande quantidade para minha familia,e todos os dias eu acerto o ponto fica com uma consistencia otima,sou persistente e pesquisei sobre iogurte ,ele tem alguns segredinhos para dar certo ,se voce tentar acho que vai gostar.Um dos segredinhos e que os organismos de iogurte sao anaerobicos ,portanto e so evitar o contato com o ar ,isso eu resolvi facil,contorno agora o recipiente com filme de pvc e ponho varias ligas novinhas daquele tipo que se usa em dinheiro,da certo eu nunca mais precisei comprar iogurte,uso a amostra do anterior.Outro segredinho e colocar o recipiente morno com a mistura de leite e iogurte em uma caixa de isopor.Outro segredinho importante e so fermentar na caixa por apenas 4 horas,fica mais cremoso e saboroso…Quando fazemos o iogurte abafando como falei ,nao entra ar essa e a parte mais importante,abafar com paninhos nao e o suficiente para evitar o contato com o ar,seguindo essas etapas mesmo em dias frios da certo.Mesmo quando levar o recipiente a geladeira mantenha o pvc e a liga so retire quado for tomar,fazendo assim conseguimos conservar o efeito …Olha fiz assim com o iogurte activia e da muito certo se nunca deixar rasgar o filme de pvc ,nao tentei com os outros ,se tentar depois eu te conto.Minha irma tinha o intestino preso e melhorou ,o efeito fica igual ao activia mesmo…To super feliz!!!Deve dar certo com outros iogurtes tambem…Gosto muito de suas dicas tenho visitado muito o site Crianças na Cozinha gosto muito de tudo que voce divulga.Que DEUS abençoe voce !!!

Reply

Andrea May 2, 2010 at 17:00

A coalhada que minha sogra faz e com leite cru e leva muitas horas ,tambem deve depender do clima .Um abraço!

Reply

Elaine July 6, 2010 at 19:09

Essa semana comprei 2 litros de leite cru. A cor do leite é amarelada bem diferente do leite industrializado. Fervi o leite e vi formar uma nata bem encorpada, retirei essa nata e bati na batedeira, depois de alguns minutos ficou cremoso como chantilly e alguns minutos depois o leite (agora com coloração branca) se separou da manteiga (amarela), bebi o leite (seria o equivalente ao semi desnatado) e depois acrescentei água à manteiga e continuei batendo, a água ficou branca e a manteiga mais amarela, essa água branca tem gosto adivinhem de que? … leite desnatado! Um gosto muuuuuito diferente do leite fresco que comprei (que é muuuuito gostoso). A seguir coloquei água com sal marinho na manteiga e bati mais na batedeira para ter manteiga com sal. Uma experiência bem interessante para alguém que vive numa capital.

Reply

Isabel Resende July 19, 2010 at 17:15

Olá Pat.
O leite que bebo e faço iogurte é leite cru. Como eu não sei as condições da vaca, muito menos da pessoa que tira (e não tenho coragem de perguntar, pois é uma colega de trabalho que traz da fazenda do sogro dela) eu fervo o leite. Já fiz iogurte 2 vezes e a última vez bebi o leite puro (sempre fervido). ACHO que o leite deve ser bom.

Como o leite perde nutrientes ao ser fervido, vc acha que mesmo assim compensa fazer o iogurte e/ou tomar o leite puro?

Obrigada

Reply

Pat Feldman July 19, 2010 at 17:37

Isabel, com certeza a fervura doméstica é muito menos prejudicial ao leite do que a pasteurização industrial, mas ainda assim há perdas de enzimas e outros nutrientes importantes no auxílio da digestão. Se você prefere ferver o leite, ele será melhor digerido na forma de iogurte.

Reply

Wilson Trindade September 5, 2010 at 8:51

Prezada Pat, tenho 2 filhos 1 de 14 anos que sempre tomou leite em caixinha e outro de 4 anos que também toma o mesmo mas acrescido de achocolatado. Tem algum outro alimento que possa substituir o leite, além do iogurte? Os 2 adoram tomar o leite diariamente não sei como farei para desacostumá-los, e mais, não tenho acesso ao leite natural. Fico grato!

Reply

Pat Feldman September 5, 2010 at 14:23

Wilson, eu já testei aqui em casa e fica uma delícia: leite de coco!! Tem até ua receitinha aqui no site de chocolate quente com leite de coco, tudo de bom: http://pat.feldman.com.br/?p=1452 E tenta, gradativamente, ir substituindo o achocolatado por cacau em pó puro. Achocolatado tem muito açúcar e muitos aditivos.

Reply

Wilson Trindade September 5, 2010 at 16:45

Muito obrigado Pat, estarei experimentando com eles.

Reply

Flávia September 28, 2010 at 22:44

Oi Paty,
Eu tenho feito o iorgut com leite de saquinho e iogurt integral. Eu notei que minha pele tava muito ressecado do rosto , estava até mesmo descamando ai depois de dois dias tomando iogurte a pele do rosto hidratou toda..isso sem usar nenhum tipo de creme. depois fui ler em uma revista que a proteína do iogurte aumenta a absorção de água no intestino, favorecendo a hidratação do corpo. Mas a questão é que eu notei também que parece que minha barriga e meus quadris adquiriram mais gordura :( será isso possivel?.. eu comecei a tomar pq vi o seu site e tbm de uma nutricionista que disse que o iogurte é essencial para síntese do colágeno.
ficarei aguardando sua resposta obrigada

Reply

Pat Feldman September 29, 2010 at 6:47

Flavia, sinceramente duvido que o iogurte, mesmo integral (que é o melhor) seja o culpado por qualquer excesso. O iogurte inclusive é um dos ingredientes recomendados em dietas de emagrecimento. Será que você não andou abusando com outros alimentos? Ou usou iogurte adoçado?

Reply

Flávia September 30, 2010 at 0:05

Oi Pat,
Não to usando adoçante não,sei que não é bom pra sáude, só tenho usado um pouquinho de mel, eu fiz o iorgute com leite de saquinho e iogurte integral. Agora o estranho é que ontem pesei e tava com 66 hoje eu to com 67, na mesma balança da farmácia, será pq não tenho conseguido ir ao banheiro, tbm tenho muito problema de intestino preso, nem o iorgute resolve. Hj eu comprei um potinho de iorgute desnatado natural e tomei( pra fazer o teste se não é o excesso de gordura do iorgute) e um leite fermentado da activia que achei muito doce por sinal, e me deu eu creio que pode ser isso muitos gases… iorgute desnatado pode causar gases? Eu sei que desnatado não é bom.. eu tava tomando todo dia o iogurte caseiro com 3 colheres de aveia e uma colher de chá de mel, sempre a tarde como lanche. E tenho comido menos, pq to tentando emagrecer, naõ tenho sentido muita fome, como alguma coisa antes das 19:00 e depois mais tarde só um suco natural de acerola com mamão.. pela lógica deveria estar emagrecendo…:(

Reply

Pat Feldman September 30, 2010 at 5:44

Flávia, pequenas variações de peso, principalmente em nós mulheres, são comuns no decorrer dos dias. De dificuldade para emagrecer eu entendo: nunca fui de emagrecer fácil, mas engordo só de olhar pra comida! Atividade física é que faz toda a diferença!

Reply

Flávia September 30, 2010 at 18:08

Oi Pat,
Eu tenho visto os beneficios do iogurte e não quero parar de tomar, mas como eu to querendo emagrecer e tenho muita celulite eu to tbm preocupada se o iorgute caseiro pode causar mais celulite, já que quando eu tomo, noto melhora significativa na hidratação da minha pele e meu cabelo fica mais oleoso tbm. Recentemente eu descobri sobre os beneficios da água alcalina , já ouviu falar? Vc tem algum e-mail pra que eu possa te enviar os sites que eu pesquisei , muito interessante, quero compartilhar com vc. fica com Deus abraços

Reply

Pat Feldman September 30, 2010 at 18:13

Flávia, culpar o iogurte por qualquer coisa, só se você estiver consumindo iogurtes com sabor e/ou numa quantidade exagerada. Se você quer emagrecer, minha dica é atividade física, muita salada sempre acompanhada de porções moderadas de carnes variadas e frutas.

Reply

Flávia September 30, 2010 at 22:49

Oi Pat,
Eu só tenho tomado iogurte natural caseiro mesmo , integral, agora que eu comprei o desnatado natural,pra fazer um teste, pq é menos gorduroso, eu tomo cerca de um copo normal de 200 ml, é muito ou devo reduzir? Qual a quantidade diária? Como eu te disse se vc quiser que eu te mando um e-mail sobre os beneficios da água alcalina, meu e-mail é flafelu@yahoo.com.br Fica com Deus, abraços

Reply

JANE October 17, 2010 at 19:36

Antes de beber esse leite, e necessário ferver mais de uma vez??????????

Reply

Adriana November 12, 2010 at 21:35

Dúvidas me assolam! Na verdade o que sinto é um grande lamento por estar inserida nesse mundo de tantas opções e opiniões (e isso, no fim, talvez queira dizer que lamento ser adulta). Era tão bom quando acordava, tão cedo quanto meu tio, para ir ao curral, caneca em punho, vê-lo ordenhar as vacas, primeiro abastecendo o seu balde e depois enchendo a minha caneca, que vinha quente e espumando direto pra minha boca. Micróbios?! Higiene?! Pasteurização?! Cálcio?! Não, nada disso. Éramos só um bando de primos, acocorados na cerca do curral, rindo e bebendo leite. Só isso. Pelo o que me lembro, o leite até seguia para a panela da tia, para fervura (e também para fazer queijo), mas o leite ali no curral era sagrado. Pois bem. Anos se passaram, as coisas mudaram – nem eles moram na fazenda mais – cresci, reproduzi, me informei e tudo se desorganizou. Para dizer a verdade, hoje sigo a minha vida quase que à revelia de leite, que, sinceramente, não me faz falta como opção de bebida, porém, tem sua ausência sentida quando falamos em receitas. Costumo substituí-lo por kefir, tanto como bebida isolada quanto nas receitas, porém, mesmo para o kefir, preciso do danado. E é nesse ponto que me ocorre a pergunta: o que fazer agora, nos tempos em que o leite cru se iguala a petróleo, em certos locais? Há substituto viável? E, caso se esbarre com uma vaquinha feliz – ou no mínimo uma que não esteja a caminho da depressão (afinal nunca se sabe ao certo qual o estado delas, uma vez que não as temos em nosso quintal) – e se consiga o leite cru, o que deve ser feito? Abrir destemidamente o saquinho ou garrafinha ou sei lá o quê, e beber – e dar de beber ao kefir – como nos tempos idos? Ferver a certa temperatura e por certo tempo, e correr o risco de se perder ou alterar coisas boas? O que fazer? Bom mesmo seria voltar a me acocorar na cerca do curral…

Reply

Pat Feldman November 13, 2010 at 7:53

Adriana, já que não dá para termos uma vaquinha no quintal de casa ou na garagem do prédio, a solução é mesmo conseguirmos um fornecedor de confiança ou optarmos pelo leite em seu estado fermentado, na forma de kefir ou iogurte.
Também sinto saudades do leite morninho que chegava no balde da fazenda… É totalmente outra coisa, outro gosto, outra sensação, outro tudo. Muito melhor!

Reply

Suellen February 16, 2011 at 16:34

Eu sofro de enxaquequa, vou evitar tomar leite mas o que pode substituir o leite. Minha sogra tem aqueles bichinhos(lactobacilos vivos) em um copo e ele vira yogurte, pode tomar esse yogurte? ele faz bem p saude? ela cria esses bichinhos em um copo fora da geladeira, nao teria q ser na geladeira?

Reply

Pat Feldman February 16, 2011 at 18:55

Suellen, esses bichinhos que você diz são o kefir, muito saudável! Pode tomar!

Reply

Simone March 10, 2011 at 13:19

Pat, por favor, vc conhece algum lugar na zona sul (SP) onde eu possa encontrar o leite cru? Eu já procurei nos comentários mas não encontrei. obrigada!

Reply

Pat Feldman March 10, 2011 at 13:54

Simone, a venda de leite de vaca cru é (infelizmente) proibida por lei, o que eu até entendo já que leite cru é um alimento que se estraga facilmente e para ser seguro deve ser proveniente de uma criação extremamente saudável e com pdrões de higiene ultra exigentes. Enquanto você não consegue um fornecedor de confiança, sugiro substituir o leite cru por iogurte natural integral, mesmo que seja aquele do supermercado.

Reply

Lilian April 25, 2011 at 7:59

Pat, então podemos tomar o leite que azeda durante o transporte?
Durante muitas gerações as regras primordiais foram ordenhar, coar e ferver o leite para consumo. Cru, apenas para confecção de queijo e coalhada. Os que azedavam viravam doce ou comida para os animais.
O medo era a febre aftosa e a estomatite, por isso a razão de ferver.
Lá no sítio nós tínhamos um freezer e muitos garrafões daqueles de vinho e com o passar do tempo, passamos a utilizar as garrafas pet.
Trazíamos o leite congelado e cru, apenas coado.
Assim que descongelavam, eram fervidos, guardados em geladeira e consumidos.
Sempre fui uma adoradora do leite e a maior consumidora de leite de caixinha de alguns anos pra cá…
Infelizmente não temos mais vaquinhas no pasto….
o que eu faço????? a idéia de abolir o meu leitinho e arrepia..

Reply

Pat Feldman April 25, 2011 at 10:48

Lilian, aqui em casa o leite que azeda vira iogurte e/ou queijo. Se você não tem absoluta garantia da qualidade do leite, ferva! Se não tem mais acesso a leite do bom, melhor usar iogurte.

Reply

Daniel July 14, 2012 at 13:39

Olá. Temos um sítio onde produzimos uma pequena quantidade de leite para uso da família. Você informou no artigo que o aquecimento a altas temperaturas transforma a lactose em beta-lactose, e portanto, mal a saúde. Então ferver o leite cru também é prejudicial, visto que ele alcança temperaturas superiores às de 75º usadas na pasteurização? Estou na dúvida se devo ferver o leite cru, que sai direto da vaca ou não ou se devo parar de tomar leite com tantas restrições…

Isaias S. Oliveira March 22, 2011 at 19:12

Pat sabemos que, para as tetas da vaca, escorrem a urina e fezes do animal. Mesmo lavando bem as tetas, não sei se isto é suficiente para eliminar os coliformes fecais e outras bactérias que certamente vivem naquela região.
É seguro fazer iogurte com o leite sai direto da vaca, para o copo, sem ferver?
Ou o chamado “leite cru” é o leite que é apenas fervido em casa, sem passar pelo processo de pasteurização da indústria?
A fervura do leite (saído direto da vaca na fazenda) é menos agressivo que a pasteurização?

Reply

Pat Feldman March 24, 2011 at 19:16

Isaias, a fervura doméstica é realmente bem menos nociva que a pasteurização industrial, ainda assim há uma perda considerável de nutrientes e enzimas importantes. Eu uso leite cru porque tenho um fornecedor da mais absoluta confiança, mas definitivamente não recomendo o consumo de leite cru quando não há certeza da saúde e higiene do animal.

Reply

Cris August 22, 2011 at 12:18

Oi Pat, estou comprando leite crú da feira. Até fui uma vez lá no sítio pra ver a questão da higiene, mas não consegui ver as vaquinhas. Nunca me fez mal, mas eu normalmente uso só pro Kefir, pois se tiver alguma coisa o Kefir mesmo já inibe né? Você sabe se o leite deles é “limpinho”? :p Obrigada! Cris

Reply

Pat Feldman August 22, 2011 at 12:32

eu nunca tive problemas. consumo o leite há mais de 5 anos e ofereço aos meus filhos e até para os meus gatos, na forma de iogurte. sao 15 a 20 litros por semana aqui em casa…

Reply

Uéliton April 25, 2011 at 9:38

Mas, o leite sem ferver, não faz mal a saúde? num site apresenta o seguinte trexo:
“Segundo especialistas em medicina, é concensual que o IGF-1(Insulin-like Growth Factor One – Factor de Crescimento similar à Insulina) é um factor-chave na aceleração do crescimento e na proliferação dos cancros da mama, da próstata e do cólon”(http://www.centrovegetariano.org/Article-10-Leite%2Bde%2Bvaca.html). Se puder me responda.

Reply

Pat Feldman April 25, 2011 at 10:45

Uéliton, qualquer alimento contaminado fará mal, principalmente cru. A fervura e mais ainda a pasteurização elimina diversos patogenos, mas elimina também diversos nutrientes e oxida as gorduras. O ideal (mas nem sempre fácil) é ter um fornecedor da mais absoluta confiança e poder tomar o leite dele sem ferver. Caso contrário, dê preferência ao iogurte natural integral.

Reply

Glauce Carvalho June 3, 2011 at 11:00

No rótulo dos iogurtes diz que os ingredientes são leite reconstituído (o que é leite reconstituído??) ou LEITE EM PÓ. Isto não anula os bons efeitos do iogurte?
Não seria legal fazer em casa usando leite pasteurizado integral? Eu não sei fazer mas não deve ser difícil.
Outro fato é que não me sinto bem quando tomo iogurtes (só compro integral natural): sem adoçantes, sem açúcar e escolho a marca que acho mais natural. Além disto, iogurtes vêm embalados em plásticos e já li que alimentos gordurosos, alimentos gelados ou quentes, reagem com o plástico causando alterações hormonais e até cânceres. Isto se confirma?

Reply

Pat Feldman June 3, 2011 at 20:18

Glauce, tem realmente muita besteira no iogurte industrializado, a começar pelo tal leite reconstituido, qe até onde sei, é leite que foi transformado em leite em pó e depois em eite novamente, antes de ser fermentado para irar iogurte.
Isso com certeza oxida gorduras do leite e prejudica certos nutrientes, mas se for escolher entre leite e iogurte industrializado, fique com iogurte, menos mal.

Fazer em casa, com leite o mais fresco possível, é o ideal.

Reply

Juan Marcello June 29, 2011 at 3:53

Fascinante seu artigo, Pat! Muito fascinante!
Porém, muito frustrante também, já que amo o leite e detesto iogurte, e não encontro por nada o ‘leite cru’ rico em nutrientes que você descreve em seu artigo.
Tomo a liberdade de pedir que indique o SEU fornecedor de absoluta confiança para que o seu artigo muito bem escrito deixe de ser impraticável e se torne útil na prática.
Imagine um artigo que fale de uma planta peruana que cure o câncer, mas que só se acha indo ao Peru, pois não é importada. Pra que serve, oras? Quem irá até lá?
Moro no Rio de Janeiro/capital, se puder, oriente sobre seu fornecedor, ou que ELE mesmo indique algum aqui no RJ, para que eu possa adquirir leite de verdade.
Ou então, seu belíssimo artigo será uma grande crueldade com quem só dispõe de mercados e afins, muito longe do leite de boa qualidade.
Forte abraço

Reply

Pat Feldman June 29, 2011 at 7:48

juan, meu fornecedor é um amigo que cede leite da sua própria fazenda, tirado à moda antiga, de forma muito artesanal. infelizmente nao conheço fornecedores aí no rio, mas sei de leitores do site que já compraram leite de ótima qualidade na tua regiao – verifique os comentários, nao me lembro se a informaçao está aí. o problema de divulgar abertamente esse tipo de informaçao é que a comercializaçao de leite cru é proibida no brasil – o que eu compreendo, já que o controle de higiene e saúde é inviável e temos produtores de má fé. mas daí divulgar os produtores realmente bons pode trazer problemas para eles. antes de ter um bom fornecedor eu já tinha as informaçoes, e me chateava tanto quanto voce por nao conseguir aproveitar o leite como gostaria. me senti bastante frustrada por um bom tempo, mas ao invés de me conformar, procurei e achei.

Reply

Juan Marcello June 30, 2011 at 3:24

Obrigado, Pat, mas por um defeito deste site, não consigo acessar os comentários mais antigos, clico e a página volta sempre à inicial.
Diz que são 153 comentários, mas não visualizo mais de 10. Numa passada de olhos você consegue localizar onde menciona os fornecedores de confiança aqui no Rio?
Se souber e não quiser divulgar, pode me enviar: juandireito31 (arrouba) yahoo.com.br.
Muito obrigado!

Reply

Henrique- Bifurca July 11, 2011 at 22:24

Pat, quando fervemos o leite cru em casa, não estaríamos repetindo o mesmo processo da pasteurisação?

Reply

Pat Feldman July 12, 2011 at 6:45

Mais ou menos. A pasteurização industrial é realizada em temperaturas muito mais altas.

Reply

Samira July 12, 2011 at 12:03

Oi Pat, tudo bem?
Gostaria de saber como você armazena o leite, sei que em geladeira, claro, mas em qual recipiente?
Consumo o leite do meu sítio, que fica em outra cidade. Para o transporte uso garrafas de plástico, sei que não é bom, mas é único jeito seguro, chegando em casa transfiro para uma leiteira, mas últimamente não tem durado muito, acaba azedando rápido.

Reply

Pat Feldman July 13, 2011 at 8:29

samira, nem tudo é perfeito, né… eu recebo meu leite em garrafas plásticas também, e os deixo assim mesmo na geladeira – minhas prateleiras parecem frágeis, e acho que nao aguentariam garrafas de vidro, como eu gostaria… a geladeira fica ligada bem forte, senao o leite azeda rápido mesmo.

Reply

Juan Marcello July 13, 2011 at 3:01

Pat Feldman, me socorre, pelamordedeus!
Dá uma dica QUALQUER pra eu achar um bom fornecedor de leite cru aqui no Rio de Janeiro – capital!
Não consigo achar nada nos comentários do seu artigo, me ajuda!
Seu artigo é maravilhoso!, mas seria muita maldade se não conseguisse achar fornecedor no RJ!
Dá, pelo menos, uma mísera dica! Mesmo por e-mail (juandireito@yahoo.com)
Muito obrigado!
Abraços;
Juan Marcello

Reply

Pat Feldman July 13, 2011 at 8:25

juan, eu te ajudaria com prazer, mas sinceramente nao tenho nenhum ocntato no rio, sinto muito… eu pensei ter alguma indicaçao nos comentários, mas talvez eu estivesse enganada….

Reply

Cacilda August 22, 2011 at 9:51

Pat, olá!
Descobri seu site há dois dias. Quanta informação para digerir. rs
O leite cru (vamos dizer que eu desconfie da higiene dele) pode ser usado sem ferver para fazer iogurte?

Parabéns pelo trabalho excelente!

Um abraço

Reply

Pat Feldman August 22, 2011 at 12:18

cacilda, ferver ou nao o leite cru é um cuidado a ser pensado. se voce nao tem certeza absoluta da boa procedencia, o melhor é mesmo ferver para tentar matar possíveis patógenos, mas saiba que mesmo a fervura doméstica faz com que diversos nutrientes e enzimas se percam, e a fervura, e até mesmo pasteurizaçao, nao sao garantias de um leite totalmente seguro. na dúvida, ferva – aumenta a segurança – mas nesse caso use para o preparo de iogurte.

Reply

Cacilda August 23, 2011 at 10:52

Obrigada!
Estou encantada com sua gentileza para com suas leitoras!
Um abraço,
Cacilda

Reply

Cacilda August 23, 2011 at 11:06

Estou encantada com sua gentileza para com suas leitoras e leitores!

Reply

André September 14, 2011 at 5:30

Olá Pat primeiramente gostaria de agradecer ao carinho com seus internautas com as duvidas sempre esclarecidas. Sou fanático por leite e bebo 2 copos ou mais diariamente, gostaria de saber se poderia substituir o leite longavida de supermercado pelo pasteurizado que vende na padaria mesmo tendo consciencia de que tambem nao é totalmente natural (de alguma maneira eu já acreditava de que o leite longa vida não é normal, que o fato de durar tanto seria sinal de algo muito errado) mas como não é possível comprar leite natural me vejo como unica opçao o leite de saquinho. Obrigado

Reply

Pat Feldman September 14, 2011 at 20:43

andré, eu nao posso afirmar com 100 por cento de certeza, mas já ouvi de pessoas envolvidas na grande produçao de leite, que o leite de caixinha e o de garrafa refrigerada sao exatamente a mesma coisa, o mesmo grau de processamento, e sao embalados e conservados de forma diferente apenas para agradar públicos diferentes – o leite de caixinha agrada às classes ‘c’ e ‘d’ e o leite em garrafas refrigeradas atende ao púb;icos das classes ‘a’ e ‘b’. – veja bem, eu nao tive como confirmar essa informaçao, e nem sei se deveria divulgá-la mesmo assim, mas é algo a se pensar… de qualquer forma, os dois leites sao processados muito além da conta, e todos os benefícios se perdem. será que voce nao consegue substitur por iogurte.

Reply

João Vianna June 23, 2014 at 22:31

Essa pergunta foi postada anos atrás mas só agora cheguei por aqui, então aí vai. O André está se referindo ao leite vendido em caixas , geralmente de 1 litro e chamados de “longavida” (que sofrem o processo UHT para se manterem estocados nas prateleiras dos mercados por meses a fio) em relação ao leite vendido em sacos plásticos, tambem de 1 litro (que são apenas pasteurizados e são necessáriamente mantidos refrigerados e consumidos em poucos dias). Devemos entender que o processo de pasteurização (inventado por Pasteur) não é a mesma coisa que o processo UHT (Ultra High Temperature) do leite longavida.

Reply

Elaine September 16, 2011 at 0:33

Parabéns pelo site e pela gentileza para com os leitores. Que Deus possa te dar sempre bastante conhecimento porque humildade para dividir, vc tem de sobra. Parabéns mesmo!!!

Reply

Pat Feldman September 16, 2011 at 7:50

obrigada

Reply

Adriana September 27, 2011 at 9:24

Em casa tomamos o leite Xandô, pasteurizado e homogeinizado com válidade de 7 dias. Este também se encaixa como perigoso para a saude? POR FAVOR ME RESPONDA. OBRIGADA.

Reply

Pat Feldman September 27, 2011 at 10:13

Qualquer leite encontrado no mercado, em caixa ou garrafa refrigerada, é altamente processado, e como você leu no texto, o excesso de processamento o torna indigesto e não adequado para o consumo.

Reply

Danielle Neves September 27, 2011 at 18:03

Pat,

Eu de novo rs.

Lendo esse texto e apreciadora de leite, tentei buscar a forma “menos pior” e mais viável à saúde.

Encontrei uma fazenda aqui em Sao Paulo, que fornece leite orgânico, porém pasteurizado a + 74º / -4º e o leite tem validade de 07 dias. (Opinião – leiga – minha: Parece que eles fazem o processo de fervura necessário p/ lei imposta pelo governo, porém não é como os de caixinha etc que elevam excesssivamente a temperatura destruindo tudo…)

DESSA MANEIRA ESSE LEITE SERIA MAIS NUTRITIVO E MENOS PREJUDICIAL DO QUE ATÉ O IOGURTE NATURAL DO SUPERMERCADO?

Segue uma parte do texto explicativo deles:

“…Somos certificados pela A.A.O (Associação de Agricultura Orgânica) e é inspecionado pela Vigilância Sanitária, através do Serviço de Inspeção (órgão governamental).

Tipos de Leite

leiteLeite A – Leite provindo de rebanho único, sem contato manual desde a ordenha ao envase. É beneficiado na própria fazenda e oferece um padrão microbiológico de até 10.000 bactérias/ml. É pasteurizado de forma integral (gordura total).

Leite B – Leite produzido em fazendas com estábulo e ordenha mecanizada. Oferece um padrão microbiológico de ate 50.000 bactérias/ml. É pasteurizado de forma integral (gordura total).

Leite C – Leite produzido em fazendas com ou sem estábulos e ordenha mecânica. Oferece um padrão microbiológico de até 350.000 bactérias/ml. É pasteurizado e padronizado em 3,1% de gordura.”

Dizem que o sistema de pasteurização aplicado é “…um sistema onde eleva-se o leite a temperatura de 74°C, por 16 segundos e depois rebaixa-se imediatamente sua temperatura a 4°C, conservando-se assim até o consumo. Esse sistema elimina as bactérias nocivas do leite, preservando integralmente a qualidade inicial do produto (lactobacilos, vitaminas, proteínas, cálcio e outros sais minerais).”

Enfim, se puder dar alguma opinião a respeito.

Obrigada pela ajuda e atenção. ;)

bjs,

Dany

Reply

Pat Feldman September 27, 2011 at 19:44

Dani, o leite quando passa por qualquer tipo de processamento térmico tem diversas de suas estruturas modificadas, o ue o torna mais potencialmente alergenico, entre outros problemas. Um bom iogurte natural integral, mesmo que industrializado, será melhor do que leite termicamente processado (caso da fervura dome’stica e mais ainda da pasteurização)

Reply

Lu Milanez September 27, 2011 at 20:40

Olá Pat
Estou horrorizada com tudo qe descobri sobre o leite….Dos males o menor ….eu dou leite de saquinho para o meu filho de 2 anos. O de caixinha é pior….Mas o que fazer???? Ele ama leite, consome um litro por dia, porque eu determino…senão quer leite o dia todo….O que posso fazer?????

Reply

Pat Feldman September 27, 2011 at 21:00

Lu, eu trocaria leite por iogurte.

Reply

Luana September 28, 2011 at 16:02

Olá, Pat. Posso dizer que fiquei escandalizada com tudo que li neste artigo. Eu mesma preciso tomar muito leite para repor uma perda de cálcio que tive. Além disso, obrigo meu filho de 4 anos a tomar 3 copos de leite por dia, só que, para ele, eu dou o leite em pó Ninho 3+. Os leites em pó também fazem mal a saúde? Detalhe: meu filho detesta iogurte. Agradeceria se pudesse me responder.

Reply

Pat Feldman September 28, 2011 at 17:13

Luana, na minha opinião os leites em pó são ainda piores! Se você está preocupada com o cálcio, o leite etá longe de ser a melhor opção. Procure consumir bastante caldos caseiros, feitos à base de ossos. Leia sobre eles aqui: http://pat.feldman.com.br/2010/04/01/voce-tem-ideia-de-quanto-o-caldo-de-carne-faz-pela-sua-saude/

Reply

Luana October 20, 2011 at 2:40

Ola Pat,

Estou procurando um fornecedor de leite natural, mas não encontro de jeito nenhum! Você poderia me indicar o seu? vi num dos comentarios que ele é um amigo e você confia! você usa como leite? ou só para yogurt?

Obrigada
Luana

Reply

Pat Feldman October 20, 2011 at 7:30

Luana, ele tem produção bem pequena, mas se um dia nos encontrarmos no parque, te apresento a ele!

Reply

Dani November 3, 2011 at 8:47

Oi Pat!

Diante das dificuldades de se comprar leite cru (moro no rio de janeiro), o que vc me recomenda para eu não deixar de consumir esta proteína?
Obs.: Até encontrei leite orgânico…mas todos pasteurizados.
Obrigada,
bj

Reply

Pat Feldman November 3, 2011 at 11:19

Iogurte natural integral, sempre!

Reply

Clovis Jose November 7, 2011 at 17:32

Na impossibilidade de conseguir leite cru eu sugiro o uso de leite de castanhas – meu predileto eh o de amendoas. Uma parte de amendoas para tres de agua. Fica melhor e mais saudavel se deixar as amendoas na agua durante 24 horas. Se tiver saco de descasca-las pode usar a polpa para fazer pates e ate “queijos” – procure um site de culinaria viva ou de comida crua. Eu recomendo o culinariaviva.com pois la vc encontra muitas receitas de leites da terra. Tudo de bom. Abs.

Reply

Pat Feldman November 7, 2011 at 18:27

Clovis, aqui no site eu ensino a forma mais saudável de se preparar leite de nozes e castanhas: http://pat.feldman.com.br/2007/11/06/leite-de-amendoas/

Reply

Fernanda Viscardi November 8, 2011 at 9:20

Pat, compro leite orgânico integral, uma vez um litro azedou na geladeira, tentei fazer iogurte com o Bio Rich e não tive resultado nenhum, ficou do mesmo jeito, talhado e mole. Alguma dica? Obrigada!

Reply

Pat Feldman November 8, 2011 at 14:37

Fernanda, pode ser que o leite já estivesse fermentado demais, daí os lactobacilos do BioRich não tiveram lactose suficiente para se alimentar. Nesse caso eu deixaria talhar mais naturalmente e coaria para fazer queijo.

Reply

Fernanda Viscardi November 9, 2011 at 9:39

obrigada!

Reply

maria December 23, 2011 at 14:36

oi Pat , me diz uma coisa; e quanto ao leite de soja feito em casa?
É saudável?

Reply

Pat Feldman December 23, 2011 at 17:34

Não é saudável também.

Reply

Camila January 1, 2012 at 22:29

Oi pat, o que vc diria sobre o yakult?? Faz tao mal quanto o leite pasteurizado? Ah, e o yakult pode ser congelado? Sei que os lactobacillos vivos “morrem” em temperaturas altas, mas acontece o mesmo quando Sao congelados? Vc indicaria??
Obrigada.

Reply

Pat Feldman January 2, 2012 at 7:38

Camila, yakult é legal porque é super rico em lactobacilos do bem. O problema é uqe também é muito rico em açúcar, corantes e aromatizantes… Se puder fazer em casa (a receita: http://pat.feldman.com.br/2007/04/01/yakult-caseiro/), é a melhor opção, mais saiba que se não abusar, o industrializado não é dos piores.

Reply

Rafael Gomes January 12, 2012 at 11:01

Ola Pat !
Bom dia !
Achei fantástico este post !
Muita coisa que eu nem imaginava sobre o leite.
Sou vegetariano e já estou a um tempo querendo comprar leite cru, pois uma amiga já havia me falado de alguns malefícios do leite. E também pelo sofrimento das vacas para retirar o leite. Um rapaz uma vez me informou que existe uma empresa que vende leite cru, e ele retiram manualmente da vaca.
Sabe me dizer se existe mesmo ?
Se pudesse me informar onde você compra por e-mail seria muito grato.
Eu amo leite e não gostaria de parar, mas depois desse artigo viu que é serio o assunto. Se puder me informar.

Grato, Rafael.
rafaelgomesfa@gmail.com

Reply

Pat Feldman January 12, 2012 at 12:11

Rafael, a comercialização de leite cru no Brasil, infelizmente, é proibida… O ideal é você buscar um produtos local e obter direto com ele o seu leite.

Reply

Camila February 2, 2012 at 16:01

Simplesmente ameiiiiii esse texto. Nunca fui fã de leite de caixinha; sempre reparei como fábrica de laticinios fede horrores. E aliás quem trabalha nesses lugarem nem bebe leite e diz que se a gente ver num bebe tambem. Além do que tem gente que bebe leite feito bezerro e toma suplemento de calcio, e ainda tem osteoporose novo. Por isso q sou a favor d td natural. E viva o bom e velho leite direto da vaquinha feliz!!!

Reply

Izabel Moreira February 6, 2012 at 10:02

Bomm Dia Pat!
Moro em Minas Gerais e ontem estava em Lagoa Santa com meu namorado, quando passamos pela Zona Rural e entramos numa fazenda (aconchegante e super limpinha) Comprei meu leite puro (amo de paixão aquela nata),cheguei em casa fervi um pouco e tomo puro,com chocolate..etc.
Fiquei mega curiosa pra saber o que falam sobre o leite tirado e consumido na hora e o de supemercado. Eu tomeii um susto quando li essa matéria.Não acreditei,pois sempre vejo especialistas incentivando o consumo do leite para previnir várias doenças tanto em adultos,quanto crianças. Infelismente eles não divulgam os maleficios,assim ficamos pobres de informações. Eu queria muito tomar todos os dias o leite fresquinho mas infelismente não tenho um fornecedor,fazendas, próximo a minha casa,só mesmo quando saio para esses lugares,que é de vez em quando. Tô sem saber o que fazer agora,amo leite e mesmo que o iogurte natural seja melhor,não tem como usa-lo em tudo! Fazer o que né,já que não tenho outra opção!! Abração e parabéns pelo post :)

Reply

Hugo February 24, 2012 at 15:37

Oi, você considera necessário suplementar com cálcio caso a pessoa tire o leite da alimentação? (considerando que ela não tome iogurte/derivados). Obg!

Reply

Pat Feldman February 24, 2012 at 16:19

Eu na verdade considero o leite uma das piores fontes de cálcio! Existem inúmeros outros alimentos ricos em cálcio e principalmente de um tipo de cálcio mais facilmente aproveitado pelo nosso organismo.

Reply

Andréia March 7, 2012 at 14:06

nussa ..achei esse site por “acaso”
estava fazendo uma pesquisa …to passada!!!
to aki toda preocupada pq meu filho que tem 5 meses ja não mama mais no peito
e tbem não ta gostando das formulas lacteas em pó…
to preocupada no tipo e marca de leite que posso dar pra ele…
mas agora fiquei totalmente sem rumo mesmo oq vc sugere?
obrigada… …

Reply

Antonio Capasso April 5, 2012 at 10:56

Muy buena esta materia!!!

Reply

sandra April 5, 2012 at 12:28

Oi Pat boa tarde,caramba devia ter ficado no interior do parana,pois la eu dava o leite natural p a minha filha mais velha so diluia ele um pouco na agua,por recomendação do pediatra,sem falar q levei ela em uma alergista la no Parana e la tinha intolerancia a lactose!!!E agora,dar o leite de soja?Comecei a dar o de soja mas com um pe atras ela aceitou bem,mas logo decidi parar,desde começo de Janeiro voltei p Sp e sempre preocupada c o leite dela,pois amais nova ainda esta no peito,fiquei fuçando depois da materia dos industrializadaos e achei a do leite.E agora o que fazer.To ate pensando em comprar uma cabra,pois moro numa regiao com bastante mata e capim sera que daria certo,e o leite de cabra é melhor.A minha mae disse q fomos criados tds c o leite de vaca e o de cabra.Aguardo retorno…bjs

Reply

sandra May 25, 2012 at 9:57

Oi Pat sou de novo vc ainda n me respondeu!!.Mas agora gostaria q vc pudesse me ajudar.Tenho 2 filhas de 1 ano e de 3 anos e q bebem muito leite,vc pode me dizer qnto vc paga no litro de leite q vc compro do seu fornecedor?Pois estou pensando em ir ate o parque p comprar esse leite.Quando morava no Parana eu pagava R$1,oo no litro muito barato né.Me responde por favor,pois vejo q estou pagando muito por algo q ñ é bom p a saude das minhas filhas.Aguardo contato.

Reply

Pat Feldman May 25, 2012 at 11:45

Aqui em SP é um tantinho mais caro, R$4,00, se não me engano. Um dia nos encontramos na feira e eu te apresento!

Reply

Marilene April 20, 2012 at 13:07

Oi povo!!! Rs… Estou tentando tirar a minha filha do leite materno, ela já tem 2 anos e 5 meses e ainda mãma. Com tantas coisas que falam sobre o leite não sei o que fazer agora. Me ajudem, devo substituir o meu Leite por oq? Sei que o leite materno é insubstituivel, mais não posso mais amenta-la preciso trabalhar e agora?

Reply

maria helena alhinho October 10, 2013 at 9:47

Use leite de aveia, de côco, de amendoim, de milho, tudo menos animal. O meu neto também mamou até aos 2 anos e meio e a minha filha já vinha usando mingaus com esses leites, continuou e intensificou a ingestão de suco naturais e chás. A minha filha é nutricionista e isso ajuda muito. espero ter ajudado. Um abraço.

Reply

Matheus May 2, 2012 at 17:12

Dúvidas:
– É melhor não tomar nada do que tomar o leite UHT?
– Os suplementos de cálcio amplamente receitos por aí contém as enzimas necessárias para sua absorção?

Reply

Pat Feldman May 2, 2012 at 18:58

Melhor nada ou melhor iogurte do que leites UHT, na minh opinião!

Eu acho que antes de pensar em suplementos, existemtantas outras fontes alimentares fantásticas de cálcio: caldos caseiros à base de ossos, nozes e castanhas, etc

Reply

elaine May 23, 2012 at 23:05

oi tenho comprado leite de fazendeiro uns 20 litros todos so dias,ele garante que é leite fresco porem quando vou ferver muitas vezes azeda e nao entendo pois tudo que utilizo e muito bem limpo,preciso de uma ajuda pra evitar essa azedume todo bjs

Reply

Pat Feldman May 24, 2012 at 7:09

Tem que ver como ele armazena o leite,como o resfria e como transporta. O leite fresco de verdde é um produto delicado – eu nunca fervo o meu, pra que não perca suas melhores enzimas e nutrientes, mas a minha fonte é bem confiável.

Reply

Maria November 23, 2012 at 16:08

Uma pergunta: porque é que é importante resfriar o leite logo após ordenhar as vacas? É perigoso beber o leite morno que acaba de ser ordenhado sem resfriar?

Reply

sandra May 25, 2012 at 16:10

Oi Pat obrigada pelo retorno,nossa o leite ak em Sp é caro mesmo.Vc treia alguma recieta de bolacha ,pois a minha filha gosta muito e eu acabo comprando e depois fico com peso na conciencia.Compro de maizena e de sal q acho q é menos prejudicial.Mas gostaria de começar a fazer em casa,minha mae fazia uma que ia sal amoniaco nen sei se é isso mesmo,essa sao boas ou não?

Reply

Pat Feldman May 25, 2012 at 20:37

Aqui no site eu tenho uma receitinha ótima! http://pat.feldman.com.br/2010/05/14/bolachinhas-de-queijo-incriveis/ Essa é a minha favorita, mas tem outras!!

Reply

sandra May 26, 2012 at 13:21

Obrigada,Pat vou fazer e depois te conto espero q as minhas filhas gostem..bjs

Reply

Thais Linhares May 29, 2012 at 11:53

Obrigada pelo artigo. Já estou a um tempo numa cruzada pessoal contra os leites em caixinha. Tem gosto de cloro, sabão, água suja… menos leite!
Por enquanto só posso contar com uma marca que tem distribuição limitada aqui no Rio, a Vitalatem em garrafinhas. Eles fervem, mas pelo menos não colocam conservantes nem alteram o sabor do leite, que ainda vem com a saudosa nata bem destacada, e azeda naturalmente. Meus filhos estranharam o sabor, mas foi a opção que deixei entrar em casa. Se não isso, que se tome o yogurte ou queijos. Um absurdo que se venda leite de tão baixa qualidade para o população, e estão cada vez mais constantes os casos de leites de caixinha contaminados por produtos químicos – digo isso por testemunho direto de amigos que tiverem de retornar diversas caixas com sabor “cloro” e relataram ardência no produto. Eu já tive o desprazer de experimentar um leite assim. Reclamei na Anvisa mas nunca tive retorno. O fabricante, ao saber do reclame ficou me ligando pra recolher o pacote. Me recuso. O que quero mesmo é que se revele que o que bebemos é uma porcaria. Penso sobretudo em crianças e bebês que não tem como reclamar do que lhe oferecem!

Reply

Holly June 11, 2012 at 17:35

Pat, se eu tomar o leite industrializado um pouco azedo eu corro o risco de passar mal?

Reply

Pat Feldman June 11, 2012 at 19:43

O olfato é um ótimo alerta. Se não cheira bem, melhor não consumir – e isso vale para alimentos frescos ou industrializados!

Reply

Hélida July 19, 2012 at 17:37

Gostaria de saber por quantos dias o leite cru continua bom e seguro para consumo sendo conservado em geladeira?

Reply

Pat Feldman July 19, 2012 at 20:27

Os meus leites, que eu guardo no fundo da geladeira de casa, duram tranquilamente um semana inteira.

Reply

Laura Keuren July 26, 2012 at 9:45

Adorei o site e o artigo sobre os cuidados sobre o leite industrializado, eu moro numa fazenda, mas estava acima do peso então resolvi procurar ajuda numa nutricionista para perder o sobre peso, eu amo leite purinho mas ela me proibiu e me aconselhou a tomar o leite desnatado industrializado assim como seu derivados inclusive o iogurte desnatado, e realmente consegui perder peso alem disso com uma dieta rica em frutas e vegetais, porem eu amo o leite puro e queria saber se tem uma forma de deixa-lo mas leve como se fosse desnato num processo que eu poderia estar fazendo em casa!

Grata
Laura Keuren!

Reply

Maristela Dias da Cunha August 16, 2012 at 19:48

Cara Pat ,
adorei seu artigo . Excelente . Sem persuadir de forma alguma, esclarece-nos e logicamente, por assim dizer, mostra como estamos errados. Como publicitária e psicóloga, te digo que o Leite acaba sendo fundamental em nossas vidas . Do Seio e depois , do Animal ficamos condicionados. Te confesso que sou viciada – veja se consigo me fazer entender : tem o sabor afetivo, sabe ? Como meio jaborniana ( te confesso que sou …) estou ficando um pouco frustrada para com a Indução e a Mídia, a Propaganda – e aqui, a Persuasão , em muitas áreas. Até no ‘ lácteo ‘ .
Na Alimentação, pois. Contudo, seus argumentos aqui foram claros e firmes :
vou dar início a desapaixonar-me pelo Leite . Com certeza.
[ Só para deixar uma melhor imagem de Mim, faço o iogurte frequentemente. Tenho sempre na geladeira . ‘Hum’ ponto para mim, ok ? ]
Meu cumprimento pelo artigo: PARABÉNS.

Reply

Rogelio Raimundo Dosouto August 17, 2012 at 20:39

Sou adulto, hoje com 51 anos e sempre bebi grandes quantidades de leite, cheguei a beber 5 litros em um dia e a media durante muito tempo foi de 3 litros dia, hoje meu consumo é de leite em po desnatado e equivalente 1,5 litro/dia. Nunca tive problemas de saude que pudessem ser atribuidos ao leite e hoje tenho um sistema imunologico muito forte e tambem um sistema gastro intestinal perfeito, alias uma saude impecavel ,entao nao sei ate que ponto posso acreditar em tudo que dizem sobre os maleficios do leite !

Reply

Tatiana August 27, 2012 at 11:53

Puxa, sabe que toda vez que tomo leite de caixinha com uma certa frequência meu cabelo cai muito e minha língua incha?

Sabia que tinha alguma coisa errada…! Mas não sabia o quê. Achei que eram os conservantes que eles colocam, necessários pra utilização da embalagem tetrapak. Agora sei que são por coisas talvez bem piores.

Obrigada pelos esclarecimentos.

Reply

sandra August 28, 2012 at 10:34

Oi Pat bom dia,,,estou felississima,pois estou fazendo o iogurte ja faz 1 mes e as minhas filinhas aceitaram numa boa,sem precisar colocar açucar,qndo coloco uso o mascavo.Mas as vezez ele fica c muito soro,estou guardando ele na geladeira .Onde posso usar esse soro?Estou pensando em coloca-lo na massa do pao caseiro sera q ficaria bom?Aguardo retorno bjs e parabens por ter me ajudado tanto a resolver o problema da minha filha,que tem intolerancia a lactose,e vc acredita q ate as dores de barriga q ela se queixava com frequencia melhorou demais….muita grata.Obrigada

Reply

Pat Feldman August 28, 2012 at 21:22

Sandra, o soro você pode usar em pequenas quantidades para deixar de molho grãos e sementes antes de cozinhá-los, como eu explico aqui: http://pat.feldman.com.br/2009/04/30/por-que-deixar-graos-e-sementes-de-molho-antes-de-consumi-los/

Você também pode usar para preparar a minha versão caseira de yakult.

Reply

Elaine September 4, 2012 at 21:50

Olá, pat!
Aos que estão no Rio (Juan Marcello e cia) procurem nas feiras orgânicas … não poderia passar os contatos aqui porque a venda é proibida. Mas, conversando vocês conseguem achar.
Eu comprava 2 litros por semana, fervia, tirava a gordura (usava como creme de leite ou fazia manteiga e até manteiga clarificada) e fazia kefir com o leite.
Agora estou em Sampa, sem o meu querido leite cru. Mas, quando der, vou procurar um forncecedor, conversando a gente sempre encontra.
bjs,

Reply

Márcia September 17, 2012 at 21:21

Oi Pat… A respeito do Yogurt caseiro, como vc recomenda fazer? Qual a sua receita para quem não tem como adquirir o leite da vaquinha feliz? Vou ver as suas receitas de caldos que são ricas em cálcio. Esse é o principal motivo que me faz tomar leite, mas acredito tb que haja outras fontes alternativas q são ainda melhores, visto a qualidade dos leites que existem no mercado. Desde já grata!

Reply

Pat Feldman September 18, 2012 at 7:31

Márcia, os caldos caseiros à base de cálcio são excelentes fontes de cálcio! Quanto ao iogurte caseiro, ensino aqui: http://pat.feldman.com.br/2007/01/07/iogurte-natural/

Reply

Cris September 18, 2012 at 14:54

Ola Pat, semana passada estive na feira pra pegar leite que sempre encomendo e me disseram que eles nao estao mais vendendo por la. Sabe o que aconteceu? Vc tem algum outro fornecedor pra indicar? Estou super chateada, fiquei sem fornecedor :(

Reply

Pat Feldman September 18, 2012 at 15:27

Qual era o teu fornecedor?

Reply

Márcia September 18, 2012 at 20:28

Pat.. tenho uma dúvida… O caldo de carne, mesmo retirando a camada de gordura q se forma em cima, não é muito fica de qualquer forma gorduroso para quem não quer engordar ou tem problema de colesterol? qual a frequência q vc recomenda tomar por semana?

Reply

Pat Feldman September 18, 2012 at 21:27

Eu uso os caldos caseiros diariamente aqui em casa, e o que mais uso é o de carne.

Reply

Jose Mauricio Gomes October 3, 2012 at 21:00

Meus caros:

Lí o artigo e achei interessante, mas como fazendeiro que sou, nascido e criado nesta lida, com 200 vacas girolando que produzem 4.000 lts de leite por dia, gostaria de dar meu ponto de vista:
1) Leite cru tirado na hora realmente é uma delicia, mas eu só tomo de minhas vacas, e ainda escolho a dedo de qual vou tomar (normalmente a Mãe do bezerro mais bonito), cujo meu controle de sanidade é rigoroso;
2) No Brasil, o controle contra brucelose, tuberculose e em certas regiões contra a aftosa deixa a desejar, portanto, tomar leite cru sem pasteurização é arriscado.
3) Um pequeno exemplo: No Brasil se utiliza a vacina B 19 contra a brucelose, cuja a eficácia contra esta doença é de 70%. Esta vacina é aplicada nas bezerras antes da idade dos 10 meses, isso significa que 30% das futuras vacas não serão imunizadas. Esta vacina terá eficácia por um período de 5 anos, portanto, se o fazendeiro não aplicar novamente, em 5 anos 100% das vacas dele estarão sujeitas a ter brucelose. Óbvio que normalmente eles não aplicam para não encarecer o custo do leite, já que as empresas pagam muito mal os produtores de leite. Quanto a tuberculose, bem, não existe vacina e poucas propriedades fazem este controle, o percentual de incidência no rebanho leiteiro é de 8%!!!! Aí eu pergunto: Vale a pena tomar o péssimo leite cru produzido no Brasil? Claro que não, opte pelo leite pasteurizado tipo A ou outros produzidos e envazados em fazendas leiteiras. Evite leite de caixinha e e leite pasteurizado de cooperativas, porque o primeiro no processo UHT perde tudo que o leite tem de bom, e o segundo porque as cooperativas não são lá muito fã de qualidade, ainda aceitam leite de latão. | Quanto ao iogurte natural, bem , se não for pasteurizado não beba! Não exponha sua saúde de graça, leite cru sempre é perigoso.Gostem ou não, esta é a verdade.

Reply

Pat Feldman October 3, 2012 at 21:25

José Maurício, eu também jamais tomaria leite ru de qualquer vaca, e realmente leite cru seguro e de qualidade para atender a todos me parece algo praticamente inviável. Ou se consegue um fornecedor super de confiança para obter leite cru, ou – minha opinião – deixa-se de tomar leite. Há muitos outros alimentos que podem suprir o que o leite oferece.

Reply

Jose Mauricio Gomes October 8, 2012 at 14:31

Concordo!

Reply

Graziela Vieira February 27, 2014 at 17:13

Boa tarde Pat e Jose Mauricio Gomes, adorei a matérias e principalmente esta explicação do Sr. José tenho duas filhas 3 anos e outra de 1 ano e 1 mês , a mais velha é viciada em leite troca até a comida pelo mesmo sofre tremendamente com intestino preso já não sei mais o que fazer e menor toma formala infantil e nunca sofreu com isso somente agora que estou intercalando com o leite de cx pois a formula esta muito cara e estamos com problemas financeiros, sou do interior paulista, piracicaba o que eu posso fazer por aqui para ajudar as minhas filhas vcs podem me ajudar……….

Reply

Pat Feldman February 28, 2014 at 5:07

Eu daria iogurte no lugar de leite.

Márcia October 4, 2012 at 13:25

Oi Pat… Finalmente qual a sua receita para coalhada, diferente de yogurt? No aguardo da sua receita. Um abraço!

Reply

Pat Feldman October 4, 2012 at 19:34

Márcia, na verdade a coalhada não deixa de ser um tipo de iogurte, normalmente com menos soro, mais grossa.

Reply

Paulo October 6, 2012 at 12:15

Ola Pat!! Eu estive em um medico por esses dias devido a uma forte virose juntamente com sinusite e rinite que contrair, Algo que vem acontecendo cada vez com mais frequência!!
Porém ouvi algo da médica que fiquei preocupado. Ela me informou que eu parasse de tomar leite industrializado, fiquei realmente preocupado, pois consumo bastante leite. Ai pergunto a ti Pat, realmente esse leite de supermercado agrava muito essas crises que venho temdo???

Reply

Pat Feldman October 7, 2012 at 10:02

Paulo, o leite industrializado faz MUITO mal, concordo que você deve parar sim!!

Reply

Márcia October 8, 2012 at 18:36

E o que vc acha do leite em pó Pat? O Molico total cálcio por exemplo e o Ninho?
Ah! Outro dia descobrimos que o leite ninho instantâneo leva lecitina de soja. Ou seja… não é leite mas uma mistura de elementos diferentes. Liguei para a Nestlé e eles disseram q só no leite instantâneo tem a soja, para ajudar na dissolução do pó, mas q o integral não tem a lecitina de soja. De modo que agora só compramos o Ninho integral pq gostamos de colocar com sorvete, salada de frutas e de vez em quando no cafezinho, apesar de não consumirmos com frequência.

Reply

Pat Feldman October 9, 2012 at 6:01

Márcia, leite DE VERDADE é líquido, tem gordura na quantidade que deve, cálcio e outros nutrientes na quantidade que se deve! Eu não acho que qualquer marca de leite em pó tenha alguma vantagem, inclusive no sabor!

Reply

Vinícius October 16, 2012 at 1:54

E agora a questão: para aonde a indústria está nos levando? mas como se emancipar desse modo de vida tão grotesco? parece que não existe muita escapatória.

Reply

Gabriela Silva October 17, 2012 at 17:48

Oi, queria saber se quem tem intolerância a lactose pode tomar iorgute frimesa com leite pasteurizado semidesnatado ?
Quais tipos de iorgutes posso tomar ?

Reply

Tatiana Faria October 24, 2012 at 16:18

Olá!
Gostaria de saber se os leites tipo A (de garrafinha) vendidos nos supermercados também se enquadram na categoria dos “impróprios”. No rótulo consta “leite in natura” e também são pasteurizados.
Obrigada.

Reply

Pat Feldman October 24, 2012 at 16:49

Qualquer leite comercial é obrigado, or lei, a ser processado, no mínimo pasteurizado, o que estraga boa parte de suas características…

Reply

vanessa November 1, 2012 at 18:42

Referente ao leite de caixinha pude perceber que meu filho melhorou muito de pois que parei de lhe dar esse leite. Ele tinha uma tosse cheia de muco que não sarava nunca de pois que li essa repostagem parei com o leite de caixinha e ele melhorou 100% agora estou dando leite em pó. Meu filho ADORA Leite e gostaria de saber se o leite em pó ha algum problema. Até o momento ele não apresentou nada ao contrario do leite de caixinha.

Reply

Pat Feldman November 1, 2012 at 18:58

Vanessa, eu acho o leite em pó tão ruim quanto o leite de caixinha…

Reply

henrique November 5, 2012 at 15:52

no caso de tirar o leite fresco da vaca e ferve-lo. posso toma-lo?

Reply

Guto November 6, 2012 at 0:22

Estou desenvolvendo uma pesquisa sobre resíduos de algumas embalagens, como por exemplo, as embalagens Longa Vida, necessárias para a conservação do leite uht. Antes de questionar as embalagens, gostaria de ter mais conhecimento da qualidade dos produtos que elas embalam
Pelo seu post, e a repercursão dele, entendi que tanto o leite pasteurizado, quanto o leite em pó não seriam uma boa alternativa para substituição do leite uht. É isso mesmo? Neste caso qual alternativa para quem mora nas grandes cidades de adquirir um leite de qualidade satisfatória?

Reply

LÉO CHAVES .´. November 27, 2012 at 18:57

querida 2 perguntas , posso congelar o leite cru e ferver depois ? ele vai azedar ? obrigado –

Reply

Pat Feldman November 27, 2012 at 19:16

O leite cru não etraga com o congelamento, mas eu particularmente acho que fica com gosto ruim. Tento evitar!

Reply

Marcos Salles December 20, 2012 at 17:07

Olá Pat, e quanto ao leite de saquinho que usávamos antigamente? Ele é bom? Devemos tomar o tipo B, tipo C ou nenhum deles?
Mesmo porque consumir iogurte com frequencia fica um pouco puxado, financeiramente falando.

Reply

Pat Feldman December 20, 2012 at 19:38

Marcos, até onde eu sei, o leite de saquinho é menos processado, não é UHT, menos mal. Quanto ao iogurte, tente começar a fazer em casa. Fica bem mais barato!!

Reply

Solange December 27, 2012 at 21:20

Olá Pat! Eu li o seu post e gostei muito. Eu só queria que você visse esse vídeo do Dr. Lair Ribeiro, falando sobre o leite e me dissesse a sua opinião a respeito.
https://www.youtube.com/watch?v=NYOeGQY0p98

Aguardarei a resposta. Muito obrigada pela atenção!

Reply

BÁRBARA CAIADO January 2, 2013 at 15:01

Olá Pat, feliz Ano Novo!! Sou goiana, amiga e paciente da Carol Morais, uma nutricionista a quem praticamente devo minha vida por tantas dicas e hábitos saudáveis adquiridos. Resolvi te escrever porque estou com uma bebê de quase 1 ano (será completado no dia 13 de janeiro de 2013) e venho pesquisando bastante sobre o leite. Vou desmamá-la em breve pois ela está me mordendo bastante. A questão é que não quero de forma alguma que ela mame leite em pó. Nenhum. Sei que é um tabu no nosso meio porque as pessoas ficam completamente perplexas quando digo que não quero dar nenhum tipo de leite quando ela parar de mamar em mim. Sou uma apaixonada por alimentação, leio bastante sobre o tema e minha filha come de tudo: de grão de bico à amêndoas, de brócolis à quiabo, de óleo de côco a quinoa, de uva passas a abacate, de beterraba a água de côco, enfim, ela come de tudo! Já estou fazendo alguns testes de desmame e está dando bastante certo. Ela já consegue passar quase um dia inteiro sem mamar e sem sentir falta do peito. Você acha que se ela manter uma alimentação saudável, balanceada e equilibrada eu posso dar continuidade ao meu projeto? Gostaria muito da sua opinião sobre esta questão, pois realmente não pretendo dar mais leite a ela. A sua opinião é de muita relevância para mim, uma vez que acredito e confio nos seus artigos. Muito obrigada! Beijos, Bárbara

Reply

Pat Feldman January 2, 2013 at 15:27

Eu acho que ela pode perfeitamente bem ficar sem leite, principalmente esses leites ultra processados ou, pior, os leites em pó. O que talvez você possa querer oferecer é o iogurte – natural integral, de preferência feito em casa – mas só pra garantir que ela tenha sempre probióticos na alimentação, e mesmo assim, se ela consumir as bebidas e/ou conservas lactofermentadas que eu ensino aqui no site, isso é desnecessário.

Reply

Solange January 3, 2013 at 20:14

Olá Pat! Eu li o seu post e gostei muito. Eu só queria que você visse esse vídeo do Dr. Lair Ribeiro, falando sobre o leite e me dissesse a sua opinião a respeito.
https://www.youtube.com/watch?v=NYOeGQY0p98

Aguardarei a resposta. Muito obrigada pela atenção!

Reply

Luíza Diener March 15, 2013 at 21:15

olha, passei mais de 1 ano sem consumir absolutamente nenhum tipo de leite e derivados e confesso que a única falta que me fez na prática era a de não poder consumir alimentos em qualquer lugar. qualquer alimento que eu quisesse consumir na rua não era seguro e, por conta disso, passei a fazer em casa quase tudo que queria consumir. apesar do trabalho, vale muito a pena.

com isso percebi que o leite de vaca é completamente eliminável de nossas vidas. é apenas uma questão de hábito.
culturalmente isso é difícil e até inaceitável para muitas pessoas. a princípio tentei substituir o leite de vaca por leite de grãos (como de arroz, amêndoas, aveia, castanhas), que eu mesma fazia.
por fim desisti e passei a repor o cálcio da minha alimentação de outras maneiras, através de grãos como lentilha, grão de bico, feijão, folhas verdes escuras e castanhas naturais na íntegra mesmo. tahine também entrou feliz para a minha alimentação e hoje não abro mão dele. também me vali de algumas farinhas e sementes como chia, o próprio gergelim, quinoa, etc.

a minha dieta restritiva acabou, mas o hábito se manteve. especialmente porque meu filho, de 2 anos e meio, sofre de alergia à proteína do leite da vaca. então eu acabo por acompanhá-lo nessa alimentação. não complemento a alimentação dele com nenhum tipo de leite ou fórmula e estamos muito bem, obrigada!

fica a dica pra quem acha que não pode viver sem leite. é tudo uma questão de hábito. pra mim foi muito difícil no começo, mas logo meu paladar se adaptou e eu passei, inclusive, a me alimentar muito melhor.

beijos

Reply

Divani March 20, 2013 at 17:26

Oi Pat , Obrigada por compartilhar seus conhecimentos. Depois de ler seu texto decidi deixar definitivamente de tomar leite longa vida, já tinha um pé atrás com ele, más agora desisto de vez. Você pode me dizer se eu usar o leite na criação do Kefir ele continua sendo prejudicial a minha saúde? vou receber uma doação de Kefir e gostaria que fosse de leite porque parece com um iogurte, acho o de água meio estranho, espero ansiosa por sua resposta. Muito obrigada.

Reply

Tamara April 1, 2013 at 11:49

Oi Pat! Sou super fã da medicina que seu marido promove e tento levar ao máximo pra minha vida e a da minha família. As informações e receitas do seu site são fantásticas, mto obrigada por esse canal!

Precisava agora de uma ajudinha: acho q meu filho é alérgico a proteina do leite. Ele tem 1 ano e 8 meses e nunca tomou leite de caixinha, nem leite de soja e nem nada do tipo. Desde q ele desmamou, ele só toma iogurte natural e organico. E consome os derivados em outros produtos (biscoite maizena, manteiga, queijo, etc…) No entanto, desde q ele fez 1 ano, ele tem uma diarreira q nao passa. E vem piorando. Tentei trocar o iogute por de cabra, mas nem sempre consigo achar e achei a melhora pouco significativa. Agora q eu voltei a dar o de vaca, piorou mto, chegando a sair sangue nas fezes. Mas seu crescimento é normal, não tem baixo peso e é até gordinho, rs! Mas as fezes estão cada vez mais liquidas e percebo q ele sente dor. E há umas assaduras que muitos médicos me disseram q pode estar relacionado a essa alergia. No entanto, os testes de IgE deram negativo…
Por isso, vou tentar fazer uma restrição de leite por um mês pra ver como o organismo dele vai reagir.

Minha dúvida é o q dar a ele. Posso subtituir o iogute da mamadeira pelo q? Vc aconselha usar farinha de coco? E farinha de arroz? Sempre fico em duvida com essas farinhas… Existe manteiga de coco, não é? Sabe de algum lugar no rio onde eu possa achar?

Outra duvida é quanto a cultura de bactérias do iogurte que ele recebia e agora nao vai mais receber. Será q tem como eu substituir isso de alguma forma? A alergia normalmente é a caseína, não é? Será q ele poderia tomar o soro do leite na mamadeira ou isso também poderia causar a diarreira?

Outra coisa que me interessa muito são os seus caldos!! rs!! Será que existe uma lista que voce pode me adicionar pra me avisar quando vc vier ao Rio?? Queria muito compra-los!!

Obrigada desde já e aguardo ansiosa sua resposta!!
Mandei pro seu email tb, mas postei caso seja mais facil pra vc responder.
Bjs, Tamara Fogel.

Reply

Camila April 15, 2013 at 13:54

Pat,
seria melhor consumir iogurte feito em casa, mas com leite industrializado, ou leite de castanhas ou cereais?

Reply

Pat Feldman April 15, 2013 at 17:36

Nesse caso pode até ser iogurte industrializado, mas tomando cuidado com a marca. Iogurte de verdade deve conter apenas leite e cultura láctea.

Reply

Camila April 26, 2013 at 13:21

Pat, neste artigo – http://www.denisecarreiro.com.br/artigos_artigoleite.html , diz que alem da desnaturação, na pasteurização também se perdem as enzimas necessárias para digestão dos nutrientes,. No feitio do iogurte, esse problema também é sanado?

– diz também, que o consumo do leite de vaca não seria apropriado, pela diferença de proporção de nutrientes, que essa diferença o tornaria nocivo ao consumo humano.
O que vc acha?

Grata

Reply

Dijinane May 6, 2013 at 15:05

Querida Pat, concordo absolutamente com seu artigo, por isso, fiz questão de mencioná-lo em minha página pessoal, tendo em vista, que muitos por ai, consomem m alimentos industrializados indiscriminadamente. Entre outros tantos, que surgem coloridamente por ai. Um grande abraço. Parabéns pelo artigo.

Reply

sandra May 7, 2013 at 19:33

gostaria de sabe meu pai tem 79 anos ele poderia tomar o leite cru desde ja obrigado

Reply

Pat Feldman May 7, 2013 at 19:36

Desde que de fonte confiável, qualquer um pode tomar leite cru.

Reply

tainara May 8, 2013 at 15:44

oi..mas como eu faco iogurte em casa? com que leite? tenho filho de um ano de idade e to com muito medo. me ajude a fazer nosso proprio iogurte obrigado.

Reply

Pat Feldman May 8, 2013 at 19:24

A minha receita de iogurte: http://pat.feldman.com.br/2007/01/07/iogurte-natural/ Não recomendo fazer com leite de caixinha ou qualquer tipo de leite em pó

Reply

Bruno Ferreira May 22, 2013 at 8:52

Olá Pat, td bem?
Muito bom o texto! Vivi boa parte da minha vida tendo acesso a leite de qualidade e sinto a diferença desses produtos de supermercado. Nesse sentido, até prefiro leite em pó a leite líquido pasteurizado, até pq uso bem pouco mesmo, só pra colorir o café, rsrs, mas pretendo parar total o consumo de leite industrializado em breve. Tenho uma sugestão para a edição do livro: trocaria somente a palavra “cavalo” por “égua” ;)

Reply

Pat Feldman May 22, 2013 at 12:02

kkkkk Obrigada pela sugestão de troca Bruno! Pura distração!

Reply

Lilian May 23, 2013 at 13:51

Pat, em primeiro lugar adoro o seu site! Acho muito esclarecedor, parabéns pelo excelente trabalho!
Gostaria de aproveitar e perguntar sobre o leite ninho em pó que muitos pediatras mandam dar para as crianças. Tenho uma filha de 2 anos, e dou pra ela aquele Ninho 1 +. Qual a sua opinião a respeito desse tipo de leite?
Muito obrigada!
Bjs
Lilian

Reply

Pat Feldman May 23, 2013 at 18:47

Não gosto de nenhum leite em pó. Leite de verdade sai da teta da vaca, e é líquido!

Reply

Dominicia Lemos June 4, 2013 at 21:31

Boa noite Pat, tenho 72 anos e tenho alguns problemas de saúde como Artróse, desvio na coluna servical que provocam muitas dores no ombro e costas, meus fiho tem me alertado sobre o consumo de leite em pó uso o molico desnatado, ele disse ter assistido uma palestra sobre os maleficios do leite para os ossos e coração lendo seu post fiquei preocupada, uso o leite em pó com café de 3 a 4 vezes ao dia e gostaria de saber se este leite pode ser prejudicial para minha saúde e como hoje os alimentos são quase todos industrializados ou modificados em laboratório não sabemos pela midia o que faz bem ou mal para saúde.
Agradeço muito pela sua orientação.

Um grande abraço com muita paz e saúde.

Dominicia Lemos

Reply

Pat Feldman June 4, 2013 at 22:15

Olá Dominica, tenho certeza de que se você deixar de consumir industrializados em geral, notará uma melhora incrível na sua saúde!!

Reply

Luciana June 14, 2013 at 11:47

Ola Pat ! Encontrei um fornecedor de leite perto de minha casa mas gostaria de ter certeza de que é de qualidade. Devo fazer algum tipo de análise para o consumo?

Reply

Camila Gerhardinger June 30, 2013 at 12:23

Pat, eu simplesmente adoro esse texto… Queria há muito tempo eliminar de vez o leite da rotina do meu filho e acabei tirando da minha também depois que li! Recomendo para todos e, inclusive, serve de respaldo quando alguém vem me criticar dizendo que “Lucas está em fase de crescimento e precisa de cálcio”.
Meu filho come tão bem, não rejeita nada… Tenho certeza que não terá problemas com falta de cálcio!
Obrigada por todas as suas dicas!

Reply

fabiana gusmao passos July 2, 2013 at 21:35

ola Pat ,descobri seu blog um dia desses sem querer e estou adorando .Desde adolescente que luta contra a balança e aqui encontrei dicas maravilhosas porque tbm prefiro alimentaçao natural.Gostaria de saber se o leite cru fervido tbm perde alguns nutrientes?Eu gosto de leite bem quente. Obrigada e parabens pelo trabalho.

Reply

fabiana July 2, 2013 at 21:40

Ah … voce poderia me enviar a receita de yakult caseiro ,eu nao encontrei aqui.

Reply

Pat Feldman July 2, 2013 at 21:42
fabiana July 3, 2013 at 7:27

Obrigada pela resposta voce so nao me disse se o leite cru tem q ser fervido

Reply

Pat Feldman July 3, 2013 at 10:40

Eu não fervo o meu.

Reply

Jônatas Pereira February 17, 2016 at 19:14

Paty, por favor me responde!
Tenho dúvidas sobre os vermífugos e lombrigueiros. Os médicos dizem que os adultos e principalmente as crianças devem tomar eles com uma boa frequecia de mais ou menos 6 em 6 meses, mas eu vi um terapeuta falando que eles prejudicam a flora intestinal, veja: https://www.youtube.com/watch?v=4jeIf77HW1U O QUE EU FAÇO? o que você e o dr. Alexandre dão para seus filhos? Os adultos também devem usar?

Reply

Pat Feldman February 17, 2016 at 19:31

Jonatas, eu não dou nada além de uma ótima alimentação para os meus filhos. Se você tem dúvidas quanto às sugestões do teu médico, sugiro procurar uma segunda opinião.

Reply

Jônatas Pereira February 19, 2016 at 13:29

MUITO obrigado pela resposta pat.

Mariana June 30, 2015 at 18:48

Nunca ferva seu leite. Isso fará dele leite pasteurizado.

Reply

Yuri January 12, 2016 at 20:56

Acho que para ser pausterizado, precisa ser uma temperatura maior que 100°

Reply

Marcela January 14, 2016 at 19:16

Normalmente é necessário temperatura acima de 100° para ferver um líquido.

Reply

Pat Feldman January 15, 2016 at 4:22

Depende do líquido. O ponto de fervura varia. Aula de química para principiantes.

LOURIVP EREIRA July 5, 2013 at 21:03

Essa questão dos nutrientes do leite, temos que considerar que a explanação da Pat sobre os beneficios e malefícios do leite é muito coerente e apropriada. Então antes de exasperarmos, vamos fazer um uso adotando o bom senso e inteligencia. Dou um exemplo: Tenho uma filha com 40 anos de idade, que toma um copo de quase 200 ml de leite de saquinho (integral) vendido em supermercados, desde tenra idade, só que, reforçado com NESCAU. Se o nescau contiver realmente as proteinas e os demais ingredientes indicados em seu rótulo, tais como: ferro, magnesio, e várias vitaminas, acho que fazem um bom par (leite mais nescau). Devo esclarecer que minha filha é super sadia e nunca apresentou nenhuma doença que a levasse a um hospital, depois que completou 7 anos. Ela vem fazendo uso dessa combinação ha 33 anos. Eu tambem gosto de leite e tomo todos os dias o mesmo conteudo (leitenescau), tenho 70 anos de idade, sofro de enxaqueca, já suspendi o uso de leite por um bom tempo na suspeita de agravar mais a ainda a enxaqueca. Foi inútil, até parece que o leite ajuda a amen izar as crises.
PARABENS PAT.

Reply

Flavia July 8, 2013 at 19:38

Adorei o seu post e gostaria de saber como faço p armazenar o leite? tenho q ferver? a pouco tempo pego alguns litros p minha filha de 6 anos ela adora, gostaria de pegar mais p semana mas tenho medo de estragar.

Reply

Musa July 9, 2013 at 16:18

Pet,
Estou horrorizada com tudo isso.
Adoro seguir hábitos saudáveis
e vinha insistindo para dar leite ao meu filho de 2 anos
pensando q estava fazendo bem a ele…Aff.
Mas o que faço com meu bebê menorzinho de apenas
4 meses??? Estou voltando a trabalhar e por isso
estou prestes a desmama-lo do peito, mas o que devo dar a ele?Leite NAN é tão ruim assim também?

Reply

Pat Feldman July 9, 2013 at 20:49

Musa, eu evitos industrializados o máximo que posso e pesquisei duas opções naturais de fórmula. Estão publucadas aqui no site, foi o uqe dei aos meus dois filhos!

Reply

Julio Cesar July 18, 2013 at 9:33

Pat, tenho uma mini fábrica de picolés, e estava muito interessado em utilizar o leite cru, fiquei na dúvida se seria um bom negócio pois fiquei com medo de que as pessoas que não são acostumadas com um leite mais forte passarem mal, até achei um produtor de leite aqui no Rio, o que me sugere, atualmente utilizo leite em pó.

Parabéns muito interessante este site e todo o conteúdo.

Reply

Pat Feldman July 18, 2013 at 19:21

Julio, seria ótimo fazer sorvete com leite cru, mas possivelmente você teria problemas com a vigilância sanitária, já que a comercialização de leite cru é proibida no Brasil…

Reply

Carolina Pedri Klabunde July 30, 2013 at 20:56

Olá Pat, gostei muito do artigo. Tenho procurado informações sobre leite porque descobrimos que nossa filhinha de 6 meses apresentou alergia à proteína do leite de vaca, ela nunca o consumiu diretamente, mas o que eu consumia passava pra ela na amamentação. Minha dúvida é: será que se eu consumir o leite puro de vaca ela apresentará a alergia mesmo assim? Você poderia me ajudar com essa informação? Muito obrigada.

Reply

Pat Feldman July 31, 2013 at 8:23

Difícil dizer Carolina, afinal cada caso é um caso e para algumas pessoas memso o leite cru, super de qualidade, pode causar alergias. Mas sim, é fato que algumas pessoas com intolerância ou alergia ao leite de vaca comercial, pasteurizado, não apresentam o problema quando consomem leite cru. Para ter certeza, só experimentando.

Reply

tatiana lopes September 5, 2013 at 9:27

Olá Pat, sou paciente do seu marido e desde que desmamei o meu mais novo dou leite cru para ele, (ele não dormia até os dez meses) e após consumir este leite por recomendação do Doutor Alexandre ele passou a dormir. Mas agora desde julho ele começou a adoecer, corisa constante, assaduras terríveis, diarreia (que sempre teve), e uma tosse alergica noturna infernal. Pelo que tudo indica é alergia ao leite, já tirei o trigo e a situação melhorou um pouco, mas a tosse e a diarreia persistem. O exame deu uma sensibilidade baixa ao leite, e tanto a pediatra como o alergista me recomendaram a porcaria do leite de soja que a contra gosto comecei a testar. Os médicos não acreditam na linha naturalista e estou só. vejo que algumas pessoas te perguntam a respeito desse tema. Voce tem alguma indicação, alguma dica, alguma matéria para eu ler. Tenho mesmo que acreditar nesse diagnóstico e sucumbir ao industrializado que começa na soja e vai parar no Neocate? Po favor me ajude. além do conhecimento voce tambem tem os meninos que são a maior prova daquilo que voce experimennta em casa. Conhece alguma nutricionista que siga esta linha?. Fico no aguardo. Bjs Tatiana

Reply

Pat Feldman September 5, 2013 at 10:03

Tatiana, saiba que soja é tão alergênica quanto o leite processado. Agora algumas pessoas têm realmente uma snsibilidade ao leite, inclusive ao leite cru. Experimenta o iogurte no lugar do leite, porque se o problema for a lactose, ela é quase toda eliminada no processo de fermentação que transforma leite em iogurte. Outra opções são outros leites vegetais que você pode fazer em casa: leite de coco, de nozes ou castanhas.
Tenta, e depois me conta!

Reply

Filipe September 6, 2013 at 20:09

Boas. Já há uns 3 meses que deixei de beber leite quando vi por acaso uma noticia que o leite fazia mal no facebook. Fui pesquisando mito sobre isso, e foi noutro site que vi no que fazia mal… As pessoas que teem eczema, ao digerir o leite, só piora! E eu tenho eczema há 3 anos. Eu deixei de ir ao medico pk ja estava e stou farto de medicamentos e receitas quimicas, so quimicos nada natural, e parei de beber leite, mas antes há 1 ano, começei a por creme de aloe vera e sabonetes especiais, da anjas magic box, tudo natural, muito bom, e exfoliante, etc. antes de parar de beber leite o eczema vinha-me quando lhe apetecia, tenho na cara, no peito e nas costas. Depois de deixar de beber leite, esperei… 2 semanas, 3 para ver o resultado e nenhum sinal de eczema ate agr! Até apeteciame beijar o ecra do pc para agradecer a mostrarme essa noticia! Fiquei super feliz por o meu eczema a desaparecer por completo : ) Eu bem sabia que tinha de ser algum alimento que digeria que me fazia mal. Quando deixei de beber leite os meus pais xatiavam-se cmg smepre de manha a dizer pk n bebo leite etc -.- bah ah ja agr… kd me apareceu o eczema tinha 17 e agr tenho 20. fiquei 3 anos a sofrer muito com isto. Se alguem tiver eczema, sugiro que deixem de beber leite que possa ser que fiquem melhor. : )

Reply

Fabio Lopes September 11, 2013 at 15:38

Pat, Boa Tarde! Sou um amante do leite cru, devido a um amigo que morava no interior, pois sempre que o visitava bebia direto da fonte. Mas desde criança, bebo leite de mercado. Recentemente mudei-me para o interior e com isso, tenho a chance de comprar leite cru diretamente das fazendas nos arredores da minha casa. Atualmente tenho uma filha de 2 anos, vou mostrar sua matéria para minha esposa para convencê-la a trocar o leite Ninho em pó que compramos, pelos “crus” da fazenda.. Como onde moro tem muitas fazendas, quero tirar o final de semana para visitar algumas e tomar a decisão sobre a fonte que passarei a comprar. Dessa forma, gostaria de uma explanação sua sobre o que devo observar nas minhas visitas: Quais cuidados e critérios são essenciais? O que devo perceber e tomar mais cuidado durante minhas visitas? Qualquer dica, informação é muito bem vinda. Parabéns pelo seu artigo.
Também gostaria de saber se a combinação do leite com o Nescau, da Nestlê, quebra alguma enzima ou proteína do leite e se todas aquelas vitaminas que vem descritas na embalagem do nescau estão realmente presentes no produto.

Reply

Luciana September 22, 2013 at 13:02

Bom dia. Achei muito interessante a materia, mas tenho uma dúvida. Tomo leite de saquinho (vendido em padarias ainda). Ele estraga em tres dias, acredito por não ter tantos conservantes. Cria uma linda nata que, se ficar parado na geladeira em dois dias, vira um belo creme de leite em sua superfície de 1 dedo de espessura. Aqui em casa só consumimos este leite, e minha mãe, que tinha o colesterol alto por conta do uso do leite de caixa, normalizou apos o consumo prolongado deste leite. Será que esta poderia ser uma ótima opção em substituição ao leite industrializado de supermercado?

Reply

Pat Feldman September 23, 2013 at 15:16

Luciana, não chega a ser uma ótima opção, mas me parece mesmo que o leite fresco no saquinho é bem menos processado que o de caixinha, então no mínimo é “menos ruim”!

Reply

Paula October 13, 2013 at 23:47

Pat, o leite cru tem algum potencial alergênico?
Te pergunto porque a minha alergia é muito severa e eu sou doida pra comer iogurte, mas tenho medo de testar, ter um choque anafilático e ter de correr pro hospital. Meu IgE pra leite de vaca é de mais de 100. Anteontem mesmo eu passei mal só por um contato de segundos com whey protein do meu irmão, também já passei mal quando comeram queijo e me beijaram em seguida…
Não costuma dar em nada comer algumas coisas com “traços de leite” e o iogurte caseiro da minha mãe não me deu nenhuma reação cutânea também, mas nunca ingeri pra saber se ia passar mal…
Você acha que seria seguro fazer um teste com leite cru ou iogurte?

Reply

Pat Feldman October 14, 2013 at 13:55

Paula, eu conheço pessoas que não podem nem chegar perto de leite processado, mas que não apresentam nenhum problema em consumir o leite cru, mas é difícil ter certeza sem nem ao menos testar. O teu problema é intolerância à lactose ou alergia à proteina do leite?

Sinceramente? Se o teu caso é assim tão grave e se você já se acostumou à vida sem leite, não arrisque e continue assim.

Eu faria o teste se o risco fosse um dia de coceira na pele ou indisposição, mas se o risco é um choque anafilático, dispenso…

Reply

cristiane camelo October 22, 2013 at 17:20

Boa tarde!!

Tenho uma criança de 3 anos qual o melhor leite para ele liquido ou em pó pois ele gosta de vitamina ?

Reply

Rodrigo November 2, 2013 at 17:27

Olá Pat!
Eu já era familiar a alguns malefícios do leite, então como opção eu tomo o kefir. Vc sabe dizer quantas horas de fermentação são suficientes para que ele fique adequado para o consumo? Eu não tenho acesso ao leite cru, mas sempre tento escolher o mais natural possível.
Eu gosto do sabor do kefir quando o soro já está separado, mas nem sempre espero, mais por causa do tempo mesmo.
Ah, e outra coisa, o creme de leite também tem os mesmos malefícios? É possível fermetá-lo com o kefir?
Eu gosto dele no café, fermentando talvez fique mais azedo, mas sei que é possível substituí-lo por manteiga.

Reply

Pat Feldman November 4, 2013 at 4:25

Rodrigo, a maioria das pessoas deixa o kefir fermentar de uma dia para outro, por cerca de 24 horas. O creme de leite pasteurizado é tão complicado quanto o leite processado, mas você pode fermentá-lo sim – mas isso vale apenas para o creme de leite fresco.

Reply

Jean November 7, 2013 at 15:24

Olá! Gostei demais do seu artigo. Você rebate, de forma coerente e contundente, muitos dos mitos associados ao leite, sem medo de chocar os mais crédulos fregueses da indústria de alimentos. Porém, lá pelas tantas, acabou por sacramentar outro mito, não menos nocivo para as pessoas, os animais e o planeta como um todo: declarou, categoricamente, que gorduras animais são essenciais para a nutrição humana. Tenho certeza de que você não pensa assim. Só que do jeito que publicou, parece que não é possível ser saudável através de uma dieta que não contenha nenhum tipo de gordura animal. Há veganos demais pelo mundo, a maioria dos quais perfeitamente saudável, provando cotidianamente que nenhum derivado animal é fundamental para a nutrição humana. Principalmente quando se opta por uma dieta estritamente vegetariana bem balanceada. Obrigado e espero que atualize o artigo corrigindo essa informação equivocada e potencialmente danosa!

Reply

Pat Feldman November 13, 2013 at 17:39

Jean, eu acredito sinceramente e com muito embasamento científico que as gorduras de animais criados soltos são essenciais e extremamente saudáveis na nossa alimentação. Não há nada a corrigir no artigo, e caso você tenha alguma dúvida sobre o assunto, leia o meu artigo a seguir: http://pat.feldman.com.br/2009/07/03/medo-de-gordura-sai-dessa/

Reply

Grazieli November 8, 2013 at 17:00

Pat, Eu tenho os tais bichos de iogurte, mas faço com leite de supermercado. Deixo fermentando 24h. Ele é melhor que o leite normal ou por ser usado o leite de mercado é ruim também?

Reply

Cléo Almeida November 19, 2013 at 17:41

Pat Feldman Boa Noite!!! Olha que interessante, ante ontem estava conversando com minha mãe sobre abandonar de vez o consumo do leite em caixinha, e de repente me deu uma vontade de procurar no Google sobre se é confiável tomar leite de caixa… então, me vejo lendo este artigo M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!! Esclareceu e re-afirmou o que já estava em mente: que o leite de caixinha ( industrializado) não faz bem à nossa vida. Ano que vem irei fazer Graduação em Nutrição, e estou já a pensar em fazer um trabalho com esse tema: Leite Industrializado; com a leitura desse artigo me ajudou a ter uma base para a realização do mesmo. Ganhaste um seguidor e amigo!! rsrsrs abraços!! =)

Reply

Isabel November 28, 2013 at 17:19

Olá Pat,

O artigo http://www.blogdodrvictorsorrentino.com/2012/07/a-verdade-sobre-o-mito-do-leite.html fala muito mal do leite (é de um médico que, por sinal, tem um pensamento sobre alimentação muito parecido com o seu) .
Claro que a maior parte das críticas está relacionada ao leite industrializado, mas no tópico DIABETES fala que o consumo de Caseína (proteína do leite) está relacionado com a incidência de Diabetes tipo I.
*Queria a sua opinião em relação a isso (Diabetes), já que consta no seu post q essa proteína sofre alterações após 46 graus e a fervura doméstica atinge mais de 100 graus.
*Não tenho certeza das reais condiçoes do leite cru que consumo, por isso fervo, seria melhor não consumir?

Obrigada!

Reply

Pietra Jefremovas February 1, 2014 at 14:51

Olá, Pat. Não tenho como consumir leite cru, mas o que você acha do leite do tipo B? Consumo um que não é homogeinizado.

Reply

Pat Feldman February 1, 2014 at 19:15

Quanto menos processado Pietra, melhor!

Reply

Ludmila February 2, 2014 at 19:11

“Pesquisadores da Universidade de Washington, em 1960, ficaram interessados em resultados de estudos mostrando uma incidência maior de infarto em portadores de úlcera do estômago, e levantaram a suspeita de que o leite pasteurizado, utilizado na época pelos pacientes para aliviar seus sintomas de queimação, pudesse estar exercendo um papel nesse processo. Fizeram, então, um estudo estatístico ligando o consumo do leite à incidência de infarto, e que foi publicado na revista Circulation, volume 21, página 438. O estudo comparou a incidência de ataques cardíacos em consumidores quotidianos de leite pasteurizado versus não consumidores.” Gostaria de confirmar esta passagem. Na década de 60 o leite pasteurizado já era consumido pela maioria? Fiquei com essa dúvida.

Reply

Gisele February 13, 2014 at 12:15

Oi Pat, adorei seus artigos!
Morro em Montes Claros/Mg
Aqui nós usamos mais o leite de saquinho (pautesrizado), fervo ele antes de fazer o iorgute, gostaria de saber se é realmente necessário fevere já que ele é pausterizado?
bjs
Gisele

Reply

Pat Feldman February 13, 2014 at 19:34

Melhor ferver sim!

Reply

edson April 1, 2014 at 3:02

Muito bom, tenho 35 anos e agora que obtenho essa informação, amava leite ninho, misturado com café, agora vou muda, e seguir outro substituto como recomendados a cima, tenho alergia, sera que o tal leite que não abria mão, eu fico grato, e refosso informação nunca é d+, espero volta e conta como foi gratificante essa informação, vlw mesmo…

Reply

luciana May 24, 2014 at 14:32

oi pat,
li o artigo de vcs e gostei muito! Já há algum tempo eu havia parado de tomar leite pq tinham me recomendado, mas ainda nao tinham ficado muito claras para mim as razoes. agora acho q posso entender melhor… no meu caso, entretanto, eu estava evitando os laticínios de forma geral também porque estou amamentando e haviam me dito que eles, se ingeridos pela mãe, podiam favorecer as cólicas no bebê. só que,
esses dias, depois q li seu artigo, consegui onde moro um fornecedor de leite cru de qualidade e fiz, a partir dele, uma coalhada deliciosa! tomei um pouco dela hj e agora há pouco meu filho teve uma crise de cólica. fiquei desconfiando da coalhada… aí te pergunto: vc acha q essa potencialidade de causar cólicas nos bebês independe da origem do leite, se ele é cru ou pasteurizado?

Reply

Pat Feldman May 25, 2014 at 9:34

Luciana, taaantos fatores podem causar cólicas…. Tem que ver direitinho o que você come! E sim, em alguns casos mesmo alimentos saudáveis e quase nada processados, podem não cair tão bem para algumas pessoas…

Reply

Zelia June 29, 2014 at 23:22

Cada dia fica mais difícil escolhermos uma boa alimentação! Viramos reféns dos produtos industrializados. Os meus dois primeiros filhos foram alimentados com leite da fazenda que os leiteiros entregavam em nossa casas, isso da década de oitenta. Hoje com minha terceira filha, não tive outra opção a não ser o leite de caixinha, mesmo porque a venda de leite in´natura é proibida. Sem contar que até os sucos hoje em dia também são industrializados! Socoooorro!

Reply

Wanderson Fonseca June 30, 2014 at 18:51

Ola Pat, primeiramente obrigado pelo site, e pelas informações, adorei tudo aqui! aprendi num vídeo no youtube” https://www.youtube.com/watch?v=36cI7t_N4GQ” a fazer yacult de um litro. Também usa leite pasteurizado e o próprio yacult, que vai fermentar o leite, gostaria de saber se nesse processo de fazer yacult também ocorre “a transformação desse leite – mesmo pasteurizado – em YACULT, modifica novamente a estrutura molecular do leite de modo a neutralizar o potencial malefício” por que por eu não ter a iogurteira achei mais fácil fazer yacult.

Reply

Álvaro Braz July 1, 2014 at 13:05

Cara Pat,
Muito bom teu artigo. Sou médico e fiquei 18 anos sem usar leite e seus derivados porque descobri que minha sinusite e bronquite provinham desses alimentos. Durante esse tempo fui um árduo defensor da idéia de se retirar os laticínios de todos os doentes, com melhora impressionante em alguns casos. Mas, recentemente, descobri, com grata surpresa, que o leite cru, assim como queijo cru e manteiga crua, definitivamente não são mucogênicos – produtores de catarro – como o leite cozido/industrializado. Finalmente a melhora dos doentes com os quais lido é tão clara que chego a afirmar que se não for possível usar leite cru de boa procedência é melhor não usá-lo. Uma maneira interessante de “tratar” o leite fresco é acrescentar os lactobacilos presentes num iogurte natural. Essas bactérias benéficas irão limitar e impedir que bactérias patogênicas se desenvolvam livremente no leite cru, ao transformá-lo em iogurte.

Reply

Lorena July 11, 2014 at 15:11

Pat,
Na escola dos meus filhos eles bebem leite de vaca direto do produtor (vizinho da escola), mas fervem antes de usar.
Pensei em comprar do mesmo produtor. Perguntei para a diretora e ela disse que é de boa procedência e que tudo é extremamente higienizado. Mas mesmo assim eu fico com um pé atrás de não ferver. Tenho medo que o leite esteja contaminado de alguma maneira, talvez com resíduos de fezes ou urina que tenham escorrido pela teta da vaca, sei lá, rs… Será que seria bom visitar o local antes de começar a comprar? E o que eu poderia verificar ou perguntar para ter certeza de que não será arriscado beber o leite sem ferver?
Obrigada!

Reply

anita July 12, 2014 at 21:20

BOM ARTIGO, MAS…LEITE SAÍDO DO CAVALO???

Reply

Pat Feldman July 13, 2014 at 9:05

Égua, né Anita!!! kkkkkk

Reply

Mauro Cabral July 31, 2014 at 8:59

Prezado,

Gostei muito do artigo. Explicou um pouco o que meus filhos passam.
Porém ficou uma dúvida: Moro num sítio e temos leite de cabra. Costumamos ferver o leite antes de beber, pois não confiamos no trato higiênico da caseiro ao tirar o leite.

A fervura do leite também traz os mesmos maefícios da pasteurização?
O leite de cabra é realmente mais saudável que o de vaca, para os humanos?

Grato.
Mauro.

Reply

Pat Feldman August 3, 2014 at 7:14

Mauro,a fervura doméstica é muito menos agressiva que a pasteurização industrial, mas ainda assim pode destruir fatores importantes que só estão presentes no leite cru.

Se diz por aí que o leite de cabra é mais digerível pelos humanos. A verdade verdadeira é (e pode rir!!) que como eu detesto leite de cabra, acabei nunca me informando muito sobre ele!!!

Reply

Frederico August 13, 2014 at 14:53

Pat, gostei muito do seu artigo. Agora preciso que me diga onde encontrar este marvilhoso leite direto da vaca, aqui em SP?

Reply

Pat Feldman August 13, 2014 at 19:25

Não é nada fácil, infelizmente!

Reply

Natália August 15, 2014 at 8:27

Pat,
Esse assunto me fez lembrar da cafeteira que estou querendo comprar, aquela Dolce Gusto, sendo que as cápsulas são industrializadas. O que acha?
Beijos e obrigada por tanta informação preciosa.

Reply

Pat Feldman August 15, 2014 at 8:51

Não gosto dessa cafeteira…

Reply

Natália August 15, 2014 at 9:04

Indica alguma?

Reply

Pat Feldman August 15, 2014 at 9:12

Eu uso Nespresso, mas não troco pelo meu café de coador!

Reply

Cibele August 21, 2014 at 9:24

Pat, e se consumir aqueles leites frescos do supermercado, que duram 5 dias no máximo, ajuda? faz bem? são melhores?
Quem mora na cidade é difícil ter acesso ao leite fresco.

Reply

Pat Feldman August 21, 2014 at 13:58

Cibele, infelizmente todo leite comercial é industrialmente pasteurizado, o que faz com que ele perca muito do que tem de bom e se torne um alimento de difícil digestão. Na falta do leite cru, eu optaria pelo iogurte natural integral, uqe mesmo do comercial, não é tão ruim.

Reply

Frederico August 22, 2014 at 11:00

Pat, permita-me um comentário: tenho estudo muito o assunto da criação de vacas leiteiras e sei que o uso de medicamentos e concentrados para alimentação são grandes. Não se deveria falar em ingestão destes alimentos que não fossem ‘ORGÂNICOS”. Infelizmente no Brasil ainda é difícil encontrar estes produtos, mas não devemos simplesmente falar em ‘menos pior’, temos que buscar ‘o melhor’.

Reply

Priscila August 27, 2014 at 17:43

Boa noite Pat! Se eu for utilizar o leite pasteurizado, aquele de saquinho, somente para fazer iogurte, ele deixa de ter o efeito maléfico? Obrigada!

Reply

Pat Feldman August 28, 2014 at 13:51

O leite de saquinho é um pouco menos processado, e na hora em que o fermentamos para virar iogurte, não é que fica melhor, mas os lactobacilos que fazem essa transformação o tornam mais fácil de digerir.

Reply

Priscila September 1, 2014 at 11:36

Obrigada Pat!

Reply

Mariana Tobias August 28, 2014 at 18:08

Olá, Pat, adoro seu site e suas receitas, gostaria de saber mais sobre o leite e os estudos sobre ele que foram apresentados no post, você poderia me passar as referências?
Obrigada!!

Reply

Pat Feldman August 29, 2014 at 17:38

Mariana, a literatura é enorme! Tem sites e livros, alguns deles já citados aqui no site, procure na minha biblioteca.

Reply

Henrique September 3, 2014 at 15:47

Pat, como você disse, o leite não faz bem, o que praticamente acaba com as opções de bebidas, já que o refrigerante é pior ainda, os sucos naturais contém muito açúcar, o chá e o café possuem cafeína. Então, o que aconselharia a tomar como acompanhamento, uma vez que água e iogurte não combinam com muitos alimentos?

Reply

Pat Feldman September 3, 2014 at 18:55

Henrique, água combina com tudo!!!!! Aqui em casa só matamos a sede com água. Quando encontro, água de coco fresca também é uma ótima opção. As águas perfumadas também.

Reply

Priscila September 8, 2014 at 16:12

Pat, boa tarde! Gostaria de saber o que vc acha do leite orgânico? Sei que não é como o leite cru de vacas bem cuidadas. Mas gostaria de saber se aquele leite (o orgânico) não faria mal ao organismo. Obrigada!

Reply

Pat Feldman September 10, 2014 at 20:49

Priscila, o leite só será bom se não for ultra processado, então se for leite de caixinha orgânico, é tão ruim quanto qualquer caixinha, ou pior, porque ele com certeza será bem mais caro!

Reply

Priscila September 17, 2014 at 13:34

Obrigada Pat!

Reply

Simone September 12, 2014 at 15:44

Pat, boa tarde!
Tenho uma dúvida. Tenho leite direto da fazenda, mas sempre fervemos. O leite chega muito gordo. As vezes fervemos duas vezes pra retirar a nata. Esse processo é o mesmo da pasteurização? Devo usar o leite cru? Obrigada!

Reply

Pat Feldman September 14, 2014 at 20:12

Simone, a fervura é uma pasteurização doméstica, muito menos agressiva que a industrial, mas que ainda assim causa perdas importantes no leite. Na minha casa eu uso leite cru, confio plenamente no me fornecedor.

Reply

Maria September 23, 2014 at 16:26

Você tem um fornecedor de leito cru aqui em São Paulo??? onde?

Reply

Maria de Lurdes September 14, 2014 at 14:55

Por favor, gostaria de saber sobre os queijos feitos de leite de vaca. São saudáveis? Quais os mais saudáveis? Porque tirar o leite ainda consigo, mas o queijo é que é difícil… Obrigada e aguardo resposta. Lurdes

Reply

Pat Feldman September 14, 2014 at 20:10

Maria de Lurdes, qualquer queijo artesanal, feito com leite de boa procedência pode ser muito saudável! Já os queijos industrializados eu não recomendo!

Reply

cibele September 15, 2014 at 0:31

Pat, o leite pasteurizado encontrado nas padarias precisa ser fervido??

Reply

Pat Feldman September 15, 2014 at 6:46

Precisa sim, Cibele!

Reply

Milena September 22, 2014 at 15:27

Oi pat, depois de muita persistência, consegui um fornecedor de leite cru orgânico, sendo da raça de gado girolando, alimentando em pasto com ração de milho orgânico também. Inclusive perguntei se eles consumiam seu próprio leite in natura e a resposta foi sim.
Minha filha hoje está com 10meses, o que vc acha deu introduzir este leite cru ???

Reply

Pat Feldman September 24, 2014 at 17:02

Milena, os meus filhos tomaram desde antes dos 10 meses, inicialmente diluido e depois puro. Nunca tive problemas!

Reply

Milena September 24, 2014 at 20:49

Ok, e na fórmula ja vou tirar a lactose, preciso diminuir quantidade de agua ou continua tudo igual?

Reply

LAURA September 30, 2014 at 11:06

OLÁ

TENHO UMA DÚVIDA, O LEITE EM PÓ DE CRIANÇAS, FAZ MAL TAMBÉM?

Reply

Pat Feldman October 1, 2014 at 21:08

Laura, eu não daria nada tão processado quanto uma fórmula de leite em pó para os meus filhos!

Reply

Celso October 21, 2014 at 14:02

Boa tarde

Li o artigo e gostei muito, pois diz o que eu sempre pensei sobre leite in natura. No entanto tenho um bebê, e hoje com 8 meses. Amamentou-se se até os 5 meses com leite materno, após isto passou a tomar fórmulas, como era muito caro, passamos para o de vaca, e aos 7 meses e meio foi identificado anemia em alta quantidade. O médico mandou cortar o leite de vaca imediatamente acusando-o de culpado. Voltamos com a fórmula. Pergunto se realmente está correto este diagnóstico médico?

Reply

Pat Feldman October 21, 2014 at 19:25

Celso, se você ficou em dúvida com o diagnóstico do seu médico, procure uma segunda opinião médica. É o mais seguro a fazer!

Reply

Patricia Pompeu October 22, 2014 at 1:05

Ola Pat, gostei da matéria mas fquei com algumas duvidas… Se eu fizer o iogurt com o leite desnatado, qual seria o melhor leite? Nao confio em nenhuma marca…o leite cru pode passar alguma bacteria?

Reply

Pat Feldman October 23, 2014 at 8:04

Patricia, tanto leite cru como pasteurizado podem se contaminar com as mais diversas bactérias… Confiar mesmo, acho que só dá pra confiar na vaca do nosso quintal, na nossa imaginação…. Quanto ao leite desnatado, definitivamente não recomendo!!

Reply

Claudia October 30, 2014 at 10:28

Meu filho mamou até 1a 6m e por iniciativa própria deixou o peito… ele está com 1a 8m e ainda não ofereci outro leite, resisto em dar estas farinhas açucaradas que chamam de leite e vivo na dúvida em relação as caixas/pacotes do mercado… Qual sua opinião sobre eu simplesmente não oferecer leite e dar um potinho de iogurte natural batido com fruta por dia? Melhor? Ele tem uma alimentação equilibrada, come frutas e vegetais…

Reply

Pat Feldman October 30, 2014 at 14:05

Claudia, eu acho que se ele tiver uma alimentação bem variada e fresca, esses compostos lácteos em pó não fazem falta alguma!! Iogurte é legal por conta dos probióticos.

Reply

vanessa November 14, 2014 at 18:48

Oi Pat! Parabéns pelo site, posso dizer que mudou minha visão sobre alimentação! Este ano perdi mais de 20kgs (com saúde! apenas abrindo mãos dos exageros, dos industrializados e excesso de sal e açucar) e seus textos foram parte essencial desta conquista. Obrigada!!! Tenho duas dúvidas:
1) Você mencionou que não é fã da cafeteira Dolce Gusto. Tenho uma e uso apenas para café espresso (puro), pois as outras versões são acrescidas de emulsificantes e outras porcarias. Você acha ruim por questões do gosto pessoal ou alguma desconfiança em termos de saúde??
2) Substitui o leite de vaca industrializado pelo de amêndoas e aveia. Você acha muito ruim usar estes leites vegetais industrializados? Uso uma marca italiana, orgânica, chamada IsolaBio. Queria sua opinião…
Um beijo enorme,

Reply

Pat Feldman November 19, 2014 at 13:37

Vanessa, a DolceGusto é só gosto pessoal memso, e pra falar a verdade, cada vez gosto mais do bom e velho café de filtro!!
Quanto aos leites vegetais industrializados, DETESTO!! Se quiser mesmo, faça em casa, é super fácil!

Reply

anderson afonso silva December 27, 2014 at 16:47

Pat, estou com uma dúvida cruel, estou comprando leite in natura, devo ferver esse leite? e quando eu fervo e ele azeda, está estragado ou posso usá-lo?

Reply

David Kim January 28, 2016 at 9:17

Eu jamais fervo o leite in natura, para não perder as bactérias do bem. Se o leite fervido azedar, pode ser que seja dominado por bactérias ruins. No seu caso, você deve se certificar de que seu fornecedor é confiável.

Reply

milena January 9, 2015 at 18:30
Rosa January 21, 2015 at 14:26

Gostaria de saber a vossa opinião sobre o leite UHT fermentado com kefir. Obrigado

Reply

Pat Feldman January 21, 2015 at 15:40

Rosa, eu evito leite UHT o quanto posso. É um leite completamente desnaturado e acho que nem fermentá-lo vale a pena….

Reply

Marieli Godoi February 8, 2015 at 8:42

Se eu tivesse onde por, comprava uma vaquinha agora.
Pat, a Julia mama no peito até agora, com 2,6.
Claro, só a noite e pela manhã bem cedo.
Penso que se tirar o peito não vou dar nem um pq não tenho como ter leite fresco de vaca…então estou dando, e tem bastante leite até eu fico admirada.
Beijos, até mais.

Reply

Vah February 12, 2015 at 16:38

Olá!
Você diz que o leite cru azedo é mais saudável. Teria alguma indicação de como usá-lo?
Obrigada!

Reply

Raquel February 13, 2015 at 9:31

Olá Pat. Muito bom esse artigo. Se possível gostaria que quando tiver disponibilidade fazer um outro artigo sobre o leite rebatendo argumentos de vários especialistas, médicos, naturalistas, etc, que agora estão demonizando o leite, inclusive o leite cru, esse que você diz que é saudável. Entre os argumentos está o de que o ser humano é o único que toma leite de outra espécie; que o único leite que deve ser ingerido é o leite materno, por bebês. Isso nem estou falando do leite pasteurizado, porque esse realmente faz mal, mas do leite cru, sem hormônios (de vaquinhas felizes..rs) também. E tenho visto que a maior parte dos supostos gurus da alimentação natural e pessoas preocupadas com a saúde estão aderindo a essa idéia, o que eu nunca consegui comprar. Não tenho argumentos para debater os supostos “males” que eles tanto atribuem ao leite. O que sigo é minha intuição. Como sou cristã, acredito na veracidade da bíblia, nunca consegui enxergar o leite como maléfico ou a carne vermelha. A bíblia mesmo fala muito do leite, coalhada,etc. O termo “uma terra que mana leite e mel” é usado diversas vezes. Porque estou dizendo isso? Porque eu acredito por intuição e porque acredito na bíblia. Mas como eu disse anteriormente não tenho argumentos científicos para provar que essas pessoas que demonizam o leite estão erradas.

Abraço.

Reply

MORELLI, RAIMONDO February 23, 2015 at 21:55

Pat

Interessantíssima sua matéria sobre o leite. Já houve alguma contestação sobre o que você falou?

Reply

Beto March 2, 2015 at 17:27

Kefir de Leite cru precisa ferver ou não? O processo do Kefir não elimina eventuais más bactérias que seriam destruidas ao ferver?

Reply

pixotim July 27, 2015 at 1:03

Não precisa ferver, as bactérias do kefir comem as bactérias nocisas, há de se ter mais cuidado com agentes de limpeza como o cloro do que mesmo com bactérias maléficas pois as bactérias do kefir em seu ambiente adequado são mais fortes e detém as maléficas. O kefir de leite cru é o melhor possível, é o ideal, aliás foi onde o kefir começou a ser fermentado a 4.000 anos, foi feito pra ser usado em leites in natura mesmo, são os melhores, junta os benefícios dos lactobacillos do kefir com os do próprio leite original e natural, principalmente o leite de ovelha que como poucos sabem, é o melhor.

Reply

Maria das graças nascimento. April 10, 2015 at 20:20

Eu já estava desconfiada, disso , adoro leite. Fui criada tomando leite puro. Hoje passo mal , com alergia, e distúrbios gastro intestinas . Os médicos, dizem que é intolerância, à lactose. Que os idosos cstumam apresentar esse quadro. Eu fico revoltada, e não creio nisso. Vi tantos idosos, na minhas infância e juventude, tomar leite, e ninguém apresentava esse quadro. Só que eu imaginava, que tudo isso , ocorria, por causa dos produtos, que eles colocam para aumentar o volume, e para que não estragUE, durante o tandporte, para o local onde vaí ocorrer a pasteurização. Vi recentemente. Numa emissora de TV num desses jornais, que vão ao ar bem cedo, uma matéria sobre um produtor de leite, do Sul do país, que havia posto uma quantidade enorme de uréia, no leite, e se não me engano, água oxigenada, também. Eles inclusive, interceptaram, conversa, do produtor, com alguém, sobre esse fato. O apresentador, disse. Na ocasião, que não poderia dizer, qual a .marca do produto. Enquanto não houvesse uma investigação, maior. Eu fiquei atenta pra saber qual a marca , mas não se falou mais nada , nem nos próximos noticiários, da emissora, em questão, será que era um dos seus patrocinadores? Ah! Inclusive, no noticiário, foi comentado, que o leite , viajou do Sul para São Paulo, sem estragar devido à grande quantidade, dessas substâncias. Eu estou com osteporose, já não tomo leite há muitos anos. O meu ortopedista, me aconselhou , a tomar o da marca X sem lactose. Eu comprei mas não tivesse coragem de tomareceber pois é pasteurizado, também. Gostaria de encontrar leite puro, tenho certeza que não iria sentir nenhum sintoma que o pasteurizado, provoca.

Reply

juniorbueno781@gmail.com April 12, 2015 at 21:46

Ola sou o Flávio.O correto então é não consumir leite algum se não tiver o natural?

Reply

Pat Feldman April 13, 2015 at 5:39

Essa é a minha opinião, Flávio!

Reply

Miriam C. Costa April 26, 2015 at 10:11

Achei a matéria excelente, diminui bastante o consumo de leite, mas de vez em quando ainda tenho umas tentações e compro um pouco de leite, o de melhor sabor na minha opinião foi da linha da Batavo, os outros considero horríveis, algumas marcas pouco conhecidas nem tive coragem de experimentar…não sei se estou procedendo corretamente, digo de de vez em quando tomar leite por uns 3 dias seguidos, isso porque acabo comprando umas 4 caixinhas de leite…, ou só terei se eliminar de vez!?! já conversei com alguns médicos, mas eles desconhecem a respeito…poderia me indicar algum profissional? Agradecida

Reply

Pat Feldman April 26, 2015 at 11:58

Se for pra tomar leite de caixinha, melhor eliminar de vez!!!! Meu marido é médico e tem muita informação sobre o assunto: http://www.enxaqueca.com.br

Reply

Thalita Pimentel May 20, 2015 at 23:14

Olá Pat, amei o artigo!! Há tempos uso o leite direto da vaca… compro numa mercearia perto de casa. Mas, uma dúvida, é melhor ferver o leite ou consumi-lo cruzão? Não corro o risco de tomar um leite com doenças? Como evitar possíveis contaminações no leite? Grande abraço!!

Reply

Pat Feldman May 22, 2015 at 15:00

Aqui em casa, o meu leite, eu não fervo, mas só porque confio cegamente no meu fornecedor.

Reply

Joyce June 6, 2015 at 9:27

Gostei muito do texto, me deu uma visão diferente do leite, mas gostaria de saber se o leite de saquinho ainda é o mais indicado nessa situação? Pois eu ainda tenho crianças pequenas que consomem leite todos os dias….

Reply

luciani June 17, 2015 at 10:27

Sou do interior, e o pediatra, mandou dar para meu filho, que apresentou intolerância a lactose, o leite de vaca dividido com água, meu filho aos poucos foi se acostumando, não apresentando mais vomito, febre e diarreia e cólicas, ele chegava a ficar roxo e todo molinho, mas melhorou, o pediatra, disse para fazer isso, ou futuramente, meu filho não iam poder comer nada, derivado do leite, hoje com 6 anos ele come de tudo. Mas gostaria de saber se é mito ou verdade, vizinhos e conhecidos ,comentam que leite com água se separa no estomago e o leite azeda, e faz muito mal par criança.

Reply

Pat Feldman June 17, 2015 at 14:08

Luciani, nunca ouvi falar disso!

Reply

Beto June 18, 2015 at 10:44

Tem uma certa lógica: Leite cru com certeza é mesmo mais forte, puro, do que qualquer outro, pois uso Leite A pra Kefir e percebo que tem muito mais agua ao separar o soro pra fazer Yacut. Como em princípio leite bovino foi feito pra bovino, e inclusive tem calcio até em excesso, além da Lactose, que é o lixo do leite e que no Kefir eu consigo eliminar ao menos boa parte, penso que faz sentido misturar com água.
Ainda assim, Leite cru é o menos pior, seguido por saquinho Tipo A, B.
Leite Caixinha sai fora. Lixo

Reply

Ary June 18, 2015 at 17:42

Excelente texto, muitíssimo grato pelas informaç?es!!

Reply

Diego Vieira June 30, 2015 at 10:53

Pat, aqui na minha cidade (São José dos Campos/SP) encontrei um fornecedor de leite tipo A, ele diz que é o leite cru com um choque térmico. Vc acha que compensa tomá-lo ou é a mesma coisa do leite tipo B encontrado nos supermercados?
Vc não pode informar qual é o seu fornecedor de leite cru?

Reply

Pat Feldman July 3, 2015 at 9:16

A pasteurização é um choque térmico!!!! O meu fornecedor é um amigo, ele nem tem produção para oferecer para muita gente, e infelizmente a lei não permite que ele venda…

Reply

SALMO July 11, 2015 at 14:43

E O QUE VOCE TEM A FALAR SOBRE O LEITE DE SAQUINHO AQUELE CUJO A VALIDADE E BEM MENOR ACHO Q UNS 5 OU 10 DIAS NAO SEIO CERTO?E MAIS SAUDAVEL

Reply

Michélle July 14, 2015 at 21:17

Querida Pat,
Finalmente consegui uma fornecedora de leite de vaquinha solta e à base de pasto, mas tenho fervido este leite pois a fornecedora me recomenda isto. Faço também o iogurte deste leite (fervido), mas na hora do lanche, gostamos mesmo é do leite morninho ou café com leite e melado. Mas confio nas suas matérias e entendi que a fervura diminui o valor nutritivo do leite…aí vêm as dúvidas:
1) Para não comprar creme-de-leite de caixinha ou lata, tenho deixado o leite cru na geladeira em pote tipo de sorvete e, após 24 horas, raspo todo o creme da superfície e uso na cozinha. Faço isso há uns 4 meses e por enquanto não tivemos problemas ou infecções, isso indica que posso confiar na higiene do caseiro e dar esse leite cru para meus filhos? Pois é assustador o que nos colocam sobre o consumo do leite cru:
http://www.milkpoint.com.br/radar-tecnico/qualidade-do-leite/consumo-de-leite-cru-e-condenado-pelo-conselho-nacional-de-mastite-dos-eua-63207n.aspx
e
http://www.cbql.com.br/posicao-conselho-nacional-mastite-eua-consumo-leite.php
2) O que eu devo observar da minha fornecedora para me certificar dos cuidados?
3) Você pega o seu leite todo dia? Eu tenho pego algumas vezes na semana e mantenho na geladeira metade cru (para separar o creme) e fervo a outra metade.
Por fim, agradeço a dedicação, seriedade e, desde já, a atenção. Sou como você quanto aos industrializados, aqui é tudo do zero, mas quanto ao leite só agora consegui me desvencilhar das caixinhas e gostaria de proporcionar todos os benefícios desse alimento milenar à minha família, mas sem riscos. Forte abraço.

Reply

Michélle July 15, 2015 at 16:42

Querida Pat,
Finalmente consegui uma fornecedora de leite de vaquinha solta e à base de pasto, mas tenho fervido este leite pois a fornecedora me recomenda isto. Faço também o iogurte deste leite (fervido), mas na hora do lanche, gostamos mesmo é do leite morninho ou café com leite e melado. Mas confio nas suas matérias e entendi que a fervura diminui o valor nutritivo do leite…aí vêm as dúvidas:
1) Para não comprar creme-de-leite de caixinha ou lata, tenho deixado o leite cru na geladeira em pote tipo de sorvete e, após 24 horas, raspo todo o creme da superfície e uso na cozinha. Faço isso há uns 4 meses e por enquanto não tivemos problemas ou infecções, isso indica que posso confiar na higiene do caseiro e dar esse leite cru para meus filhos? Pois é assustador o que nos colocam sobre o consumo do leite cru!
2) O que eu devo observar da minha fornecedora para me certificar dos cuidados?
3) Você pega o seu leite todo dia? Eu tenho pego algumas vezes na semana e mantenho na geladeira metade cru (para separar o creme) e fervo a outra metade.
Por fim, agradeço a dedicação, seriedade e, desde já, a atenção. Sou como você quanto aos industrializados, aqui é tudo do zero, mas quanto ao leite só agora consegui me desvencilhar das caixinhas e gostaria de proporcionar todos os benefícios desse alimento milenar à minha família, mas sem riscos. Desculpa tanta pergunta! Forte abraço.

Reply

Pat Feldman July 20, 2015 at 16:55

ichelle, eu pego meu leite todos os sábados, e eles duram super bem, crus mesmo, no fundo da geladeira, que eu deixo bem gelada. Eu nunca fervi o meu e confio simplesmente porque o meu fornecedor toma o próprio leite cru, e acho que ele confiar naquilo que produz é o melhor certificado. Quem não conhece sobre o assunto, vai te apavorar, não tem jeito!
Não é que nunca vai haver um leite contaminado, mas no caso do leite cru eu quase arrisco dizer que isso é secundário (espero que não soe irresponsável), não porque pear uma doença não seja preocupante, mas uma pessoa que se alimenta de um leite tão rico e nutritivo está com o organismo tão forte, que algumas doenças eventualmente nem conseguem se manifestar! É uma bola de neve do bem!
Se você não tem confiança total, não ofereça o leite cru. A fervura doméstica não é o ideal, mas é infinitamente menos agressiva que a pasteurização industrial.

Reply

Thiago July 16, 2015 at 10:03

Bom dia Pat,

Sou um grande fã do trabalho seu, graças a seus vídeos e reportagens mudei totalmente minha forma de se alimentar a mais de um ano atras.

Vi o seu vídeo sobre leite e acredito que o melhor leite que poderíamos consumir seria o leite cru de uma vaca feliz criada solta comendo capim. Porem como vivo aqui no grande ABC isso é quase impossível. Diante disso eu encontrei 2 marcas de leite e fiquei na dúvida da qual seria mais apropriada:

Leite Xandô http://www.xando.com.br/produtos-leite.php: (liguei no Sac. deles para obter essas informações)
Gado confinado em baias individuais com ar condicionado e alimentado com ração
Leite extraído e envasado no mesmo local
Pasteurizado
Ingredientes: Leite

Leitíssimo http://www.leitissimo.com.br/
Gado criado solto e alimentado com grama
Leite extraído e envasado no mesmo local
Processo UHT
No site deles diz que não são usados antibióticos nos animais.
Ingredientes: Leite, citrato de sódio

Eu não tomo o leite puro, deixo ele fermentar 24h com kefir. Eu consumo o leite pasteurizado já faz mais de um ano, um dia não tinha na padaria e acabei comprando o UHT em um mercado próximo de casa. Percebi que o leite da Leitíssimo fermentado com kefir ficou mais amarelado e bem mais “grosso”.

Diante da situação, e enquanto não tenho acesso a leite cru de qualidade, qual deles vocês me recomendam?

Muito obrigado!! e parabéns pelo trabalho de vcs que ajuda tanta gente.

Reply

Pat Feldman July 20, 2015 at 16:50

Pois é, o leitíssimo tinha tudo para ser um leite excelente, até eles aplicarem o UHT, que acaba com qualquer coisa boa que o leite tenha a oferecer….. Uma pena… Como você fermenta, ele ganha algumas enzimas e fica mais fácil de digerir. Eu acho que entre esses dois…. Eu alternaria entre um e outro!! hehehehe A criação confinada e com ração é péssima, UHT idem…
Sem pensar muito, um leite que precisa de refrigeração para se manter me passa mais confiança, mas quando nos atentamos ao modo de criação do animal, complica..
Falei muito e não disse nada, né?!? Porque realmente não sei ao certo o que escolheria diante dessas opções…

Reply

Gabriel July 17, 2015 at 15:05

Ótimo artigo, em referência ao Leite Cru e Leite In Natura qual é a diferença enter eles? Já que sites de renome falam que Leite In Natura é o leite Pasteurizado, já outros sites falam que Leite In Natura é a mesma coisa que o Leite Cru.

Reply

Pat Feldman July 17, 2015 at 20:12

Gabriel, pra mim leite in natura é o leite que acabou de sair da vaca, portanto, cru!

Reply

Michélle July 20, 2015 at 18:11

Muito obrigada por compartilhar sua opinião! Tenho oferecido algumas vezes o leite cru, em doses “homeopáticas” rs e tem estado tudo bem, graças a Deus. E super concordo com a questão da resistência do organismo, temos excelente imunidade e creio que essas doses de leite cru contribuirão ainda mais com isso.

Reply

Patricia Irgang July 21, 2015 at 11:42

Olá Pat, minha filha é APLV desde os 7 meses de vida hoje ela está com 3 anos e comecei a introduzir traços e derivados do leite na alimentação dela vi que estavamos indo bem e resolvi dar leite de vaca do jeito que vc explicou sem ferver eu e ela tomamos cerca de 1 litro e não tivemos nenhuma reação desagradavel, fiquei bem surpresa pois quando eu consumia leite UHT ou em Pó eu ficava com intestino preso ou tinha diarreia. minha duvida é o que devo observar no local onde pego o leite, eles lavam as tetas da vaca secam e ordenham em um balde tudo feito ali mesmo onde a vaca fica na terra e depois colocam em uma garrafa pet. e agora ? fervo ou não?

Reply

Pat Feldman July 30, 2015 at 7:27

Patricia, difícil dar as dicas exatas, porque a minha escolha foi mais subjetiva: o meu produtor toma seu próprio leite cru – isso pra mim vale mais do que qualquer coisa! Comida de verdade quando não está boa tem aspecto ruim, cheira mal, etc. Tendo qualquer dúvida, ferva. Eu não fervo porque confio! Um outro amigo meu, de quem eu peguei leite por vários anos, tirava o leite exatamente nessas condições que você descreveu. O leite sempre foi tudo de bom. Mas vou repetir: em caso de qualquer dúvida ferva e/ou não consuma.

Reply

Grazielli July 22, 2015 at 9:59

Bom dia Pat!
Muito obrigada por compartilhar tantas ricas informações, e por responder a tantas questões aqui.
O que você diz das iogurteiras? Fazem o mesmo processo que o natural? Eu não tenho, mas tinha interesse em adquirir, e se o iogurte dessa for saudável vou correr pra comprar já.

Reply

Pat Feldman July 22, 2015 at 19:51

Grazielli, não são ruins, mas são desnecessárias. Eu faço iogurte na panela, embrulho numa manta ou toalha e mantenho o pacote dentro do forno até o iogurte ficar pronto.

Reply

Grazi July 23, 2015 at 7:56

Me ajudou muito! Encontrei no seu site a receita completa do iogurte natural, e tbm compartilhem com varias pessoas.
Você é uma mulher virtuosa, como a de Provérbios 31.10-31
Beijos!!

Reply

David Kim July 22, 2015 at 21:12

Muito esclarecedor o seu artigo. Estava na dúvida se deveria ferver o leite cru que comecei a comprar de um produtor local que cria suas vacas à base de pasto e silagem do milho orgânico produzido por ele mesmo. O gerente da fazenda me disse que, em seus quinze anos ali, suas vacas nunca ficaram doentes. Não preciso ferver esse leite, preciso?

Reply

David Kim July 22, 2015 at 21:18

Ops, depois de comentar, já vi sua resposta a uma outra postagem anteior. Não vou ferver, pois confio no produtor. Obrigado.

Reply

Débora July 28, 2015 at 8:52

Olá Pat!

Estou em busca de fornecedores de leite cru, porém eles se localizam a uns 100 km de onde moro e não tenho como buscar sempre. Posso trazer uma quantidade maior e congelar? O congelamento é indicado?

Reply

Pat Feldman July 28, 2015 at 16:05

Eu não gosto do gosto do leite congelado, mas o congelamento não prejudica o leite.

Reply

Anna Monteiro August 16, 2015 at 23:19

Conheci esta semana o leite organico, porém vendido em garrafa de vidro. Vem desta empresa : http://www.fazenda da toca. com.br ( SP ). Como moro muito longe de fazendas e não conheço ninguém que more, gostaria de saber sua opinião sobre esse produto.
Desde já, muito obrigada!

Reply

Vanessa September 1, 2015 at 10:14

Olá!
O que vc acha do iogurte artesanal de leite de búfala? É o que costumo dar a meu filho com frutas.
E o queijo de leite cru?

Reply

Pat Feldman September 2, 2015 at 17:28

Não sei muito sobre leite de búfala, então prefiro não opinar. Quanto a queijos de leite cru, desde que de boa procedência, são tudo de bom!!!! Mais saudáveis e infinitamente mais saborosos!!!

Reply

Angela September 4, 2015 at 11:25

Lendo tudo isso suponho que o leite SEM lactose é a mesma coisa?
Eu troquei o leite normal pelo sem lactose e estou me sentindo melhor,parou os inchaços e quando bebo do normal sinto um gosto horrível na boca.
É a mesma coisa então pois é processado igual, só que sem lactose??

Reply

Antonio Oliveira dos Santos October 10, 2015 at 17:18

Boa tarde Fat, o leite tira o efeito da insulina

Reply

Roberta October 23, 2015 at 21:02

Olá! Adorei a matéria. Eu estou buscando uma alimentação com menos agressões aos animais e menos alimentos processados. Achei uma senhorinha com vaquinhas felizes e comprei leite com ela. Não sou muito fã de iogurte (sei fazer natural, mas não consigo gostar), adoro leite ainda mais não processado. Mas meu medo não são outros micróbios, só a Toxoplasmose. Existe uma maneira segura de eliminar o risco? Ferver o leite e colocar logo na geladeira adianta?

Reply

Jônatas Pereira November 17, 2015 at 21:59

Os drs. lair ribeiro, victor sorrentino, josé roberto kater, entre outros fazem fortes críticas contra todo tipo de leite. O dr lair tem um video de 1h no youtube falando dos maleficios do leite e derivados. Em minha opiniao, o leite foi feito para bezerros. O que vc tem a dizer sobre as criticas deles acerca do leite e derivados?

Reply

Pat Feldman December 1, 2015 at 14:15

O leite como chega para a maioria da população – pasteurizado, desnaturado e de vacas pouco saudáveis – é definitivamente um alimento que deve ser evitado! Já o leite cru, recém saído da vaca pode não ser necessário – e realmente acredito que não seja – mas não há problema em consumi-lo.

Reply

Yuri January 12, 2016 at 21:00

Olá. Gostaria de saber se voce tem um fornecedor de leite cru para recomendar? Obrigado!

Reply

Pat Feldman January 13, 2016 at 10:22

Infelizmente não.

Reply

Karol January 13, 2016 at 20:07

Boa noite!!! Sou Nutricionista em formação de opinião sobre leite de derivados (e glúten ;]) e AMEI, simplismente amei esse texto! Parabéns!
Mas eis que me restou uma dúvida….se me permite, Dr.
Os tais mais de 60 hormônios que têm no leite, é somente no leite pasteurizado? No leite fresco saído na vaquinha, cru, não se encontram esses hormônios?? E a caseína inflamatória A1 (histina), ela não seria natural do leite em si e não somente encontrada/ativada após passar por processamento? Por último, o iogurte não carrega essa caseína e esses hormônios? Muitíssimo obrigada! Ficarei muito feliz se pude me responder! Estou realmente determinada em aprender mais sobre! Abraços e beijos de luz!

Reply

Daisy January 23, 2016 at 15:22

Boa tarde. Eu adorei a matéria, não sabia de muita coisa que li, mas ainda pesquisarei um pouco a respeito de tudo que li, eu gosto de ter informações concretas de várias fontes de confiança.
Mas eu tenho uma dúvida, gostaria de saber se no caso dos leites de saquinhos vendidos nas padarias, eles têm uma validade bem mais curta, de uma semana se não me engano, eles também não seriam uma boa alternativa para a substituição do leite de caixinha?

Reply

Beto January 27, 2016 at 10:30

Vc disse que não ferve o leite. Nesse caso, qual o tempo de permanência da geladeira sem estragar?
Se bem que o artigo diz que mesmo o leite azedo (supostamente estragado ) significa que as bacterias boas agiram e retiraram as ruis, até porque o processo de fermentação do Kefir faz isso, deixa o leite azedo, ácido.
Embora não conheça exatamente a origem do leite cru que compro, ainda assim acho melhor nao ferver, até porque só uso pra Kefir

Reply

David Kim January 28, 2016 at 9:27

O leite cru que compro costuma durar até mais de uma semana na geladeira. Jamais fervo ele, para não perder as bactérias do bem. Se ele começa a azedar, junto no kefir. Prefiro usar leite de saquinho para ele, porque tenho observado a formação de uma pelugem branca (provavelmente fungos) sobre a nata do leite cru quando usado para o kefir.

Reply

Alini January 28, 2016 at 10:44

Olá Pat..tudo bem? Compro o leite cru de uma pessoa confiavel, e gostaria de saber quantos dias posso manter o leite cru na geladeira?

Reply

Pat Feldman January 29, 2016 at 4:27

O meu leite cru dura cerca de uma semana guardado no fundo da geladeira.

Reply

viviane February 24, 2016 at 14:57

BOA TARDE. LI TODO O TEXTO E TODAS AS DÚVIDAS, JÁ ENTENDI QUE SE O FORNECEDOR FOR CONFIÁVEL POSSO DAR O LEITE SEM FERVER.
ATUALMENTE MINHA FILHA DE 1 ANO E 8 MESES, TOMA LEITE DE VACA FERVIDO E LEITE NINHO EM PÓ, INTERCALADOS. MAS ESTOU COM UM PROBLEMA, QUERO PASSAR SÓ PARA O DE VACA, MAS ELE SOLTA O INTESTINO DELA, ME DISSERAM QUE SE FERVER UMAS 3 VEZES AJUDARIA A SOLTAR MENOS O INTESTINO, MAS ACABO DE LER QUE O CRU É BEM MELHOR. TERIA ALGO QUE EU POSSA FAZER? QUERIA DAR SÓ O CRU, MAS SEM DIARRÉIAS… DILUIR VOCÊ ACHA QUE AJUDARIA?

Reply

Diego Santos Vieira February 26, 2016 at 5:55

Pat, consegui comprar leite cru de uma fazenda aqui na minha cidade. Sei que o leite tem boa procedência no quesito de higiene pois a fazenda comercializa em saquinho na sua própria loja e a dona vai vender leite cru para mim. Sei também que as vacas são criadas soltas mas acabam recebendo ração. Vc acha que é um bom leite?

Reply

Rafael March 4, 2016 at 17:01

Olá Pat,

Já têm alguns meses que diminui grandiosamente o consumo de leite e derivados, com isso a minha saúde melhorou muito! Sempre foi muito fácil a minha rinite ficar ativa e incomodava muito (e mais dois outros problemas), até que de um ano para cá, depois de alguns dias sofrendo com rinite sempre surgia depois a sinusite, quando vi que dei uma melhorada resolvi cortar e melhorei mais ainda.

Mas como eu vou voltar à academia e também para ter um item a mais na dieta, também comecei me alimentar melhor porque percebi a grande diferença que um simples alimento fazia comigo, lembrei da coalhada devido ser um dos resultados da fermentação do leite, sabendo que a fermentação para vários alimentos propicia uma melhoria para nós, então resolvi hoje mesmo fazer logo cedo com o leite natural que comprei na padaria.

Porém não conheço o produtor e como é feito o manuseio, mas sei que ele sempre estar lá entregando o leite logo cedo, chega os sacos ainda ficam até mornos, sei da diferença do leite natural para o pasteurizado, mas fiquei com medo de fazer a coalhada sem ferver antes pelo fato de que irei oferecer para o meu filho de 3 anos, se fosse apenas para mim eu teria feito de maneira crua.

Com isso veio a dúvida e pesquisei, mas não encontrei nada que divulgasse ou confirmasse que o fato das bactérias do leite cru para fazer a coalhada sem ferver, se elas eliminam os possíveis problemas que podem ocorrer em um leite contaminado.

Obs.: Quando pequeno comi muita coalhada que a minha avó e mãe faziam de maneira totalmente natural, compravam o leite do vendedor que passva na rua, deixavam em uma panela por 12 ou 24 horas e pronto, estava feito, nunca tivemos problemas com ela assim, mas agora com o filhão e não saber a procedência fiquei com medo.

Obrigado e um bom dia para você.

Reply

Sofia March 9, 2016 at 8:12

oi Pat, muito obrigada por todas as informações valiosas fruto do seu trabalho. Vou tentar fazer iogurte com leite de coco caseiro com culturas lácteas e depois conto como correu. Por vezes deixo ferver um pouco o leite de coco quando consumo com a aveia, para ficar mais cremoso, você acha que a fervura do leite de coco também faz com que ele perda propriedades? ou diminua o acido laurico por ex. não consigo chegar a uma conclusão sobre esse assunto!

muito obrigada pelo seu trabalho!

Reply

Thaisa April 27, 2016 at 11:02

Parabéns pelo texto, Pat!
Fiquei com a seguinte dúvida: segundo os pediatras nosso organismo seleciona entre a absorção do cálcio e do ferro, priorizando o primeiro.
Sendo assim, ao oferecer o caldo de carne nas refeições principais ( fonte de cálcio e ferro) não seria prejudicial à absorção do ferro? Não é por essa razão que não devemos tomar leite e derivados junto das refeições ( para facilitar a absorção do ferro nelas)?

Reply

Patricia May 30, 2016 at 1:33

Pat,
Já entendi que o ideal seria tomar o leite cru de fonte confiável. Recebo orgânicos de um grupo que recebe direto dos produtores, inclusive leite cru, mas não tenho certeza de como é o processo. Logo me parece melhor não arriscar. Já vi que o melhor então seria partir para o iogurte. Ok, não bebo muito leite mesmo, mas de vez em quando é bom beber um leite quente. Nesse caso, vc aconselha a comprar o de saquinho e ferver ou ferver o leite cru? Hj uso o de supermercado, pelo o que li me pareceu que essas opções não são as ideais, mas me pareceram melhor que a caixinha. Qual seria a sua opção?

Reply

Patricia May 30, 2016 at 2:21

Pat,
Com relação ao leite de saquinho, entendo que esse seja pasteurizado. No Rio temos o leite da Vitallate que pelo o que entendi é somente pasteurizado. Logo, seria o mesmo que o leite de saquinho só que em garrafa. Já tomei e não fervi. Minha percepção é que a higiene é superior que o leite de saquinho. Faz sentido? Seria uma alternativa (pior, mas alternativa) ao leite cru?
http://www.vitalatte.com.br/prod/leite-integral.html
Bjs

Reply

Patricia May 30, 2016 at 2:58

Pat, mais uma pergunta. E para cozinhar? Que leite usar? Se for algo assado, pode ser o cru? Já que vai a alta temperatura.

Reply

Pat Feldman May 31, 2016 at 6:46

Aqui em casa eu só uso leite cru.

Reply

Patricia June 21, 2016 at 19:06

Sim, mas no seu caso vc disse que tem total confiança no seu produtor. Como o leite cru que recebo é de um grupo de orgânicos, não sei bem ao certo se o processo é totalmente confiavel. Nesse caso, vc aconselha a comprar o de saquinho e ferver ou ferver o leite cru?

Reply

Pat Feldman June 22, 2016 at 13:46

Nesse caso eu optaria por transformar o leite em iogurte.

Reply

James June 16, 2016 at 15:50

Excelente o texto, esclarecedor. Gosto de laticínios, mas me preocupo muito com os efeitos nocivos que o leite industrializado traz.
Não consumo o leite diretamente, o transformo em kefir (tipo de iogurte natural), ainda assim, estou usando o famigerado leite UHT para fazer meu probiótico, tão necessário à saúde do intestino e sistema imunológico. Contudo, ando tendo alergias do tipo urticária, e desconfio que seja do uso desse leite pra fazer meu kefir.
Infelizmente, morando em cidade, ainda não encontrei um meio de comprar leite cru pra fazer meu iogurte natural, quem sabe seria o fim dessas crises de urticária, sem deixar de consumir meus probióticos tão valiosos.

Reply

Rosilene August 7, 2016 at 9:17

Parabéns, excelente texto! Obrigada por compartilhar conosco resultado de estudo tão elucidativo.
Temos a cultura do leite em pó, e “quanto mais caro melhor”, “o que importa é a marca” e aí se vão anos e anos de gastos e prejuízos ao organismo. Sempre que leio sobre boa alimentação, sugere-se que o leite seja excluído….resolvi pesquisar para saber qual é, de fato, o mal provocado pelo leite em pó, encontrei o seu texto.
Informação é tudo….que possamos fazer sempre as melhores escolhas, para que vivamos mais e melhor!
Obrigada, querida!

Reply

EMANUEL BARRETO DOS ANJOS August 12, 2016 at 22:49

Congratulations! Very good, very good!

Reply

EMANUEL BARRETO DOS ANJOS August 12, 2016 at 22:56

Sò faltava este brilhante artigo, escrito com muita riqueza de detalhes, revelando muitas verdades que até então eu desconhecia. Fiquei estarrecido com a ganancia e muita falta de escrupulos dos fabricantes dos produtos lacteos e distribuidores (supermercados). pataColocam muitas porcarias, iludindo os consumidor, com a complacencia criminosa do Estado brasileiro que faz vistas grossas, representado pela Anvisa.

Reply

Suzana September 5, 2016 at 23:08

Oi Pat
Então, compro leite cru mas não conheço o produtor, logo fervo o leite p consumir inclusive tiro a nata p fazer manteiga. Pelo Q entendi seria melhor fazer iogurte mas não consigo ficar sem meu leite rsrs, a minha pergunta, mesmo fervendo, o leite cru ainda é a melhor opção? E como posso fazer isso sem Q haja muita modificação desse leite?
Obrigada.

Reply

Pat Feldman September 6, 2016 at 6:44

A fervura doméstica é bem menos agressiva que a pasteurização industrial!

Reply

Fabiola September 12, 2016 at 17:00

Olá Pat Feldman, tudo bem?
Meu nome e Fabíola, moro em São Francisco-MG.
Parabéns, por esclarecer essa dúvida que estava me rondando… Tenho quatro filhos, as 3 mais velhas sempre tomaram leite de vaca natural, elas sempre tomou desde que largou a peito, e nunca apresentou problema algum em relação ao leite.
Mas infelizmente meu fornecedor, parou de vender leite, então passei a comprar leite de saquinho pasteurizado ou caixinha, e sinceramente e horrível, não tem gosto de leite :(, mas infelizmente minhas filhas não fica sem leite…. Porém tive um bebê recentemente, e ele ainda mama no peito tem ele tem 4 meses, e infelizmente voltei a tomar leite, nesse período de amamentação, e percebi que nos final dos 3 meses do meu filho, ele começou a fazer cocô com muco, então levei ao médico e ele me disse que meu filho esta com suspeita de APLV (Alergia a Proteína do Leite Vaca), e eu teria que fazer uma dieta, já que amamenta no peito ainda, pois fiquei a 6 dias sem tomar nada relacionado a derivados do leite de vaca. E reparei que realmente o muco diminuiu… Mas minha tia mora na roça e trouxe um leite natural/cru, eu ferventei claro , não sabia desse detalhe que cru e melhor, não resistir e tomei ( a consciência doeu depois, por causa do meu filho, mas eu amodoro leite) mas para a minha felicidade e por incrível que pareça as fezes do meu filho não teve nenhuma alteração, a dois dias estou tomando o leite natural e nada de muco… E meu esposo comprou leite de saquinho pasteurizado no mercado pra mim, e quando fui colocar no copo pra amonar ,e ao despejar o leite, saiu um monte bolota de massa do leite, como se fosse creme so que em pedaços coisa mais estranha, nunca tinha visto aquilo, fiquei com medo e não bebi, e ele foi fabricado a 2 dois dias comprei ontem… Isso e normal?

E outra, tenho reparado que muitas crianças de um tempinho pra cá, esta tendo essa reação a proteína do leite de vaca, sera que e por causa da pasteurização do leite ?

Muito obrigada pela matéria, foi muito esclarecedor e de grande ajuda, a partir de agora vou providenciar o leite natural pra mim e para meu filho(assim que ele largar o peito, claro rsrs), pois não quero dar a ele leite de caixinha , saquinho ou enlatado, não confio em nenhum, principalmente o enlatado.

Que Deus abençoe vc sempre!!!

Reply

Pat Feldman July 14, 2012 at 18:42

Daniel, se eu tivesse a minha própria produção de leite, gostaria de poder confiar nela o suficiente para poder tomar o leite direto da vaca, do jeitinho que saiu. Aliás, tem coisa mais gostosa do que o leite morninho, recém ordenhado?? A fervura doméstica é bem menos agressiva, mas ainda assim prejudica bastante o leite.

Reply

Leave a Comment

* IMPORTANTE: LEIA ANTES DE CLICAR EM "ENVIAR" * Ao enviar seu comentário, você fornece à Pat Feldman e ao Site CriancasNaCozinha.com.br 100% dos direitos autorais do seu texto, e fornece também uma licença PERPÉTUA (para toda a vida) e IRRETRATÁVEL (sem a possibilidade de voltar atrás) para a reprodução de suas palavras associadas ao seu nome, seja neste site, seja em outro site, seja em algum livro que venha a ser publicado, ou em qualquer mídia atual ou futura.

{ 34 trackbacks }

Previous post:

Next post: